Atitude. | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

12/12/2017

Atitude.

12/12/2017 + 2 Comentários
ATITUDE. ATITUDE. O QUE UNIA ZÉ PEDRO A ZÉ LEONEL E FEZ COM QUE FIZESSEM UMA BANDA PUNK EM DEZEMBRO DE 1978. UM DO BENFICA E OUTRO DO SPORTING CP.


Kalú (e Isa), Zé Pedro (e Mizé), Zé Leonel (e Cristina Faro) e Tim (e Guida)


Atitude. Sempre atitude. Era isso que distinguiu os Chutos e Pontapés de todos os outros. Depois nunca houve, na música, aquela ATITUDE!

Zé Leonel partiu primeiro



Zé Pedro a seguir









Esta é a homenagem que este blogue quer fazer aos dois pioneiros dos Chutos e Pontapés no falecimento de Zé Pedro. Kalú chegou depois e Tim ainda mais tarde. Cabeleira e Gui dos Xutos e Pontapés (são ex-Vodka Laranja um grupo pop) que pouco tinham e tiveram a ver com os Chutos e Pontapés, de Sémen (1981), Toca e Foge (1982), 78/82 (1982) ou Cerco (1985).

Atitude é o que queremos do Benfica em Vila do Conde

Alberto Miguéns




NOTA: Zé Leonel (vocalista) e Zé Pedro (guitarrista) decidiram formar os Chutos e Pontapés depois do Verão de 1978 com Paulo Borges (baixista) e pela bateria era quem aparecia pela Senófila (casa de aprendizagem de música que alugava instrumentos ao quarto-de-hora a 50 escudos). Zé Leonel morava no bairro da Encarnação e namorava uma das cinco irmãs de Zé Pedro que vivia perto, em Olivais Norte, na "Torre dos Coronéis". Depois a um anúncio na revista Música e Som respondeu Kalú que vivia no Restelo. Entretanto Paulo Borges saiu para os «Minas e Armadilhas» e foi a namorada de Zé Leonel (que era de Almada) que indicou a Zé Leonel que havia um baixista (Tim) em Almada que era muito betinho para as bandas da cena de Almada o quererem, por isso estava "livre". Pelos Chutos e Pontapés ainda passou o excelente guitarrista Francis que permitiu dar consistência aos temas, por isso foi com ele, já sem Zé Leonel e com Tim a acumular como vocalista que foi gravado o primeiro disco, um "single"(vinil com dois temas lados A e B). Com letras de Zé Leonel - Sémen e Quero Mais - mas já sem ele.    




  1. Grande Zé Leonel, grande Zé Pedro, Para sempre os Chutos.

    ResponderEliminar
  2. Não é chutos, é Xutos, com X. Isto não tem nada a ver com rigor gramatical. Trata-se do nome escolhido e é assim que deve ser escrito. Até podia ser Xuttos, com dois "t". Se no início o nome apareceu algumas vezes com Ch foi porque, qem o fez, ignorava que o nome da banda se escrevia com X, como os próprios decidiram.
    Isto era como vir agora alguém escrever Sport Lisboa e Bem Fica no nome do nosso clube.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue

Apoio de: