A Entrevista Que Não Foi | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

30/07/2021

A Entrevista Que Não Foi

30/07/2021 9 Comentários

A TVI NÃO DEVERIA TER FEITO O «FRETE» DE  PRETENDER FAZER UMA ENTREVISTA A RUI COSTA.



Neste momento uma entrevista a Rui Costa seria sempre o oito ou o oitenta. Nunca poderia ser 36. Ou seja, um meio-termo, entre uma conversa amena entre dois comparsas ou um questionário a procurar respostas. Uma entrevista seria fazer perguntas incómodas às quais Rui Costa teria dificuldade em responder por estar ligado a tudo o que tem ocorrido ultimamente no Benfica, desde que Domingos Soares Oliveira escreveu, em resposta a uma empresa de consultadoria «Eurogrup Consulting» que Rui Costa era "preguiçoso e presunçoso".  

 

Rui Costa necessitava de se expor na televisão para tentar reduzir o ruído à volta do Benfica

Mas devia fazê-lo na BTV - esta abriria o sinal - onde as entrevistas aos dirigentes são conversas. E o guião podia ser exactamente o que foi utilizado na TVI. Só que na TVI não é compreensível, ao contrário da BTV. Um jornalista serve para fazer perguntas que esclareçam, para a Opinião Púbica, assuntos que não estão clarificados, por isso são incómodos. Um jornalista aceitar transformar um programa de notícias em entretenimento diz muito daquilo em que Portugal se foi transformando. Um país de putativos encenadores que, por isso, fazem más encenações ou "gato escondido com o rabo de fora".

 

Rui Costa vai candidatar-se nas próximas eleições

Só não se sabe quando serão pois até final do ano é muito vago. Espero é que sejam marcadas num momento, que seja o melhor, para interesse do Benfica e não num que seja para interesse pessoal de Rui Costa ou de outros dirigentes. Se coincidir "o momento" tudo bem na mesma pois o Benfica será salvaguardado. Até às eleições Rui Costa está em constante escrutínio pois herda uma situação em que apenas colaborava, não liderava e tem desafios difíceis pelo desinvestimento que a Benfica Futebol SAD tem feito no plantel desde 2017/18. Sabe que se correr mal só terá apoio dos situacionistas que vêm fantasmas anti-Benfica até nas suas próprias sombras. Se correr bem - como é desejo de todos - será mais fácil ser eleito embora tenha de apresentar um programa que seja aceite e uma equipa que gere confiança para ser eleita e poder executar o programa. Uma conversa na BTV tinha chegado e não digo sobrado pois era necessária. Não era de mais, era obrigação. Expondo-se a ser entrevistado - volto a dizer que não se devia expor tanto "nesta fase do campeonato" - tinha que responder a perguntas incómodas (para não me sentir ludibriado pela TVI e por José Alberto Carvalho abaixo do nível do aceitável para alguém que papagueia muito quando lhe convém e consente quando também lhe é conveniente) do tipo:

1. Relações na Benfica Futebol SAD

Que opinião tem de Domingos Soares de Oliveira? Porque desinvestiu o Benfica na temporada (do Penta) de 2017/18? O que pensa da "tentativa" de fazer uma OPA depois reprovada pela CMVM? Que opinião tem do maior accionista privado (senhor José António dos Santos)? A SAD vai constituir-se assistente no processo para perceber se foi lesada? Que opinião tem sobre isso? Que relação tem com Bruno Macedo? E com Tiago Vieira? Alguma vez um seu familiar fez negócios com a SAD do Benfica e do Clube (exemplo futebolistas femininas) violando o artigo 44.º (incompatibilidades) dos Estatutos? Etceteraetcetera, etc., que eu não sou jornalista nem me pagam (bem) para ser competente. Mas pagam a José Alberto Carvalho! 


2. Dirigentes do Clube

A Direcção tem agora algum "número dois" depois de Rui Costa ser número um? Que papel tem José Eduardo Moniz? Os Órgãos Sociais têm independência ou interdependência? Sabe algo acerca do parecer, que consta estar iminente, da Direção Geral de Saúde para convocar a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que está prometida e tem que se realizar para cumprir os Estatutos? Sabe como foi formulado o pedido, em termos daquilo que o Benfica pode oferecer em termos de segurança perante as condições de combate à pandemia? Etcetera, etcetera, etc., que eu não sou jornalista nem me pagam (bem) para ser competente. Mas pagam a José Alberto Carvalho! 


3. Eleições no Clube

Quando pensa ser oportuno convocar eleições? Que condições terão de estar reunidas para o fazer? O que pensa do facto de ter havido gastos em fazer voto físico paralelo ao voto electrónico, não o contar na noite das eleições e ir contar agora passados...nove meses? Antes das Eleições convocará uma AGE - não se realizando a que está prometida desde meados de Maio - para que os associados aprovem um Regulamento Eleitoral? Etceteraetcetera, etc., que eu não sou jornalista nem me pagam (bem) para ser competente. Mas pagam a José Alberto Carvalho! 


Eu penso que Rui Costa não se devia ter sujeitado, nesta fase, a uma entrevista mas como não foi entrevista mas uma conversa...tudo bem! Entretenham-se e sejam felizes.

Se querem conversar - talvez o tenham continuado a fazer - vão para um sítio privado para eu não ter dó das figurinhas a que o dinheiro impõe que as pessoas se prestem... Adeus!

 

Alberto Miguéns

9 comentários
  1. Não foi a entrevista que se impunha para este momento do Clube. Infelizmente foi a "entrevista" que eu esperava ou seja uma conversa amigável, com acerto prévio de pontos a discutir e que não tocou em pontos fundamentais para o futuro próximo do Clube. Em algumas perguntas o paternalismo do jornalista levou-o iniciar as respostas, noutras a completa-las. A TVI é uma casa amiga de LF Vieira e desta Direção e uma vez mais demonstrou isso.

    Rui Costa assumiu-se como um continuador da obra de Luís Filipe Vieira. Achei bem a afirmação de que ninguém está acima do Clube. Achei no entanto curiosa a afirmação de que ninguém conhece melhor LFV do que ele.

    Percebe-se que a entrevista não foi alheia ao momento competitivo delicado do Clube. Pretendeu apelas à união dos sócios e adeptos. Rui Costa não escondeu a sua total exposição ao que vai acontecer nas eliminatórias para a Champions. Esperemos que corra bem pois isso é fundamental para o Clube. Percebeu-se também que a entrevista serviu para marcar posição no complexo momento pré-eleitoral que já está em curso (basta ver a última Benfica news, recebida hoje mesmo...). E a esse respeito discutiu-se pouco as ideias que Rui Costa possa ter para o Clube, optando-se antes por apelar ao sentimento, usando as fórmulas de que LV Vieira abusou tantas vezes. Nada de novo num mau programa de entretenimento.

    ResponderEliminar
  2. Era bom que fosse adeus, mas vamos ter de levar com estas figurinhas!
    Concordo com a apreciação, mas vou mais longe. Esta entrevista demonstrou a impreparação do Rui Costa para o cargo, o vazio de ideias para o futuro e a colagem que sempre teve ao Vieira do qual sempre foi um yes man que nada viu, nada sabe e nada contribuiu. E até acredito nisso, como o DSO referiu é um presunçoso e preguiçoso que gosta do poder e de se vestir bem, mas nada fez também para impedir o desinvestimento que levou a este plantel fraco e a esta miserável situação desportiva. Infelizmente, para ele e para nós que gostamos do Benfica, esta entrevista não vai reduzir o ruído e este vai aumentar tremendamente nas próximas semanas quando o Spartak ou a equipa seguinte colocar a nu a falência desta gestão desportiva em que o Rui Costa, mais que não seja por anuência, é um dos principais responsáveis! Já para não falar que os processos judiciais que envolvem o Vieira e o Benfica estão provavelmente a começar...

    ResponderEliminar
  3. CANDIDATOS QUE DE MOMENTO NÃO O SÃO

    Discute-se presumíveis candidatos que não sabemos se o serão no futuro, perante estes factos trata-se de uma discussão fútil, divisionista e destruídora para hipotéticos candidatos ou outros que desejem assumir tal acto como sócios, dentro dos requisitos que devem ser exigidos para desempenho do cargo.É o momento de discutir ideias construtivas para que situações tão graves como as que aconteceram não se repitam. Assembleia Geral alteração dos Estatutos, requisitos dos sócios para pertencerem às listas: registo criminal limpo, incompatibilidade de interesses, que o Conselho Fiscal e a Mesa da Assembleia geral, tenham um eleição independente das listas para a Direção, que independentemente desempenhem essas funções sem qualquer condicionamento, que as eleições sejam livres, voto electrónico, presencial e contagem no dias das eleições, rever os votos atribuidos às casas do Benfica, rever a postura da Benfica TV, que seja um orgão que permita a intervenção de todos os Benfiquistas, que não seja um orgão de propaganda de quem está no poder, discutir ideias divergentes não é sermos adversários ou inimigos, distrairmo-nos do essencial, não é considerarmos que somos donos da verdade, não é perder a união e o ser Benfiquista, o melhor para o GLORIOSO é que todos participem, e continuem a fazê-los mas não com calúnias, mas com elevação, é acreditar num Benfica maior, é esclarecer os sócios com transparência , respeito e verdade, é permitir que uma eleição seja um momento de esclarecimento de ideias, de apresentação de projectos , pessoas, e de verdadeiros Benfiquistas, que se disponibilizem para desempenhar esses nobres cargos , sem medo, sem terem que se envergonhar, que honrem o Benfica, respeitem os sócios, e não transformem esse momento num campo de batalha tribal em que nada se esclarece, nada se faz, se limitam a apontar os presumiveis podres uns dos outros, baseados muitos vezes em falsas notícias, falsas informações, que criam divisão, maledicência, situação que só interessa aos nossos amigos externos. Confiem em todos os candidatos, deixem-nos exprimir as suas ideias, seus projectos, tenho a certeza absoluta de que os Benfiquistas serão sábios, para escolherem o que no momento quem os possa representar e defender os superiores interesses do GLORIOSO. Não tratem os sócios como mercadoria, como algo manipulável, pois a sabedoria do povo pode-se enganar, ou ser enganada, mas acreditem que se pode enganar uma pessoa por muito tempo, outras por algum tempo, mas NUNCA o tempo todo, a mentira tem perna curta, a verdade é como o azeite vem sempre ao de cima. Verdade, Transparência, competência, honra e respeito são esses os valores que devem nortear o Benfica HOJE e amanhã.

    ResponderEliminar
  4. Caro Sr. Alberto Miguéns...O tal presidente, não eleito, dixit: «Fiquei perplexo, parecia irreal, um filme. Fiquei perplexo, assim como qualquer pessoa que lidasse com ele. Jamais poderia esperar que aquele dia acabasse como acabou, com o presidente detido». Perplexos ficámos todos nós com esta afirmação...Só pode estar a gozar com todos nós, sócios, adeptos e simpatizantes do nosso querido GLORIOSO, pois todos aqueles benfiquistas informados sabiam que um dia isto iria acontecer... De resto concordo consigo um FRETE de Entrevista feita ao tal auto-denominado Presidente, que teve, concerteza, a mãozinha amaciadora do seu antigo funcionário, Rui Pedro Brás...Lamentável como o nosso BENFICA está, em termos directivos!!!!....Fique bem e um Abraço GLORIOSO.

    ResponderEliminar
  5. Se "no mais importante de todos os assuntos sem importância nenhuma" que é o futebol, há todas estas redes de influência nos meios de comunicação social, imagine-se como serão as politicas editoriais das redações e os interesses presentes quando se fala dos grandes grupos económicos (que financiam estes grupos de comunicação social) ou os seus representantes políticos...

    Quanto à entrevista está claro que a posição oficial do clube é "empurrar com a barriga" à espera que com melhores resultados no campo as coisas se componham fora dele. Diz a história gloriosa deste clube com quase 120 anos que as coisas não funcionam assim, nem nunca funcionaram.

    ResponderEliminar
  6. Rui Costa, um senhor bem vestido, bem penteado, bem barbeado que respondeu a perguntas de chacha com respostas de chacha! Nada de que eu não estivesse à espera!
    Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar
  7. Aparte praticamente confirmar que nao pode ser membro de nenhum orgao social do clube devido a incompatibilidades e a chamar canalhas a alguns socios (bem ao jeito do seu antecessor), nada de novo.
    Foi como ver LFV 20 anos mais novo e sem bigode. Os mesmo tiques, as mesmas afirmações do passado, o mesmissimo atirar de areia para os olhos. Come quem quer, mas eu sinceramente ja não posso mais com esta gente. Nao se aproveita um que seja.

    ResponderEliminar
  8. Caro Alberto Miguéns,

    Totalmente de acordo com o que escreve no post.

    E subscrevo também os comentários de Marley e Danilo Oliveira.

    Para fazer as perguntas que José Alberto Carvalho fez, deixem que eu as faça. Faço-as à borla e toda a gente fica contente sem ser preciso gastar um cêntimo. Esta "entrevista" pareceu uma fotocópia mal tirada das entrevistas que passam num original horrível - a "BTV", que já nem é Benfica TV, mas "BTV"... Enfim.

    Saudações Benfiquistas.

    ResponderEliminar

Apoio de: