A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

23/04/2013

Se Bem Me Lembro...

23/04/2013 + 6 Comentários API
HISTÓRIA

Anti-benfiquistas primários! Isto é para vocês!

Sabias que? 
Há um ano, em 9 de Abril de 2012, na 26.ª jornada do campeonato nacional, ficou uma grande penalidade por marcar aos 00:41 segundos de Polga sobre Gaitán!


Sabias que? 
Há um ano, em 9 de Abril de 2012, na 26.ª jornada do campeonato nacional, ficou uma expulsão por fazer aos 02:57 após Insúa ter pontapeado com violência, por trás Bruno César!


Sabias que? 
Há um ano, em 9 de Abril de 2012, na 26.ª jornada do campeonato nacional, ficou uma grande penalidade por marcar aos 43:35 segundos de Izmailov, que na marcação de um pontapé de canto puxou Luisão impedindo-o de disputar a bola!





Sabias que? 
Há um ano, em 9 de Abril de 2012, na 26.ª jornada do campeonato nacional, ficaram cartões por mostrar em agressões e mais uma grande penalidade (que nem nos resumos se dignaram mostrar)!



Amor com amor se paga.

E o Benfica nessa jornada da temporada de 2011/12, não beneficiou da passividade do árbitro - pelo contrário Artur Soares Dias penalizou sempre o Benfica em detrimento do SCP - como os defesas e centrocampistas do Sporting CP beneficiaram no jogo do passado domingo. 

O Sporting CP com uma defesa e meio-campo agressivo e caceteiro (Miguel Lopes, Lori, Rojo, Joãozinho, Dier, Rinaudo e André Martins, tudo gente com pouco virtuosismo mas muita disponibilidade para dar porrada) anulou sistematicamente recorrendo a acções faltosas os quatro futebolistas centrocampistas mais virtuosos e tecnicistas do Benfica (Matic, Salvio, Enzo Perez e Gaitán), roubando-lhes a bola, invariavelmente, em falta que João Capela não assinalava. 

Muita da incapacidade - daí a maior percentagem de posse de bola (52 por cento para o SCP) - do Benfica em conseguir jogar com destreza e insistência deveu-se às faltas sistemáticas e recorrentes dos futebolistas do Sporting CP que não permitiam que o Benfica desenvolvesse o jogo como habitualmente. A sua não punição além de facilitar a defesa da baliza sportinguista, conseguia provocar ainda desequilíbrios que os dois alas e avançado do SCP aproveitaram para surguir na grande-área do Benfica!

Em 90' + 5 minutos o Benfica foi penalizado com dez faltas (7 + 3) e o Sporting CP com.... 4 faltas, duas na primeira parte e duas no segundo tempo! Hilariante. João Capela marcou dez livres contra o Benfica (dois "perigosos") e quatro contra o Sporting CP (nenhum "perigoso").

Sabem o que se disse - portistas, sportinguistas e outros istas - depois desse jogo em 9 de Abril de 2012? Essas incidências - três grandes penalidades e expulsões (Polga, Insúa e Izmailov com duplos cartões amarelos ou vermelhos directos) - não interessam porque o Sporting jogou melhor que o Benfica! Mereceu ganhar. E ganhou por um! Ai sim! Ai foi! Então o que se passou no domingo à noite, na "Catedral" ainda interessa menos porque o BENFICA FOI MUITO MELHOR QUE O SPORTING. Basta ver as jogadas dos golos e a qualidade do jogo do "Glorioso" para perceber isso! Mereceu ganhar! E até ganhou por dois! Um mais um igual a dois!

Tenham juízo... se puderem!

Alberto Miguéns

NOTA: Em não gosto deste tipo de arbitragens permissivas. Nem desta de João Capela nem de João Ferreira no SL Benfica- FC Porto. E por dois motivos:

a) O Benfica por ser o clube que em Portugal pratica o futebol mais agradável como espectáculo, ligado, rendilhado, tecnicista e enleante só tem a perder com arbitragens permissivas que deixam desarmar em falta (não assinaladas) os futebolistas do "Manto Sagrado". Foi assim com o FCP (Moutinho, Mangala e companhia fartaram-se de "molhar a sopa") foi assim com o SCP. O "Glorioso" acaba por ser o mais prejudicada porque não consegue jogar ao fim-de-semana nos campos do "Futeluso" o futebol que treina durante a semana nas instalações do Caixa Futebol Campus;

b) Num futebol que está dominado por futebolistas portugueses e sul-americanos, propensos a simulações, não faz sentido "apitar à inglesa" em futebóis onde os futebolistas que dominam esses campeonatos são os ingleses, franceses, nórdicos e por aí! Menos de fazer simulações e mais de ir até ao limite. Além disso em Portugal até há um espanhol que deve ser o "Rei Mundial da Simulação", um tal Capel. Estapafúrdio!






6 comentários
comentários
  1. Mais um grande post, como sempre!

    ResponderEliminar
  2. Jose Albuquerque23/4/13 10:34

    Enormerrimo Miguens, Companheiro,

    Obrigado. Muito Obrigado por teres escrito e composto este texto, com o qual eu concordo em absoluto e que considero de leitura obrigatoria.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  3. Que texto fantástico...Parabéns

    Concordo na íntegra.

    Saudações desportivas

    ResponderEliminar
  4. Mais um txt de alto teor didatico ! sim senhor ..

    hoje ate o Manuel Damasio desmascara a batota do corrupto mor dos androides ......

    muito obrigada e forçaaaaaaaaaaaa sempre ..

    CARREGAAAAAAAAAAAAAAAAA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderEliminar
  5. https://www.facebook.com/photo.php?v=10200997851529683&set=vb.1268777271&type=2&theater

    este video prova que a arbitragem foi igual tanto para um lado como para o outro.

    FOI LIMPINHO!

    ResponderEliminar
  6. Pois é, ao gravar o jogo transmitido pelo canal "dos ricos"...a que vulgarmente denomino de Sporto TV ou Sportém TV, percebi que as repetições dos lances na área do Benfica são em maior número do que as repetições dos lances duvidosos na área do Sporting. Não posso deixar de notar que é fácil, quando o canal televisivo se comporta desta maneira, de ir buscar todos os penaltys que se quiserem. Tenho pena que não tenha sido alvo de crítica pela comunicação social o que aconteceu na área do Sporting ao minuto 54, quando Gaitan leva um empurrão nas costas bastante ostensivo, por parte do Miguel Lopes...penalty claro no meu entendimento. Ao minuto 70, Melgarejo entra na área, com a bola dominada e leva um empurrão com o cotovelo/braço do Rinaudo...e é assim afastado do lance...outro penalty que fica por assinalar. Se a Bola, Record, comentadores televisivos afectos ao Sporting sabem ir buscar 10 penaltys inexistentes.Faço outro reparo também ao que as leis do jogo dizem. Um jogador ser tocado dentro da grande área, não tem que ser necessariamente lance para grande penalidade. O Van Finkel é tocado nas pernas mas remata...e o facto de ser tocado nas pernas não impossibilita o remate...logo não tem que ser assinalada falta nenhuma (o Van Finkel até afasta o Garay antes da grande área com um lindo golpe de cotovelo, que eu tive oportunidade de comprovar pela repetição). Um jogador que perde o equilíbrio quando se vira para a baliza não tem que se depreender que é o braço no peito que o desequilibra. O braço no peito até o ajudou a não cair mais depressa com a cara no chão...comparar isso a uma placagem, é não entender o que é perder o equilíbrio ou o que é placagem...se alguém perde o equilíbrio dentro da grande área porque a chuteira não presta, não se pode desculpar com a marcação do defesa. Resumindo, muita fita e muita treta se vai dizendo, mas cada um acredita no que quiser...eu prefiro ver com os meus próprios olhos e tirar minhas conclusões.

    Fernando Antunes

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail