Emblema/Equipamentos: Tudo Tem o Seu Tempo | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

31/07/2020

Emblema/Equipamentos: Tudo Tem o Seu Tempo

31/07/2020 13 Comentários

VÁRIOS LEITORES PEDIRAM A MINHA OPINIÃO PESSOAL E LEGALIDADE ACERCA DOS EQUIPAMENTOS E EMBLEMA.





Para mim o tempo agora é de Taça de Portugal. É isso que me faz Benficar nestes dias.

Depois da final (e conquista) do troféu escreverei acerca disso.

Agora serei breve.

O Benfica sempre foi um Clube de associados, por isso além dos Estatutos (uma espécie de Constituição) tem um Regulamento Geral (uma espécie de conjunto de Leis Base) que "regulamenta" e concretiza o que está definido nos Estatutos.




O último Regulamento Geral pode estar desactualizado mas continua em vigor pois foi aprovado pelos associados em Assembleia(s) Geral(ais) por isso só pode ser revogado pelos associados do Clube noutra Assembleia Geral ou revisto.



A actual revisão estatutária (apesar de execrável) tem legitimidade pois foi aprovada em Assembleia Geral. E continua a remeter para o Regulamento Geral alguns artigos (antes remetia mais). Mas remete por exemplo o dos símbolos. Como se prova e comprova.



Quando ao símbolo o Regulamento Geral descreve o seguinte:

Tudo é demasiado simples e explícito para que se acrescente mais neste dia que antecede a final da Taça de Portugal, mas há mais a dizer...

1. Não me admiro que alguns dirigentes e funcionários do Clube escarrem nos Estatutos e Regulamento do Clube pois nem do Benfica são;

2. Admira-me como é que os associados actuais pactuam com isso e não querem honrar os associados que nos antecederam fazendo respeitar (enquanto não se modificar) aquilo que decidiram;

3. Os símbolos não são uma questão que esteja relacionada com gostos pessoais, mas sim com o que está regulamentado;

4.  Neste assunto não há "ses nem meios-ses" nem interpretações. Só uma palavra, ideia e justificação. Respeito;

5. Um Clube para ser respeitado tem que se dar ao respeito. Os associados de agora se querem ser respeitados pelos do Futuro têm que respeitar os do Passado. Foram eles que nos deixaram este magnífico Clube. Não se pode ser ingrato e desrespeitar as suas decisões.

O Benfica somos nós, os que nos antecederam e os que nos vão suceder.

Alberto Miguéns

NOTA: Não há uma componente, uma cor, de agora ou de 1904 que não tenha um significado simbólico ou uma razão de ser assim e não ser de outro modo, feitio ou tom.
13 comentários
  1. Inadmissível o que fizeram ao emblema do Benfica! Nunca usarei tal coisa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelsa Benfiquista

      Eu se fosse jurista já tinha colocado a Direcção do Clube em tribunal por violarem os Estatutos com frequência e não podem. Então rasguem os Estatutos. Neste caso violam o Artigo 5.º. Inadmissível a falta de respeito - já nem coloco a questão de desonrarem os fundadores e continuadores - enxovalham os associados que aprovaram os Estatutos em 2010. Não respeitam a decisão aquando da votação do artigo 5.º.

      Gloriosas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Violaram o arto 5° e violaram a minha alma. Não sou jurista, mas concordo com o que diz. Haja um jurista que tenha a coragem de pôr estes fulanos em tribunal.
      As camisolas são horríveis e o que fizeram com o emblema não tem desculpa. Eu estou farta!

      Eliminar
    3. Eu revejo-me na integra sobre a inadmissibilidade de violação de regulamentos em vigor. Contudo, identifico como totalmente desajustado colocar o ónus só nesta direção.
      Dou como exemplo, a alteração do emblema ocorrido em 1999,sem que houvesse a necessária atualização dos regulamentos.
      Existe culpa nas direções (várias, diga-se), dos outros órgãos sociais, que têm a obrigação de fiscalizar e dos sócios, onde eu me incluo, por estarmos mais preocupados em ganhar.
      Reconhecendo isto, não farei papel de sonso, como se a culpa fosse só dos outros.

      Eliminar
  2. As instituições para manterem a sua identidade e coesão têm de salvaguardar algumas das suas características.

    É indesmentível que a crescente "mercantilização" dos símbolos também chegou ao nosso Clube.

    É um erro grave.

    Começamos com as estrelas, passamos para os dourados, depois para os monocromáticos nos equipamentos alternativos ee agora já vamos nos monocromáticos nas camisolas principais. A grande "novidade" desta ano é que já temos camisolas principais não lembram o vermelho vivo mas sim um vermelho alaranjado.

    Não estou a fazer nenhum drama nem a inventar coisas. Estou a constatar.

    A Adidas tem livre trânsito para definir os equipamentos principais e alternativos?

    O departamento do nosso Clube que tem competências para interagir com a Adidas têm feito o seu trabalho? Com que critérios? Há alguma preocupação de conhecer e respeitar os regulamentos? Quem não intervém é conivente ou ainda mais grave ainda é um agente activo de mudança das marcas identitárias do Clube. Mudança ilegal. Mudança que desrespeita os estatutos. Os estatutos são soberanos.

    É certo que o Sr. Domingos Soares Oliveira fez declarações publicas depreciando as qualidades comerciais do Emblema e dizendo que seria feita uma proposta aos sócios mas isso até agora não aconteceu. Calculismo eleitoral? Calculismo condicionado pelo contexto desfavorável? Noção clara de que poderão causar um turbilhão destrutivo de protestos.

    Concluindo: a questão dos Símbolos e das cores do Clube é de suprema importância. Está cuidadosamente detalhada nos Estatutos. É vinculativa para qualquer Direcção. Não depende dos tempos ou das modas. É válida até ser alterada por vontade maioritária de sócios votantes em Assembleia Geral convocada para o efeito ou seja colocando essa intenção na ordem dos trabalhos.

    Que instituição queremos ser? Que instituição recebemos dos nossos pais e dos nosso avós? Estaremos a deixar uma instituição melhor e com a mesma identidade aos nossos filhos?

    É o Sport Lisboa e Benfica. Tratemos de garantir que continuará a ser nos anos que virão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro

      É melhor este comentário que o meu texto. Obrigado.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Por aqui se pode ver o que o Grande Líder, com a cambada que o sustenta e o apoio da máfia lá de cima, inventa para denegrir a imagem do SLB. Se continuarem a deixá-lo fazer o que quer, como quer e quando quer, QUALQUER DIA O EMBLEMA DO SLB PERDERÁ A COR, segundo IDIOTICES DO "AMIGOS CHINESES", PASSANDO A SER TODO AZUL ESVERDEADO! Até os benfiquistas falecidos irão dar voltas nas tumbas!

    ResponderEliminar
  4. Cosme lá do fundo do túmulo, deve estar às voltas!!!

    ResponderEliminar
  5. Solução, correr com o rei sol em Outubro, para mim é mais importante que ganhar amanhã, ainda que queira que o Benfica ganhe, mas às vezes mais vale dar um passo atrás e dois à frente do que andar nisto.

    São tantas as incongruências que não sei o que será preciso mais esta gente fazer para que os sócios decidam eleger outra pessoa e outra direcção.

    A Multimundi devia dar uma boa investigação, é só mais uma

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, não podemos reunir assinaturas para convocar uma assembleia e restituir ao equipamento o símbolo original?

    Saudações benfiquistas,

    ResponderEliminar
  7. Caro Alberto ,não sou do Benfica mas lhe envio os meus cumprimentos pela sua lucidez e rigor no diz respeito à História do Futebol , em concreto do Futebol em Lisboa

    ResponderEliminar
  8. Também me indignam estes atropelos incríveis aos estatutos, que têm o valor de regras a ser cumpridas. Para mais, a beleza dos equipamentos não saiu beneficiada - eu sei que há gostos para tudo, mas considerar que tanto negro resulta, faz-me confusão.

    ResponderEliminar

Apoio de: