A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/07/2015

Benficar Todos os Dias

14/07/2015 + 12 Comentários API
O BENFICA É TÃO GLORIOSO QUE NÃO HÁ UM DIA EM QUE NÃO APRENDA.

Fantástico desenho de uma defesa do popular Chiquinho, em 6 de Janeiro de 1924, do mestre Almada Negreiros (1893 - 1970)

O texto de ontem permitiu-me mudar as datas de uma fotografia que estava mal datada (publicamente) desde 1954. Desde que foi publicada na monumental história (1904-1954) comemorativa dos 50 anos do "Glorioso".

Em 1924 o famoso AC Sparta Praga jogou quatro encontros em Portugal
Começou em 6 de Janeiro com uma vitória, por 5-0, frente a um misto de Lisboa, com o Benfica a ceder cinco futebolistas e o Sporting CP cedeu quatro. Seguiu-se em 10 de Janeiro frente ao clube da casa (Palhavã) o Império LC (resultante da fusão em 1917, do SC Império com o Lisboa FC) repetindo a vitória por 5-0. Em 12 de Janeiro o Benfica é derrotado por 6-0. O último jogo, em 13 de Janeiro, foi no campo do Sporting CP, no Campo Grande (depois de 5 de Outubro de 1941 seria campo do Benfica e até 1915 tinha sido campo do Lisboa FC) com um empate a dois golos. Um resultado extraordinário conseguido pelo Sporting CP.

As fotografias
Na História do SL Benfica 1904-1954 de Mário de Oliveira e Rebelo da Silva estão publicadas algumas fotografias nas páginas 483 e 484 na I volume.


Estas legendas não estão correctas. Pelo menos a última. O jogo não é o do dia 12 (frente ao SLB) mas do dia 6 (frente ao misto). Francisco Vieira (popularmente conhecido por Chiquinho) jogou nos dois jogos, pois foi guarda-redes do misto (6 de Janeiro) e do SLB (12 de Janeiro)
Se o AC Sparta mudou de equipamento (devem ser os calções brancos o motivo da mudança) no jogo com o Benfica (como se escreveu no jornal "Diário de Lisboa") quer dizer que a fotografia indexada a 12 de Janeiro deve ser de 6 de Janeiro (os calções devem ser "grenat"(cor-de-vinho) pois as principais cores do AC Sparta são/eram o vermelho e o grenat).
Este texto feito e publicado no dia do jogo (o "Diário de Lisboa" era vespertino e o jogo teve início às 15:30 horas de 12 de Janeiro de 1924) não coincidindo com a legenda feita alguns anos mais tarde para ser publicada em Dezembro de 1954, data da edição do 12.º fascículo do I Volume da História do SL Benfica. O AC Sparta alterou o habitual equipamento do 1.º e 2.º encontro, jogando de vermelho e branco no 3.º jogo. De certeza que os calções não são brancos na legenda da fotografia indexada a esse dia.

O espanto pela fatiota dos checos
Mas o Benfica desde meados até final dos anos 10 apresentou-se com uma bela casaca. Já estaria esquecida.


Época 1915/16. 6 de Janeiro de 1916. De cima para baixo. Da esquerda para a direita. Cândido Oliveira, Henrique Costa, Carlos Homem de Figueiredo, Cosme Damião, Adolfo Stock (g-r) e Leopoldo Mocho; Artur Augusto, Manuel Veloso, Herculano Santos, Carlos Sobral e Alberto Rio

Mário de Oliveira e Rebelo da Silva
Estes pequenos erros (não é único) são excepções. Em nada beliscam o enorme trabalho que fizeram. Senão tivessem feito, às suas custas, essa investigação nos anos 40 (após a entrevista de Mário de Oliveira a Cosme Damião publicada em A Bola n.º 11 - 5 de Março de 1945) ficariam perdidas para sempre informações preciosas pois Mário de Oliveira conseguiu falar com seis dos 24 fundadores que ainda estavam entre nós. Em destaque os depoimentos de Cândido Rosa Rodrigues e Daniel dos Santos Brito, que confirma a presença de Cosme Damião entre os pioneiros, tal como este sustentara na citada entrevista. Mário de Oliveira e Rebelo da Silva serão sempre os alicerces da Gloriosa História. Os maiores entre todos aqueles que se queiram dedicar a conhecer, ao pormenor, o Glorioso Passado.

No actual Benfica
O que impressiona é o desprezo que alguns dirigentes/responsáveis do Benfica actual têm pelo passado do Clube como se sentissem inferioridade perante tamanha grandeza preferindo ignorar essa grandiosidade para esconder o que fazem ou não querem fazer deixando correr as mentiras (sem interesse em corrigi-las) e sustentando pessoas dentro do Benfica (que por serem ignorantes ou manipuladores precisam de cobertura superior). Talvez isso explique porque passam o presente a fugir do passado. Até tentaram mudar, à socapa, a História do Clube (e esteve mudada, durante pelo menos seis meses, no portal da internet no Clube). Felizmente três Benfiquistas indignaram-se, sofreram com isso, mas conseguiram varrer esta vergonha. Mas ela existiu!

Texto que esteve publicado em www.slbenfica.pt entre finais de 2011 até Maio de 2012. De 24 passava-se para 10 fundadores riscando-se dos nossos pioneiros (indicados na obra de Mário Fernando de Oliveira e Carlos Rebelo da Silva) 14 elementos: António Severino, Cosme Damião, Francisco Calisto, Francisco Reis, Henrique Teixeira, João Reis, João Goulão, Joaquim Almeida, Joaquim Ribeiro, Jorge Sousa, Jorge Afra, José Linhares, Manuel França e Raul Empis. Honra seja feita ao presidente da mesa da assembleia geral, Luís Nazaré que perante tudo isto honrou os ases que nos honraram o passado!

Um dia isto vai ter de mudar!

Alberto Miguéns

PLANO PARA AS EDIÇÕES DURANTE  JULHO
(provisório como é evidente)
De 15 de Julho a 6 de Agosto de 2015 (Sempre pela meia-noite)
Quarta-feira (de 14 para 15): Uma modalidade por semana: Basquetebol;
Quinta-feira (de 15 para 16): Mentiras Oficializadas by SLB
Sexta-feira (de 16 para 17): Os primeiros jogos 111 jogos (um por cada época);
Sábado (de 17 para 18): O "Glorioso" no Canadá;
Domingo (de 18 para 19): O "Glorioso" frente ao PSG;
Segunda-feira (de 19 para 20): A estreia em 2015/16;
Terça-feira (de 20 para 21): Sinto-me tão portista;
Quarta-feira (de 21 para 22): Uma modalidade por semana: Hóquei em Patins;
Quinta-feira (de 22 para 23): Primeiro balanço da pré-época;
Sexta-feira (de 23 para 24): O "Glorioso" nos EUA;
Sábado (de 24 para 25): O "Glorioso" frente à AC Fiorentina;
Domingo (de 25 para 26): Dois jogos? Que jogos?;
Segunda-feira (de 26 para 27): O "Glorioso" frente aos Nova Iorque Red Bull;
Terça-feira (de 27 para 28): O "Glorioso" no México;
Quarta-feira (de 28 para 29): O "Glorioso" frente ao CF América;
Quinta-feira (de 29 para 30): E depois do estádio Azteca?;
Sexta-feira (de 30 para 31): Uma modalidade por semana: Futsal;
Sábado (de 31 para 1): Já cá faltava eu!;
Domingo (de 1 para 2): O "Glorioso" no Troféu Eusébio Cup;
Segunda-feira (de 2 para 3): Terminou a Pré-época!;
Terça-feira (de 3 para 4): Benfica tão brilhante que se vê no escuro;
Quarta-feira (de 4 para 5): Uma modalidade por semana: Andebol;
Quinta-feira (de 5 para 6): O Mais Belo e Inigualável 138
12 comentários
comentários
  1. Incrível!
    Caro Alberto desconhecia essa aberração dos "10 fundadores".
    Felizmente acredito que o Benfica terá sempre uma linha de adeptos devotados que nunca farão concessões à verdade. Um dos valores fundamentais da história do nosso clube e dos nossos fundadores e pioneiros. Julgo perceber que o Alberto foi um desses três adeptos que honraram o nosso passado. Um bem-haja por isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro VictorJ,

      Foi uma troika (agora só está uma parelha no Clube pois um foi-se...) e foi um triunvirato a dar-lhes "sopa".

      Pensariam eles que o SLB é como o FCP onde é possível fazer revisionismo histórico?

      Conhecem pouco os Benfiquistas!

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Porque que é que na acta está escrito Farmacia com "F" isto em 1904, quando o acordo ortográfico que alterou Pharmacia para Farmacia é de 1945?

    parece que alguém alterou a acta acrescentando essa frase " na Farmácia Franco na Rua de Belém..." ou essa acta foi feita em 1945 por altura dessa entrevista, que é logo na altura que ela aparece. Antes de 1945 não se falava em acta nenhuma nem nunca tinha aparecido.

    Outra coisa entranha, é que nas fotos da época 1904 por aí, vê-se Laboratório Franco escrito na fachada, enquanto na acta se fala em farmácia...

    Realmente é estranho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1. Porque qualquer pessoa de bom senso percebe que essa frase - Reunião do grupo na Farmácia Franco na R. Direita de Belem 147" foi colocada em cunha entre "data o 1.º treino de football" e "Socios fundadores" mais tarde para localizar a reunião num tempo em que o Clube já lá não estava instalado. A letra está desordenada, é mais fina e o final da frase "na Farmácia Franco na R. Direita de Belem 147" está claramente a "mais" (foi escrito num espaço minúsculo. Não perceber isso é manifestamente estar de má fé. Não é interpretação!;

      2. Eu tenho a digitalização da Lista da "Rede Telephonica de Lisboa" publicada em 1 de Agosto de 1910 onde está escrita o seguinte:

      Belem 2 // Pharmacia Franco // Rua Direita de Belem

      3. Isso só não está esclarecido definitivamente porque a parelha ainda sonha em dar o golpe passando de 24 para 10 para ter... protagonismo e dar protagonismo (para ficarem bem vistos perante o Poder)

      4. Um dia destes vou publicar imagens que justificam aquilo que digo. Contra factos...

      Realmente é estranho que queiram fazer revisionismo histórico quando tudo ficou decidido em 1904 e 1908. Os craques da troika é que descobriram em 2010 (quando nunca se interessaram por isso anos a fio!). Nem nunca gastaram tempo. Foi de um clique! Como se fossem craques! Só rir!

      Até breve!

      Eliminar
    2. 5. Antes de 1945 nunca apareceu a acta nem qualquer outro documento. Porque teria de aparecer uma acta se nunca foi publicado nenhum documento? Só se fosse para nós no século XXI termos uma justificação! E só "apareceu" em 1954 porque Mário de Oliveira e Rebelo da Silva publicaram a História do Clube!

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    3. Relativamente ao ponto 5 é possível determinar com relativa exactidão a idade do papel? Penso que sim, desconheço é o custo.

      Seria a prova final e definitiva, para um ou outro lado, porque uma coisa é história e outra é ciência.

      Ninguém é dono da história do clube (ninguém!), daí ler sempre com interesse estas discussões que se confrontam dois pontos de vista antagónicos.

      Neste caso específico parece-me óbvio que o ónus da prova recaí sobre quem defende que existiram 10 fundadores originalmente, e que para alterar a história "oficial" teriam que apresentar provas absolutamente irrefutáveis, algo que claramente não fizeram, logo parece-me ter sido um caso clássico de "meter a carraça à frente dos bois".

      Saudações benfiquistas.

      Eliminar
    4. Penso que não existe a acta nem o documento do treino com dez elementos. Apenas digitalizações.

      A tantos anos de distância, numa fundação pouco formal (sabia-se lá o que iria ser do Clube) quem quiser ser protagonista pode sempre especular.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    5. O acordo que altera o grafismo de "ph" para "f" é de 1911 e está em diario da republica.

      no mesmo acordo alteram-se muitos outros grafismos dando como razao o desfasamento entre o oficial e o de uso corrente e que esse desfasamento apenas promove a confusao na comunicacao.

      Mas já em 1885 ha um documento onde a troca do "ph" por "f" é aconselhada.

      Se o Alberto me permitir o link vai aqui abaixo

      http://purl.pt/437/3/#/8

      Eliminar
  3. Esta dos "10 fundadores". Realmente... Olha-se para um papel do primeiro treino e propõe-se 10 fundadores...

    Seguindo o mesmo princípio proponho olhar também para o papel do 2º treino. Está datado de 13-03-1904, ou seja 15 dias depois do 1º treino. Lá ainda se descobrem mais uns "fundadores". Então "vamos lá".

    "Descobri" mais 4 fundadores. Afinal eram 14. Estou muito contente. Assim, anotem por favor os nomes que estão no documento:

    - 3 Rodrigues (espero que sejam José, Cândido e António senão vou ter problemas)

    - Carlos França (este já faz parte dos 10)

    - Afra (11! Este estava em África no dia 28 mas mandou dizer que era fundador. Veio de propósito para o 2º treino)

    - Corga (este já faz parte dos 10)

    - Duarte (12! uau este até nem está na acta oficial)

    - Teixeira (este já faz parte dos 10)

    - Daniel (este já faz parte dos 10)

    - Joaquim de Almeida (13!)

    - Empis (14! e este até era de boas famílias!)

    - M. Gourlade (este já faz parte dos 10)


    ass.: Investigador.

    Epílogo (e alívio): E vá lá que não encontraram nenhum "Júlio" Cosme Damião na lista dos fundadores. Era de morrer a rir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro,

      Nos treinos de 1903/04 tomaram parte 31 jogadores, com um máximo de 20, no treino de 17 de Abril. Compareceram a todos os treinos (24) António Rosa Rodrigues, José Rosa Rodrigues e Manuel Gourlade. Depois segue.se uma longa lista de mais...28!

      Ah! E foi essa troika dos 10 que inventou o nome Júlio para Cosme Damião. Enchutaram-no dos fundadores mas arranjaram-lhe um nome pimpão. Qual Cosme... Júlio. D. Júlio.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      NOTA: Tenho cá uma ideia que isto ainda vai acabar numa assembleia geral até porque o presidente desta é que ficou com a "batata quente" enquanto outros esfregavam as mãos, qual Pilatos



      Eliminar
  4. Assembleia Geral... Espero que exista bom senso.
    Ainda acabam a discutir sobre a Biografia de um Dom Júlio.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail