A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/11/2016

Pólvora Seca em A Bola e Molhada na FPP

14/11/2016 + 9 Comentários API
NÃO SE PERCEBE A INCONGRUÊNCIA DE DIZER UMA COISA E PUBLICAR OUTRA.


Para além de tudo o resto, este blogue vai fazendo o seu caminho. E tem a ideia que a verdade é como o azeite. Pode demorar tempo mais virá sempre para o topo e ficará visível, por muito que tentem misturar, diluir, confundir e esconder.


António Simões armou-se em “descobridor” de um “Mundo Desconhecido” fazendo uma investigação tão difícil que é fácil encontrar em blogues melhor argumentação e imagens mais esclarecedoras do que aquilo que fez. Ou seja, foi aos blogues e depois nem soube escolher o melhor publicado em vários deles! É uma espécie de Ricardo Serrado em versão jornalista. Ambos pantomineiros! Medíocres - profissionalmente falando - que é o que me interessa como leitor!




E depois…
Elabora quadros contra o que escreveu e escreveu “palha” até aos cus de Judas. Puxa! Que tralha! Em vez de juntar separou. Além de não juntar os campeonatos da I Liga aos Campeonatos Nacionais da I Divisão continua a separar o Campeonato de Portugal da Taça de Portugal.


Depois de quatro páginas (além da primeira) de um texto intragável é pretensioso não juntando as competições quando o faz no texto publicado nessas quatro páginas, além da primeira ou capa. E chegavam duas. Nem ele deve ter percebido o que escreveu. Assim, o SLB não tem 35 Campeonatos Nacionais, os três primeiros designados ainda como campeonatos da I Liga. Tem 32 campeonatos nacionais da I Divisão/Liga e 3 campeonatos da I Liga. O "Glorioso" não tem 28 Taças de Portugal, as três iniciais com a primeira designação da competição como "campeonato de Portugal". Tem 25 Taças de Portugal e 3 campeonatos de Portugal.

É assim tão difícil não passar por “junta letras”

82 Campeonatos Nacionais*
Clubes
TOTAIS
(82)
Primeiro
Último
SL Benfica
35
1935/36
2015/16
FC Porto
27
1934/35
2012/13
Sporting CP
18
1940/41
2001/02
CF “Os Belenenses”
1
1945/46
Boavista FC
1
2000/01
NOTA: * Entre 1934/35 e 1937/38 (quatro edições) designaram-se Campeonato da I Liga

93 Taças de Portugal*
Clubes
TOTAIS
(93)
Primeira
Última
SL Benfica
28
1929/30
2013/14
FC Porto
20
1921/22
2010/11
Sporting CP
20
1922/23
2014/15
CF “Os Belenenses”
6
1926/27
1988/89
Boavista FC
5
1974/75
1996/97
Vitória FC Setúbal
3
1964/65
2004/05
As. Académica Coimbra
2
1938/39
2011/12
SC Braga
2
1965/66
2015/16
SC Olhanense SC
1
1923/24
CS Marítimo
1
1925/26
Carcavelinhos FC **
1
1927/28
Leixões SC
1
1960/61
CF Estrela Amadora
1
1989/90
SC Beira-Mar
1
1998/99
Vitória SC Guimarães
1
2012/13
NOTA: * Entre 1921/22 e 1937/38 (17 edições) designaram-se Campeonato de Portugal; ** O Carcavelinhos FC e o União Futebol de Lisboa, em 18 de Setembro de 1942, fundaram o Atlético CP

O que interessa não é o «Em Defesa do Benfica» ou "A Bola". Em termos de tornar a informação oficial o que interessa é a FPF…
Colocar no seu portal o que decidiu em 1938. E além disso a listagem das Supertaças «Cândido de Oliveira», da Taça FPF (1976/77), da Taça Ribeiro dos Reis (entre 1961/62 a 1970/71; aberta a equipas de Honra e Reserva dos clubes da I e II Divisão Nacional), dos Campeonatos Nacionais de Juniores, Principiantes/Juvenis, Iniciados e Infantis, por exemplo. Ou seja, oficializar publicamente o que tem homologado desde 1921/22. Só depois disso é que tudo fica claro. Como fazem todas as Federações responsáveis. É que quem quiser fazer "estudos ou trabalhos” acerca do Futebol português, neste assunto, tem de recorrer a fontes não oficiais. Mas na FPF nem isso os incomoda…




Quando a FPF o fizer (porque para mim isso é o mais importante) eu vou contar muito mais…
Até histórias que me envergonham por se passarem dentro do meu Clube! E chamar os seus nomes e o que fizeram ou permitiram que se fizesse. Neste caso que não se fizesse. Até escorraçar como um cão um jornalista de "O Benfica" que era seu colunista! Por isso nem sou eu que estou em causa! Mostrar que esta historieta mal cheirosa só existe com a conivência de quatro pessoas, para além de outros menores que nem nota de rodapé merecem. Podia (e devia) ter sido resolvida (e tinha sido!) em 2012! Só não foi porque responsáveis com Poder dentro do SLB não quiseram! Entretanto! Enquanto a FPF não oficializar - no seu portal ou numa informação oficial impressa - cada um pode interpretar como quiser. Com mais conhecimentos, honestidade ou clareza. Mas não passa disso!


Há leitores deste blogue que dizem que há blogues de sportinguistas que se fartam de falar do Em defesa do Benfica!
Se for para "dizer mal" e enxovalhar é uma Medalha e uma Honra. Até digo, salvaguardando as diferenças e sofrimento de quem o foi. A similitude está apenas na atitude. É como no tempo da PIDE ser preso por ter ideias diferentes do Salazarismo. Desta vez este sportinguista tem razão (clicar). "A Bola" deixou um "rabo de palha" a que podem agarrar-se.

Se “A Bola” meteu os pés pelas mãos
Há quem queira mostrar serviço, mas revela incompetência e desleixo!

A Federação Portuguesa de Patinagem
Agora inventou que também fornece fichas dos jogos. E ainda bem. Mas pelos vistos vicia a informação (clicar). João Rodrigues marcou sete golos embora um deles seja de Jordi Adroher! Contratem pessoas competentes em vez de arranjarem tachos para amigos. Que depois sentem “as costas quentes” para poderem trafulhar sem que nada lhes aconteça. Já não é a primeira vez que aldrabam fichas – e é um “mal” que afecta outras federações - com a de Andebol em destaque. Só que desta vez há imagens. Por isso não posso deixar de passar em claro, alertando quem lê este blogue e faz recolha de informação estatística.


Para a FPP este golo (7-1) foi de João Rodrigues que momentaneamenrte trocou o número com Jordi Adroher, talvez para dar sorte na marcação do «Livre Directo»! Só que trocou tudo! Se não conseguem distinguir um 7 de um 9 como podem fazer fichas de jogos!?

Há blogues que lutam um dia e são bons,
Há outros que lutam um ano e são melhores,
Há os que lutam muitos anos e são muito bons.
Mas há os que lutam toda a vida
E estes são imprescindíveis

Espero que um dia este blogue honre Bertolt Brecht


Alberto Miguéns

NOTA (às 13:30 horas: para não responder sempre o mesmo aos vários comentários que me merecem todo o respeito, mas tenho que preparar o texto para a meia-noite de hoje tendo pouco tempo para o fazer)

1. Que o texto explica a continuidade das duas competições todos os que o lemos sabemos;

2. Que na primeira página (página 24) do texto explicativo (página 24 a 27) logo à esquerda que é de onde todos os que lêem pelo nosso alfabeto começam a ler qualquer texto ou página os títulos estão divididos (em vez de juntos)...estão. E que nunca os junta num quadro...NUNCA;

3. . "A Bola" se está bem intencionada que o faça no seu portal (clicar). E acrescente somatórios como faz para o Futsal, mas não o faz para o Futebol! Nem para as 93 Taças de Portugal, nem para os 82 campeonatos nacionais. Porquê?

4. É um jornalista sensacionalista, por isso é preciso desconfiar, como já em tempos mostrei neste blogue, quer embirrando que foi Trapattoni a lesionar Coluna (mesmo sabendo através das imagens que foi Pivatelli) quer inventando que o FC Porto em 1894 jogou em Lisboa quando não houve qualquer jogo. Nem o FCP se atreveu a tal. E podia dar dezenas de exemplos de sensacionalismo à volta da História do Benfica ou de outros clubes. Deixo apenas este como exemplo que ele fez como se estivesse bem intencionado mas só quis justificar a existência do FCP (apesar de irreal) e logo com uma deslocação a Lisboa! O que é que isto tem a ver. Directamente...nada! Indirectamente (o modo transviado de deixar pontas soltas)...tudo!

No final do texto em 9 de Janeiro de 2015 (clicar) mas volto a colocar o essencial (em relação ao autor):

Invenção M

Criada a mentira logo outros trataram de a divulgar e inventar factos para lhe dar consistência. Um pioneiro na aldrabice foi António Simões em A Bola. Num pequeno espaço de meia-coluna, um romance de "faca-e-alguidar":
1. Coitados dos portugueses.. queriam e não podiam futebolar. Culpados: os malvados bretões ex-futuros Boavistas;
2. O FCP até veio a Lisboa em 1894 disputar um troféu. Que grande clube. Até jogou em Lisboa;

3. José Monteiro da Costa é que falou com António Nicolau de Almeida. O "Topo Gigio Rui Guedes" diz que incentivou, ele (António Simões) que pediu. Quem conta o Porto acrescenta-lhe um tonto... António Martins que viveu tudinho em 1906 nunca soube da ligação e importância de António Nicolau d´Almeida. Ignora-o. Não existiu!

Recordes e Campeões; Volume 4; Futebol; pp. 101; Junho de 2009; António Simões; A Bola

Azar de António Simões. Houve um jogo que foi no Porto. O clube não tinha de vir a Lisboa. Uma selecção de Lisboa (Club Lisbonense, Carcavellos Club e Lisbon Cricket Club) é que foi ao Porto jogar com uma selecção de futebolistas da Invicta (Oporto Cricket Club e Real Velo Club). 


Um inventor que tem por objectivo criar factos sem correspondência com a realidade. Nunca é concreto e certeiro. Afirmativo. Pontas soltas que depois cada um agarra como quiser... nesta estorieta e romance acerca de António Nicolau d'Almeida nem os portistas se atreveram a tantas e tão "fundamentadas" explicações acerca do que o fez criar um clube, porque não continuou no clube e teve que o deixar hibernar...até falar com José Monteiro da Costa. Quando os fundadores que conviveram com Monteiro da Costa nunca escreveram acerca disto, como António Martins, em 1 de Março de 1926. 

Useiro e vezeiro. Capcioso. Se o não fosse juntava os títulos, nem que fosse na página 27. Mas não. Abre a leitura com a divisão dos títulos. Junta-os no texto, mas nunca o faz num quadro.




9 comentários
comentários
  1. Pilatos está calado e cheira mal.

    A FPF tem de assumir o seu papel. Que procure nos seus arquivos. Que apresente documentos. Que tenha coragem de se assumir. Que deixe o silêncio nem sequer se ponha de cócoras a tentar lavar as mãos.

    Este ruidoso silêncio está a alimentar a ignorância, a parvoíce e a mentira. Está a envenenar ainda mais o futebol. Assumam-se e publiquem a verdade assente em provas. Respeitem o passado, respeitem os documentos oficiais. Assumam-se!

    ResponderEliminar
  2. Boa noite Sr. Miguéns

    E chegamos agora onde eles sempre pretenderam... discutir os primeiros 3 titulos do Glorioso...

    Com os melhores cumprimentos,
    afap

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro André Piçarra

      Exactamente. António Simões já não é a primeira vez que faz isso. Faz um texto e deixa porta aberta para divagações mentirosas. Pensa que nós somos estúpidos.

      Já uma vez inventou que em 1894 o FC Porto veio fazer um jogo a Lisboa. Inventou um jogo que nem o FCP se atreveu a fazer. Está publicado naquela colecção de A Bola dos Recordes e Campeões publicado em 2009. Arma-se em chicoesperto. Adora!

      pode encontrar uma digitalização dessa mentira aqui no blogue em 9 de Janeiro de 2015 (já na parte final do texto que é muito longo por ter muitas digitalizações).

      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2015/01/quem-conta-o-porto-acrescenta-lhe-um.html

      Saudações Gloriosíssimas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Exactamente, quando perderem a luta dos 4 campeonatos, vão pegar nos nossos "experimentais". Sempre me pareceu esse o grande objetivo.

    ResponderEliminar
  4. Muito bem como sempre Alberto. Confesso que comecei a ler esse artigo n'A Bola mas aquilo começou a cheirar mal... E desisti!

    E, devido às tais pessoas, temos culpa no cartório.

    Anda há dias a aguardar pela correcção deste artigo:

    http://observador.pt/2016/11/03/manniche-o-rui-costa-era-o-meu-apanha-bolas/

    E Estou empiricamente sentado à espera. Já notifiquei o autor no Twitter e nada... Comentei no próprio artigo e nada... É o normal hoje em dia...

    A entrevista é engraçada porque se trata de um ex jogador que muito ajudou o Benfica. Gosto de ler ex jogadores estrangeiros a falar sobre o seu tempo de Benfica. O problema é que o jornalista nem se preocupa em atirar postas de pescada para o éter sem verificar se aquilo está correcto...

    E tudo isto é transversal. Há de facto uma tentativa sub-reptícia de reescrever a história. Nestes casos, é no desporto mas a coisa é, parece-me, geral.

    Saudações TRIGloriosas Alberto.

    ResponderEliminar
  5. Li o artigo do jornal A BOLA e não concordo consigo, o artigo está bastante esclarecedor, não deixa margem para duvidas, o jornalista separou os títulos para ficar tudo muito bem explicadinho, aos 32 adicionou-se mais 3 tal como no FC Porto dos 26 adicionou-se mais 1, não tem nada de complicado como aliás está lá demonstrado com provas da FPF.

    A única coisa que podemos questionar, tal como você já o fez aqui no passado, é porque razão o Benfica não adiciona mais 3 Taças de Portugal ao seu histórico, passando a contabilizar 28 em vez de 25 Taças de Portugal... mas isso você sabe a razão e já a denunciou neste blog.
    Saudações.

    ResponderEliminar
  6. Apesar de não estar perfeito, "A Bola" foi o primeiro jornal a pegar a sério no assunto e a desmistificá-lo.

    Apesar do "erro" no quadro de vencedores, no texto o "problema" é esclarecido. E o jornal, clarificado, com todas as letras que o Benfica tem 35 e o Sporting 18. Com todas as letras.

    Deixo aqui o texto:
    https://pbs.twimg.com/media/CxJFvDjXAAA8QIy.jpg

    ResponderEliminar
  7. Boa noite caro Alberto Miguéns,

    Na internet li que na Sporting TV estava a passar a informação que a FPF tinha confirmado os 22 Títulos do Sporting, mas em resposta foi escrito isto:

    "A FPF não confirmou nada.

    Eles referem-se ao livro da FPF "Os anos de diamante no 1º centenário do futebol português (1914-1989)" de Henrique Parreirão.

    Esqueceram-se de dizer que após o lançamento do livro, Ricardo Ornelas pediu esclarecimento à FPF.

    A FPF esclarecia que Campeonato de Portugal era o Campeão de Portugal e Campeão Nacional era o Campeão da I Liga."

    Pedia-lhe se possível se desenvolvesse essa história num dos seus tópicos, pois acho que ainda não encontrei a informação aqui no blog.

    Muito obrigado, mais uma vez. É um prazer lê-lo e perceber como defende sempre o Benfica.

    Um abraço Benfiquista.

    ResponderEliminar
  8. Li a A BOLHA, mas passei olimpicamente, ou melhor, estive-me marimbando para aquelas páginas desse junta-letras António Simões (tem um pomposo nome...lá isso tem).

    Quando se tem sempre à mão um historiador de TOP (nem preciso dizer o nome) para quê perder tempo com aprendizes de neurónios baralhados???

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail