Este Nome Provoca-me Benficalgia | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

24/03/2021

Este Nome Provoca-me Benficalgia

24/03/2021 + 6 Comentários

BORGES COUTINHO: UM MISTO DE BENFICA COM NOSTALGIA.



Mais do que um presidente vencedor foi um Benfiquista exemplar.

 

Duarte António Borges Coutinho

Nunca são de mais (até são de menos...) os pretextos para me recordar dele e poder escrever acerca dele. Isto a propósito de um acaso que ocorreu há pouco.

 

Recebo jornais e revistas digitais de Portugal e do Mundo mas raramente as leio

Num acaso (feliz) fui ler o jornal «Record» para saber o que escreviam a propósito de um texto que estou a pensar fazer acerca dos "Equívocos Benfiquistas em 2020/2021". Esbarrei com um texto de um neto de Borges Coutinho. Nem vou comentar o conteúdo. Podia ser até 180 graus diferente. Tenho opinião acerca do texto mas não me interessa desviar do essencial. Lembrar o avô. O artigo de opinião é este:



Como não vou opinar reria deselegante não tecer algumas considerações acerca do autor

Parecendo que foi apenas consequência quando foi causa para escrever acerca do avô. Martim Borges Coutinho de Lima Mayer penso ser filho da filha mais velha de Borges Coutinho. Que eu saiba, Borges Coutinho teve quatro filhos com D. Ana Maria Filomena Burnay Nogueira Soares Cardoso, todas raparigas: D. Maria João, D. Maria Ana, D. Isabel Maria e D. Maria Teresa. O neto Martim nasceu em 1 de Dezembro de 1973 e foi aprovado como associado dois dias depois (3 de Dezembro).

  

O presidente Borges Coutinho é geralmente referenciado pelos títulos que o Benfica conquistou na sua presidência

Mas para mim isso é importante mas não é o mais importante. Borges Coutinho deu uma outra dimensão ao que era ser presidente de um clube desportivo. Não só no Benfica, mas em todo o País. Há um antes e um depois. A sua importância foi tão grande. O seu impacte tão forte que durante anos, a maior parte dos adeptos de outros clubes tinham como "segundo clube" o Benfica. Há uma sondagem, talvez a primeira feita em Portugal acerca das preferências clubísticas dos portugueses, tenho ideia que publicada no extinto semanário cultural «Se7e» que mostra isso. Agora odeiam o Benfica (pelo que me apercebo quando falo com eles). Mudou tudo 180 graus! Como era diferente com Duarte António Borges Coutinho! Como ele dizia (e queria) as idas ao terreno do adversário eram simples. "Ciclos" efémeros que se esgotavam a cada momento:

Preparar os jogos/provas com rigor;

Chegar e cumprimentar adversários (dirigentes, treinadores, jogadores e público);

Jogar ou disputar os encontros/provas no máximo do que se pretendia para poder vencer;

Saudar os vencidos ou dar os parabéns se vencessem o Benfica (raras vezes se perdeu);

Regressar com a satisfação de dever cumprido e pesar que se iria iniciar um novo "ciclo"!


 

Foi este o Benfica pelo qual me apaixonei enquanto criança e que já não existe! 

 

Alberto Miguéns

  1. Temos a mesma paixão e desejo d e nova vida já!

    ResponderEliminar
  2. Interessa-me muito conhecer o passado do nosso Clube não somente para o melhor admirar mas como uma ferramenta para aprender que Clube e que sociedade realmente somos. Uma aprendizagem que resulta tanto melhor quanto se atenta em diversas fontes, interpretações e razões. O nosso Clube já passou por muito mas do que conheço duvido que tenha estado num tão acentuado declínio desportivo e institucional. Um contraste absoluto com o Dr. Borges Coutinho e os valores e orgulho sentidos pelos Benfiquistas de então. Não era um Clube com dimensão europeia mas sim mundial. Um presidente inesquecível.

    ResponderEliminar
  3. O Senhor Borges Coutinho era um senhor de esse maiúsculo. O neto Martim - um benfiquista a considerar para uma futura liderança do SLB, eu acho - aprendeu a lição de amor ao nosso clube.
    Hoje, é a chico-espertice labrega, oportunista, golpista e mentirosa que nos preside. Até que resolvamos correr com ela e levar o Benfica ao rumo certo.

    ResponderEliminar
  4. Esta é a fraseque digo há muitos anos, e ainda que seja triste fico contente de não ser o uico a ter a mesma opinião

    Foi este o Benfica pelo qual me apaixonei enquanto criança e que já não existe!

    e acrescento foi o Benfica do século XXi que me fez perder a chama imensa, deixar de ver, aompanhar o clube até à total indiferença.

    Quanto a Borges Coutinho está tudo dito, mas quando um pulha se autointitula o melhor presidente do Benfica, e tivemos no passado presidentes da estirpe do Borges Coutinho, devia ser corrido do clube.

    Quanto ao neto do Sr. Borges Coutinho, se tem os genes do seu avô, então como socio e adepto do Benfica peço que resgate o Benfica do seu avó e livre-nos deste mal que afecta o Benfica

    Alberto continue a mostrar a esta gente o que era o Benfica, quem o viveu como eu e o Alberto sabe, mas parece que querem apagar a história e tem muitos seguidores infelizmente, mas discussões com benfiquistas por causa deste pulha já as tenho desde 2001, infelismente nunca estive errado cerca do pulha

    ResponderEliminar
  5. Excelente texto.

    Uma das vias para o resgate pode passar por aqui:
    https://www.servirobenfica.pt/uploads/1/3/3/2/133248124/requerimentoag.pdf

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue

Apoio de: