A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

05/02/2014

Porquê o Vermelho Penafiel?

05/02/2014 + 0 Comentários
OPINIÃO



Os jogos entre o Benfica e o FC Penafiel são recentes, em termos de história do Clube (1904) e do adversário (1951). Mas o futebol começou em Penafiel muito antes da existência do FC Penafiel. O "Glorioso" nunca defrontou qualquer dos emblemas pioneiros do futebol penafidelense e estreou-se com o FC Penafiel em 1980 numa jornada do campeonato nacional de 1980/81.

Dois clubes pioneiros do futebol em Penafiel: Sport Clube de Penafiel (a origem da Águia, do vermelho e preto para o FC Penafiel) e a União Desportiva Penafidelense

Estrutura histórica do futebol em Penafiel
O futebol penafidelense evidencia os dois paradigmas típicos da existência de clubes recentes. Por um lado é fácil fazer a história do clube (por ser recente) por outro é difícil fazer a história do futebol em Penafiel (pelo facto dos clubes pioneiros estarem extintos). Por exemplo, tenho pelo menos uma fotografia, e de boa qualidade, de cada época do plantel do FC Penafiel. Até do Benfica é mais difícil apesar de se conseguir, mas nalgumas temporadas de qualidade reduzida.

O primeiro onze do FC Penafiel no velho pelado do Campo das Leiras (actual relvado do estádio 25 de Abril)
A história do FC Penafiel, no EDB, ficará para um dia em que o clube regresse ao 1.º escalão
Por agora apenas um resumo da movimentação clubística  do futebol penafidelense.

CLUBES DE PENAFIEL (filiados na A.F. do Porto)
Nome do Clube
Origem
Extinção
Penafiel Foot-Ball Club
1921/22
1922/23
Sport Club de Penafiel
17.Abril.1923
Agosto.1946
União Desportiva Penafidelense (1)
1932
Agosto.1946
Club Desportivo de Penafiel (2)
Agosto.1946
1948
Sporting Clube de Penafiel
1.Julho.1947
1949
Futebol Clube de Penafiel
8.Fevereiro.1951
NOTAS: (1) Resultou da fusão de dois clubes populares (Onze Penafidelense Foot-Ball Club e Egas Sport Club Penafiel);
(2) Resultou da fusão do Sport Club Penafiel e União Desportiva Penafidelense

Encontro tardio de dois clubes com simbologia muito semelhante: vermelho nas camisolas e Águia no emblema
Benfica e FC Penafiel nunca tiveram relação de empatia. Por isso nunca houve jogos particulares entre os dois emblemas. O FC Penafiel competiu até 1964/65 no campeonato distrital do Porto, se bem que desde 1957/58 tenha participações na III Divisão nacional, mas num tempo em que a III Divisão servia apenas de triagem, pois jogava-se após os Distritais para se proceder às despromoções e promoções para a II Divisão. O FC Penafiel depois de 15 temporadas consecutivas na zona norte da II Divisão, em 1979/80, consegue vencer a sua zona, ascende à I Divisão, classificando-se em 3.º lugar no apuramento do campeão da II Divisão. É em 1980/81 como consequência de competir na I Divisão que "Glorioso" e FC Penafiel se encontram pela primeira vez.

Deste FC Penafiel - Benfica, arbitrado (?) por Pedro Proença, nunca mais me vou esquecer
A última derrota em Penafiel (ver a partir dos 00:54 segundos ou 01:47 para a versão actualizada em 2013)




Há quatro jogos sem perder
Desde a 2.ª volta do campeonato nacional de 2004/05 que o "Glorioso" não perde frente ao popular clube de Penafiel. São quatro jogos consecutivos com apenas um empate (sem golos) e três vitórias, com sete a um em golos. E mesmo essa derrota não passou de uma "proençada" para colocar o Sporting CP a depender dele (chegava-lhe um empate na "Catedral") para se sagrar campeão nacional. Luisão deu-lhe a volta!

Resultados de acordo com a dimensão dos dois clubes
Os resultados entre Benfica e FC Penafiel mostram a diferença de grandeza entre os dois emblemas. O "Glorioso" com 18 vitórias, mais 15 que as três derrotas e mais 52 golos, a diferença entre os 63 marcados e onze sofridos. Dos 27 jogos, 24 são jornadas do campeonato nacional. Na Taça de Portugal o equilíbrio é maior, pois em três encontros registam-se dois empates (sem golos) e uma vitória por 4-1, para desempatar um desses jogos.

 JOGOS TOTAIS POR COMPETIÇÃO com FC Penafiel
Competição
J
V
E
D
GM
GS
TOTAIS
27
18
6
3
63
11
Campeonato Nacional
24
17
4
3
59
10
Taça de Portugal
  3
  1
2
-
4
  1

Três jogos, em duas eliminatórias, na Taça de Portugal
No primeiro encontro na Taça de Portugal resultaram dois jogos face ao regulamento da competição em 1985/86.

Meias-finais em 1986
Nas meias-finais o "Glorioso" empatou sem golos (em 120 minutos) em Penafiel conseguindo o acesso à final na "Saudosa Catedral" com quatro golos: Manniche (34 e 72 minutos, fazendo o resultado final de 4-1), Diamantino (51 minutos de pontapé-livre-directo) e Nunes (65 minutos de cabeça). O clube penafidelense marcou de grande penalidade, aos 66 minutos, fazendo o 1-3. O FC Penafiel conseguiu com a presença nestas meias-finais o melhor campanha de sempre na sua história, em 48 edições - a actual incompleta é a 49.ª - e o "Glorioso" seguiu para a final conquistando o troféu frente ao CF "Os Belenenses".



Em 2008, o último jogo frente ao FC Penafiel
Na 1.ª eliminatória para o Benfica, correspondente aos 32-avos-de-final, em 2008/09, apesar do FC Penafiel competir na série A da II Divisão B, o resultado na "Catedral" em 120 minutos ficou em branco. No desempate por pontapés da marca de grande penalidade o "Glorioso" resolveu a eliminatória com 5-3, com todos os pontapés convertidos pelos futebolistas com o "Manto Sagrado": Reyes, Di Maria, Katsouranis, Ruben Amorim e Suazo. O guarda-redes Moreira defendeu um pontapé. Foi a última vez que os dois emblemas se encontraram. Há cinco anos.


Clube "recente", história com o Benfica ainda mais recente
O FC Penafiel data do início de 1951 e o primeiro Benfica frente ao FC Penafiel de finais de 1980.

O ressurgimento de um clube de futebol em Penafiel
Em 8 de Fevereiro de 1951, completam-se "depois de depois de amanhã (ou seja sábado) 63 anos, foi fundado o actual FC Penafiel, herdando do SC Penafiel a águia como símbolo e as cores vermelha para a camisola e preta para os calções. A camisola tinha ainda uma vistosa gola em "V" bordada a preto! Ao que consta manteve-se o vermelho (e a Águia) por ser: a cor dominante do clube mais antigo de Penafiel, a cor e símbolo do concelho (vermelho e branco) e a simpatia penafidelense, pelo menos no início dos anos 50, pelo... Benfica! Campeão Latino em 1950!

Primeiro encontro entre os "dois vermelhos"
Em 15 de Setembro de 1980, na 4.ª jornada, o Benfica venceu na "Saudosa Luz", por 6-0, os penafidelenses com 0-0 ao... intervalo, marcando seis golos em 35 minutos, entre os 50 e os 85 minutos: Alves (2), Nené (2), Carlos Manuel e César.

O FC Penafiel em 15 de Setembro de 1980 em estreia na "Saudosa Catedral" do futebol português. Ou seja, a atingir a "maioridade" como emblema desportivo

Segundo encontro entre os "dois vermelhos"
Em 7 de Fevereiro de 1981, na 19.ª jornada, completam-se depois de amanhã 33 anos, a estreia do "Glorioso" em Penafiel, no "velhinho" estádio 25 de Abril, um "pelado do piorio", num empate sem golos, mas nada que impedisse a conquista, com "dobradinha" do campeonato nacional e Taça de Portugal.

A "Gloriosa Colheita" de 1980/81 com "dobradinha": Depois do Campeonato Nacional a Taça de Portugal. Da esquerda para a direita. De cima para baixo: César, Nené, Veloso, Humberto Coelho, Laranjeira e Bento; Chalana, Pietra, Carlos Manuel, Shéu e Alves


De Campo das Leiras a Estádio 25 de Abril
Foi em 21 de Janeiro de 1934 que Penafiel dispôs de um campo com qualidade para a prática do futebol, com a inauguração do Campo das Leiras (no sítio do "Monte de Leiras" em terrenos próprios, porque aplanados, para a agricultura, num dos terraços fluviais da bacia hidrográfica do rio Sousa), num dérbi entre o Sport Club Penafiel (vermelho e preto) e a União Desportiva Penafidelense (verde e branco), num empate a um golo. Em 1974, após o 25 de Abril o nome foi alterado para assinalar a "Revolução dos Cravos", em 2 de Fevereiro de 1978 foi inaugurado o sistema de iluminação artificial e em 7 de Outubro de 1984 foi estreado o relvado, na 6.ª jornada do campeonato nacional, com o FC Penafiel a vencer, por 2-0, o Sporting CP.

Se não querem investir em relvados fazendo destes lamaçais e batatais por que não regressar ao pelado. Em Penafiel foi assim, desde os primórdios do futebol penafidelense até 1984/85


Não vai ser fácil
Com um domingo de decisões importantes (no Dérbi de Lisboa) à vista, um jogo anterior no lamaçal (em todos os sentidos) barcelense e o inêxito na Taça de Portugal da época passada, esta eliminatória para os quartos-de-final tem que se lhe diga. O FC Penafiel é um dos líderes na Segunda Liga. Com uma equipa do Benfica a competir neste 2.º escalão é possível estar atento ao que nela se passa. Do que tenho visto, o futebol do FC Penafiel é superior a "um terço (5/6 clubes) do 1.º escalão". Jogar em Penafiel é como jogar em Barcelos. Talvez até mais difícil. Espero que também não seja num lamaçal. Ainda pior.



Logo à noite (19 horas) o "Glorioso" regressa, quase dez anos depois, a Penafiel



Alberto Miguéns

NOTA: Próximos textos (previsão)

Pela meia-noite de 5 para 6 de Fevereiro: O "Glorioso" na Taça de Portugal;

Pela meia-noite de 6 para 7 de Fevereiro: Os vesgos e a paisagem ou as "Duas Almas Penadas";

Pela meia-noite de 7 para 8 de Fevereiro: Simão, Cardozo e as grandes penalidades;

Pela meia-noite de 8 para 9 de Fevereiro: Eles vêm aí!;

Pela meia-noite de 9 para 10 de Fevereiro: O campeonato nacional na 18.ª jornada
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail