A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

26/05/2011

Ainda (e sempre) a Taça Latina

26/05/2011 + 17 Comentários API
OPINIÃO
             
A Lusa não quer esclarecer. Quer enganar-nos!

Publicamos digitalizações – totais e parciais (em destaque) - da página 1 e 7 do jornal “A Bola” de 6 de Janeiro de 1949, onde se descreve o processo de criação do regulamento da Taça Latina.

A Bola 1.ª página em 6 de Janeiro de 1949

A Bola Página 7 em 6 de Janeiro de 1949

Tudo isto – o modo como se trata este assunto da Taça Latina - mostra o que é, em que se transformou este Portugal: um atestado de idiotice. Um elogio aos pindéricos, palermas e incompetentes que tomaram conta dos media, da Lusa, da Federação e anexos. E falo nestes termos porque são os termos adequados para os classificar e das poucas definições que entendem. São mesmo básicos, (bem…) instalados em instituições (umas outrora nobres, outras nem tanto) enxameadas de gente pouco recomendável.

Primeiro: “A Taça Latina”
A Taça Latina foi (e é, em termos históricos) um troféu oficial que outorgava um título oficial: Campeão Latino (que durava entre uma edição e a seguinte). Foram disputadas oito edições, repartidas por dois ciclos de quatro. A Federação Espanhola (RFEF) tem na sua posse, em Madrid, os dois troféus originais, com as oitos reproduções repartidas por cinco clubes: FC Barcelona (2), Real Madrid CF (2), AC Milan (2), SL Benfica (1) e Stade Reims (1).



Segundo: “As Federações”
Como se pode ler nas digitalizações em anexo a Taça Latina foi organizada por dirigentes das quatro federações latinas (Espanha, França, Itália e Portugal). Em 1949 qualquer competição internacional para clubes teria de ser organizada pelas respectivas federações. A FIFA, fundada em 21 de Maio de 1904 dedicava-se em exclusivo a organizar competições para Selecções Nacionais, os Campeonatos do Mundo, não autorizando qualquer outra competição oficial internacional. Tinha o monopólio, mas só se interessava pelas Selecções. Em 1949, a UEFA nem existia. Foi fundada em 15 de Junho de 1954, por que as federações europeias queriam organizar um Campeonato da Europa das Nações e a FIFA não queria, nem autorizava. Qualquer competição organizada por uma federação é uma competição oficial. A FPF (ou qualquer outra) não organiza competições particulares ou oficiosas. Seria uma aberração. É inverosímil. Só gente palerma ainda questiona o que não oferece, sequer, dúvidas.


Terceiro: “A FPF”
A FPF é que tem de esclarecer “o que é” a Taça Latina, pois organizou a II edição (1950) e a V edição (1953). Não é a FIFA que esclarece, é a instituição que a organizou. A FIFA sabe lá do assunto. Olhem, perguntem à Dona FIFA que tipo de competição é a “Taça Ribeiro dos Reis” e a Supertaça do Burkina Faso. E de caminho, porque pode o presidente do FCP andar em jantaradas com o funcionário do FCP, e da FPF, António Garrido e demais árbitros de futebol? Cambada.

A FPF parece o nova versão do filme Parque Jurássico, com Madaíl, Brou e Amândio. São tão dinossáurios que já eram velhos em 1949, e já estavam na FPF (ou perto disso…) por isso assistiram à organização da Taça Latina. Se entretanto se desorganizaram o problema não é do Benfica.

O que se sabe é que para a segunda edição, em 1950, disputada no Estádio Nacional, o Benfica Campeão Nacional, foi oficialmente (repetimos: oficialmente) convidado pela FPF para representar Portugal na II Taça Latina. Será que a actual Federação renega a de 1950. Olhem que esta tinha gente… que trabalhava e se assumia.
 

Quarto: “A Lusa”
Já nada nos surpreende. Quem havia de dizer que a Lusa, uma agência noticiosa sem credibilidade internacional (achincalhada em Portugal e ignorada para lá da fronteira com Espanha) se fosse meter no assunto… supostamente contactando o porteiro da FIFA! Bahh! A Lusa é tesa. Ao que consta o inefável Francisco J. Marques já estagiou e partiu para a revista “Dragões”, mas pelos vistos deixou por lá “sementinhas”. Pobre Portugal! Também com esta Lusa!

Quinto: “A Imprensa Nativa”
Os media nacionais são de um rigor que, ilustra bem, a sua credibilidade e deontologia profissional. Por isso chamam namorada a uma amante de um homem casado. Sim, a Fernandinha Miranda do Pintão da Costa. Entre todos os produtos media destacam-se os cofinados. Com o pasquinado Record a ser sempre mais papista que o papa. Já não há pachorra para tanto labrego junto por metro quadrado.

Sexto: “O Benfica”
Temos a certeza que os serviços competentes do SL Benfica vão honrar o Benfica de sempre e esclarecerão, de uma vez por todas, o assunto junto dos serviços competentes (que, têm por hábito, ser incompetentes) da FPF. E que o SLB informe os seus associados. Obrigado.

Agora um reparo aos Benfiquistas. Como é possível, sabendo que a Imprensa portuguesa é terceiromundista, a Lusa não tem credibilidade internacional, a FPF é “cega, surda e muda”, ainda darem crédito a esta gentalha incompetente? Isso é fazer o jogo deles! Deixem de “emprenhar pelos ouvidos”, como se diz lá na minha aldeia…

Alberto Miguéns

          
NOTA: Vou voltar ao assunto para ilustrar o valor dos clubes
           participantes
17 comentários
comentários
  1. Johnny Rook26/5/11 13:36

    Meu caro claro como água!

    Mas digo mais: Sabendo eu o que á CS portuguesa e particularmente a Lusa afirmo com todas as letras que não acredito sequer que tenham feito qualquer pedido de esclarecimento à FIFA. A forma como a notícia está dada não é linguagem da FIFA. A FIFA nunca escamotearia o facto de a Taça Latina ter sido organizada por Federações (únicos membros europeus, à data, da FIFA, porque a UEFA não existia).

    Mas mais me faz duvidar da estória é a última parte referente à taça Toyota. Perguntam-se alhos e a FIFA responde alhos mais bogalhos?

    A mesma FIFA que em 2007 afirmou em comunicado oficial que nunca reconheceu a Taça Intercontinental e que o primeiro campeão do mundo de clubes foi o Corinthians em 2000, vinha agora dar o dito por não dito?

    Cambada de bandidos...

    ResponderEliminar
  2. patriarca disse:


    Assim é que é, contra tudo e contra até alguns ditos Benfiquistas, o NOSSO CONSÓCIO Alberto Miguéns esclarece, mas pelos vistlos não lhe querem dar ouvidos.
    O Sistema Mafioso Corrupto tem destas coisas, tem poder entre os Orgãos os quais Domina e por isso nem a FPF nem os Submissos do porco da Bosta que comanda essa Canalhice toda fazem caso ou dão o que deveriam divulgar, a realidade dos factos das provas que são legais e valem como organizadas pelas entidades competentes, só que nessa altura os dirigentes da FPF ERAM COMPETENTES e agora vê-se o que eles são, também são competentes ao ACATAR as ordens emanadas do Porco, porque lhes convém.Força Não desista.

    ResponderEliminar
  3. Eagle One26/5/11 15:21

    Até os palermas lagartos, desistiram da Taça de Portugal em 1953 para melhor prepararem a meia-final da Taça Latina disputada em Lisboa, vejam bem, DESISTIR DE UMA PROVA OFICIAL PARA PARTICIPAR NUMA PROVA NÃO OFICIAL!!!, segundo os estúpidos da FIFA.

    ResponderEliminar
  4. Acerca da Taça Latina gostaria de enviar mais uma imagem, que é nem mais nem menos que uma foto do bilhete da final de 1950, disputada no estádio nacional... vejam lá quem foi o organizador da mesma, algo que esstá bem visível no canto superior direito:

    http://imageshack.us/photo/my-images/17/bilhete2.jpg/

    Peço desculpa pele fraca qualidade da mesma, se houver interesse eu daqui a uns dias posso enviar uma imagem melhor. Todavia esta é bastante esclarecedora.

    ResponderEliminar
  5. Felizmente temos pessoas cultas e que sabem do que falam, em Portugal e do Benfica!

    Um enorme obrigado caro Alberto Miguéns.

    Vou partilhar no Facebook e no meu Blog!

    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  6. ESTATISTICAS E ANÁLISES VALEM O QUE VALEM.
    DEPENDE DO OBSERVADOR E DOS CRITÉRIOS

    ANALISAM TÍTULOS DE PROVAS QUE JÁ EXISTIRAM E AGORA NÃO EXISTEM

    ANALISAM PROVAS QUE AGORA EXISTEM E NO PASSADO NÃO EXISTIAM

    PORQUE NÃO USAM O MELHOR CRITÉRIO
    QUE SERIA COMPARAR TÍTULOS DE PROVAS
    QUE SEMPRE EXISTIRAM ???

    POR EXEMPLO
    CAMPEONATOS E TAÇAS DE PORTUGAL ???

    É QUE PARA HAVER RIGOR CIENTÍFICO SÓ SE DEVE COMPARAR AQUILO QUE É COMPARÁVEL

    O CARO AMIGO TEM DÚVIDAS QUE SE NO TEMPO DO EUSÉBIO HOUVESSE SUPERTAÇA PORTUGUESA
    PROVAVELMENTE O BENFICA AS TERIA GANHO TODAS ???

    PORTANTO TUDO ISTO É MUITO SUBJECTIVO
    E VALE O QUE VALE

    TANTO É ISTO COMO COMPARAR AS INTERNACIONALIZAÇÕES DOS JOGADORES

    NO TEMPO DO EUSÉBIO OU DO TRAVASSOS
    A SELEÇÃO JOGAVA POUCOS JOGOS.
    ACTUALMENTE FAZEM RESMAS DE JOGOS.
    PORTANTO OS JOGADORES DE AGORA DIZEREM QUE TÊM MAIS INTERNACIONALIZAÇÕES É TRETA
    PORQUE COMPARAM REALIDADES DIFERENTES

    E AINDA SE PODERIAM COMPARAR A IMPORTÂNCIA DAS PROVAS

    E A FORMA COMO AS VITÓRIAS FORAM ALCANÇADAS

    UNS GANHARAM
    OUTROS JÁ FORAM APELIDADOS DE COMPRAR
    NOS HIPER (LEMBRAR TREINADOR DO MANCHESTER)

    MAS PRONTO COM ESTES CRITÉRIOS SE É ASSIM
    QUE ASSIM SEJA

    MAS COMO O TEMPO TUDO ESCLARECE PODE SER QUE AINDA UM DIA HAJA REVISÃO DA CONTABILIDADE

    ResponderEliminar
  7. obrigado pelo teu benfiquismo!
    viva o Benfica!
    e pluribus unum!

    ResponderEliminar
  8. Só a pressa dos androides em nos passar à frente, é que está a armar toda esta confusão.

    Estes mafiosos estão cegos, porque, a contar com esses titulo de um só jogo (Super-Taças)e, como vão continuar a ter as benfeitorias imerentes ao pomposo cargo do Corrupto de Conselheiro Matrimonial de árbitros que acumula com o de Gerente da Caixa, não tarda nada que nos ultrapassem.

    Não é para isso que os PEIDO DA COSTA acumula os árbitros com viagens, putas e envelopes???

    E não é para isso também, que o namorado da Universitária que acumula com o pomposo encargo de marido da Filomena, impõe os seus jagunços nos diversos organismos de quem manda neste futebol podre???

    Então...será esse o seu destino...continuar a vencer mesmo que mafiosamente.

    ResponderEliminar
  9. A quem servirá a cortina de fumo?
    Que sorte a minha ter tão ilustres enciclopédias da bola no meu glorioso S.L.Benfica.
    A vida certamente é mais fácil para quem pode ver, inclusive porque toda a estrutura do mundo foi construída para gente que pode ver, não prós cegos ,ou daltónicos e andróides BATOTEIROS .
    Continue ,continue a dar nas bentas destas pocilgas andróides para ver se abrem os olhos de vez já que são burros que nem uma porta !
    Ou julgam-se uns iluminados do envelope azul , a pois e cuidado com a fruta sr Miguel ,pois a marisqueira de Matosinhos estas de porta aberta ao contrario da casa de alterne que só o frigorifico esta cheio de surpresas .

    Obrigado sr. Alberto Miguéns e força ,força doa a quem doer, temos de defender, o nosso, S.L.Benfica contra tudo e contra todos

    ResponderEliminar
  10. Mas ontem no meu blog falei deste assunto, é incrivel que a FIFA tenha dito algo do genero, não sei se sinda se recordam, mas quando a IFFHS a federação para a história e estatistica do futebol, quando contabilizou os melhores clubes do século passado atribuiu pontos para os participantes tando da Taça Latina como da taça Mitropa que considera como competições oficiais.
    e esta a forma de pontuação utilizada:

    Competition Points for a win Points for a draw

    European Champions Clubs' Cup-UEFA Champions League (1955–2000) 8 4
    Groups stage before the UEFA Champions League final (1992–1994) 4 2
    UEFA Cup (1971–2000) 6 3
    UEFA Cup Winner's Cup (1961–1999) 5 2,50
    UEFA Super Cup (1973–2000) 6,50 3,25
    Inter-Cities Fairs Cup (1955–1971)[4] 6 3
    Central European Cup (1927–1940)[5] 4 2
    Latin Cup (1949–1957) 4 2

    ResponderEliminar
  11. Caro Alberto,

    Há uma peça chave que penso que encaixaria na sua análise sobre a Lusa: http://www.controlinveste.pt/Pt/QuemSomos/Apresentacao.aspx
    "Eles" detêm uma participação com presença no conselho de administração.

    Perdoem-me o desvio, mas acho que nesse texto está a explicação de muito mais. Não é novidade, mas é arrepiante lê-lo escrito e publicado: é doentio ter o nosso slb em eterna parceria com esta canalha. Com o "caso da newsletter" perdem o controlo do site do slb, mas... O que vai acontecer com os 49% que detêm na slb multimédia? E com os direitos de transmissão? Espero para ver, enquanto o Sr. Joaquim se senta na tribuna do estádio e nas mesas de honra das galas...

    ps: Falta estar por escrito nessa "apresentação" da controlinveste a estranha(?) força que detêm na linha editorial da secção de desporto do público. Um jornal supostamente sério e independente está dia-a-dia e consistentemente ao serviço desta gente. Este caso da "contagem das taças" é apenas mais um exemplo.

    um abraço,
    vermelhinho

    ResponderEliminar
  12. "Ao que consta o inefável andróide Francisco J. Marques já estagiou e partiu para a revista “Ladrões”"

    Não foi para a revista. É o novo director de informação do fcp. Dizem que vai ser o director do canal deles

    ResponderEliminar
  13. Ulrich Haberland27/5/11 15:40

    Obrigada, muito obrigada Caro Alberto Miguéns por lutar pela verdade, e pela partilha da informação.

    Que nunca se deixe abater nem desanimar!


    Ulrich Haberland

    ResponderEliminar
  14. Nós benfiquistas ,temos que dar relevância à Taça Latina, pois ela era oficial. Os adversários do nosso glorioso, querem nos destruir a todo custo , não têm escrúpulos. Força Benfica !

    ResponderEliminar
  15. Anónimo7/8/11 03:21

    Meu caro sabe-me explicar sendo esta Taça Legitima o porque de o Belenenses nessas épocas nunca ter sido Campeão e teve presença e num ano em que o Porto foi campeão o Benfica "tomou" esse lugar.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo7/8/11 15:28

    Esta não vos interessa? http://pt.wikipedia.org/wiki/Ta%C3%A7a_Ib%C3%A9rica

    ResponderEliminar
  17. Anónimo2/5/16 14:01

    Ambos os campeonatos nacionais 1954-1955 e 1955-56 terminaram com duas equipas com os mesmos pontos. Talvez os organizadores tenham chamado os cubes que apareceram indevidamente no primeiro lugar na classificação nos jornais desportivos que saíam apenas duas vezes por semana. Não era esta palhaçada!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail