Acrescentando... - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/05/2018

Acrescentando...

09/05/2018 + 2 Comentários
ONTEM QUERIA FAZER UM CAPÍTULO NO TEXTO ACERCA DO CASTIGO A RÚBEN DIAS E DEPOIS ESQUECI-ME.



Hoje fui pensando no assunto e decidi escrever pois quanto mais penso nisso mais perplexo fico. Não percebo como havendo VAR (videoárbitro) podem existir processos sumaríssimos a futebolistas acerca de comportamentos durante o jogo que justifiquem expulsões.

É incompreensível pois esta é uma das situações que estão previstas no protocolo de actuação do VAR. Deve intervir em caso de cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos ou por amostragem directa. Ora se o VAR não actuou quem deve ser punido é o VAR e o AVAR (assistente de VAR).

E isto é válido para os futebolistas do Benfica ou para qualquer outro mesmo que a "vítima" seja um jogador do "Glorioso".

Mas que sentido tem havendo VAR este não intervir e uns supostos entendidos acordarem (de acordo) em processos sumaríssimos a futebolistas se o VAR não acordou (em relação a estarem a dormir)?

O VAR não actua por considerar que um lance (este ou qualquer outro deste tipo que envolva a expulsão de um futebolista) não é suficientemente grave para expulsão um jogador, mas há quem não seja árbitro e veja motivos para suspender os jogadores! A "culpa" transfere-se do futebolista para o VAR que tem à sua disposição uma panóplia de imagens de vários planos que dizem ser de excelência. Não actuou? Actuasse! Não quis ou não soube actuar? Suspenda-se quem foi incompetente.

Se a Comissão de Instrutores da Liga e mais o Conselho de Disciplina da FPF entendem que o VAR se demitiu de actuar...

Admitem que o VAR foi incompetente em determinado jogo em casos graves de indisciplina. Obviamente demitam-no. Deixem o Futebol para quem gosta!

Alberto Miguéns   
2 comentários
comentários facebook
  1. Correcto, o primeiro artigo sobre este assunto que revela inteligência.

    ResponderEliminar
  2. Correcto , se o VAR achou que não era caso para expulsão ele é que sabe , agora se há alguém que vai julgar o VAR !... Quem os julga a Eles ?...

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue