Rogério Imortal (1954/55)
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/12/2019

Rogério Imortal (1954/55)

09/12/2019 + 2 Comentários
FESTA DE HOMENAGEM.


Um futebolista com a classe e dedicação de Rogério merecia uma grande festa de homenagem e assim foi. Em conjunto com Feliciano (CF "Os Belenenses") que também deixava o clube de Belém.  



Em 5 de Setembro de 1954
Rogério Lantres de Carvalho vestiu o «Manto Sagrado» durante 15 minutos, pela última vez. E nesse jogo estrearam-se Costa Pereira (do Clube Ferroviário de Lourenço Marques), Naldo (também do CFLM), Alfredo (do COL/Oriental) e Coluna (do CD Lourenço Marques, Delegação do Benfica). Que estreias.


Depois seguiram-se muitos anos
Resta dizer que fui muito feliz por ter conhecido Rogério em meados dos anos 90 (através do senhor Macarrão) e passar a encontrar-me com ele, duas a três vezes por ano - o dia 3 de Maio e o dia 18 de Junho, respectivamente, último jogo do «Grande Torino» (1949) e conquista da Taça Latina (1950) passaram a estar reservados pelos dois. Durante anos na pastelaria Sul-América (antes de ser destruída) ou no café/pastelaria Vá-Vá. Depois quando já estava mais debilitado em casa dele, perto de Entre Campos, na avenida EUA. 



Fizemos os dois uma aposta e nenhum de nós a cumpriu
Quando ele completou 90 anos (2012) disse-me que ainda estava para chegar a melhor final. Nem eram as seis Taças de Portugal, nem a Taça Latina e as suas fabulosas e decisivas exibições. Para ele a Grande Final seria chegar ao dia 7 de Dezembro de 2022 completando 100 anos. Lembrei-me de apostar. Se o Rogério chegar aos 100 anos, eu no blogue contarei a história futebolística do Rogério com o «Manto Sagrado» por época. Ele disse. Olhe que são doze. Eu disse-lhe. Pois então serão até mais que há um antes 1942/43 e um depois 1953/54! Ele riu-se e eu pedi-lhe para ele não perder a aposta. Afinal o "malandro" do Rogério pregou-me uma partida e faleceu mesmo com a meta à vista, a três anos (três por cento) de um centenário! Como ele não cumpriu a aposta - faleceu aos 97 e não depois dos 100 como prometera - eu decidi também não cumprir o acordado. Publiquei catorze "temporadas rogerianas" em 2019, quando disse, em 2012, que só o faria em 2022! Assim ficámos quites!




Rogério teve uma vida feliz no meio da infelicidade
Perdeu a sua amorosa e dedicada esposa, em 21 de Março de 1985, ela com 59 anos e ele com 62. Uma desgraça que teve que carregar 34 anos. Como era crente - tenho uma colecção de textos, frases, aforismos e dedicatórias dele extraordinárias, acerca de todos os assuntos, desde a poesia, à astronomia, química e filosofia. Repito, como ele era crente - teve que falecer no dia de Nossa Senhora da Conceição - sei que está feliz no «Quarto Anel» pois conciliava querer chegar aos 100 anos com ir encontrar a sua adorada esposa. Agora que voltaram a estar juntos que voltem a ser tão felizes como foram por cá (e tão pouco tempo tendo agora a eternidade), no planeta que ele temia estar a degradar-se irreversivelmente. Para o Rogério e para a sua extremosa esposa deixo uma imagem. Obrigado Rogério pela grandeza que conseguiste oferecer ao nosso «Glorioso». Até sempre, Campeão! O Benfica dá-te a merecida eternidade!


Fim!

Alberto Miguéns

2 comentários blogger
comentários facebook
  1. Obrigado por estes posts.

    Que a sua Alma descanse em Paz no regresso a Casa.

    Viva o Benfica, e que tenhamos a grandeza de honrar os Ases que nos honraram o Passado.

    ResponderEliminar
  2. É sempre com pesar que vemos o 4 anel com mais uma estrela, e que estrela!

    Um bem haja pela homenagem que lhe dedicou.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue