A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

27/05/2012

Um Homenzinho De Mão e À Mão

27/05/2012 + 10 Comentários

OPINIÃO
              


Este Eugénio Queirós faz-se passar por jornalista, mas deixa de o ser quando despe o código deontológico e “nu”, mesmo ridículo, passa a opinador e interveniente. De relatador e transmissor de notícias e acontecimentos  – pretextos - o que o move é querer fazer parte do “Futeluso”. E do “Sistema”!



Um produto cofinado
O que escreve – enquanto tapete dos andróides – não serve o jornalismo, o seu jornal Record nem o grupo a que pertence, a Cofina.

Eugénio Queirós pensa que faz teses (e volta a rodar acerca de uma delas):

Um desporto que se promove exactamente assim, falando de roubos e de corrupção.
Não que isto não exista.
Mas é o povo que o diz: a ocasião faz o ladrão.
Nem mais.

Já aquando do "Apito Dourado" enquanto o Record (o único, a par do Correio da Manhã, também Cofina...) divulgava as escutas ele desvalorizava-as, com "a tese":


No desporto português para se ganhar é preciso vigarizar. Os que ganham são competentes porque sabem ser vigaristas. Os que não ganham são incompetentes e invejosos. Queriam ser "melhores" vigaristas para ganhar.



O dia 5 de Março de 1989 é uma marca do “Sistema” e marcou (nem só de nódoas negras) para sempre Eugénio Queirós. De pseudo-jornalista tornou-se protótipo dos que se agacham. Uma nódoa azul dos andróides.

Alberto Miguéns
10 comentários
comentários
  1. Coluna vertebral27/5/12 03:46

    Há muito que esse gajo não tem coluna vertebral.

    Recordo o episódio de 28 de Novembro de 2005, mas muito mais se pode dizer quanto à sua forma de fazer "jornalismo".

    Foi quando o FCPorto venceu em Barcelos ante o Gil Vicente por 1-0, com o amigo António Costa a ficar mais uma vez associado à história de uma partida, quando César Peixoto fez falta sobre Carlitos, ainda na primeira parte, e o artista deixou por marcar um penálti a favor do Gil Vicente. Depois disso termina ainda o jogo num canto do Gil, não permitindo a sua marcação, e para a história ficou ainda o facto de um dos seus assistentes ter anulado uma jogada perigosíssima do Gil em que um seu jogador ficaria claramente isolado, isto quando estava cerca de meio metro antes do último defesa portista.

    Essa abécula de jornalista, optou por desvalorizar e defendeu ainda que havia penalty num lance entre Lisandro e o guarda-redes do Gil, apresentando para o efeito uma imagem de ângulo dúbio, quando outras imagens mais esclarecedoras provam efectivamente o contrário.

    É um vendido, mas não é o único.

    ResponderEliminar
  2. e votar palha a uma besta quadrada pois o geninho sempre foi um javardo um troca tintas e uma besta

    ResponderEliminar
  3. o sr o sr Alberto Miguéns se reparou este filho da fruta de matosinhos e um pobre demente que escravinha nos txt do reco reco dos do minho ,pois foi onde esta besta tem lugar nas escribas do lixo

    ResponderEliminar
  4. O que espanta é como esses fenômenos ocorrem em ondas e como parecem ter um poder imenso de contaminar as pessoas do Benfica pois esse geninho e um autentico bandalho sem etica nem moral..

    ResponderEliminar
  5. esse tal eugenio queiros e mais um burro da familia do norte corrupto<<<
    Duvidas basta ver e ler o livro " APITO DOURADO" Ai esse corrupto lava as ROUBALHEEIRAS da equipa da fruta, qual irmão de sangue na sua luta de branquear os roubos nas torres das antas pois para ele so não se pode ROUBAR o LEIXÕES este filho da puta de nome eugenio queiros e mais um porko ao serviço do desporto jornalistico no reco reco e na oagina dos do minho ...
    fiquem atentos a este COVARDE e jagunço ....

    ResponderEliminar
  6. Há momentos em que a dor deve se colocar a serviço da virtude. Combater os atos mesquinhos e desumanos, muitas vezes tem que ser feito assim. Há, pois, que recordar o último ataque vil que o gigante Benfica FEZ em nome do desporto em Portugal...

    ResponderEliminar
  7. Vamos condená-lo ao fogo dos infernos por isso? Claro que não. Ele é considerado um canalha por outras razões tais como um covarde um troca tintas e um mafioso ao serviço dos corruptos

    ResponderEliminar
  8. São sim, jagunços à serviço dos piores interesses

    ResponderEliminar
  9. Ele "geninho"que se junte à corja da qual pertence no porto ,ou sera em leixões ..
    um covarde sera sempre covarde seja do leixões seja do porto...

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail