A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

04/08/2013

Há Muito Trabalho Pela Frente

04/08/2013 + 0 Comentários API
OPINIÃO

O futebol foi criado em Londres, há quase 150 anos, em 26 de Outubro de 1863, numa reunião entre 12 clubes londrinos. Ou seja, nessa reunião foram definidas as principais regras - a principal, não se poder utilizar os membros superiores para jogar - que estabeleciam essencialmente três aspectos: dimensões do campo e áreas de jogo, cargas permitidas ou não permitidas e respectivas penalizações e questões técnicas, em particular o "fora-de-jogo", a essência do futebol association. Se não existisse não havia troca de bola, ou seja, conseguia-se um pontapeador que tivesse força e direcção para colocar a bola próximo da baliza onde os futebolistas se concentrariam.

O futebol é golo com dez jogadores de campo
Mas, o "futebol" (em termos de pontapé na bola) já existia há séculos - em Itália chamava-se Calcio - e tinha por principal objectivo marcar golos, entre dois postes ou "duas marcas". Depois inventou-se uma baliza. Os futebolistas de uma equipa só servem - ainda é assim - para tirar os outros futebolistas da equipa contrária de frente da baliza que defendem para ser fácil colocar a bola lá dentro e fazer GOLO! 


Não se pode desgastar uma equipa sem concretizar
O Benfica entrou excelentemente, com jogadas de grande qualidade, mas sem objectividade. Lima falhou dois golos feitos, mas ter eficiência a 100 por cento (até 50 por cento) é difícil, para um avançado que se "construiu" com a idade! À falta de um ponta-de-lança goleador "financeiramente ao alcance do Benfica", como Cardozo (que também falhava), mas sabia arriscar e estar na grande-área, o Benfica tem de encontrar forma de traduzir em golos as constantes trocas de bola e progressão no terreno. Se não é inconsequente! Com 70 por cento de posse de bola em 45 minutos, pela equipa do "Glorioso", ninguém adivinharia que os brasileiros conseguiriam dominar o segundo tempo. Mas conseguiram! Marcaram dois golos em dez minutos. Aos 62 minutos estava feito o 2-0 final.


6.ª Eusébio Cup
Pela primeira vez um clube sul-americano (e não europeu) participa no troféu dedicado a Eusébio, conseguindo levar para São Paulo, a grande metrópole do Brasil, o 6.º troféu. Tenham carinho por ele.



Ed.
Data
Adversário
Res
Marcadores
0
05.Agosto.2001
AC Fiorentina
ITÁ
V 1-0
(07) Argel
1
15.Agosto.2008
FC Inter Milão
ITÁ
E 0-0
(Dgp 4-5)
----------------
2
08.Agosto.2009
AC Milan
ITÁ
E 1-1
(Vgp
5-4)
(58) Cardozo
3
03.Agosto.2010
Tottenham HFC
ING
D 0-1
---------------
4
06.Agosto.2011
Arsenal FC
ING
V 2-1
(49) Aimar
(60) Nolito
5
27.Julho.2012
Real Madrid CF
ESP
V 5-2
(04) Javi Garcia
(22) Witsel
(52) Enzo Perez
(58) Carlos Martins
(84) Enzo Perez
6
03.Agosto.2013
São Paulo FC
BRA
D 0-2
---------------


Há muito trabalho pela frente
O São Paulo FC não é um clube mítico, como o CR Flamengo, Santos FC ou SC Corinthians, mas é o terceiro clube mais popular do Brasil. E mais do que isso tem sempre um nível competitivo muito elevado. Viu-se como souberam ser "pequenos" na 1.ª parte e entraram depois do intervalo para vencer e controlar o resultado. É futebol brasileiro. O mais titulado na história do futebol mundial, com alguns dos clubes mais poderosos - em termos de captação e formação de futebolistas - do Planeta. O "Glorioso" tem muito que trabalhar até 18 de Agosto e semanas seguintes...



Sugestão
Talvez não fosse má ideia disputar mais um jogo, entre 9 e 18 de Agosto! Sempre são nove (nove!) dias sem jogar na pré-época!


Taça Eusébio Cepsa
No início da temporada de 2001/02, na presidência de Manuel Vilarinho, o Benfica organizou um jogo para homenagear Eusébio. A ideia era fazê-lo todas as temporadas, num encontro dotado com a taça "Eusébio". Em 2001/02 foi a Cepsa a patrocinar o jogo de homenagem ao "melhor futebolista português de todos os tempos" e um dos dez melhores avançados do Mundo. Como convidado a equipa da AS Fiorentina que contava com Nuno Gomes. O Benfica ganhou o jogo e Eusébio viu o troféu ficar em "casa".






1.ª Eusébio Cup
Ao sétimo jogo da temporada de 2008/09 - e segundo na "Catedral" - o Benfica recebeu o FC Inter Milão treinado pelo português José Mourinho, empatando sem golos. No desempate por pontapés da marca de grande penalidade os transalpinos conseguiram concretizar cinco pontapés e o Benfica quatro. O troféu rumou a Milão. Eusébio jogou frente ao FC Inter Milão na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, num jogo disputado em... Milão. Uma final de vergonha, pois o FC Inter Milão era campeão europeu e teve que "traficar influências" após as meias-finais - nesse tempo o local da final não estava definido previamente como na actualidade - para manter a final da competição em "casa".





2.ª Eusébio Cup
Em 2009/10 mais um emblema italiano no troféu de homenagem a Eusébio. Na 2.ª edição o emblema da final da 8.ª Taça dos Clubes Campeões Europeus, disputada em Inglaterra, no estádio londrino de Wembley. O AC Milan conseguiu, em 1962/63, recuperar de 0-1 para 2-1, mas na "Catedral" apenas conseguiu empatar o jogo a um golo, depois de Cardozo ter marcado o golo do "Glorioso". No desempate por pontapés da marca de grande penalidade, o Benfica conseguiu concretizar cinco pontapés e o popular clube milanês quatro. O troféu ficou em "casa" ao 10.º encontro (segundo na "Catedral") da temporada.






3.ª Eusébio Cup
Depois de dois emblemas transalpinos - três se contabilizarmos a edição da Taça Eusébio Cepsa - seguiu-se o Tottenham HFC que se cruzou com Eusébio nas meias-finais da segunda campanha europeia em 1961/62, na qual o "Glorioso" sagrou-se Bicampeão Europeu (dois títulos consecutivos), o único emblema português a consegui-lo. O clube que se classificara em 4.º lugar no principal campeonato inglês, na temporada anterior (2009/10) venceu o jogo e levou para Londres, a edição de 2010/11 do Troféu "Eusébio Cup". O troféu foi disputado ao 10.º encontro (segundo na "Catedral") da temporada.






4.ª Eusébio Cup
Na edição que confirmou este jogo de pré-época como um clássico de início de temporada, ao 9.º encontro de 2011/12 (terceiro na "Catedral"), veio de Londres o adversário do Benfica para discutir a posse do troféu de homenagem a Eusébio. O Arsenal FC perdeu por 1-2 e o troféu ficou no "Glorioso" pela 2.ª vez em quatro edições. Intervaladas: 2.ª e 4.ª edição. Eusébio e o Arsenal FC cruzaram-se duas vezes, em 1971/72, em dois jogos particulares consecutivos a abrir a temporada. Na festa de homenagem a José Torres, Eusébio marcou um golo, na vitória por 2-0. Uma semana depois em Londres, apenas jogou a primeira parte, que terminou com 0-3. No final 2-6.





5.ª Eusébio Cup
Ao 6.º jogo, em 2012/13, correspondente também à apresentação aos Benfiquistas - tal como na edição desta temporada - chegou de Espanha o adversário do Benfica. Treinado pelo português José Mourinho (2.º presença no troféu)  a equipa do Real Madrid CF perdeu por 2-5, com o Benfica a conseguir manter em Lisboa o troféu, conquistando-o, de forma inédita, pela segunda vez consecutiva. Juntar Eusébio, Benfica e Real Madrid é recordar a final da 7.ª edição da Taça dos Clubes Campeões Europeus, conquistada pelo "Glorioso" após uma vitória, por 5-3. 






Assim vai a pré-época
São 43 os futebolistas do "Glorioso" que já jogaram nesta temporada de 2013/14.

ESTATÍSTICAS EM 2013/14            
Nome
Ép
Minutos
(900)
Jogos
(10)
Cap.
(10)
Golos
(21)
(-13)
Ass.
(21)
12
Bruno Cortez
1.ª
549
8
-
-
1
21
Matic
3.ª
525
8
-
-
1
11
Lima
2.ª
519
8
-
6
2
13
Paulo Lopes
5.ª
492
8
3
- 9
-
4
Luisão
11.ª
443
6
6
-
-
1
Artur
3.ª
408
7
-
- 5
-
28
Sílvio
1.ª
392
8
-
-
-
20
Gaitán
4.ª
391
8
2
-
2
50
Markovic
1.ª
390
8
-
4
-
35
Enzo Perez
3.ª
373
7
1
-
-
18
Salvio
3.ª
358
6
-
3
3
6
Ruben Amorim
5.ª
339
8
-
-
1
45
Sulejmani
335
8
-
2
1
10
Djuricic
1.ª
310
7
-
-
4
22
Mitrovic
1.ª
292
6
-
-
-
19
Rodrigo
3.ª
290
6
1
3
-
2
Lisandro López
1.ª
279
5
-
1
-
34
André Almeida
3.ª
279
7
-
-

89
André Gomes
2.ª
276
8
-
-
-
24
Garay
3.ª
271
4
-
-
-
14
Maxi Pereira
7.ª
264
4
2
-
-
15
Ola John
2.ª
226
6
-
-
1
33
Jardel
4.ª
178
3
-
-
-
3
Steven Vitória
1.ª
157
5
-
-
-
88
Roderick
3.ª
148
2
-
-
-
80
Harramiz
1.ª
144
2
-
1
-
23
Urreta
5.ª
143
3
-
1
-
55
Uros Matic
1.ª
122
2
-
-
-
76
Bruno Gaspar
1.ª
111
2
-
-
-
74
Sancidino
1.ª
109
2
-
-
-
25
Melgarejo
2.ª
102
3
-
-
-
84
Nélson Semedo
1.ª
90
1
-
-
-
92
Lindelof
1.ª
90
1
-
-
-
96
Wei Huang
1.ª
90
1
-
-
-
51
FilipMarkovic
1.ª
75
1
-
-
-
77
Rúben Pinto
3.ª
69
1
-
-
-
12
Djaló
3.ª
51
3
-
-
-
31
Fariña
1.ª
37
2
-
-
-
40
Michel
2.ª
36
2
-
-
-
66
Deyverson
1.ª
24
2
-
-
-
61
Clésio
1.ª
21
1
-
-
-
5
Luisinho
2.ª
19
1
-
-
-
62
Didi (José Silva)
1.ª
15
1
-
-
-
39
Mika
1
-
-
-
-
-
93
Vítor Rodrigues
0
-
-
-
-
-
87
Miguel Santos
0
-
-
-
-
-
Grandes penalidades
2
Livre directo
1
Jogada individual
1
Nota: Inclui assistências indirectas (por exemplo, recargas)
Vermelho encarnado – Futebolistas titulares com São Paulo FC
Vermelho esverdeado – Suplentes utilizados com São Paulo FC
Vermelho azulado - Suplentes não utilizados com São Paulo FC
Vermelho amarelado - Futebolistas suspensos
Vermelho violeta - Futebolistas lesionados
Preto- Futebolistas não convocados com São Paulo FC



Duarte Gomes?

És muito forte com os "fracos" e cobarde com os fortes! Daqui a menos de um mês vamos começar a ver-te!

Jogos disputados
V 6-1         Etoile Carouge FC (Carouge/ Suíça)
E 3-3         FC Girondinos Bordéus (Nyon/ Suíça)
V 3-2         FC Sion (Vevey/ Suíça)
D 1-2         Sporting CP (Estoril/ Portugal)
E 0-0        CF "Os Belenenses” (Estoril/ Portugal)
E 1-1          CA Penharol (Portimão/ Portugal)
V 2-1         Levante UD (Algarve/ Portugal)
V 2-1         OGC Nice (Algarve/ Portugal)
V 3-1         Elche CF (Elche/ Espanha)
D 0-2        São Paulo FC (Lisboa/ Portugal)

Jogos a disputar
09/AGO    SSC Nápoles (Nápoles/ Itália)
"FALTA" AQUI UM JOGO (pelo menos…)
18/AGO (17.45)...........  LIGA ZON Sagres     
CS Marítimo (Barreiros/ Funchal; 1.ª jornada)

Venha Nápoles!

Alberto Miguéns


Próximos textos no EDB (previsões)

Segunda-feira (5 de Agosto): Cosme Damião não aceita ser eleito presidente
Terça-feira (6-8 de Agosto): O Benfica em Agosto
Sexta-feira (9 de Agosto): O Benfica Transalpino
Sábado (10-31 de Agosto): O Benfica em Agosto (reposição)




0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail