A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/10/2011

Um Pouco de História Gloriosa

09/10/2011 + 6 Comentários API
PERGUNTA LEITOR
                         (A propósito de: Ser ou Não Ser Eis a Questão)
             
Acabei de ler o artigo que despoletou esta resposta e no mesmo e afirmada taxativamente que o Grupo Sport Benfica mudou a sua designação para Sport Clube de Benfica antes da fusão com o Sport Lisboa.

Pode-me esclarecer acerca da veracidade da alegação?


Obrigado


3 de Outubro de 2011 16:42

RESPOSTA EDB

Para responder à questão, o melhor é indicar três factos históricos, escolhendo o mais significativo, para cada ano de existência. Depois, sim, os meus considerandos.



26 de Julho de 1906
Fundação do Grupo Sport Benfica
Em Benfica, um grupo de entusiastas do desporto, em particular do pedestrianismo (atletismo) e velocipedia (ciclismo), decidiu fundar um clube desportivo, contando desde logo com a adesão de 15 associados. Os mais entusiastas passaram a integrar uma Comissão Instaladora: José Duarte, António dos Santos Sobral Júnior e José Augusto de Brito. A para primeira sede contribuiu a família Faria Leal, permitindo que funcionasse na cave da “Vila Faria Leal”, na Avenida Gomes Pereira. A “vila” era propriedade do pai de Luís Carlos de Faria Leal.

26 de Maio de 1907

Tomada de Posse da Quinta da Feiteira

O Clube tomou oficialmente posse do terreno da Quinta da Feiteira, propriedade de César de Figueiredo, ficando deste modo o Grupo Sport de Benfica a dispor de um espaço para organizar festas e actividades desportivas, tal como poder marcar um campo para futebol, com uma frente de 120 metros e largura mínima de 79 metros, por 40 mil réis ao ano.

Em meados do mês de Fevereiro

Mudança de nome, sigla e sede
Ocorreu em 1 de Fevereiro o regicídio (assassinato do rei D. Carlos e do príncipe herdeiro D. Luís Filipe), com o Partido Regenerador Liberal (PRL), de que o ditador João Ferreira Franco fora o chefe, a desfazer-se. Sucedeu, porém, que alguns sócios do Centro Regenerador Liberal, de Benfica que tinha a sua sede na Travessa do Visconde Sanches de Baena, n.º 4, 1.º andar, em Benfica, eram também sócios do Grupo Sport de Benfica. Fácil foi, então, numa reduzida, se não simulada assembleia-geral – porque os franquistas haviam abandonado, na retirada, armas e bagagens, vagando as instalações – através de uma acta testamentaria, considerar por herdeiro o “Sport Benfica”, que logo se viu pomposamente instalado, com sala de bilhar e um decente mobiliário. No decurso das diligências que tornaram possível a mudança da Sede, foi a direcção do Clube autorizada a aceitar uma proposta do Centro Regenerador Liberal, da Cruz da Pedra, no sentido de ficar com todo o mobiliário do antigo Centro de Benfica, incluindo um bilhar em muito bom uso, em troca do pagamento das dívidas da referida colectividade. Aceita a solução, o Clube começou a pagar os débitos, em prestações mensais de 10 mil réis (10$00 / € 0.05).
O “Grupo Sport Benfica”, envaidecido então com a sua nova Sede, resolveu, entretanto, em reunião de Direcção, modificar o seu título para “Sport Club Benfica”.

Considerandos:
1. Percebe-se a alteração do nome – quando houve um pretexto para isso – pois chamar a um Clube, Grupo é uma redundância. Um clube é um grupo organizado. A explicação é que durante algum tempo as equipas efémeras e episódicas que se organizavam para desafiar outras, tomavam o nome do capitão (o futebolista) que as organizava: Grupo dos Pinto Basto, Grupo Eagleson, Grupo Ettur. Com o tempo, e institucionalização dos clubes, denominar Grupo a um Clube, perdeu significado.

2. Não há notícias, nem são conhecidas reproduções do novo emblema. Provavelmente não houve tempo para timbrar papéis, porque no início do Verão já se pensava numa junção com o Sport Lisboa.

3. O Sport Lisboa (também Grupo Sport Lisboa, com a palavra Grupo a cair em desuso) fundado em 28 de Fevereiro de 1904 nunca foi rival – nunca participou numa competição onde tivesse como adversário o Sport Benfica (e vice-versa!).
O Sport Lisboa era um clube dotado de uma super-estrutura, ou seja,  futebolistas, fortemente competitivos e com cultura de vitória inexcedível que, esporadicamente, entravam em competições de atletismo e ciclismo. Mas… não tinham boas infra-estruturas (Dirigentes “autónomos/ em exclusivo”, Campo de jogos e Sede).
O Sport Benfica era um clube, dotado de boas infra-estruturas, mas sem capacidade para atrair bons futebolistas, ainda que tivesse associados que tinham aptidão para o ciclismo e atletismo. Era um clube essencialmente recreativo, organizando certames e festas cujos programas continham provas desportivas, para competição intersócios (na generalidade). Nunca participou em qualquer competição de futebol (mas jogavam-no entre associados no Quinta da Feiteira), mas participou em competições de atletismo – em maratonas. Onde nunca participou nenhum associado do Sport Lisboa. 

Grande Benfica, que por ter uma história tão gloriosa e transparente, quer em factos, quer em divulgação, tanto incomoda.

Alberto Miguéns

NOTA: Sportinguistas e portistas conhecem melhor a nossa história que a deles. Percebe-se. A deles envergonha-os!

6 comentários
comentários
  1. Muito obrigado pelos esclarecimentos.
    Deixo ainda outra questão.
    Foi o Grupo Sport Benfica fundado por Cosme Damião?

    Grande abraço e continue sempre assim

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez, fantástico!

    Isto foi um histeria levantada por um ou dois lagartos mas que já se alargou a todos os seus bloguinhos e sitezinhos (ou deverei dizer ''centros de desinformação e complexo''?)

    O mais ridículo foi dizerem que o Grupo Sport Benfica tinha sido fundado pelo grande Cosme Damião (1ª) e que tinha mudado de nome para se colcar ao Sporting, paixão ''secreta'' de Cosme Damião (2ª). Eheheheh.

    Também não deixaram passar a oportunidade de dizer que o Grupo Sport Lisboa se tinha apoderado de forma ilegal do seu novo ''pomposo'' espaço.
    Não conhecia a verdadeira, o meu obrigado.

    Não imaginam o quão gratos alguns Benfiquistas estão por este blog e pelo trabalho que aqui se faz. Quando sequer passar pela cabeça de alguém que não vale a pena, lembrem-se que está sempre alguém do outro lado a ler e a admirar.

    Para sempre orgulhoso da História do Sport Lisboa e Benfica!

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. Jonny8Forever10/10/11 13:55

    Alberto Miguéns desde sempre a desmistificar as teorias lagartas!!! Obrigado.
    Saudações Gloriosas

    ResponderEliminar
  4. Caro Alberto,

    Em diversos locais vi referida a existência de uma tal de "Associação de Bem" ou algo parecido, como percursora do Sport Lisboa (penso que alguns fundadores do SL seriam membros da referida associação). Já procurei em diversos locais referências historicas à Associação mas nada encontrei. As minhas questões são as seguintes:

    1. esta Associação existiu ou ainda existe?
    2. Esta Associação tinha algum fundamento desportivo?
    3. Esta Associação esteve mesmo relacionada com a fundação do SL?
    4. pode esta Associação ser considerada como parte da nossa historia (portanto pode-se dizer que a Associação de Bem foi a genese do SLB)?

    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. O senhor Alberto Miguéns merece todo o carinho e os aplausos de TODOS os Benfiquista! MAS todos...

    Ele vai aos pavilhões eu vi na BENFICA TV de cachecol 'S.L.B' a ver a súper taça de " vólei" mais muito mais ele vai ao futebol etc. etc. etc.

    Ele diz e (). Sabe e de que maneira! o que diz (muitas vezes só falta fazer um desenho nas mão de certos imbecis da escrita)! ...< pois e tudo tin tin por tin tin>
    Muitas as histórias verdadeiras dos clubes em Portugal.
    o que se passa no desporto em Portugal isso tem sido lembrado e dissecado por este, mestre das letras.


    O meu muito obrigado pela vossa dedicação e coragem força, força força força sempreeeeeeeeeeeeeee ..


    karlos

    ResponderEliminar
  6. António J. de Faria Leal30/11/11 23:42

    Sr. Alberto Miguéns. Estará o SLB,ou mesmo o senhor, na posse de alguma acta da fusão do Sport Lisboa com o Sport Clube Benfica que deu origem a criação do Sport Lisboa e Benfica e que posa ser mostrada aos benfiquistas? Poderá o SLB, ou mesmo o senhor, explicar aos benfiquistas qual a razão porque na lista de presidentes do SLB aparecem os Senhores Januário Barreto (1906) e Major Luis Carlos de Faria Leal (1906 a 1908)que nunca foram presidentes do SLB mas sim do Grupo Sport Benfica (depois Sport Clube Benfica)? Saberá o SLB, ou mesmo o senhor, explicar aos Benfiquistas porque razão os presidentes do Sport Lisboa não aparecem na lista dos presidentes do SLB que, supostamente, deviam ter sido eles a assinar a acta da fusão?

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail