A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

19/11/2015

Pode Ser Difícil

19/11/2015 + 3 Comentários API
MAS NÃO É IMPOSSÍVEL. ALIÁS NEM SERÁ INÉDITO O BENFICA ELIMINAR O SPORTING CP DA TAÇA DE PORTUGAL EM TERRENO ADVERSO.


O factor “casa” tem sido decisivo. Em eliminatórias disputadas a um jogo o Benfica eliminou uma vez o adversário no estádio do Sporting CP, em 1942/43, mas o Sporting CP também apenas por uma vez, em 1999/2000, conseguiu eliminar o “Glorioso” no reu reduto. Nestas duas temporadas os clubes conseguiram conquistar também o campeonato nacional, obtendo uma "dobradinha".

Uma vitória (ou desempate a favor que é equivalente) será histórico
Pois terá como significado voltar a eliminar o adversário no seu estádio (apenas…) pela segunda vez. E mais de 72 anos depois visto a única vez que tal aconteceu datar de 13 de Junho de 1943! E não contando com eliminatórias a duas mãos o Benfica teve cinco oportunidades de afastar o Sporting CP da Taça de Portugal, a última em 2007/08, e não conseguiu. Terá de voltar a ser outra vez. Essa “vez” será no sábado. Oportunidade para fazer o que não se tem conseguido fazer. Em termos estatísticos, neste caso funciona ao contrário, pois terá de existir uma segunda vez. A eternidade nos resultados dos jogos de futebol não existe. Será no próximo sábado!

Benfica sempre que eliminou o Sporting CP conquistou a Taça de Portugal
A excepção foi 2004/05 que depois de afastar o adversário nos oitavos-de-final perdeu a final para o Vitória FC Setúbal.

DERBIES DE LISBOA PARA O CAMPEONATO/ TAÇA DE PORTUGAL
Dérbi
N.º
Época
V TP

Fase

Sit
V
E
D
Elim
FINAL
100
33/34
1/2
F
2-3
V

101
C
0-0
110
34/35
FIN
N
2-1

V
126
36/37
1/2
C
3-2
V

127
F
2-4
134
37/38
FIN
F
1-3

V
155
41/42
1/4
F


0-4
V

160
42/43
1/2
F
3-2


V

172

44/45

1/2
F
2-1


V

173
C


2-3
174
N


0-1
190
47/48
1/2
F


0-3
V

204
51/52
FIN
N
5-4



V
213
53/54

1/8
F


2-3
V

214
C
2-1


215
N


2-4
218
54/55
FIN
N
2-1



V
229
58/59
1/2
F


1-2
V

230
C
3-1


233
59/60
1/2
F


0-3
V

234
C

0-0

246
62/63
1/2
F
1-0


V

247
C


0-2
272
69/70
FIN
N
3-1



V
276
70/71
FIN
N


1-4

V
280
71/72
FIN
N
3-2



V
288
73/74
FIN
N


1-2

V
294
75/76
1/16
F


0-1
V

299
76/77
1/8
F


0-3
V

306
77/78
1/4
F


1-3
V

311
79/80
1/8
C
2-1


V

323
82/83
1/4
C
3-0


V

327
83/84
1/8
F


1-2
V

336
85/86
1/4
C
5-0


V

341
86/87
FIN
N
2-1



V
368
95/96
FIN
N
3-1



V
376
99/00
1/8
C


1-3
V

389
04/05
1/8
C

3-3
V gp

V

399
07/08
1/2
F


3-5
V

416
13/14
1/16
C
4-3


V

423
15/16
1/16
F
?
?
?
?
?

TOTAIS
Eliminatórias
30 J 10 V - 3 E - 17 D (48/63)
FINAIS
10 J - 07 V - 0 E - 03 D (23/20)
TOTAIS
40 J 17 V - 3 E - 20 D (71/83)

NOTA: Nas 31 edições em que houve “Derbie de Lisboa” na competição o Benfica obteve treze troféus, o Sporting CP arrecadou onze e o FC Porto triunfou em três. Restam quatro títulos. O CF “Os Belenenses” conquistou a Taça de Portugal em 1941/42 e 1959/60; O Boavista FC em 1975/76; e o Vitória FC Setúbal em 2004/05

Ainda há espaço para mais umas quantas placas para Gloriosas conquistas. Estão aplicadas no troféu original 28 - três como Campeonato de Portugal (até 1937/38) e 25 como Taça de Portugal (depois de 1938/39) - mas 2015/16 pode ser temporada de glória com a 29.ª à espera. Mas primeiro é necessário afastar o Sporting CP! 

O Benfica vence as finais (sete das dez jogadas) frente ao Sporting CP
Mas tem desvantagem nas eliminatórias para chegar às finais. Em 21 (sábado será a 22.ª) conseguiu ultrapassar o Sporting CP por sete vezes, mas foi eliminado em 14 ocasiões. Uma desvantagem muito elevada que é quase inexplicável! Apesar dos sorteios serem pouco “amigos” do Benfica. Em eliminatórias disputadas a uma mão, o Sporting CP vai para o 9.º jogo em “casa” enquanto o “Glorioso” mantém apenas seis.

Em casa do Sporting CP tem mandado o Sporting CP (1/7)
Nas oito eliminatórias jogadas em exclusivo no terreno do adversário o Benfica tem a “tal” vitória (em 1942/43, por 3-2). Na temporada anterior (1941/42) foi afastado, tal como em mais seis: 1947/48, 1975/76, 1976/77, 1977/78 (a terceira época consecutiva), 1983/84 e 2007/08. Esta foi quase escandalosa: O “Glorioso” esteve a vencer por 2-0 até aos 67 minutos, ainda conseguiu, depois do resultado estar nuns impensáveis 2-3, empatar a três golos, aos 81 minutos, para sofrer dois golos, aos 85 e 90 minutos!

RESULTADOS DAS 20 ELIMINATÓRIAS EM RELAÇÃO AO FACTOR CASA/FORA
Situação
El.
J
V
E
D
GM
GS
SLB
SCP
TOTAIS
21
30
9
3
17
48
63
7
14
Fora
8
8
1
-
7
8
23
1
7
Casa
6
6
3
1
1
18
10
5
1
Fora/Casa*
6
14
4
2
8
17
24
1
5
Casa/Fora
1
2
1
-
1
5
6
-
1
NOTA: * Em duas eliminatórias (Fora/Casa) foi necessário realizar um terceiro jogo em campo neutro

Em casa do Benfica manda o Benfica (5/1)
Em cinco eliminatórias disputadas a uma mão, numa das “Catedrais”, apenas por uma vez o Benfica foi eliminado (em 1999/2000), seguindo para a fase seguinte em quatro temporadas: 1979/80 (v 2-1), 1982/83 (V 3-0), 1985/86 (V 5-0), 2004/05 (E 3-3) mas vitória no desempate por pontapés da marca de grande penalidade, por…7-6! E a última em 2013/14 com 4-3, após prolongamento, com 3-3 no final dos 90 minutos.

O Benfica nunca soube lidar com Derbies de Lisboa para a Taça de Portugal a duas mãos (1/6)
Nas sete épocas em que os dois clubes se cruzaram em eliminatórias da Taça de Portugal disputadas a duas mãos, o Benfica foi desastroso. Dessas sete vezes, apenas numa (1936/37) começou a jogar “em casa”, no estádio das Amoreiras. Bicampeão nacional levou para o estádio do Campo Grande, então recinto do Sporting CP um golo de vantagem (V 3-2) que foi anulado ao perder por dois golos (D 2-4), mas esteve em vantagem por 1-0, aos 24 minutos. Apenas aos 64 minutos o Sporting CP conseguiu vantagem na eliminatória (V 3-1). Depois chegou a 4-1 reduzindo o “Glorioso” para 2-4. Insuficiente.
Nas outras seis começou em terreno alheio, mas só em 1958/59 conseguiu anular a derrota (1-2) na 1.ª mão para vencer por 3-1 no primeiro Dérbi de Lisboa jogado para a Taça de Portugal na “Saudosa Catedral”. Em cinco foi afastado, mesmo que em duas temporadas (1944/45 e 1953/54) tenha existido um terceiro jogo para desempatar. Nas outras três épocas nunca se conseguiu “aproveitar” jogar a 2.ª mão numa das “Catedrais”: em 1933/34 (E 0-0 nas Amoreiras depois de D 2-3 no Campo Grande, então campo sportinguista. Parecia fácil, mas não foi!); em 1959/60 (E 0-0 na “Saudosa Catedral”, numa "missão impossível" depois de D 0-3 no campo do rival); e, em 1962/63 quase o impensável. O Benfica foi vencer por 1-0 (José Águas) no estádio do adversário para ceder por 0-2 na “Saudosa Catedral”, naquela que seria a primeira vitória do SCP nesse estádio mítico, inaugurado em 1 de Dezembro de 1954, ou seja, nove anos de invencibilidade frente ao Sporting CP.  

O Sporting CP tem dominado antes de chegar ao jogo decisivo (7/14)
Mas pelas dez horas da noite de sábado vai passar a ser 8/14. Terá de ser!



Pelo contrário finais é com o Benfica (7/3)
E uma das três derrotas, foi quando a competição ainda se designava Campeonato de Portugal, com o Sporting CP a conseguir disputar a final no seu estádio. Aliás foi a última temporada com esse nome, em 1937/38, numa derrota por 1-3.

A placa que o Sporting CP obteve jogando a final no seu estádio do Lumiar, em 1937/38

A diferença também tem estado nos sorteios

O Sporting CP vai jogar (em eliminatórias com um jogo) pela 9.ª vez no seu estádio. O “Glorioso” apenas por seis vezes (um terço) o conseguiu. Nas oito vezes em terreno alheio (a um jogo), apenas uma vitória (e consequente eliminação do adversário) como visitado.

Acredito na segunda! Já neste sábado!

Alberto Miguéns
3 comentários
comentários
  1. patriarca disse:


    De facto também acredito, de facto também na Catedral há pouco tempo acreditava e já no Estádio Algarve Acreditei, mas...há sempre um mas...o APITO, sim aquele, o dito cujo, até não é Algarvio e muito menos Benfiquista, então e seriedade da sua parte, essa estava numa couve e chegou lá um javali e comeu-a, tal como ele faz ao Benfica, come-nos a todos por pategos e ainda por cima "Alguns Benfiquistas" ou ditos, acreditam na personagem sinistra azul, porque é o mais bem classificado, pudera, então ele é como muitos Doutores que por aí pululam, tiram os exames sem NUNCA irem ou frequentarem aulas, quanto mais universidades e este para melhor basta simplesmente não marcar NADA a favor do Benfica e tudo Contra, segue o exemplo proençada.
    Ah !!!... mas no ultimo encontro na Luz não foi este o tal do Estádio Algarve, ainda bem que não foi senão fazia a mesmissima coisa que o outro que ali esteve fez, é que Eles estudaram na mesma Universidade, a tal situada nas bandas de Cedofeita e tiveram ambos como "Reitor" o Peidolas das antas, mais conhecido pelo porco-mor, coadjuvado pelo "socio" benfiquista proençadas desonesto e como tal está tudo dito, o Glorioso entra na latrina de alvalixo empatado em golos, mas VIRTUALMENTE a Perder e só sairá daquele sanitário, vitorioso se jogar o TRIPLO do seu antagonista.
    Eles não são melhores que NÓS, mas têm APITOS e FALAM e da NOSSA Parte NADA e até se pratica um SILÊNCIO Insurdecedor, para lhes fazer a vontade.

    ResponderEliminar
  2. No primeiro quadro, ha cores na coluna da época.
    Verde - vitória do sporting
    Vermelho - vitória nossa
    Verde claro - ganhamos em alvalade mas perdemos a final
    Preto - situação identica à deste ano
    Azul e azul claro - o que significa?
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro,

      Por vezes querer simplificar muito acaba por complicar. Peço desculpa.

      Azul foi o FCP que conquistou o troféu;

      Azul claro foi o CF "Os Belenenses";

      Vede claro foi o Vitória FC Setúbal.

      Decidi colocar as mesmas cores na nota no final do quadro.

      Obrigado.

      Gloriosas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail