SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

06 agosto 2022

Roger Schmidt Vai Enfurecer o Futeluso

06 agosto 2022 8 Comentários

SE CONTINUAR A FAZER EVOLUIR O PLANTEL.



Pois que soube colocá-lo a jogar o necessário, para um Agosto de sucesso, parece não haver dúvidas. Até os néscios que equipam à pijama e barracas de praia da Póvoa de Varzim, já perceberam isso.

 

Mas as grandes dificuldades estão para chegar

Embora o potencial de desenvolvimento dos futebolistas e futebol jogado - com os necessários reajustes no plantel - seja, também uma evidência.

 

A retórica (faltando ética) será a habitual

Na pré-época, com o OGC Nice, Fulham FC, Newcastle United FC, é porque era a... pré-época. E nesta há diferentes fases.

 

Na terceira pré-eliminatória é porque...

O FC Midtjylland FC é muito fraco. Há um ano era muito forte quando defrontou o SC Braga (e até foi prejudicado pela arbitragem).

 

Na primeira jornada é porque o FC Arouca joga "todo aberto" 

Segundo os "papamoedas" da CMTV e CNN.

 

Que continuem a desvalorizar os adversários depois de serem "passados a ferro" pelo Benfica

Mas que o Benfica (dirigentes, treinadores e futebolistas) saiba respeitá-los antes (principalmente), durante (tentanto marcar o maior número de golos possível) e depois (desejando-lhes bons jogos até ao próximo reencontro).

 

Volto a escrever e escreverei até quando achar necessário (se Roger Schmidt não vacilar)

O treinador do Benfica pode mudar este futebol de podridão e má qualidade para os espectadores - embora os treinadores devam adorar os joguinhos de táctica entre eles - que obriga a que poucos portugueses se desloquem aos estádios. Cada vez que um treinador do Benfica consegue valorizar o futebol do Clube, então tem como consequência, devido à grandeza do Benfica, que mudará o "estado apodrecido do futebol português". Mas, não houve nenhum treinador que o conseguisse fazer não tendo um grande presidente e boa equipa de dirigentes a dar-lhe cobertura.


Foi sempre assim

João Biri (WM) teve Augusto da Fonseca Júnior, Otto Glória (diagonal) teve Joaquim Ferreira Bogalho, Jimmy Hagan (defesas a ir à linha final centrar) teve Borges Coutinho e Eriksson (meio-campo possante a pautar o jogo em vez de futebolzinho lateralizado e avançados versáteis - um mais físico e outro mais rápido ) teve Fernando Martins (antes deste e dos seus negócios no Altis). Depois houve outros treinadores que podiam - e tinham potencial para o fazer - mas não tiveram dirigentes com nível, ou seja, À Benfica para o conseguirem. Se Roger Schmidt se revelar um treinador capaz, inovador e afirmativo, então que tenha em Rui Costa o par ideal. Sem um Rui Costa competente, Roger Schmidt nunca poderá triunfar.


Acorda, Benfica!

 

Alberto Miguéns

8 comentários
  1. Caríssimo,

    Recordo-lhe que os "parolos" que equipam à barraca da praia, é o Clube em Portugal que tem de muito longe o melhor palmarés Internacional, nem daqui a 100 anos, algum Clube português o irá alcançar Os mesmos "parolos", há 35 anos ganharam a Taça dos Campeões Europeus, e há 18 anos, venceram a Champions, neste formato. Aliás, neste século, também lhe recordo que, só clubes de Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, e Portugal (foram os "parolos"); venceram a Champions. Acresce que, na maior competição de clubes do Mundo, a Champions, o clube português, mais consistente, mais regular, mais competitivo continuam a ser os "parolos da camisola barraca de praia", isto é factual, porque a Champions, é como o algodão ...

    Numa visão mais macro, por exemplo, o Futebol em Portugal, começou a ser uma coisa mais séria, a partir de meados da década de 50, e por três razões: 1ª Então os 4 Grandes inauguraram os seus Estádios. 2ª Efeito Otto Glória, e a entrada do semi-profissionalismo em Portugal. 3ª Em 1955, a UEFA começou a organizar e tutelar a Taça dos Campeões Europeus.

    Agora vejamos os títulos conquistados nas últimas 70 temporadas (balizadas entre 1952/53, e 2021/22), justamente desde meados da tal década de 50.
    Benfica 52 títulos: 30 Campeonatos, 20 T. Portugal e 2 T. Campeões.
    "Barracas de praia" 52 títulos: 27 Campeonatos, 18 T Portugal, e 7 Taças Internacionais.

    Também lhe recordo que nos últimos 50 campeonatos disputados em Portugal, os "parolos que equipam à barraca de praia", venceram 25 Campeonatos Nacionais, mas juntaram 4 Taças Europeias, 1 Supertaça Europeia, e duas Taças Intercontinentais. Só neste século XXI, nesta era do futebol indústria, os "parolos", venceram a Champions, a T UEFA, a Liga Europa, e a Taça Intercontinental, quantos clubes na Europa conquistaram mais títulos Internacionais? Apenas meia dúzia deles...

    Acresce que, os tais "parolos", nos últimos 20 clássicos disputados na Luz para o campeonato (um deles disputado no Jamor, na temporada 2002/03), os "parolos" venceram em Lisboa 9 clássicos ao Benfica, empataram 7, e apenas perderam 4. Mas não é só, os tais "parolos" na última década foram duas vezes Campeões na Luz, e carimbaram esses dois campeonatos, com duas vitórias, no Estádio do MAIOR clube português. (maior/melhor, são coisas distintas).

    E para terminar, nos 10 últimos clássicos disputados entre o MAIOR clube português, e os "parolos que equipam à barraca de praia", no Campeonato, na T. Portugal, na Supertaça, e na Taça da Liga, os "parolos" ganharam 7 clássicos ao Benfica, empataram dois, e o Benfica apenas venceu um clássico aos "parolos", e conseguiram essa vitória, há já 3 anos e meio (março de 2019). Entre esses 10 últimos clássicos com o Benfica, os "parolos" também venceram no confronto directo uma Taça de Portugal, uma Supertaça, e foram pela 2ª vez campeões na Luz, com mais uma vitória.

    Saudações des_Portistas

    PS Opinião pessoal, o melhor plantel do Benfica, dos últimos 45 anos, situa-se ali na temporada 1992/93 (Mozer, Helder, Veloso, Schwarz, Paneira, Paulo Sousa, Rui Costa, Mostovoi, Kulkov, Isaias, Rui Águas, Pacheco, Yuran, e, Futre...), recordo-lhe que esse grande Benfica, ganhou apenas a Taça de Portugal ao Boavista, porque os campeões, foram os "outros"... Desde que vejo futebol, Benfica melhor que esse de 1993, só mesmo o da temporada 1972/73, veja lá, sou tão antigo, que vi em abril de 1973 esse Benfica invencivel, perder os primeiros pontos nas Antas, num empate a 2!

    ResponderEliminar
  2. Todos esses titulos foram ganhos com os árbitros subornados e ameaçados, muita amarelinha, adversários comprados, castigos encomendados aos rivais e por aí fora.

    ResponderEliminar
  3. A partir do momento em que sentou Weigl no banco este homem ganhou de imediato o meu respeito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Weigl, muito bom rapaz, gosta do Benfica, mas a debacle, independentemente das arbitragens, começou com a sua titularidade.

      Eliminar
    2. Esse Weigl maldito que obrigou a ser contratado e a ter que jogar sempre, em vez do Todibo e do Meïte. Nunca lhe irei perdoar:
      Fazer zero pontos na Liga dos Campeões em 2017/18;
      Perder o campeonato para o limitado pela UEFA, FC Porto em 2017/18
      Ser eliminado na Taça de Portugal pelo Rio Ave FC em 2017/18
      Ficar em 3.º lugar na Liga dos Campeões em 2018/19
      Ser eliminado na Taça de Portugal pelo Sporting CP, a duas mãos, em 2018/19
      Ficar em 3.º lugar na Liga dos Campeões em 2019/20
      Perder (0-2) com o FC Porto na "Catedral" na 3.ª jornada da Liga bwin, em 2019/20
      Andar a mudar de relvado em Novembro de 2019 "culpando-o" dos insucessos
      Ser eliminado na Taça da Liga num grupo em que o jogo mais difícil foi na "Catedral" em 2019/20
      Perder no terreno do FC Shakthar Donetsk e caribar a eliminação precoce na Liga Europa em 2019/20.
      Felizmente que nos vamos ver livre dele e aí estão os amanhãs que cantarão golos, vitórias e conquistas que vão parecer os Anos 60 um período de insucessos.
      Avé César

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    3. Miguéns, não sei se a resposta era para mim ou para o outro benfiquista mas em momento algum eu disse que a culpa era só do Weigl ou que sem ele teríamos ganho tudo ou que passaremos a ganhar tudo caso ele saia.
      É evidente que o homem não se convoca a ele próprio.
      Por acaso até considero o Meité ainda pior jogador.
      Abraço

      Eliminar
  4. Os "parolos" não teriam tantos títulos se não fossem o que nós confirmamos no "Apito Dourado". E ganhar um título internacional ao Real Madrid de Di Stefano é igual a ganhar uma Intercontinental com zero golos e nos penaltis ao Onze das Caldas. O Benfica teve que jogar contra o Milan de Gullit, Rijkaard e Van Basten, o Inter de Mazolla NA SUA CASA, o Milan de Altafini ou o Manchester United de B. Charlton. Aliás, a segunda liga dos Campeões, roubaram um golo limpo ao Manchester, que vos arrumava e a falta que deu origem ao empate foi inexistente. Finalmente, as meias finais foi de uma pobreza total pois somando os títulos de campeão europeu de todos era UM só e o Porto jogou contra uma equipa que tinha levado 8-2 na fase de grupos. Isto, sem esquecer a ridícula expulsão do Jorge Andrade. Sortes como essas o Benfica não tem tido. E, finalmente, muitos títulos decidia,-se em Portugal com enorme distancia graças às arbitragens o que vos permitia defrontar mais descansados as outras equipas. Ganhar, ganham, mas prefiro como o Benfica o faz. E sim, "parolos" porque não abandonam o complexo e até com quem os jogadores do Benfica vão de férias se metem.

    ResponderEliminar

Artigos Aleatórios

Apoio de: