A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

28/02/2012

Cento e Oito + Um

28/02/2012 + 11 Comentários API

OPINIÃO

             

108.º Aniversário do “Glorioso”



Completa-se na tarde deste dia 28 de Fevereiro de 2012, os 108 anos da nossa fundação, por um grupo de 24 indomáveis que decidiram organizar um clube para defrontar (e replicar) perante o poderio dos ingleses, dominadores dos (raros mas emotivos) jogos de futebol em Lisboa. Daí a ideia inicial – que durou até 1978 (74 anos) – de “só com portugueses” conseguiremos vencê-los. E conseguiram… logo em 10 de Fevereiro de 1907.



Consolidação

Num clube fundado por futebolistas (e bons) em número – 24 – que permitia assegurar “treinos jogados” entre duas equipas (11 + 11) não foi difícil conseguir organizar duas categorias: a 1.º com os melhores e o 2.º “team” com os restantes. Desde logo a 1.º “team” passeou categoria pelos pelados de Lisboa e arredores, ultrapassando o Grupo do Campo de Ourique e depois o Grupo dos Pinto Basto (ou CIF) para começar a ser “recebido” pelos mestres ingleses do Cabo Submarino do Carcavellos Cricket and Football Club, instalados na Quinta Nova, onde jogavam futebol no relvado do críquete. O “Glorioso” participou em todos os 14 campeonatos de Lisboa, entre 1906/07 a 1919/20 conquistando oito títulos (destronando em 1909/10, o tricampeão Carcavellos Club), obtendo cinco 2.ºs lugares e apenas um 3.º lugar, quando em 1907/08 fomos obrigados a promover os futebolistas da 2.ª categoria a 1.ª, pois os melhores desertaram, entre Maio e Setembro de 1907, para formar a 1.ª categoria do Sporting CP, que fundado há um ano – 8 de Maio de 1906 - não teve coragem para inscrever a sua melhor equipa no I Campeonato Regional de Lisboa, em 1906/07.



Expansão

Se a origem foi o futebol, em breve haveria participações noutros desportos, fazendo do “Glorioso” o maior baluarte (em triunfos, títulos, épocas consecutivas e ininterruptas em muitas modalidades) do desporto português. Se nos anos 10 e 20 tínhamos a fama (e o proveito) de sermos considerados o “melhor clube de futebol português a defrontar equipas de clubes estrangeiros”, com a implementação de competições nacionais (em particular o ciclismo em 1927) passámos a ser reconhecidos como o “emblema mais popular de Portugal” pelo carinho com que os portugueses recebiam e saudavam os desportistas que envergavam o “Manto Sagrado”.



Glória

Em breve chegou a consagração nacional – primeiro (e único) clube a sagrar-se Bicampeão de Portugal (1929/30 e 1930/31), primeiro Tricampeão Nacional (1935/36 a 1937/38), único clube português Campeão Latino (1950) e único clube português Bicampeão Europeu (1960/61 e 1961/62). Pioneiros e consagrados no futebol e nas restantes modalidades, com destaque para títulos europeus em Futebol (duas Taças dos Clubes Campeões Europeus), Atletismo (cinco Taças dos Clubes Campeões Europeus em Estrada), Futsal (UEFA Futsal Cup) e Hóquei em Patins (duas Taças CERS).



Popularidade

A capacidade desportiva (assente no lema TODOS POR UM, PELO BENFICA) fazendo do Benfica o emblema português com mais sucesso, a ética (simbolizada na Águia) colocada na conquista de vitórias, recordes, troféus e títulos, a democracia entre os associados (exercida em Assembleias Gerais e Eleições ininterruptas desde 1904), para escolha dos dirigentes e votação das melhores soluções para o futuro do Clube e o amor ao Benfica (expresso nas Casas, Filiais e Delegações e adesão popular em todo o território português e diáspora lusa no planeta) dos seus adeptos/simpatizantes, guindaram o “Glorioso” a uma posição altaneira – junto dos habitantes de um País – sem paralelo na Europa (e talvez no Mundo).



Cem anos (talvez nem tanto…) de diferenças

Uma das grandes diferenças entre o “antes e o agora”, não físicas, mas comportamentais, é a da ingenuidade. E esta não se aplica – antes pelo contrário - aos pioneiros do “Glorioso”.

O Benfica não necessita de ser (re)fundado ou (re)construído. Necessita de ser permanentemente – como o tem sido, e na maior parte do tempo na sua vanguarda – reorganizado para se adaptar à evolução da sociedade humana: social, política, económica e desportiva.



Honrar Agora Os Ases Que Nos Honraram No Passado”

Mais do que festarolas o que importa é honrar os 24 fundadores e as gerações seguintes que transportaram a “chama Sagrada” da vontade em fazer grande um clube que começou tão pequeno e com tantas dificuldades.



É ganhando agora e no futuro que honramos os 24 fundadores e os milhões de adeptos que foram Benfica e que só a passagem implacável do tempo os foi vencendo levando-os da vida terrena. Mas morreram de cabeça levantada, orgulhosos do clube que ajudaram a construir.



Um Eterno Obrigado Em Sua Memória.



Que o “Glorioso” se cumpra na próxima sexta-feira



Alberto Miguéns



NOTA:



Primeiro Ano de “Em Defesa do Benfica”



Este Espaço Benfiquista foi colocado na Blogosfera há precisamente um ano, em 28 de Fevereiro de 2011. Daí para cá tem obtido reconhecido elogio de inúmeros benfiquistas, para além de quase 200 mil visitas provenientes de três continentes: Europa, América e Ásia.



A todos um muito - sincero e emocionado - obrigado. Continuaremos a defender o Benfica, de tudo e todos, estejam onde estiverem.
11 comentários
comentários
  1. Obrigado ALBERTO MIGUENS e ANTÓNIO MELO.

    Vocês são um farol de muitos amperes, na defesa do nosso BENFICA.

    Parabéns pelo 1º. aniversário e espero que festejemos muitos mais.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns para todos! Que os nossos 108 anos sejam festejados com a vitória que todos merecemos na próxima 6.ª feira!

    ResponderEliminar
  3. Absolutamente fantástico.
    Desde a primeira escrita que sou leitor compulsivo e só tenho a dizer bem destes dois enormes Benfiquistas.

    Continuem sempre "Em Defesa do Benfica"
    Nós, simples adeptos anónimos, agradecemos o vosso esforço.

    ResponderEliminar
  4. Jonny8Forever28/2/12 12:42

    Espero ansiosamente que o nosso clube e o Em Defesa do Benfica consigam ter a melhor prenda de anos que é ganhar na sexta-feira. Eu por exemplo tive as piores prendas de anos já que fiz anos nesta fase em que tivemos 2 derrotas e um empate que nos fez perder 5 pontos e 2 séries de resultados que ficarão para a história. Bebi champanhe muito azedo nestes dias.
    Saudações aos aniversariantes!

    ResponderEliminar
  5. Boas,

    Parabéns ao nosso Glorioso e a vocês também pelo excelente trabalho.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. Sempre fui leitor desta tribuna benfiquista, mas por ser ás vezes incómoda para o estabilishment não é valorizada como deveria.Aqui transpira-se mistica e benfiquismo.Mais aniversários em defesa do nosso tão maltratado clube é ó que desejo.Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  7. angolanovermelho28/2/12 23:58

    Obrigado Alberto e António, continuem por muitos e muitos anos.
    O Benfica e todos os Benfiquistas precisam do vosso Benfiquismo, precisamos do vosso saber, precisamos de beber a história do Benfica e essa, só vocês a sabem como ninguém.
    Bem hajam por tudo aquilo que me têm ensinado sobre esta INSTITUIÇÃO GLORIOSA.
    Conhecer a história do Benfica é conhecer uma parte da história de Portugal.
    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar
  8. Nós é que agradecemos por essa sua "Defesa do Benfica".
    Continue.

    ResponderEliminar
  9. Obrigado Alberto e António!

    Continuem este enorme trabalho em defesa do Benfica, contribuindo adicionalmente para aumentar o nosso conhecimento geral sobre o nosso clube.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. José Cerejeira1/3/12 11:58

    Parabéns amigos Benfiquistas. Estou muito grato, pelo vosso trabalho em defesa do nosso querido Benfica.
    Um forte abraço de Natal, Rio grande do Norte, Brasil.

    ResponderEliminar
  11. Muitos parabéns pelo aniversário deste excelente blog!
    Saudações benfiquistas!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail