Agosto: Tempo Delas no Futebol | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

01/08/2021

Agosto: Tempo Delas no Futebol

01/08/2021 6 Comentários

COM ELAS SE EMPOLGAM OS ADEPTOS NO INÍCIO MUITAS VEZES CRIANDO ILUSÃO.

Para em final de temporada resultar em desilusão parcial ou total.

 

Em 2020/21 até foi mais tarde devido à temporada terminar, também, mais tardiamente

Houve algumas (clicar) por concretizar, outras concretizadas que de reforços nada tiveram e outras que mantêm a possibilidade de o ser. Não vou citar nomes pois não interessa fulanizar. A questão é mais vista no abstrato pois no concreto cada um terá memória e fará a sua análise que é sempre opinião.

 

Em 2021/2022, o «Glorioso» disputará a 118.ª época

Apenas na inicial (como é óbvio) em 1904/05 e 1908/09 (não houve novidades, de futebolistas, em relação a 1907/08) não se apresentaram reforços. Isto quer dizer que das 117, em 115 supostamente o plantel do Clube tem vindo a ser "reforçado" o que é verdade em teoria mas é falso na prática. Até porque cada época é única.

 

1. O Benfica joga frente a adversários

E por isso a construção do seu plantel e valia deste, depende sempre do que fazem os seus adversários. Se estes se "reforçarem" melhor ganham vantagem que pode ser, ou não, suficiente para fazer melhor que o Benfica. Pode ser apenas estarem mais próximos. Tal não ocorrerá em 2021/22 visto o Benfica ter sido inferior a muitos pois não conquistou qualquer troféu, em 2020/21 classificando-se em terceiro lugar no campeonato nacional. O Benfica também pode beneficiar de, mesmo não se reforçando ou pensando que se reforça mal, os adversários ainda estarem piores. Nunca fiando, mas cada temporada é uma incógnita.  

 

2. O Benfica tem sempre a maior responsabilidade

Sendo o maior clube português tem obrigação de ser o principal candidato a conquistar as competições nacionais e ser o melhor clube português na Liga dos Campeões. Os objectivos são fáceis de escalonar:


Objectivos:

A. Conquista do campeonato nacional depois de duas épocas sem o conseguir;

B. Conquista da Taça de Portugal depois de duas finais consecutivas perdidas;

C. Conseguir chegar à fase a eliminar da Liga dos Campeões (garantindo neste mês de Agosto a presença na fase de grupos da competição);

D. Conquista da Taça da Liga após cinco temporadas consecutivas sem atingir a final.

 

3. A contratação de futebolistas só por si não significa tudo

É necessário criar condições para que os jogadores possam maximizar as suas qualidades pois o futebol é um desporto colectivo onde este tem importância extrema na valorização das individualidades. O Benfica, em 115 temporadas, já adquiriu "supostos" craques que redundaram em fiascos e futebolistas "por quem ninguém dava nada" e depois revelaram-se Glórias do Clube. Apontaria 200 nomes para "craques" que foram fiascos e outros tantos nomes para "zés ninguéns" que foram vedetas!


4. Importante é ter

Dirigentes que não sejam gananciosos (mesmo passando por benfiquistas mas que se servem do Benfica mais do que servi-lo) e para treinadores competentes (que não vivam de ilusões e de saudosismos) que saibam fazer um colectivo forte, harmonioso, equilibrado onde cada um saiba onde e como jogar. Onde cada um possa individualmente fazer do colectivo a sua força. Tal como ser coerente em gerir um grupo de quase 30 futebolistas mas em que só onze podem ser titulares a cada jogo.


5. Mais competência e menos bazófia, se faz favor!

 

Acorda, Benfica!

 

Alberto Miguéns


6 comentários
  1. A bazófia vai abundando quer de fato de treino que de fato Armani.
    Esperemos que a época anterior tenha servido de alguma lição.
    E que o regresso dos adeptos seja bem aproveitado.

    ResponderEliminar
  2. É evidente, mas muitos benfiquistas ficam eufóricos com qualquer "Chuk" contratado...e os lugares em que é óbvio que temos fraquezas continuam por preencher há anos! Estamos num período em que é muito difícil ser-se um benfiquista otimista e alegre e acabamos por parecer antis e do contra, quando somos é realistas, mas ambiciosos que queremos um Benfica de acordo com o seu potencial. É resistir esperando que surja alguma figura carismática que aponte na direção certa, porque pelas massas benfiquistas, já aprendi nestes últimos 30 anos, não iremos lá...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Alberto João

      Não desista...resista. Eles têm muitos contratados (pagos) para andarem nas redes sociais a tentar que os Benfiquistas desistam. Que sejam só clientes. Seja Benfiquista por isso seja livre de dizer o que sente e pensa. Não se deixe intimidar por caciques. Não vá nas conversas de quem é pago para enxovalhar quem é Benfiquista por opção e não por fazer de conta.

      Abraço Glorioso

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Rui Costa está em campanha eleitoral e o português aprecia muito, as cenouras. A forma como os nossos planteis são elaborados é deprimente e neste momento todas as minhas dúvidas se dissiparam, o problema não era Vieira, era Vieira e Rui Costa. Pensei que aquilo era só Vieira e as comissões, aquilo deve ser um chip que se instalou na tola daquela malta.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente para nós concordo com o que foi dito. Mais avançados? E os laterais que o Benfica precisa estão aonde?....e o meio campo? E a limpeza do balneário tão necessária para um novo recomeço....Assim é mesmo show off para continuar tudo na mesma. Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar
  5. Mais uma época e à semelhança do ano passado continua sem se comprar um 6. E assim continuamos nós com um 6 que deve ser, se não "o", "dos" jogadores mais derrotados de sempre, perdendo todos os jogos decisivos em que participou.
    Se uma equipa é um conjunto de jogadores, o valor de cada indivíduo é medido não só pela sua valia individual, mas o que consegue catapultar nos seus colegas. No entanto, com este 6 em campo, não há um jogador que jogue melhor, sendo que desde ano e meio, quando entrou no 11, todos à sua volta se desvalorizaram, desportivamente e, como esta direcção gosta tanto, financeiramente. Não há 1 jogador que valha mais do que quando entrou para a equipa. No entanto os críticos insistem em analisá-lo pelos passes que não falha, esquecendo tudo o resto, a fragilização constante de uma equipa que até já teve que adaptar o ano passado, colocando mais um central para fazer o trabalho defensivo que não faz e vai em vias de o fazer novamente este ano, colocando mais 1 médio para compensar o que ele não compensa.
    Não gosto de atacar jogadores do Benfica, sou grato a todos, principalmente aos que trouxeram títulos, mas é complicado assistir a isso, quando desde que entrou (e quando entrou a equipa vinha em velocidade cruzeiro) arrastou a equipa para o abismo, sendo para alguns o único inquestionável. Curiosamente, os benfiquistas não costumam dar grande margem de manobra aos seus jogadores, criticando e enxovalhando ao primeiro erro. No entanto, este, estando em todos os maus momentos, escapa a tudo. Incrível.
    Em vez de um avançado deveríam ter trazido um 6! (e não um 8 para adaptar a 6)

    ResponderEliminar

Apoio de: