A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

11/09/2016

Regresso ao Futuro

11/09/2016 + 4 Comentários API
COMO SE CONSEGUE INVENTAR COM UM ANO DE ANTECEDÊNCIA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CAMPEONATO NACIONAL PORTUGUÊS DE 2016/17! PARA QUEM QUISER APOSTAR NAS «CASAS» DE APOSTAS…


Há algum tempo que tinha pensado fazer um comparativo entre o SLB e os dois principais rivais em termos de classificação nas 82 edições do campeonato nacional. Como sempre que posso gosto de comparar a minha informação com a de outros, isso levou a uma “descoberta” hilariante e irritante. Depende do ponto-de-vista. O certo é que esta “descoberta” precipitou a elaboração (ontem) e publicação (hoje) do tal texto comparativo e já agora, mostrar, o que motivou a sua realização e agendamento  para este domingo de descompressão entre Arouca e o empolgamento para terça-feira frente aos "Novos Turcos". Vamos ao mais importante.

Trinta e cinco títulos significam mais do que isso…
O Benfica conseguiu por 36 vezes – nos 35 títulos e em 1945/46 – ficar à frente dos dois outros clubes com mais troféus: FC Porto (27) e Sporting CP (18). Ou seja, em 44 por cento, das 82 edições do principal campeonato português.

Em relação ao FC Porto
O Benfica obteve em 46 edições (56 por cento) classificações à frente do FC Porto registando apenas 36 (44 por cento) temporadas atrás deste emblema, o segundo clube com mais títulos em Portugal. Essas 46 edições correspondem aos 35 títulos (obviamente) mas também em mais onze campeonatos em que mesmo não sendo campeão, o FC Porto ainda ficou pior classificado que o "Glorioso". As 36 temporadas atrás do FC Porto correspondem aos 27 títulos deste clube mais nove em que este, não conquistando o troféu, ficou na dianteira do Benfica. Onze mais nove, são as vinte temporadas em que os dois clubes não conquistaram o principal troféu do futebol em Portugal: Sporting CP (18), CF Os Belenenses” e Boavista FC.

Em relação ao Sporting CP
Se fizermos as contas para a mesma relação desportiva, mas entre SLB e Sporting CP os valores ainda são mais favoráveis ao “Glorioso”. São 53 temporadas na dianteira do Sporting CP – 35 e mais 18 edições com melhor classificação - correspondendo a 65 por cento dos campeonatos disputados. Ao invés, o Sporting CP classificou-se em 29 épocas (35 por cento) à frente do Benfica – nos seus 18 títulos e em mais onze campeonatos classificando-se melhor que o "Glorioso". Dezoito mais onze, são as 29 temporadas em que os dois clubes não conquistaram o principal troféu do futebol em Portugal: FC Porto (27), CF Os Belenenses” e Boavista FC.

Assim se vê a força do Esse-ele-bê
Em relação ao FC Porto mais dez temporadas na dianteira, ou seja, em 56 por cento dos 82 campeonatos nacionais disputados.
Em relação ao Sporting CP mais 24 edições à sua frente, ou seja, em 65 por cento dos troféus. É isto o “Glorioso”. Quantificação da sua qualidade histórica. Oito décadas não são uma dúzia de anos!

CLASSIFICAÇÕES NOS 82 CAMPEONATOS NACIONAIS
ÉPOCA
CN
2.º
3.º
4.º
5.º
6.º
7.º
8.º
9.º
34/35
1








35/36
1








36/37
2








37/38
3








38/39
2








39/40
3








40/41
1








41/42
4








42/43
5








43/44
2








44/45
6








45/46









46/47
3








47/48
4








48/49
5








49/50
7








50/51
6








51/52
7








52/53
8








53/54
9








54/55
8








55/56
4








56/57
9








57/58
10








58/59
5








59/60
10








60/61
11








61/62
11








62/63
12








63/64
13








64/65
14








65/66
12








66/67
15








67/68
16








68/69
17








69/70
13








70/71
18








71/72
19








72/73
20








73/74
14








74/75
21








75/76
22








76/77
23








77/78
6








78/79
7








79/80
15








80/81
24








81/82
16








82/83
25








83/84
26








84/85
8








85/86
9








86/87
27








87/88
10








88/89
28








89/90
11








90/91
29








91/92
12








92/93
13








93/94
30








94/95
14








95/96
15








96/97
16








97/98
17








98/99
18








99/00
17








00/01









01/02
18








02/03
19








03/04
20








04/05
31








05/06
21








06/07
22








07/08
23








08/09
24








09/10
32








10/11
25








11/12
26








12/13
27








13/14
33








14/15
34








15/16
35








16/17










Totais
35
27
15
4

1



27
25
12
12
3
1
1

1
18
21
26
12
4

1



Quando fui comparar os resultados totais...
Com as publicações que os três diários desportivos vendem no início de cada edição do campeonato nacional deparei com valores irreais (depois surreais) nos "Cadernos de A Bola". Ou talvez não! O que ao princípio parecia um "erro normal" e aceitável (embora erro seja erro) trocar 82 por 83, pois em 2016/17 é que está a disputar-se a edição 83, eis que depois é que percebi a "marosca". Não foi um engano "inocente" (penso eu de que!) pois a discriminação por lugar na classificação geral final também contempla mais uma edição. O somatório 83 está correcto face aos parciais. No Benfica o "erro" está em acrescentar mais um terceiro lugar. No FC Porto está entre trapalhadas no 3.º e 4.º lugar, indicar-lhes o caminho do 7.º lugar. E no Sporting CP está-lhe destinado o 15.º lugar em 2016/17! Embora também sejam trapalhões tirando um dos "quintos" baixando-o para um 6.º lugar que nunca existiu. Mas isso é trapalhada. Malandrice é o 15.º lugar! Ou talvez não!


Outro exemplo…
Depois fui comparar os totais reais dos restantes 15 emblemas com os totais que "A Bola" publicou. E a seguir fazer o mesmo com os parciais. Os 18 clubes estão todos "adiantados" uma temporada! Não podendo mostrar tudo deixo três exemplos retirados da mesma publicação. O Moreirense FC na realidade tem seis presenças concluídas. Como a página 53 da mesma publicação mostra. Mas na página 93 da "marosca" está-lhe destinado o 10.º lugar em 2016/17.




Cadernos de A Bola n.º 47; Julho de 2016; página 53
Ainda outro exemplo…
O CD Tondela apenas regista a presença em 2015/16 em 16.º lugar, como a página 69 da citada publicação mostra. Mas na página 93 da "marosca" está-lhe destinado novamente o 16.º lugar em 2016/17 com o parcial de 2 na 16.ª posição. Mauzinhos! Podiam ter colocado o simpático clube um pouco mais acima! Mesmo na "linha-de-água". Vão "sofrer"!



Cadernos de A Bola n.º 47; Julho de 2016; página 69

E o Campeão Nacional é…
O FC Arouca! A derrota frente ao SLB será o incentivo para fazer do FC Arouca o sexto emblema - pelos vistos uma paixão de "A Bola" - a sagrar-se Campeão Nacional em Portugal!




Cadernos de A Bola n.º 47; Julho de 2016; página 25

Classificação tendo em consideração a página 93 dos "Cadernos de A Bola"
Para quem faz apostas - o perito ZêPêVê avança e lança, ólhó placardão - e acredita em "A Bola" (não costumam errar quando anunciam contratações para o SLB) pode apostar forte. Como acertaram sempre no passado também vão acertar no futuro. Eis a classificação final do campeonato nacional Liga NOS em Maio de 2017:

01.º FC Arouca
02.º FC Paços de Ferreira
03.º SL Benfica
04.º Boavista FC
05.º GD Chaves
06.º GD Estoril Praia
07.º FC Porto
08.º CD Feirense
09.º CS Marítimo
10.º Moreirense FC
11.º CD Nacional 
12.º Rio Ave FC
13.º CF "Os Belenenses"
14.º SC Braga
15.º Sporting CP
16.º CD Tondela
17.º Vitória SC Guimarães
18.º Vitória FC Setúbal

Hilariante ou irritante!?!
O que se terá passado? Gosto sempre de perceber a anatomia/origem do erro. Claro que não foi negligência. Era caso para prémio Nobel da dita. Foi intencional. Uma "chicoespertice saloiada" à portuguesa. Ridicularizar os adeptos que compram a publicação utilizando os clubes. Tudo encaixa na perfeição da imperfeição. Ou talvez não! Do ponto-de-vista do rigor e dos três euros gastos irrita pagar para ser enganado de forma soez. Noutra perspectiva é hilariante pensar que alguém se deu ao trabalho de fabricar uma classificação, em Julho de 2016, para Maio de 2017. Ou talvez não. Sabem mesmo como vão classificar-se os clubes em 2016/17. Vêm do futuro estes aventesmas. Certamente! Podem continuar a fabricar estes Cadernos. Para o ano volto a comprá-los para saber, em Julho de 2017,  a classificação do Benfica no 84.º campeonato, a finalizar em Maio de 2018. Espero que em primeiro lugar. Terceiro é o segundo dos últimos! Já chega ou chegará o de 2016/17!

Está bem visto! Passem um bom domingo! Divertido!

Alberto Miguéns

NOTA: Há "coisas" que nunca mudam. Corrigiram o erro "à pressão" (feita aqui pelo blogue...ao que consta, talvez não, talvez por sugestão de terceiros para não ser pretensioso) aquando do "Livro Oficial" do TRI. Ainda não disse o assunto e já gastei três, agora quatro linhas. É acerca do treinador do primeiro título conquistado pelo Glorioso, em 1935/36. O correcto Vítor Gonçalves em vez do errado Lipo Herczka. Pois com o calor do Verão tudo voltou ao "normal". Ao erro. Este sim mais preocupante que a "marosca" de saber ainda antes do campeonato se iniciar a classificação final. Para o ano "A Bola" vai continuar a ser premiada com a "feitura" do Livro Oficial do Tetra. Mas não! O SLB vai ser terceiro. Viva o respeito pelos ases que nos honraram o passado. O «marquetingue» do SLB sempre na vanguarda!


Cadernos de A Bola n.º 47; Julho de 2016; página 80

Cadernos de A Bola n.º 47; Julho de 2016; página 92


4 comentários
comentários
  1. incompetência, algo que é muito generalizado em determinadas áreas em Portugal como, por exemplo, a comunicação social.

    ResponderEliminar
  2. Já sabia que Lito Vidigal era um treinador em ascenção mas afinal já foi campeão.
    Bola, rebola, enrola. Enrola-nos.

    Ao que chegou o grande jornal fundado por Cândido de Oliveira, Ribeiro dos Reis e Vicente de Melo. O jornal que teve homens do gabarito de Carlos Pinhão, Vítor Santos, Aurélio Márcio, Homero Serpa, Carlos Miranda, Alfredo Farinha, Carlos Arsénio, Nuno Ferrari. Homens que não escreviam mas antes pintavam o desporto naquelas folhas.

    Que lástima. Que vergonha. Que pena para o desporto Português.


    Se calhar é melhor endereçar os parabéns a Lito Vidigal. Nós ainda vamos á Europa mas o SCP safa-se da 2ª divisão à rasquinha. Sai comunicado.

    ResponderEliminar
  3. já agora, a classificação 16-17 deles é baseada na ordem alfabética. cheira-me a um erro qualquer envolvendo algoritmos e o Excel do(s) génio(s) que fez/fizeram isto.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde

    Penso que os erros nos "Cadernos da Bola" se devem ao lapso de estatisticamente terem contado a época 2016/2017 (óbvio para todos), sendo que terão ordenado a classificação final dos clubes por ordem alfabética.

    Não verifiquei ao pormenor, mas parece-me ser esse o padrão (Arouca 1º, Benfica 3º, Sporting 15º, etc.)

    Cumprimentos
    José Durão

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail