A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

04/01/2014

Benfica É Alegria

04/01/2014 + 0 Comentários API
OPINIÃO/ HISTÓRIA/ ESTATÍSTICA


Do Gil Vicente FC lembro-me de visitar, em meados dos anos 80, o seu estádio Adelino Ribeiro Novo e a Sede, talvez não fosse o edifício, mas apenas o local onde se reunia uma das mais importantes tertúlias do "Glorioso do Minho" como eles denominavam o Gil Vicente FC. Quase todos Benfiquistas, diziam que em Barcelos "era mais difícil encontrar um sportinguista que uma bengala num monte de guarda-chuvas e mais fácil descobrir uma agulha num monte de palha que um portista". Acompanhando o futebol secundário através dos jornais e televisão (RTP), interroguei porque sendo o clube de Barcelos (a par do SC Vianense) um dos melhores emblemas da zona norte da II Divisão nunca subia à I Divisão, em muitas temporadas perdendo os primeiros lugares nas derradeiras jornadas da época. Disseram-me: «Porque somos vermelhos e aqui quem manda é o azul e branco. A cidade de Barcelos tem o galo, mas o Gil Vicente não passa de um galapito, ainda que por aqui mande o pinto.» Em homenagem a esses intrépidos benfiquistas de Barcelos - vencidos mas não convencidos, por um pinto - um tema infantil dedicado pelo EDB a todos eles.



Fundação como Gil Vicente Foot-Ball Barcelense
O Gil Vicente FC, de Barcelos, fundado em 3 de Maio de 1924, menos de uma década depois, contagiado pelo Benfiquismo no Minho, pediu a filiação no “Glorioso” passando a fazer parte das Delegações do Clube, sendo, actualmente, a Delegação (clubes já existentes que se filiaram no Benfica) n.º 4, passando a equipar de vermelho (camisolas) e branco (calções).

Até aos anos 80 o equipamento principal do "Glorioso" do Minho
Nos anos 90 desbotou para azul-e-branco. Quem não se lembra do "rapto" de Drulovic

Deve ter sido coincidência
Histórico do futebol português apenas na década de 90 ascendeu ao 1.º escalão. Geralmente equipado de azul... e branco.

CLASSIFICAÇÕES DO GIL VICENTE FC
DELEGAÇÃO N.º 4 DO SL BENFICA
NOS CAMPEONATOS NACIONAIS
Época
1.º escalão
2.º
escalão
3.º
escalão
42/43


II-a/1
3.º


43/44


II-a/1
3.º


44/45


II-a/1
4.º


45/46


II-a/2
4.º


46/47


II-a/3
4.º


47/48




Distrital
48/49




Distrital
49/50


II-a/1
7.º


50/51


II-a/1
10.º


51/52




III
1/4f
52/53


II-a/1
8.º


53/54


II-a/1
9.º


54/55


II -z.N
7.º


55/56


II -z.N
11.º


56/57


II -z.N
4.º


57/58


II -z.N
6.º


58/59


II -z.N
11.º


59/60




III
1/2f
60/61


II -z.N
11.º


61/62




III-a/1
2.º
62/63




III-a/1
3.º
63/64




III-a/1
2.º
64/65




III-a/1
6.º
65/66




III-a/1
4.º
66/67




III-a/1
5.º
67/68




III-a/1
5.º
68/69




III-a/1
4.º
69/70




III-a/1
3.º
70/71




III
2.º
71/72


II -z.N
13.º


72/73


II -z.N
5.º


73/74


II -z.N
14.º


74/75


II -z.N
7.º


75/76


II -z.N
8.º


76/77


II -z.N
6.º


77/78


II -z.N
10.º


78/79


II -z.N
10.º


79/80


II -z.N
6.º


80/81


II -z.N
4.º


81/82


II -z.N
8.º


82/83


II -z.N
7.º


83/84


II -z.N
6.º


84/85


II -z.N
10.º


85/86


II -z.N
9.º


86/87


II -z.N
3.º


87/88


II -z.N
11.º


88/89


II -z.N
3.º


89/90


II -z.N
1.º


90/91
I
13.º




91/92
I
13.º




92/93
I
9.º




93/94
I
10.º




94/95
I
13.º




95/96
I
11.º




96/97
I
18.º




97/98


LH
4.º


98/99


LH
V


99/00
I
5.º




00/01
I
14.º




01/02
I
12.º




02/03
I
8.º




03/04
I
12.º




04/05
I
13.º




05/06
I
12.º




06/07


II L
12.º


07/08


II L
4.º


08/09


II L
9.º


09/10


II L
10.º


10/11


II L
V


11/12
I
9.º




12/13
I
13.º




NOTA1: Até 1946/47 os clubes eram apurados para as competições nacionais (I e II Liga/ Divisão) através dos campeonatos Regionais;
NOTA2: Até 1950/51 os clubes disputavam o acesso à II Divisão na mesma temporada após concluir os campeonatos Regionais;
NOTA3: Em 1976/77 a II Divisão passou de duas para três séries: Norte, Centro e Sul;
NOTA4: Em 2005/06 o Gil Vicente foi penalizado com a despromoção ao 2.º escalão por inscrição irregular de um futebolista

Junto ao local onde se reuniam os fundadores do clube, o teatro que deu nome ao emblema barcelense. "Ontem" e hoje (por baixo)


Gil Vicente FC prejudicado…
A generalidade dos barcelenses e minhotos sempre foram Benfiquistas, mas nem sempre os associados que dirigiram o clube assumiram os mesmos ideais. Por isso as ligações, históricas, do Gil Vicente FC ao “Glorioso” nunca passaram de simbólicas. Leais foram sempre grande parte dos seus adeptos.
O Gil Vicente FC foi, em termos globais, um dos principais clubes do Minho, mas nunca conseguiu o acesso à I Divisão, se bem que por vezes só nas últimas jornadas perdesse a possibilidade de ascender directamente ou numa “Liguinha” ao principal escalão. Havia vários adeptos gilistas que atribuíam esse facto à conhecida filiação do clube de Barcelos no Benfica, acabando prejudicado face a emblemas como o FC Famalicão, FC Felgueiras, FC Penafiel, FC Tirsense, Varzim SC ou SC Espinho. Percebe-se porquê…

Diferenças colossais (como seria de esperar)
Os jogos entre os dois emblemas, ilustram 70 anos de relações cordiais, ou não fosse o Gil Vicente FC Delegação do "Glorioso" em Barcelos/ Minho.

O histórico primeiro encontro entre o Glorioso de Portugal e o Glorioso do Minho em 3 de Maio de 1943 (19.º aniversário) no Campo da Granja (Barcelos) com o histórico (e infortunado) guarda-redes Adelino Ribeiro Novo (abraçado pela Glória Benfiquista Valadas) que faleceria, neste campo (que depois teria o seu nome), como consequência do pontapé de um adversário, aos 10 minutos, num jogo frente ao CD Aves, em 16 de Setembro de 1945
  
Os jogos para competições oficiais datam do início da última década do século XX. O Benfica com 29 vitórias tem mais 25 que as quatro derrotas sofridas e com 84 golos marcados mais 56 que os 28 consentidos.

                                QUADRO I
 JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO com Gil Vicente FC

Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
39
29
6
4
84
28
Campeonato Nacional
33
24
5
4
66
21
Taça de Portugal
  2
  1
1
-
2
  1
Taça da Liga
  1
  1
-
-
2
  1
Particulares
  3
  3
-
-
14
  5

Invictos na Taça de Portugal e na Taça da Liga
Os próximos encontros entre os clubes são para duas competições nas quais o Benfica nunca perdeu frente ao emblema de Barcelos. Logo à noite para os oitavos-de-final da Taça de Portugal. Mais no final do mês para a 3.ª jornada da Taça da Liga. Sempre na "Catedral". Nos dois jogos da Taça de Portugal, nos quartos-de-final em 1997/98 um empate em Barcelos (no Adelino Ribeiro Novo) e uma vitória na Saudosa Luz, com golos de Nuno Gomes, em ambos os jogos (E 1-1 e V 1-0).
                        

                                    QUADRO II
                 OS 39 BENFICA – GIL VICENTE FC
N.º
Época
Comp
Sit
V
E
D
01
42/43
Par
F
7-2


02
87/88
Par
F
2-1


03
90/91
CN
C
3-0


04
CN
F
3-2


05
91/92
CN
F
1-0


06
CN
C
5-0


07
92/93
CN
F

1-1

08
CN
C
2-1


09
93/94
CN
C

0-0

10
CN
F
3-0


11
94/95
CN
F


0-1
12
CN
C


0-1
13
95/96
CN
C
3-0


14
CN
F
2-1


15
96/97
CN
F
3-0


16
CN
C
1-0


17
97/98
TP
F

1-1

18
TP
C
1-0


19
99/00
CN
F
2-0


20
CN
C
3-0


21
00/01
CN
C

0-0

22
CN
F


0-3
23
01/02
CN
C
2-0


24
CN
F
2-0


25
02/03
CN
C
3-1


26
CN
F
2-0


27
03/04
CN
C
2-1


28
CN
F
2-1


29
04/05
CN
F

1-1

30
CN
C
2-0


31
05/06
CN
C


0-2
32
CN
F
3-1


33

11/12
CN
F

2-2

34
CN
C
3-1


35
TL
N
2-1


36
12/13
Par
F
5-2


37
CN
F
3-0


38
CN
C
5-0


39
13/14
CN
C
2-1


40
TP
C



41
TL
C



42
CN
F



TOTAIS
39 J 29 6 4  (84/28)
    
Oito jogos sem perder e seis consecutivos a vencer
Desde a 2.ª volta do campeonato nacional de 2005/06 que o "Glorioso" não perde frente ao popular clube de Barcelos. São oito jogos consecutivos com apenas um empate (a dois golos) incluindo a final da Taça da Liga (V 2-1) e um jogo em Barcelos na pré-época de 2012/13, numa vitória por 5-2. E uma sequência de seis encontros com vitórias.

Rumo à vitória com destino aos quartos-de-final da Taça de Portugal, tendo como paragem final... o Jamor

Alberto Miguéns




0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail