A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

18/10/2016

1977/78: Sete Anos Depois

18/10/2016 + 2 Comentários API
FARIA HOJE 68 ANOS. EM 1 DE JANEIRO DE 2017 FARÁ 18 ANOS QUE MORREU. TINHA 50 ANOS E POUCO MAIS DE DOIS MESES.



1. Enquadramento político-desportivo: O Benfica manteve o treinador mas houve uma sangria de futebolistas: Artur Correia (para o Sporting CP), Jordão (que em vez de regressar ao Benfica ingressou no Sporting CP), Nélinho (para o SC Braga), Diamantino Costa, Moinhos e Romeu.

Uma das especialidades de Victor Batista... "comer" o Inácio!

2.Enquadramento desportivo-competitivo: O SLB continuava muito limitado: financeiramente e sem possibilidades de aceder ao mercado internacional onde era possível adquirir futebolistas de igual ou superior valia em relação aos portugueses por verbas inferiores. Em 1977/78 ingressam no Clube Celso (00, do Boavista FC) e regista-se o regresso de João Alves, após ter deixado o “Glorioso” como júnior. Foi também promovido Rui Lopes. O SLB desesperava por um avançado depois da saída de Jordão e o menor rendimento de Victor Batista.

Uma das últimas fotografias com Victor Batista a envergar o traje de gala, o "Manto Sagrado": ​Da esquerda para a direita: Eurico, Toni, António Bastos Lopes, Alberto, Humberto Coelho, Victor BatistaEm baixo: ​Sheu, Néné, Chalana, Pietra e Bento. 15 de Janeiro de 1978. FC Porto (E 0-0) na 13.ª jornada perante 75 mil pessoas. Depois deste jogo Victor Batista fez os seus derradeiros sete jogos pelo Benfica.

3.Victor Batista com 2 054 minutos, 25 jogos (todos a titular e 19 completos) e 13 golos foi o 11.º jogador mais utilizado e segundo melhor marcador depois de Nené (24). Dos 49 jogos da temporada, não esteve presente em 25, ou seja, 51 por cento! Fez o último jogo com o “Mato Sagrado” em 25 de Fevereiro de 1978 – a 18 jogos de terminar a temporada! Tinha o destina traçado. Regressaria ao Vitória FC Setúbal.

ADVERSÁRIO, COMPETIÇÕES, JOGOS E GOLOS
Clube
Minutos
Jogos (25)
Golos (13)
C
T
E
H
R
P
C
T
E
H
R
P
TOTAIS
2 054
15
4
2
1
2
1
8
4
-
-
1
-
Sevilha FC
80




1





-

Vasas SC Budapeste
90




1





1

Sporting CP
90
1





-





CF “Os Belenenses”
222
2
1




1
1




Boavista FC
38
1





-





BK 1903 Copenhaga
149


2





-



Portimonense SC
80
1





1





GD Chaves
90

1





-




CS Marítimo
90
1





3





Ass. Acad. Coimbra
90
1





1





GD CUF
90

1





1




SC Braga
90
1





-





Vitória FC Setúbal
90
1





-





GD Estoril Praia
90
1





-





Sporting CP
180
1


1


1


-


FC Porto
90
1





-





CD Feirense
90
1





-





GD Riopele
90
1





1





Sel Arábia Saudita
90





1





-
Vitória SC Guimarães
90
1





-





SC Régua
45

1





2





NOTAS: C – Campeonato Nacional; T – Taça de Portugal; E – Competições Europeias; H – Taça de Honra de Lisboa; Torneios; P - Particulares (1) o golo do “brinco” em 12 de Fevereiro de 1978 (16.ª jornada) aos 54 minutos, estbelecendo o resultado final (V 1-0)

Obrigado Victor Batista



Alberto Miguéns



Continua
2 comentários
comentários
  1. O Alves regressou em 78-79.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci-me de dizer que foi no final da temporada em que já acompanhou e fez os jogos do SLB à semelhança de Tiago/Ricardo Rocha.

      AM

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail