Jonas Essa Estranha Forma de Vida - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

17/01/2018

Jonas Essa Estranha Forma de Vida

17/01/2018 + 1 Comentários
O BENFICA NUNCA TEVE UM GOLEADOR COMO JONAS. É UM TEMÍVEL MARCADOR DE GOLOS NUMA COMPETIÇÃO: O CAMPEONATO NACIONAL. NAS OUTRAS É "VULGAR".


Todos os outros clubes têm futebolistas com esta singularidade. Finalmente o Benfica tem um goleador com esta singularidade. Entre inúmeros futebolistas com esta característica, os casos que mais se assemelham - não podendo comparar com outro no Benfica - é Yazalde no Sporting CP e Fernando Gomes no FC Porto. Registam valores de excelência (número de minutos para marcar um golo ou golos por jogo) no Campeonato Nacional (dos melhores de sempre) e depois valores vulgares (semelhantes a muitos outros), nas restantes competições, incluindo as respectivas selecções nacionais.

«REGISTO DE INTERESSES»: Jonas é um dos melhores futebolistas - muito para além de "apenas" ser um enorme goleador - que vi, no meu clube (ou seja, desde que acompanho como associado todos os jogos e vi praticamente todos "em casa" nos nossos estádios - Saudosa Catedral, Catedral, Jamor e outros devido a interdição ou obras - Torres Novas, Bessa, Restelo - além de finais em "campo neutro" e umas três dezenas "fora", desde 21 de Janeiro de 1979).


Antes uma nota. Desde que há substituições que deixou de fazer sentido estabelecer a proporção golos por jogo pois "mascara" a realidade. Em teoria, ainda que absurda, um futebolista pode jogar um minuto em 90 jogos que jogará no total 90 minutos e outro pode fazer um jogo completo em que faz os mesmos 90 minutos. 

           GLORIOSO PLANTEL EM 2017/18

Veja-se esta temporada "os casos" de Seferovic e Raúl. Seferovic marcou dez golos em 25 jogos (média de 0,4 golos por jogo/um golo a cada 2,5 jogos) enquanto Raúl marcou três golos em 29 jogos (média de 0,1 golos por jogo/ um golo a cada 9,7 jogos). Mas é preciso ter em conta que Raúl tem metade dos minutos jogados em relação a Seferovic, embora tenha jogado em mais quatro encontros. É mais correcto afirmar que Raúl marca um golo a cada 295 minutos e Seferovic um golo a cada 161 minutos. E depois ainda há os minutos em campo que geralmente são escassos de cada vez. Seferovic foi suplente utilizado em sete jogos, mas Raúl foi em 24 (titular em 5 contra os 18 jogos de Seferovic no onze inicial). Mas a estatística aplicada ao Futebol não é a realidade do(s) jogo(s) é apenas uma forma simplicista de quantificar essa realidade.


Esta temporada do P3N7A vai ser interessante
Também para saber se Jonas conseguirá superar a mítica barreira dos 40 golos numa edição do campeonato nacional. O certo é que à 18.ª jornada tem mais três tentos, em relação a 2015/16 quando marcou 32. Mesmo comparando com o melhor marcador da época passada - 2016/17 - tem mais sete golos e Bas Dost conseguiu 34 em 31 jogos, embora jogando o último terço da competição com esse objectivo enquanto para Jonas o principal objectivo era o Benfica ser TRIcampeão. Jonas é goleador para fazer 18/20 golos nos 16 jogos que faltam. Ainda para mais livre das competições em que marca pouco. A atrapalhar a média de golos de Jonas só ainda ter que defrontar o FC Porto e o Sporting CP embora eu acredite sempre que ele ainda vai marcar dois ou três golos num «Clássico de Portugal» ou num «Dérbi de Lisboa». Mas se tal não ocorrer compensará nos outros 14!

COMPARATIVO JONAS E BAS DOST
G.
Jonas
Bas Dost
Jonas
ÉP
2015/16
2016/17
2017/18
GM
32
34
21
1
2
2

NOTA
FINAL
1
1
2
-
2
-
1
3
1
3
3
4
4
2
5
1
1
1
5
5
-
5
1
2
1
6
6
2
7
2
4
1
7
7
-
7
-
4
1
8
8
-
7
-
4
1
9
9
1
8
-
4
2
11
10
-
8
2
6
1
12
11
-
8
1
7
1
13
12
2
10
-
7
2
15
13
1
11
1
8
-
15
14
2
13
-
8
1
16
15
-
13
1
9
2
18
16
2
15
2
11
1
19
17
3
18
2
13
1
20
18
-
18
1
14
1
21
19
1
19
2
16
20
2
21
-
16
21
2
23
1
17
22
-
23
-
17
23
1
24
1
18
24
2
26
-
18
25
-
26
4
22
26
2
28
2
24
27
1
29
-
24
28
1
30
3
27
29
-
30
1
28
30
1
31
-
28
31
-
31
3
31
32
-
31
-
31
33
-
31
-
31
34
1
32
3
34
NOTA FINAL: Nas três jornadas iniciais do campeonato português disputaram-se a Supertaça da Alemanha, a Taça da Alemanha e a primeira jornada do campeonato alemão


Os números (por competição e adversário) não enganam
Jonas é um goleador essencialmente da principal competição - as competições europeias são actualmente sempre secundárias para os clubes portugueses - por isso marcar muitos golos no campeonato nacional é o facto mais importante para qualquer avançado, mesmo nos países onde jogam os crónicos vencedores das últimas edições da Liga dos Campeões/Liga Europa também é assim devido à incógnita - factor elevado imprevisível - de ser eliminado ou conquistar a Liga dos Campeões/Liga Europa.




Há uma competição onde Jonas já é o melhor goleador do "Glorioso", a Taça da Liga
Embora esta só exista desde 2007/08, ou seja, nas últimas onze temporadas. Mas os dez golos de Jonas (quatro edições) superam os sete golos de Cardozo (sete edições).

MARCADORES DO SLB NA TAÇA DA LIGA
N.º Golos
(104)
Futebolistas
(45)
Clubes
(21)
10
Jonas
CD Nacional (1) // FC Arouca (1) // Moreirense FC (1) // Vitória FC Setúbal (1) // CS Marítimo (2) // SC Braga /(1) // FC Vizela (2) // Portimonense SC (1)
7
Cardozo
Sporting CP (2) // FC Porto (2) // Vitória SC Guimarães (2) // Moreirense FC (1)
6
Rodrigo
CS Marítimo (2) // Vitória SC Guimarães (1) // Gil Vicente FC (1) // SC Olhanense (1) // Rio Ave FC (1)
5
Talisca
Moreirense FC (3) // Vitória FC Setúbal (1) // COL-Oriental (1)
5
Raúl
CD Nacional (1) // Moreirense FC (1) // SC Braga (2) // CS Marítimo (1)
4
Javi Garcia
SC Olhanense (1) // CD Aves (1) // Sporting CP (1) //
FC Paços Ferreira (1)
4
Gaitán
Moreirense FC (2) // CD Nacional (1) // CS Marítimo (1)
4
Salvio
CS Marítimo (1) // SC Olhanense (1) // FC Arouca (1) // Moreirense FC (1)
3
Fredy Adu
Vitória FC Setúbal (2) // CF Estrela Amadora (1)
3
Carlos Martins
Vitória SC Guimarães (1) // Rio Ave FC (1) // FC Porto (1)
3
Saviola
CD Nacional (1) // CS Marítimo (1) // Gil Vicente FC (1)
3
Jara
SC Olhanense (1) // CD Aves (1) // FC Paços Ferreira (1)
3
Lima
Associação Académica Coimbra (2) // SC Olhanense (1)
3
Mitroglou
CS Marítimo (2) // FC Vizela (1)
2
9 futebolistas
(inclui Luisão Pizzi)
1
22 futebolistas
(inclui Jardel, Cervi, Seferovic e Rúben Dias)
1
Autogolo
Vitória SC Guimarães (1)
NOTA: A vermelho Gloriosos Futebolistas no plantel actual em 2017/18


Excepto o campeonato nacional
Não faz sentido indicar as posições de Jonas entre os goleadores do "Glorioso" ou em Portugal. Mesmo no campeonato nacional - 86 golos - colocam-no AINDA fora dos 60 melhores, entre todos os clubes, em 84 edições da competição. No Benfica (com 113 golos) é o 21.º com mais golos, a nove de igualar o 20.º, Jesus Crespo. Em jogos para competições oficiais (regionais, nacionais e internacionais) com 109 golos está a dez golos (espero que nos próximos dez jogos) de igualar o 15.º com mais golos: Joaquim Teixeira. Na Taça de Portugal e nas Competições da UEFA não entra nos 30 melhores e em marcadores ao Sporting CP e ao FC Porto nem nos 50 com mais golos marca presença.

  ELEVADOR DA GLÓRIA

MELHORES MARCADORES DE “MANTO SAGRADO” POR COMPETIÇÃO (EXISTENTES NA ACTUALIDADE) EMBORA AS COMPETIÇÕES DA UFA ENGLBEM TAMBÉM A TAÇA DOS VENCEDORES DAS TAÇAS

NO
JOGOS
TOTAIS
JG. CMP.
OFICIAIS
CAMP.
NACIONAL
TAÇA PORTUGAL
COMP.
UEFA
LIGA
CAMPEÕES
LIGA
EUROPA
TAÇA
LIGA
SUPER
TAÇA
1.º
Eusébio
638
Eusébio
482
Eusébio
317
Eusébio
98
Eusébio
57
Eusébio
46
 Cardozo
22
Jonas
10
 Nené
3
2.º
J. Águas
483
J. Águas
378
J. Águas
289
J. Águas
70
Cardozo
34
J. Augusto
24
 N.Gomes
12
Cardozo
7
 Manniche
2
3.º
Nené
474
Nené
371
Nené
264
Nené
67
Nené
28
J. Torres
19
 Simão
9
Rodrigo
6
 Diamantino
2
4.º
Arsénio
350
J. Torres
240
Arsénio
152
J. Torres
57
J. Augusto
25
J. Águas
18
 Filipovic
8
Talisca
5
   Jonas
 2
5.º
Rogério
287
Arsénio
233
Julinho
152
Arsénio
54
N. Gomes
23
Nené
15
 Saviola
7
Raúl
5
   C. Manuel
1
6.º
J. Torres
284
Rogério
208
J. Torres
152
Rogério
51
J. Torres
20
 Cardozo
12
 Nené
6
J. Garcia
4
  César
1
7.º
Julinho
272
Julinho
203
Rogério
127
V. Silva
39
J. Águas
18
 Coluna
11
 Di María
6
Gaitán
4
  Vital
1
8.º
Valadas
218
J. Augusto
177
N. Gomes
125
J. Augusto
36
Isaías
13
 N. Gomes
11
 Isaías
5
Salvio
4
  J. Gomes
1
9.º
J. Augusto
207
Cardozo
172
J. Augusto
113
Valadas
35
J. Pinto
12
 Simões
8
 Luisão
5
F. Adu
3
  Rui Pedro
1
10.º
V. Silva
202
N. Gomes
166
Cardozo
112
Julinho
25
Simão
12
 Santana
7
 Lima
5
C. Martins
3
  Dito
1
11.º
E. Santo
199
Valadas
162
Valadas
89
Coluna
25
Coluna
11
 Iúran
7
 Rodrigo
5
Saviola
3
  Vata
1
12.º
Cardozo
198
E. Santo
155
Coluna
88
A. Jorge
24
Luisão
11
 Jordão
7
 Salvio
5
Jara
3
  Lima I
1
13.º
N. Gomes
183
Coluna
129
Jonas
88
Manniche
23
Jordão
10
 C. Brito
6
 Eusébio
4
Lima
3
  Magnusson
1
14.º
A. Jorge
152
V. Silva
120
E. Santo
78
Diamantino
21
Filipovic
10
Isaías
6
 V. Paneira
4
Mitroglou
3
  Iúran
1
15.º
Coluna
150
J. Teixeira
119
Cavém
78
Cavém
20
Iúran
          10
   Luisão
            6
 Pacheco
4
Katsouranis
2
  William
1
NOTA: Não existem jogos oficiais e não oficiais. Existem jogos de futebol desde que seja arbitrado por alguém habilitado a fazer cumprir as 17 Leis do Jogo. Daí que, por isso, as internacionalizações nas selecções nacionais não são separadas entre "jogos particulares" e "jogos oficiais". O que existe a nível particular e oficial não são os jogos, são as competições.

Carrega Jonas

Alberto Miguéns

NOTAS: Yazalde marcou 104 golos em 104 jogos (em média um golo por jogo) no campeonato nacional conseguindo 40 por cento dos 263 golos do SCP; na Taça de Portugal marcou 12 golos em 13 jogos com 30 por cento dos 40 golos do SCP; e nas competições europeias concretizou dez golos em 14 jogos conseguindo 34 por cento dos 29 golos do Sporting CP (retirado do livro: Almanaque do Leão; Rui Miguel Tovar; Lisboa; editora "Topbooks"; Agosto de 2016)

Fernando Gomes marcou 288 golos em 341 jogos (em média 0.8 golos por jogo) no campeonato nacional conseguindo 32 por cento dos 904 golos do FCP; na Taça de Portugal marcou 41 golos em 56 jogos com 19 por cento dos 213 golos do FCP; e nas competições europeias concretizou 17 golos em 44 jogos conseguindo 17 por cento dos 102 golos do FC Porto (retirado do livro: Almanaque do Leão; Rui Miguel Tovar; Lisboa; editora "Caderno"; Junho de 2011); Na selecção nacional a comparação com Nené - que até fez as primeiras épocas como extremo-direito, daí o n.º 7, e não como ponta-de-lança -  é reveladora: o Benfiquista conseguiu 22 golos em 66 jogos (média de 0.34 golos por jogo). O portista obteve 13 golos em 48 jogos (0.27 golos por jogo). Nené no campeonato nacional só marcou 264 golos em 423 jogos!  
1 comentários
comentários facebook
  1. Há que notar o azar que sofreu a época passada. Se não fosse isso, provavelmente teria já ultrapassado os 100 golos para o campeonato.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue