A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

16/06/2017

Fulanização do Colectivo? Não!

16/06/2017 + 0 Comentários API
CADA VEZ MAIS TENTAM AMERICANIZAR O DESPORTO NA EUROPA (CLICAR). 



TENDO COMO ALVO PRINCIPAL A MODALIDADE MAIS POPULAR: O FUTEBOL.



Nunca imaginei que os 32 golos de Jonas em 2015/16 fossem "batidos" logo na temporada seguinte, muito menos por aquele que se revelou tão inofensivo (apesar da defesa de Paulo Lopes aos 08:05) como adversário num jogo da pré-época, em 24 de Julho de 2016! É o Futebol.




Os desportos colectivos são conquistados por clubes que formam equipas a cada jogo para em confronto directo com as outras uma delas se superiorizar com vitória. E a outra é derrotada. Se tal não acontecer regista-se uma igualdade. Empate.

Nos últimos anos proliferam os prémios individuais, por jogo, por competição, por época e até por ano civil. Até já há campeões e melhores marcadores por ano! Uma ameaça mediática ao real valor das competições jogadas por (e em) equipa. 

Primeiro o óbvio que por ser tão natural por vez nos faz esquecer o principal em detrimento do acessório

O objectivo verdadeiro e único da existência de um clube que pratique desportos colectivos é formar equipas que em competições a pontuar cheguem ao seu final com mais pontos ou em competições a eliminar cheguem ao último jogo e derrotem o seu opositor. Tudo o resto serve única e simplesmente para satisfazer as necessidades dos media em ter assunto para ocupar espaço e tempo. É completamente secundário e desnecessário. Espuma dos dias. Como o Futuro comprova. O que se listam são os títulos dos vencedores de cada competição ou jogo (no caso das Supertaças). Tudo o resto (excepto a Bola de Ouro actualmente por motivos promocionais aos vencedores que têm constelações de assessores a viver disso) é risível. 



Há sempre excepções e quem anda à chuva molha-se. 

A excepção é o melhor marcador de uma competição, embora este só exista por que teve uma equipa a jogar para que fosse possível mas merece destaque pois deu "valor" ao trabalho qualitativo das equipas. e o melhor marcador não depende de valores subjectivos. Os golos resultam de um somatório. São dados objectivos. Para mim é a única fulanização do Futebol que tem sentido. 

Quando se proclamam «verdades absolutas» corre-se o risco de não se escapar entre os pingos da chuva. Antes pelo contrário. Levar um "molha monumental até aos ossos". Sei que já está esquecido para os leitores deste blogue mas eu gosto de retratar-me quando cometo erros. Foi o que fiz quando Jonas conseguiu uma proeza extraordinária, no 82.º campeonato nacional, ao marcar 32 golos. Desde 2001/02 (Jardel com 42 golos), em 13 edições, os goleadores mais próximos de 32 golos, só dois fizeram 26, entre eles Cardozo, em 2009/10. Em 13 possibilidades apenas dois se aproximaram e mesmo assim ficaram a seis golos. "Seis em 26 é muito golo" embora actualmente com mais quatro jornadas: de 30 o campeonato nacional passou para 34 jogos. Por isso, em 17 de Maio de 2016, há pouco mais de um ano, "proclamei": Daqui a quantas épocas um goleador ultrapassará a série de 32 golos de Jonas? (clicar) Foi logo na temporada seguinte, em 2016/17!


E por isso há que reconhecer o "erro de avaliação" reparando-o com um destaque merecido que nada está relacionado com o Benfica. O goleador do Sporting CP em 83 edições do campeonato nacional conseguiu ficar a ser, por agora, o oitavo com a melhor série: 34 golos, apenas superado por um do SL Benfica: Eusébio com duas séries com 40 ou mais golos. 


OITO MELHORES MARCADORES (+ TRÊS) NO CAMPEONATO NACIONAL POR TEMPORADA (Presenças)
N.º
Camp
Goleador
Clube
N.º golos por edição
1
Yazalde
SCP
46
3 + (1)
Peyroteo
SCP
43; 40; 38; 34
2
Eusébio
SLB
43; 40
3
Jardel
SCP/FCP
42; 3836
2
Gomes
FCP
39; 36
1
Correia Dias
FCP
366
1
Araújo
FCP
36
1
Bas Dost
SCP
34
1
Magnusson
SLB
33
1
Matateu
CFB
32
1
Jonas
SLB
32

Passou a deter a 14.ª melhor série
A marcar golos numa edição do campeonato nacional, igualando idêntica série (34 golos) de Peyroteo embora este em apenas 14 jornadas (menos...20) com o avançado-centro a ser totalista, pois fez todos os 14 jogos. Das 13 séries superiores a estas duas: seis para futebolistas do FC Porto, cinco para jogadores do Sporting CP e as duas de Eusébio.

MELHORES MARCADORES NO CAMPEONATO NACIONAL POR TEMPORADA. As quinze melhores séries (+ três) por ordem dos golos
N.º
Golos
Goleador
Clube
Mar.
(A)
Jorn.
(B)
Época

Class
(C)
1.º
46
Yazalde
SCP
MM
30
1973/74
CN
2.ºs
43
Peyroteo
SCP
MM
26
1946/47
CN
43
Eusébio
SLB
MM
26
1967/68
CN
4.º
42
Jardel
SCP
MM
34
2001/02
CN
5.ºs
40
Peyroteo
SCP
MM
26
1948/49
CN
40
Eusébio
SLB
MM
26
1972/73
CN
7.º
39
Gomes
FCP
MM
30
1984/85
CN
8.ºs
38
Peyroteo
SCP
MM
22
1945/46
3.º
38
Jardel
FCP
MM
34
1999/00
2.º

10.ºs
36
Correia Dias
FCP
MM
22
1941/42
CN
36
Araújo
FCP
MM
26
1947/48
CN
36
Gomes
FCP
MM
30
1982/83
2.º
36
Jardel
FCP
MM
34
1998/99
CN
14.ºs
34
Peyroteo
SCP
MM
14
1937/38
3.º
34
Bas Dost
SCP
MM
34
2016/17
3.º
16.º
33
Magnusson
SLB
MM
34
1989/90
2.º
17.ºs
32
Matateu
CFB
MM
26
1954/55
2.º
32
Jonas
SLB
MM
34
2015/16
CN
NOTAS: A – MM (Melhor marcador nessa edição do campeonato);
B – Número total de jornadas na respectiva edição dessa temporada.
C – Classificação final do clube do goleador no campeonato dessa época.

O goleador do Sporting CP
Até chegou a Portugal mais tarde, depois do "fecho do mercado" estreando-se na 4.º jornada. Até foi adversário na vitória do "Glorioso", por 2-0, em Altach (Áustria) no jogo de pré-época.

COMPARATIVO JONAS E BAS DOST
G.
Jonas
Bas Dost
ÉP
2015/16
2016/17
GM
32
34
1
2
2

NOTA
FINAL
2
-
2
3
1
3
4
2
5
1
1
5
-
5
1
2
6
2
7
2
4
7
-
7
-
4
8
-
7
-
4
9
1
8
-
4
10
-
8
2
6
11
-
8
1
7
12
2
10
-
7
13
1
11
1
8
14
2
13
-
8
15
-
13
1
9
16
2
15
2
11
17
3
18
2
13
18
-
18
1
14
19
1
19
2
16
20
2
21
-
16
21
2
23
1
17
22
-
23
-
17
23
1
24
1
18
24
2
26
-
18
25
-
26
4
22
26
2
28
2
24
27
1
29
-
24
28
1
30
3
27
29
-
30
1
28
30
1
31
-
28
31
-
31
3
31
32
-
31
-
31
33
-
31
-
31
34
1
32
3
34
   NOTA FINAL: Nas três jornadas iniciais do campeonato português disputaram-se a ST (Supertaça da Alemanha);TA (Taça da Alemanha); e 1J (primeira jornada do campeonato alemão)

Pelo quadro percebe-se bem as diferenças
Entre um goleador (Jonas) que joga por um Clube que luta pela conquista do título de campeão nacional e outro que joga num clube que luta pelo «título» de melhor marcador da competição. Jonas a dez jornadas do final da competição (24.ª) tinha 26 golos (média superior a um golo por jogo). Bas Dost tinha 18 golos. Nos dez jogos finais, Jonas marcou seis golos (quase "meio golo" por jogo) e o avançado do Sporting CP conseguiu...16. Quase tantos em dez jogos, como em 21 jogos, pois não esteve nos três iniciais.

Carrega Jonas rumo ao P3N7A!

Alberto Miguéns
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail