A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

08/10/2011

Vozes de Burro Não Chegam Ao Céu

08/10/2011 + 3 Comentários API
Ainda a Supertaça de Voleibol


Pasquinado Record 6 de Outubro de 2011



Foto Graça Lopes


Um andróide equipado À Benfica
Foto Isabel Cutileiro

OPINIÃO
             
Já estamos habituados ao mau perder dos adversários. Mas, quando o mau perder é com adversários ex-jogadores do Benfica há um misto de incredulidade e estupefacção pois quando estavam no “Glorioso” seguimos a sua carreira. É o caso do Manel Silva, que jogou voleibol no Benfica, durante três temporadas, entre 2005/06 e 2007/08. Por isso sabe que, no actual voleibol português, o Benfica só tem possibilidades de conquistar troféus oficiais se tiver não o maior orçamento, mas o “muito maior orçamento”. Ele, certamente ainda se lembra de alguns jogos, em que o seu esforço, tal como o dos seus colegas, treinadores e adeptos, foi ridicularizado por decisões de meia dúzia de palermas, uns com bandeira na mão, outros de apito na boca, que manipularam as regras do jogo no sentido de dificultarem o nosso jogo.

Será que ele já não se lembra da vigarice de Guimarães, em 25 de Março de 2006? Não acredito!

Durante três temporadas passaram-se muitas aldrabices que afastaram o Benfica da conquista de troféus oficiais ou da discussão final desses títulos, apesar dos orçamentos elevados que a modalidade já beneficiava. Aliás, foram esses orçamentos que possibilitaram o seu “resgate” de Espanha, em final da temporada de 2004/05, onde em Sória o Manel Tuga se arrastava, penosamente, pelos pavilhões espanhóis. O Benfica deu-lhe a mão, onde ele agora cospe. É daqueles que nunca devia por ter por cá passado. Não tem categoria para vestir o “Manto Sagrado”!

É verdade que Manel Silva sempre admitiu publicamente que é portista. Por isso um ressabiado. Por que ninguém o obrigou a vestir o "Manto Sagrado". Foi ele que decidiu.  Aliás, até consigo imaginar a conversa dele com o treinador, quando este preparou o jogo. Teria ele dito para o treinador que não havia preocupação, pois pela experiência que tivera em três épocas, os do apito na boca e bandeirinha na mão haveriam de dar uma ajuda à equipa do Bastardo? E não é que ia acontecer mesmo assim… Eles bem tentaram… só que aquele Benfica ninguém conseguia parar. Mesmo com um dos do apito da boca a inventar, reconsiderar, mas depois desautorizar um dos da bandeirinha. Sempre é mais fácil ridicularizar as decisões dos fracos… que enfrentar os (mais) poderosos. Justiça à portuguesa!

A época vai ser longa e Manéis há muitos seu…

Alberto Miguéns
3 comentários
comentários
  1. Grande Alberto!

    Fdx, eu ouvi esta ave rara a dizer, em directo, exactamente aquilo que está transcrito em cima e já na altura tinha ficado pasmado, pensando que o frustradito até tinha razão, a Fonte de bastardos tem mesmo de ter um plantel muuuuuito mais fraco para albergar um idiota como aquele.

    Mas agora fiquei abismado! Então o palhacito já fez parte dos quadros do Benfica? Fdx, que vergonha, um otário que nem falar sabe...

    Já o próprio treinador... lol o ar de "superioridade" com que falava na flash interview... enfim...

    Pode confirmar aqui (créditos para o DFernandes), tanto as declarações do atrasado mental do ressabiado, como as declarações "superiores" do atrasado mental do treinador da Fonte de bastardecos.

    ResponderEliminar
  2. Amigos benfiquistas
    Quem paga o vencimento ao Manuel Silva o respectivo vencimento é o Governo Regional dos Açores do senhor Carlos César, ou melhor, somos nós contribuintes. A Fonte do Bastardo é uma terreola de meia dúzia de habitantes, sem capacidade para pagar este regabofe. Aliás, o desporto açoriano faz concorrência desleal pois é pago pelos contribuintes, viagens de avião incluídas. Denunciem a vergonha!

    ResponderEliminar
  3. Jonny8Forever10/10/11 13:45

    Eu sou um grande adepto e praticante de Voleibol e sigo as prestações do nosso clube nas competições oficiais e na minha humilde opinião neste desporto cabe ao árbitro e respectiva equipa, uma percentagem muito diminuta, quiça residual, de responsabilidade em influenciar o vencedor de um encontro. É claro que pode haver um roubo de catedral como já houve em jogos em Guimarães, sobretudo devido a decisões que se centraram na mesa arbitral e nos erros de formação anunciados pelo árbitro, aí acredito em premeditação, mas no que toca a "bola fora/bola dentro", rede/bloco, transporte ou falta na rede, é difícil para mim crêr que um árbitro decida erradamente por maldade. Acredito que há erros destes igualmente distribuidos por todas as equipas. Para concluir não consigo atribuir grande culpa às equipas de arbitragem por inexitos da nossa equipa neste desporto em particular, bem distinto do que se passa em Hóquei, Andebol ou Futsal.

    Quanto ao Manuel Silva: se ele é realmente Murcão, então está explicado o empenho extra que coloca sempre que nos defronta, o que não invalida que não seja um grande jogador e que possa ter orgulho e não minorize ou despreze o clube onde já trabalhou. Isso explica também a azia ou mau perder, se é que teve mesmo, mas aquela frase é normal ouvir-se em qualquer equipa mais pequena, não é caso sequer para lhe dar importância.

    Abraços Gloriosos.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail