A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

02/10/2021

99.ª Taça de Portugal: Começa a "Sério"

02/10/2021 1 Comentários

DEPOIS DO SORTEIO REALIZADO NA PASSADA QUARTA-FEIRA COLOCANDO NA COMPETIÇÃO TODOS OS CINCO ESCALÕES DO FUTEBOL PORTUGUÊS.

Os dezoito clubes do primeiro escalão entram na competição nesta terceira eliminatória.

 

O Benfica tem absoluta necessidade de conquistar um troféu onde não consegue triunfar de uma forma consistente 

Entre 1993/94 e 2020/21 (26 temporadas) houve apenas quatro conquistas, ou seja, 15 por cento (1995/96: Sporting CP; 2003/04: FC Porto; 2013/14: Rio Ave FC; 2016/17: Vitória SC) com nove presenças (35 por cento) em finais. Em 26 temporadas, apenas nove finais, mais perdidas (5) que vencidas (4). Isto não é nada. Com mais rigor, quase nada!


CAMPEONATO/TAÇA DE PORTUGAL
(1921/22 - 2020/21)

CLUBE
FINAIS (98)
V
D
SL BENFICA
29 *
13
Sporting CP
21
18
FC Porto
21
16 **
CF "Os Belenenses"
6
8
Boavista FC
5
1
Vitória FC (Setúbal)
3
8
SC Braga
3
4
Ass. Académica Coimbra
2
4
Carcavelinhos FC/Atlético CP ***
1
3
CS Marítimo
1
2
SC Olhanense
1
1
Leixões SC
1 *
1
SC Beira-Mar
1
1
CF Estrela Amadora
1
-
Vitória SC (Guimarães)
1
6
CD Aves
1
-
FC Barreirense
-
2
Rio Ave FC
-
2
GD Estoril Praia
-
1
SCU Torreense
-
1
SC Covilhã
-
1
SC Farense
-
1
SC Campomaiorense
-
1
UD Leiria
-
1
FC Paços Ferreira
-
1
GD Chaves
-
1
NOTAS: * Uma conquistada no estádio do adversário (FC Porto); ** Duas perdidas no seu estádio; *** Uma perdida pelo União Futebol Lisboa que, em 18 de Setembro de 1942, fundindo-se com o Carcavelinhos FC deram origem, resultado dessa fusão, ao Atlético CP

 

Como se esperava o actual Regulamento é um embuste

Ao dar a entender que "obrigando" os clubes do Segundo Escalão a jogarem no terreno dos adversários de escalões inferiores permitirá "maior competitividade" e dar possibilidade de clubes de escalões secundários ultrapassarem os de escalão superior. Mentira como se tem provado neste blogue há dez temporadas, desde 2011/12, quando foi instituída esta regra. O que ocorre é uma protecção os clubes de escalões superiores pois não jogam entre eles. O tempo das dificuldades: recintos sem condições, deslocações por estradas mal amanhadas e dificuldade de estudar os adversários há muito que ficou para trás. As "surpresas" são esporádicas. Em 2021/22, dos dezasseis clubes da Segunda Liga, apenas o GD Chaves soçobrou. Quinze clubes foram apurados nos 64-avos-de-final para a eliminatória seguinte. Era tempo de se voltar ao sorteio "livre" sem regras de obrigatoriedade que até desvirtuam uma competição como a Taça de Portugal.  

 

RESULTADOS NA TAÇA DE PORTUGAL DOS CLUBES DO SEGUNDO ESCALÃO NA SEGUNDA ELIMINATÓRIA EM 2021/2022

Visitado

Res

Visitante *

AC Vila Meã

D 1-5

CD Feirense

GD Vitória de Sernache

D 1-3

Rio Ave FC

SC Maria da Fonte

D 0-1

FC Penafiel

Sertanense FC

D 0-1

CD Mafra

CF Canelas 2010

D 2-4

Casa Pia AC

FC Felgueiras 1932

V 2-0

GD Chaves

CU Idanhense

D 0-2

SC Covilhã

SC São João de Ver

D 1-3

Leixões SC

Pevidém SC

D 1-3

CD Trofense

CR Ferreira de Aves

D 0-1

Académico Viseu FC

FC Vinhais

D 0-3

CD Nacional

ARC Oleiros

D 0-2

Varzim SC

FC Ferreiras

D 0-3

C. Football Estrela

Imortal DC

D 0-2

UD Vilafranquense

GD São Roque (Açores)

D 0-3

SC Farense

FC Alpendorada

D 1-2

Ass. Académica Coimbra

NOTAS: * Clubes da Segunda Liga ordenados pela classificação geral, excepto SL BENFICA B (3.º classificado) e FC Porto B (9.º classificado) que estão impedidos de disputar a competição aquando destes encontros para a segunda eliminatória; a vermelho clubes da Liga 3 (terceiro escalão); a azul clubes do Campeonato de Portugal (quarto escalão); a verde clubes dos campeonatos distritais (quinto escalão)


Nesta terceira eliminatória a protecção é para os clubes do primeiro escalão

Em dezoito jogos haverá uma ou duas surpresas, não mais do que isso. Acredito que 16 ou 17 clubes da Primeira Liga estejam no sorteio dos 18 jogos da quarta eliminatória. Uma barbaridade competitiva! Há a garantia de um clube da Segunda Liga (CD Feirense ou CD Nacional), dois da Liga 3 (há dois jogos entre quatro clubes deste terceiro escalão) e um clube do quarto escalão/ Campeonato de Portugal (AD Castro Daire ou SC Olhanense, que já conquistou o troféu, em 1923/24).

 

Há ainda a questão desta eliminatória (1/32) e a da próxima (1/16) 

Serem realizadas após a paragem para as selecções nacionais jogarem. Só em Portugal ocorre uma paragem da principal competição duas semanas consecutivas. Nos restantes países não é permitido. Os clubes portugueses nas competições europeias têm esta vantagem há uma década e nem sempre a conseguem aproveitar. Haverá tempo para escrever sobre isso. Mas o FC Porto e o Sporting CP até podem jogar na sexta-feira para ser possível "rodar" o onze titular de forma reduzida num jogo que é, teoricamente, mais acessível e menos exigente. Para o «Glorioso»:


JOGOS PARA OS 32-AVOS-DE-FINAL NA TAÇA DE PORTUGAL

Visitado

Esc

Res.

Visitante

Esc

Clubes de escalão superior como visitante

CD Trofense

11.º (=)

16.Out

20:15

SL BENFICA

1.º

SU Sintrense

9.º s E

15.Out

18:45

FC Porto

2.º (=)

CF “Os Belenenses”

3.º s E

15.Out

20:45

Sporting CP

2.º (=)

FC Felgueiras 1932

1.º z N

17.Out

15:00

GD Estoril Praia

4.º

UFC Moitense

Setúbal

17.Out

15:00

SC Braga

5.º

UD Oliveirense

2.º z N

17.Out

17:00

Portimonense SC

6.º

Rio Ave FC

2.º

17.Out

20:00

Boavista FC

7.º (=)

GD Águias do Moradal

Castelo Branco

17.Out

15:00

FC Paços Ferreira

7.º (=)

Condeixa - CACD

10.º s D

17.Out

15:00

Gil Vicente FC

9.º

FC Oliveira do Hospital

11.º z S

16.Out

11:00

Vitória SC Guimarães

10.º (=)

Vitória FC Setúbal

3.º z S

17.Out

14:00

FC Vizela

10.º (=)

Varzim SC

14.º

17.Out

15:00

CS Marítimo

12.º (=)

AD Camacha

5.º s A

17.Out

11:00

CD Tondela

12.º (=)

Oriental Dragon FC

8.º z S

16.Out

15:00

Moreirense FC

12.º (=)

Leça FC

1.º s C

17.Out

15:00

FC Arouca

15.º (=)

UD Leiria

1.º z S

16.Out

16:00

CD Santa Clara (Açores)

15.º (=)

Berço SC

2.º s B

17.Out

15:00

Belenenses – SAD

17.º

Ass. Académica Coimbra

18.º

15.Out

18:00

FC Famalicão

18.º

Sport Benfica C.º Branco

7.º s D

17.Out

15:00

FC Penafiel

4.º(=)

Valadares Gaia FC

6.º s C

17.Out

15:00

Casa Pia AC

4.º(=)

FC Serpa

10.º s F

17.Out

15:00

SC Covilhã

7.º(=)

USC Paredes

3.º s B

17.Out

15:00

Académico Viseu FC

11.º(=)

Louletano

1.º s F

17.Out

15:00

C. Football Estrela

15.º(=)

CD Cinfães

Viseu

17.Out

15:00

SC Farense

17.º

SC Espinho

7.º s C

17.Out

15:00

Caldas SC

5.º z S

Clubes do mesmo escalão

CD Feirense

1.º

17.Out

15:00

CD Nacional

11.º (=)

SCU Torreense

2.º z S

17.Out

15:00

AD Fafe

7.º z N

FC Alverca

10.º z S

17.Out

15:00

Anadia FC

8.º z N

AD Castro Daire

4.º s C

17.Out

15:00

SC Olhanense

4.º s F

Clubes de escalão superior como visitados

CD Mafra

4.º(=)

17.Out

15:00

C. União 1919 Coimbra

8.º s C

Leixões SC

9.º(=)

17.Out

15:00

Länk FC Vilaverdense

1.º s A

UD Vilafranquense

15.º(=)

17.Out

15:00

Real SC

4.º z S

NOTAS: Classificações aquando do sorteio; Primeiro escalão; Segundo escalão; Terceiro escalão; Quarto escalão; Quinto escalão

 

Com este sistema da obrigatoriedade de jogar no terreno do adversário

Há jogos que acabam por ser em "campo neutro" devido à necessidade das transmissões televisivas para os jogos dos clubes de maior dimensão. Cá estaremos para ver quantos jogos os 18 clubes do primeiro escalão "vão ser mesmo" no terreno do adversário. O Benfica tem o segundo jogo, teoricamente, mais complexo pois defronta, na Trofa, o CD Trofense. Só o Boavista FC ao jogar em Vila do Conde parece ter tido "menos sorte" no sorteio, mas isso só se provará em campo, depois de finalizados os jogos.


Apostas para os 32 clubes presentes no sorteio dos 16-avos-de-final

16 clubes da Primeira Liga;

09 clubes da Segunda Liga;

03 clubes da Liga 3;

04 clubes do Campeonato de Portugal.


Acredita, Benfica

 

Alberto Miguéns

1 comentários
  1. Alberto infelizmente tenho muitas dúvidas que a final volte ao local dela, se calhar aqueles que nunca quiseram ir ao estaduo nacional conseguiram os intentos deles, so neste pais existe este tipo de pensamentos.

    Final da taca deveria ser sempre no jamor, nao tem condicies, arranjem-nas

    ResponderEliminar

Apoio de: