A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

03/05/2012

SC Espinho: Voleibol! E o Futebol?

03/05/2012 + 17 Comentários
OPINIÃO




Porque não tem Espinho uma equipa de futebol na I Liga… nem na II Liga!? E porque não tem o FC Porto, actualmente, Secção de Voleibol? Para perceber esta espécie de “Projecto Roquette à Espinho” é preciso recuar até… final dos anos 80.

Ora agora ganhas tu, ora agora ganho eu
As características muito particulares da modalidade, em particular duas, uma social (ser uma modalidade menos mediática) e outra técnica (não existir o contacto fisco) permitem estabilização de domínios por períodos de tempo longos. Nos primeiros tempos, as equipas da Associação de Alunos do IST de Lisboa dominou até porque as fases finais (entre os representantes do norte e do sul) jogavam-se no único ginásio (recinto coberto) existente em Portugal, o do… IS Técnico. Depois, com a exigência de alternância entre fases finais, a norte e sul, permitiu que num ano ganhasse um clube do sul e no outro um clube do norte. O desporto português sempre teve laivos mafiosos.

QUADRO I
AGREGADO DOS TÍTULOS
CAMPEONATO NACIONAL VOLEIBOL
Clube
N.º T
Épocas
 AA IS Técnico
7
46/47 – 52/53
 Sporting CP
1
53/54
 AA IS Técnico
1
54/55
 Sporting CP
1
55/56
 SC Espinho
1
56/57
 AA IS Técnico
1
57/58
 SC Espinho
1
58/59
 AA IS Técnico
1
59/60
 SC Espinho
1
60/61
 Lisboa GC
1
61/62
 SC Espinho
1
62/63
 Leixões SC
1
63/64
 SC Espinho
1
64/65
 AA IS Técnico
3
65/66 – 67/68
 FC Porto
3
68/69 – 70/71
 Leixões SC
1
71/72
 FC Porto
1
72/73
 Leixões SC
1
73/74
 FC Porto
1
74/75
 Leixões SC
1
75/76
 FC Porto
2
76/77 – 77/78
 Leixões SC
2
78/79 – 79/80
 SL BENFICA
1
1980/81
 Leixões SC
1
81/82
 Esmoriz GC
2
82/83 – 83/84
 SC Espinho
1
84/85
 FC Porto
1
85/86
 SC Espinho
1
86/87
 FC Porto
1
87/88
 Leixões SC
1
88/89
 AA Espinho
1
89/90
 SL BENFICA
1
90/91
 Sporting CP
3
91/92 – 93/94
 SC Espinho
6
94/95 – 99/00
 Castelo Maia GC
4
00/01 – 03/04
 SL BENFICA
1
2004/05
 SC Espinho
2
05/06 – 06/07
 Vitória SC (Gui.)
1
2007/08
 SC Espinho
2
08/09 – 09/10
 AJ Fonte Bastardo
1
2010/11
?
?
2011/12

Ora agora ganha o Técnico (e ter um ginásio “à maneira”…)
Podemos dividir a história do voleibol português em três períodos, curiosamente com cerca de 22 anos cada um. No primeiro dominou a AA ISTécnico com 13 títulos (ainda o segundo clube com mais… e já não vence desde… 1967/68, há 45 anos! Conquistou 13 campeonatos nacionais em 22 anos, com os sete iniciais.

Ora agora ganha o FC Porto (e o ódio ao Leixões…)
Depois das equipas da AA ISTécnico, no final dos anos 60, surgiu o FC Porto que para fazer frente ao Leixões SC, aniquilou as equipas do SC Espinho. É bom lembrar que, historicamente, o maior rival desportivo do FC Porto nunca foi (até às golpadas “encenadas” de Pinto da Costa e Valentim Loureiro) o Boavista FC, o SC Salgueiros ou outro emblema, até de Vila Nova de Gaia (como seria de esperar) mas sim, o Leixões SC. Como se sabe, essa rivalidade teve o expoente máximo em finais dos anos 50 e início de 60, que “obrigou” os dirigentes portistas, com a conivência do aparelho regional político fascista do Estado Novo e a complacência das cúpulas da FPF a realizarem em 1960/61 a final da Taça de Portugal de futebol no estádio do FC Porto, num jogo entre o Leixões SC e o… FC Porto! Após a derrota nas Antas, na final da Taça de Portugal, do FC Porto pelo Leixões, por 0-2, nessa histórica data (9 de Junho de 1961, uma espécie de Dia da Justiça contra os corruptos, ou melhor corruptruzinhos, nesse tempo ainda andrades, actuais corruptos andróides) o ódio dos portistas aos leixonenses nem permitia, sequer, que os “autorizassem a ter protagonismo no voleibol). Andaram, andaram, até que conseguiram secar o voleibol espinhense para engordar o portista a fim de abafarem o do Leixões SC. E assim foi, com a cumplicidade da FPV sediada no Porto. O FCP (e a FPV) sempre meteu/meteram nojo! Não é de agora! O FC Porto dominou o voleibol português entre 1968/69 e 1977/78, conquistando sete títulos para três do Leixões SC que lá ia fazendo pela vida. O SC Espinho, clube subserviente – por isso, historicamente, não deve ser respeitado – eclipsou-se.

QUADRO II
PERÍODOS DE HEGEMONIA
CAMPEONATO NACIONAL VOLEIBOL
Período
Clube
Títulos
N.º
Sequência
22
1946/47
----
1967/68
 AA IS Técnico
13
7 – 1 – 1 – 1 - 3
 SC Espinho
  5
1 - 1 – 1 – 1 - 1
 Sporting CP
  2
1 - 1
 Lisboa GC
  1

 Leixões SC
  1

21
1968/69
----
1988/89
 FC Porto
  9
3 – 1 – 1 – 2 – 1 - 1
 Leixões SC
  7
1 – 1 – 1 - 2 – 1 - 1
 Esmoriz GC
  2
2
 SC Espinho
  2
1 - 1
 SL BENFICA
  1
1
22

1989/90
----
2010/11
 SC Espinho
10
6 – 2 - 2
 Castelo Maia GC
  4
4
 Sporting CP
  3
3
 SL BENFICA
  2
1 + 1
 AA Espinho
  1

 Vitória SC (Gui.)
  1

 AJ Fonte Bastardo
  1


Uma mentira chamada SC Espinho (parte I)
Só volta a haver SC Espinho quando o FC Porto já não necessita do voleibol para abafar o Leixões SC, pois na década de 80 consegue fazer do futebol uma modalidade ganhadora. E o futebol, muito mais mediático, arrasou a popularidade do Leixões SC na área do Grande Porto. Hoje a cultura leixonense é residual, esmagada pelo portismo. Mas há 40/50 anos rivalizava com o portismo, pelo menos a norte do Porto. Eis que Pinto da Costa (ou outro labrego seu amigo dirigente portista) tem uma ideia “luminosa” como só eles sabem ter. Já não fazia sentido ter Voleibol, havendo necessidade de marcar o Benfica no Hóquei em Patins e Basquetebol, e o Sporting CP (os sapóides ainda contavam para os andróides na década de 80) no Andebol. Mas o Leixões SC (e também o Benfica campeão nacional em 1980/81, um triunfo que foi uma “espinha” cravada no voleibol portista) não podiam ficar com o domínio da modalidade. Então, conseguiram que os dirigentes do SC Espinho deixassem de apoiar o futebol do SC Espinho – procurando que os espinhenses virassem portistas no futebol – e criaram condições (atletas e compromissos autárquicos) para que os dirigentes do SC Espinho canalizassem elevados fluxos financeiros para o voleibol desviando-os do futebol. Resultado: o SC Espinho, um dos clubes mais antigos de Portugal – fundado em 11 de Novembro de 1914 - que estivera dez épocas na I Divisão (e rivalizava com outros emblemas de igual valor na Área Metropolitana do Porto) foi varrido das principais competições, sendo o SC Espinho, até aí, o emblema mais representativo da AF Aveiro, ou seja superior ao SC Beira-Mar, e que era rival, no futebol, do Leixões SC, FC Penafiel, Rio Ave FC, Varzim SC, FC Famalicão, SC Braga, etc. etc. Uma vergonha. Por onde anda hoje o clube, que ainda há 30 anos, era mais representativo do distrito de Aveiro e um dos principais do norte do país, no futebol: no 3.º escalão (zona centro da II Divisão) do “Futeluso”.

Uma mentira chamada SC Espinho (parte II)
A chulice ou chulisse junto da autarquia de Espinho, o apoio do FC Porto junto dos dirigentes da FPV e a estratégia dos dirigentes do SC Espinho, desviando e enfraquecendo o futebol em prol do voleibol permitiram ao SC Espinho ascender a clube com mais títulos do voleibol português, mas só depois de meados dos anos 80 (quando o FCP “fechou” a sua Secção de voleibol). E durante uma década ainda “penaram” pois a distribuição de títulos entre 1946/47 e 1992/93, ou seja os 48 campeonatos nacionais iniciais era a seguinte:

QUADRO III
48 TÍTULOS VOLEIBOL
1946/47 – 1993/94
CAMPEONATO NACIONAL
Clube
Títulos
 AA IS Técnico
13
 FC Porto
  9
 Leixões SC
  8
 SC Espinho
  7
 Sporting CP
  5
 SL BENFICA
  2
 Esmoriz GC
  2
 Lisboa GC
  1
 AA Espinho
  1

Uma mentira chamada SC Espinho (parte III)
O SC Espinho é um clube histórico da modalidade, sendo dos primeiros, a par do Leixões SC e do CDUP a terem voleibol no norte do país (anos 40), no caso do SC Espinho (1942/43) depois do Benfica (31 de Maio de 1939, com o “Glorioso” a caminho do 73.º aniversário) mas… o SC Espinho só nos últimos anos conseguiu dominar a modalidade. Enquanto em 48 anos (1946/47 a 1993/94) conquistou 7 títulos, nos últimos 17 (1994/95 a 2010/11) conquistou… dez, com seis consecutivos. Poucas pessoas em Portugal têm a noção da realidade, pensando que o SC Espinho foi sempre a maior potência da modalidade. Mentira! O domínio é recente! A desinformação deve-se aos media medíocres que deformam (interesseiramente) a realidade.

Sábado pode ser o início de um ciclo de verdade no voleibol português

Alberto Miguéns




17 comentários
comentários
  1. Há-de ser, caro Alberto. Há-de ser.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo5/5/12 21:28

    sou de espinho e tenho a dizer-te uma coisa:
    em Espinho continuam os benfiquistas e sportinguistas em maioria, apesar de haver cada vez mais portistas... (no futebol)

    no volei são todos maioritariamente do sporting, mas eu sou da académica. apesar de serem reconhecidas as ajudas da camara ao sporting (e ao esquecimento da academica, que tem campeoes do mundo em trampolim e é uma equipa historica no hoquei patins), esta teoria sera um tanto reboscada.

    no entanto, o grupo violas (solverde) é do porto e sempre apoiou muito o espinho (até ha uns anos); podem talvez investigar a partir dai...

    quanto à arbitragem, enquanto jogador da academica fui muitas vezes prejudicado contra o espinho e o favorecimento que eles tÊm junto da arbitragem é notoria

    ResponderEliminar
  3. Grande SC Espinho! Campeões mais uma vez...e com um orçamento 10 vezes inferior ao do SLB!!

    ResponderEliminar
  4. Miguel Soares10/5/12 14:46

    Meu amigo???? sou do Porto ex jogador do Porto, do SCespinho, da AAespinho, Sporting Clube de Portugal, Leixões etc... só tenho uma pequena coisa para te dizer : Vai pra grandessíssima P.Q-te P!!!!! Mouro doente! Tu mais a Merda da tua Benfica Tv, que não o Sport Lisboa e Benfica , pois este não tem culpa de que bestas como tu e muitos outros milhares façam do clube aquilo que estão a fazer: Torna~lo chacota Nacional!

    Miguel Soares

    ResponderEliminar
  5. Senhor Miguéns:Como espinhense nado e criado considero as suas palavras um insulto,mas como tudo na vida,tem um tempo e o seu foi no dia 05/05/2012 dia em que perderam,mais uma vez o campeonato de vólei,mesmo tendo a tal superequipa.Apraz-me dizer que,se o S.L.B. estivesse na luta no futebol,tinham tantos adeptos em Espinho? Se o dinheiro não fosse tudo nesse clube,o Sr.Jardim não era treinador,mas como é ele que arranja patrocinios.As suas teorias são muito interessantes,mas só servem para camuflar a vossa arrogãncia perante um clube humilde e pobre.Quando souber de desporto sério faça crónicas,de resto dedique-se à pesca.Já agora,qual será a teoria para o Fonte Bastardo?

    ResponderEliminar
  6. poucas vezes vi tanto disparate junto...as teorias que arranjam para justificar as derrotas!!! so da mesmo para rir da estupidez de quem escreve isto!!

    ResponderEliminar
  7. Pessoa sem a mania k sabe tudo como alguns k por aí andam10/5/12 17:21

    looooooooooooooooooooooool tu que és tao culto então faz lá um post destes sobre o futebol do benfica...
    Depois vem com o "ah e tal,em Portugal só há 2 clubes,o benfica e o anti-benfica!" que comédia ahahah

    ResponderEliminar
  8. Correu mal seu cromoooooooooooooooooooooooo

    ResponderEliminar
  9. Sou espinhense e benfiquista. O texto é uma vergonha, não tanto para o Sp. Espinho, mas para o próprio Benfica. O "Glorioso" é grande demais para precisar destas "teses". Escrever que o Sp. Espinho é "clube subserviente – por isso, historicamente, não deve ser respeitado" é uma ignomínia.
    A razão pela qual o Benfica foi ultrapassado pelo FC Porto tem muito a ver com estas "visões" à Miguéns... Deixe-se destas coisas. O Benfica é grande, tem um caminho a percorrer, não pode andar com ressentimentos serôdios e com remoques contra clubes pequeninos mas honrados como o Espinho. Um clube verdadeiramente grande não escreve estes disparates de um clube como o Espinho. De um clube grande espera-se sempre um gesto de nobreza e de carácter. Infelizmente de Miguéns não podemos esperar nada disso.

    ResponderEliminar
  10. Ui! Este enorme e medonho complexo de inveja dos Lampiões não se resume ao Futebol. O Sporting clube de Espinho é a maior potência do Voleibol em Portugal, sempre foi. Espinho é a capital do voleibol português, porque existe tradição na modalidade desde os anos 50. A avenida da praia têm um nome: Avenida Maia/Brenha, dois "filhos da terra" que representaram Portugal de forma brilhante e que são dos melhores jogadores da história do voleibol mundial. A tradição levou ao conhecimento e à competência, porque o Espinho continua a dominar, como dominou. Ainda na última época vos humilhámos (mais uma vez), vencendo o campeonato no vosso pavilhão, tendo júniores a jogar e a serem preponderantes. O problema dos benfiquistas é a azia, a inveja e a frustração e isso resulta na tentativa de denegrir. O espinho ganha no voleibol porque é o clube com melhor gestão técnica, não financeira nem directiva porque a modalidade de voleibol têm muitas dificuldades financeiras, talvez porque a necessidade de levar a equipa de futebol de novo para as ligas profissionais lhe tenha tirado alguma prioridade. No futebol o Futebol Clube do Porto (s2) ganha porque é o clube com a melhor gestão no mundo inteiro. As vossas sucessivas derrotas fazem com que vocês sejam simplesmente uns frustrados e invejosos. Como é feia a inveja.
    Já agora, o SC Espinho, vai voltar aos velhos tempos do futebol...porque é um histórico e vai tendo pessoas muito criativas à sua frente.
    Cumprimentos dos eternos campeões nacionais.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo1/5/13 12:57

    Sou de espinho e sc espihno em voleibol.Custa me ver pessoas que não têm considerações por equipas que ganham justamente.Jogo voleibol a 7 anos e é a primeira vez que vejo tamanha inveja neste mundo chamado voleibol.
    O sc espinho só ganha titulos por que consegue passar a garra e o ser do espinho, coisa que voces nao tem . E o benfica com um orçamento 700 vezes maior que o espinho . Eu digo se ser benfiquista é ser cruel então vou deixar ser do SLB devido a estes comportamentos de mal humorados. Aqui fica uma dica nao sejam aziados esta bem?

    ResponderEliminar
  12. Foi o autêntico ataque do peru em fúria, que nada alcançou a não ser a constatação de que o Espinho é o melhor - 18 títulos... Quando o SLB lá chegar, os Tigres falarão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anedota

      Tem sido melhor à conta do FCP e da CME. Não dos espinhenses.

      Quando perceberes isso já vai ser tarde. SCE em voleibol = SCE futebol. Já era...

      Sentidos pêsames

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Anónimo1/8/14 17:41

      Neste momento, CME nao da nada ao SCE, apenas apoio em instalacoes. Portanto, essa teoria nao e mais que bastante infundada e rebuscadissima, sem base nenhuma de informacao visivel. E como o SCE ainda nao morreu, nao ha lugar a pesames. Boa sorte para conquistar os treze titulos que faltam, porque quando o SC Espinho se levantar, ca estaremos com toda a nossa força contra o SLB. Vamos SCE!

      Eliminar
    3. Não há CME não há SCE!

      Nem buchas para o Maia (dez mil no mensalão, não era!). Nem ocupações pata treinadores camarários da CME terem um gancho no SCE.

      Adeus SCE. Em breve na II Divisão... como o Leixões SC

      Adeus

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  13. Anónimo1/8/14 20:16

    A própria dimensão voleibolistica da cidade não vai deixar cair o SC Espinho, seja como for. Na II Divisão só na pior situação. Vamos com calma... Reitero, faltam 13 títulos!

    ResponderEliminar
  14. Anónimo1/8/14 21:21

    Só pode ser para RIR, volei é no Espinho, o nosso palmares fala por si, e os melhores jogadores de sempre no volei Português são Naturais de Espinho e do SCE, o grupo Violas não é do Porto é do Espinho e seu presidente até é benfiquista.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail