E No Princípio Era a Bola. Depois Também. | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

08/09/2021

E No Princípio Era a Bola. Depois Também.

08/09/2021 2 Comentários

HÁ QUEM A SAIBA TRATAR MELHOR.



Embora ela nunca se queixe. Nunca chore.

 

Durante os primeiros tempos do Futebol em Portugal

Bolas só importadas de Inglaterra. Ou compradas a clubes de ingleses com fez o «Glorioso» - ainda conhecido no "meio futebolístico" por Belem FC - em 21 de Março de 1904. Neste "caso" aos ingleses da Cruz Quebrada (Lisbon Cricket Club). Ainda tentaram que os sapateiros que faziam chuteiras...fizessem bolas mas não "dava". Inchavam com a água. Os ingleses já sabiam impermeabilizar o couro!



Depois "ela" passou por muitos modelos e desenhos. Feitio sempre o mesmo: esfera

Já o feitio de quem a faz rolar é muito diferenciado. Os futebolistas mais antigos do «Glorioso» só apresentavam uma "queixa" em relação à bola. No tempo dos campos pelados (areão) em dias de chuva a bola vinha com tanta areia, para ser cabeceada, que a alguns marcou a testa, várias vezes, como carimbos, para sempre.


 

Alberto Miguéns

2 comentários
  1. O Sport Lisboa fundado em 28.2.1904 era conhecido em 21 de Março de 1904 ainda por Belém FC?

    Será que a compra da bola teve como "AGENTE" o Belém FC ?

    É muito interessante que a compra da bola seja o documento nr. 1

    ResponderEliminar
  2. Mil e quinhentos reis era o preço de um café, quando eu bebi o primeiro da minha vida, em 1960!

    ResponderEliminar

Apoio de: