Extraordinária Assembleia Geral | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

18/09/2021

Extraordinária Assembleia Geral

18/09/2021 18 Comentários

POIS OBSERVOU-SE MUITO DO QUE SÃO OS ÓRGÃOS SOCIAIS ACTUAIS.



Como daqui a umas horas, pelas oito da manhã, tenho que fazer uma viagem (a conduzir) de 216 quilómetros e são 02:14 horas apenas dez notas breves que desenvolverei na próxima quarta-feira - 22 de Setembro - depois de passado o jogo com o Boavista FC.


1. Se José Eduardo Moniz for candidato num dos 20 lugares que têm os Órgãos Sociais do «Glorioso» não votarei nessa Lista;


2. O Benfica continua muito mal servido de presidente da Mesa da Assembleia Geral. Nunca vi nada igual. Ainda consegue superar , mediocridade, Virgílio Duque Vieira. Até pedia para dirigentes com um voto e cinco votos votarem. Ora não pode haver dirigentes no Benfica com menos de 50 (25 anos de sócio efectivo) ou 20 votos (com mais de dez a 25 anos de sócio efectivo). Impossível face aos Estatutos. Se não sabe isto, sabe o quê dos Estatutos? Isto é inconcebível. Mas é só um exemplo da impreparação para o cargo;


3. Estes Órgãos Sociais fomentam a desunião no Clube em vez de a promover;


4. Intervenções assertivas e precisas da maior parte dos associados e ainda novos. Há aqui uma garantia que a juventude no Benfica pode assegurar o retorno ao Benfiquismo. Acredito mais neles que em muitos da minha geração que estão acomodados e resignados. Até parece que não iam às assembleias gerais nos Anos 80 e 90!;


5. O funcionário João Salgado (clicar) é um incompetente a organizar assembleias gerais. E não só...tem mais incompetências para funcionário de um clube como o Benfica. Na primeira votação (ponto 1.) como se percebeu que a esmagadora maioria - talvez 90/10 - queria voto físico na votação seguinte (ponto 2.) lembrou-se de fazer votação por sectores para demorar mais tempo e fazer esgotar parte das três horas previstas para a duração da assembleia geral. Como se previa voltou a haver uma votação esmagadora. Contou voto a voto e depois não foram revelados os resultados. Incrível. Então porque demorou mais de meia hora a contá-los? Uma vergonha que nunca vi desde que sou associado (1979) e frequento as assembleias gerais (1980). Um dos responsáveis pela assembleia geral não ser mais expedita e conclusiva;


6. Os requerentes da assembleia geral extraordinária - apesar de nem ser verificado o quórum - apresentaram com clareza as suas propostas. Com destaque para João Pinheiro e Francisco Benitez, com intervenções bem estruturadas e agregadoras procurando a concórdia;


7. Excelente intervenção de João Noronha Lopes a colocar as questões certas e desafiando Rui Costa a assumir-se como líder;


8. De todos os vice-presidentes o que teve um comportamento mais lamentável foi Jaime Antunes que passou grande parte da primeira parte da assembleia geral a invectivar associados. Inacreditável. É bom recordar que Jaime Antunes foi dos elementos mais enxovalhados por Luís Filipe Vieira. Quando este afirmava que se não fosse ele ter ganho as eleições em 2003 o Benfica tinha acabado é o mesmo que dizer que se Jaime Antunes tem vencido essas eleições este tinha acabado com o Benfica. Se isto não é ser enxovalhado o que é ser ridicularizado por quem o venceu em 2003?





9. Excelente intervenção de Paulo Miguel Olavo de Pitta e Cunha (presidente da mesa da assembleia geral, entre 31 de Outubro de 2000 e 3 de Novembro de 2003) à Benfica, ou seja, a procurar soluções em vez de arranjar problemas e suscitar confusões como fez durante toda a assembleia geral o presidente da mesa. Comparando Paulo Miguel Olavo de Pitta e Cunha e António Albino Pires de Andrade (actual presidente substituto da mesa da assembleia geral  demissionário) percebe-se como o Clube se degradou em vinte anos;



10. Rui Costa estava na disposição de aceitar o Regulamento Eleitoral discutido no ponto 4. mas houve elementos da Direcção que não aceitaram e ele como líder de um órgão composto por mais sete vice-presidentes - são oito mas esta Direcção está amputada do presidente eleito - sentiu que havia elementos da sua Direcção que não aceitavam. Entre todos José Eduardo Moniz teve um comportamento inflexível. Se Rui Costa não se libertar destes elementos nocivos à união dos Benfiquistas não contará com o meu voto. SE apresentar uma lista que eu considerar "Benfiquisticamente decente" depende do confronto de nomes e programas com outras candidaturas. Assim não. Foi Moniz que não quis!


O Benfica precisa de estar unido, mas quem tem de promover a união é quem dirige. Num País são os Estadistas que fazem a diferença. São eles que congregam à sua volta o "Povo". No Benfica como clube gigantesco é o mesmo. Um presidente da Direcção tem de ser um Estadista. Saber unir os associados tomando decisões que façam unir à sua volta os Benfiquistas. Compete a Rui Costa libertar-se de quem não tem capacidade de servir o Benfica e juntar, à sua volta, Benfiquistas que estabeleçam a concórdia e tomem decisões que os associados percebam e assumam.


Que Rui Costa tenha coragem para fazer uma lista coerente. Se tal não ocorrer não votarei nele! Se a fizer é uma hipótese a considerar, pois terei de comparar com as restantes Listas. Aliás se não houver voto físico continuarei a votar nulo!


Alberto Miguéns


NOTA: Com tudo isto são 03:12 horas da matina e tenho de rumar ao bairro da Graça para dormir e arrancar cedo para longe! (se houver erros, peço desde já desculpa, mas não vou rever o texto). Será feita essa revisão na segunda-feira pois para onde vou é mais fácil ter acesso à rede de Espanha que à de Portugal. Ficarei sem internet até segunda-feira!

18 comentários
  1. Foi extraordinária.

    Muito reveladora.

    ResponderEliminar
  2. Grande mostra de Benfiquismo. Mas convém daqui para a frente começar a impedir vieiristas e lagartos de estarem presentes nas AG do Maior de Portugal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas então onde está a tão propalada democracia? Eu não sou vieirista nem um bocadinho mas como democrata tenho de admitir que as AG têm de estar abertas a TODOS! Por vezes questiono-me se muitos dos que enchem a boca com 'democracia', 'transparência' e 'benfiquismo' não serão os mesmos a abdicar desses valores uma vez conquistado o poder...

      Eliminar
  3. Obrigado ao Alberto por tão completo relato da AGE.

    É para mim ponto assente que jamais votarei em quem esteve com o anterior presidente.

    A indignidade do comportamento do Presidente da Mesa da Assembleia Geral foi chocante. A sua falta de preparação para o cargo e a forma ardilosa como concretizou a ordem de trabalhos é inaceitável.

    A forma sectarista e desrespeitosa do comportamento de alguns membros da atual Direção é inaceitável. Respeitem para ser respeitados! Ficou uma vez mais demonstrado que procuram a preservação a todo o custo das regalias da seu cargo e a sustentação das ambições pessoais.

    O Benfiquismo está vivo apesar de tanto fazerem para o desmobilizar e para o calar.

    O tempo é curto mas tenho ainda esperança que exista oposição digna a este poder-que-nos-governa-e-que-se-governa, que se venha a apresentar nas próximas eleições.

    ResponderEliminar
  4. Muito Obrigado! Viva o Benfica ����⚪

    ResponderEliminar
  5. O problema de votar em Rui Costa será sermos obrigados em breve a novas remodelações por causa do Ministério Público. E caso Vale e Azevedo tivesse ganho as eleições a Vilarinho e depois tivesse sido detido, nunca ninguém deveria votar no príncipe herdeiro (escolhido pelo ladrão), no caso o Capristano.

    Não perdoo ao Rui muitas coisas, mas a principal é ele nunca se ter demitido enquanto era tempo. O Rui era o único que tinha o poder, enquanto administrador, diretor ou dirigente, para tirar o tapete a Vieira.

    Há assinaturas de Rui Costa em contratos, no mínimo, estranhos. O Benfica nunca passou um enxovalho tão grande quanto um presidente em exercício ser detido por suspeitas de roubo ao clube. Esse mesmo presidente, que também chegou a agredir um sócio, assumiu que não seria umas eleições quaisquer a escolher o seu sucessor. Seria ele a escolher e o sucessor era Rui Costa. Não podemos deixar que o homem que o presumível ladrão escolhe para o suceder seja o escolhido. Não podemos achar que Vieira saindo, acabou o Vieirismo. O Vieirismo tem corroído completamente o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo, mas as eleições estão decididas infelizmente, só se for o MP a fazer aquilo que nós não conseguimos fazer, já foi assim com o Vieira

      Eliminar
    2. Concordo a 100% com tudo o que refere.

      Eliminar
  6. Caro Alberto, muito obrigado pelo seu testemunho. Serviço público. Realmente, muita coisa tem que mudar no nosso clube.

    ResponderEliminar
  7. assembleia há moda de vale e azevedo. mas a maioria silenciosa vai votar no dia 9, deppois veremos.

    ResponderEliminar
  8. Eu gostava de saber o que aão Vieiristas ? Depois impedir sócios de estarem presentes ? Como ? Sendo sócios com as cotas em dia todos têm direito de estar presentes , vergonhoso sim transmitirem em directo na televisão da Cofina a assembleia ,sendo apanhados expulsos de sócios,em conluio com o maior inimigo do Benfica, de resto espero a divulgação das listas mas, não posso deixar em claro as ofensas e calunias a direção eleita pelos sócios agora demissionária uma vergonha sem nome !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis é simples, são pessoas que apoiaram o Vieira e toda a merda que ele fez, mesmo sabendo de tudo ainda o foram eleger em Outubro de 2020, é a obra

      Eliminar
  9. Depois de tudo isto (e dos anteriores 13 anos), ainda pondera dar uma hipótese a RC?

    ResponderEliminar
  10. Gostava de saber os motivos pelos quais não gosta de José Eduardo Moniz além do que já foi dito relativamente à assembleia. Existem outros motivos?

    ResponderEliminar
  11. Caro Alberto, tal como tive oportunidade de lhe dizer ontem quando me cruzei consigo felicitando lhe pelo facto de aprender muito consigo sobre o Benfica, deixe me que lhe diga que concordo ponto por ponto com aquilo que escreveu. Melhores dias virão ! Viva o nosso querido clube

    ResponderEliminar
  12. " MAS CONEVÉM DAQUI PARA A FRENTE COMEÇAR A IMPEDIR VIEIRISTAS E LAGARTOS DE ESTAREM PRESENTES NAS AG DO MAIOR DE PORTUGAL" mas digam-me, por favor, como é isso possível, se eles fazem parte dos Órgãos Sociais do Clube.

    ResponderEliminar
  13. Caro Sr. Alberto.

    Antes de mais, foi uma honra muito grande tê-lo conhecido e cumprimentado. Por favor não leve a mal esta lisonja, mas em tempos cada vez mais difíceis de saber com quem contar e em quem acreditar, não tenho dúvidas em depositar em si a minha confiança e apreço em quem apenas procura o melhor de forma honesta e sincera para o nosso Sport Lisboa e Benfica.

    Sobre a AGE, subscrevo integralmente o que escreveu. Acho vergonhosa a forma como nos tratam e como se comportam, com indiferença e prepotência atrozes. Desafiaria aqueles Vices que tantas conversas paralelas e recados tiveram, a assumirem a palavra no palanque para todos os associados! Para mim,"de quem nada sei, em nunca confiarei"!

    Queria perguntar-lhe se tem ideia de como foi feita a regulamentação do último processo eleitoral? Foi decidido unilateralmente pela Direcção, ou com o acordo das listas concorrentes? Chegou a haver aprovação dos sócios do mesmo?

    Peço desculpa pela ignorância destes factos e pela falta de participação destes actos vitais e orgânicos de uma instituição da qual quis por vontade própria estar associado a, e da qual descurei no dever de participar activamente.

    Um bem-haja muito grande,
    André Piçarra (sóc.corresp.#74294)

    ResponderEliminar

Apoio de: