A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

05/05/2016

Campeões Europeus: 8, 7, 2, zero!

05/05/2016 + 14 Comentários API
O BENFICA CONTINUA, EM 2015/16, COM OS VALORES DE 1989/90: OITO MEIAS-FINAIS, SETE FINAIS E DOIS TRIUNFOS!


NOTA: Mais dois finalistas apurados para a competição da UEFA e o Benfica continua sem meios para chegar a esta fase final da competição. Noite triste ver mais uma vez o Benfica de fora! Compreensível, mas há que rebentar com esta sina. Nos anos 60 e 80 também ninguém acreditava ser possível, a não ser alguns Benfiquistas que percebiam o que era o Futuro! O arre burro (visão pacóvio) há muito tempo que passara.


Mas os Benfiquistas (pelo menos alguns) têm consciência que o Clube pode ultrapassar, por que tem potencial (é um clube que ultrapassa as fronteiras portuguesas), estes valores com duas décadas-e-meia de estagnação. São valores do tempo da presidência de João Santos com Jorge Brito como suporte financeiro. Ou seja, do tempo em que ser presidente do Benfica não significava ser “caixeiro-viajante” e andar pelos clubes ricos e “novos-ricos” a bater de porta-em-porta para nos levarem os melhores futebolistas. Quase a ajoelhar! Quem quiser os nossos futebolistas que venha "À Catedral" e arranje forma de os pagar. Não somos nós a fazer promoções, descontos e aceitar pagamentos faseados via Capitais Ilimitados vinte-e-tal! Ou seja, do tempo em que os dirigentes tinham orgulho em não ser “apenas” do Benfica, compor ramalhetes, mas Benfiquistas. De ver o Benfica grande, em vez de dizer que é grande. E o principal constrangimento, que durante décadas asfixiou as potencialidades do “Glorioso” estão resolvidas: a “proibição” do acesso continuado à Liga dos Campeões por via da corrupção portista a nível interno e do projecto Roquette (aliança SCP/FCP para impedir a ida do SLB à Liga dos Campeões, mesmo em segundo lugar no campeonato nacional). Com o “Apito Dourado” abriu-se uma auto-estrada que tem de saber-se poder ser aproveitada. Não podem é ser os almocreves a percorrê-la. Até porque é proibido pelo Código da Estrada... Tem de ser alguém que perceba o que está a chegar do Futuro! O que vem aí! O "Glorioso" não pode, por comodismo e inaptidão, ficar de fora! Terá de estar dentro. Por dentro.  

O Projecto Roquette foi o expoente máximo da vigarice pois tinha por objectivo, em regra, FCP e SCP serem sempre os dois primeiros classificados no campeonato nacional, afastando o SLB, a menos que fosse terceiro (e pudesse disputar pré-eliminatórias) ou conseguisse pontualmente intrometer-se entre o FCP e o SCP. Tudo isto ficou feito em cacos com o "Apito Dourado" em 2004/05
Ao Benfica não se adaptam “lugares-comuns” de pequenez
Não pode “ir longe” porque é um clube português. O Benfica não é “apenas” um clube de Portugal. É um clube transnacional. Um Clube do Mundo. Mítico! É preciso ter ambição sustentada, com os pés bem assentes no chão, mas que não lhe tolha os movimentos. Com passada larga. Sem provincianismos de quem não tem Mundo!

Poucos chegam a fases adiantadas da competição: “quartos”, “meias” e finais
Dos 493 clubes que participaram nas 61 edições da principal competição da UEFA, apenas 131 emblemas que jogaram os quartos-de-final apenas 73 conseguiram apurar-se para as meias-finais. Destes 73 emblemas apenas 39 chegaram à final e 22 conseguiram vencê-la. Embora nesta temporada o Clube Atlético de Madrid possa estrear-se. E entre estes 22 finalistas, só 12 por duas ou mais vezes ergueram o troféu. O SL Benfica faz parte este grupo restrito.

Um “Glorioso” como oitavo clube com mais meias-finais
Apenas sete emblemas têm mais presenças nas meias-finais da principal competição da UEFA que o nosso clube: os espanhóis do Real Madrid CF (com 27), os alemães do FC Bayern Munique (com 18), os espanhóis do FC Barcelona (com 15), os italianos do AC Milan e ingleses do Manchester United FC (com 12), os italianos da Juventus FC (com onze) e os ingleses do Liverpool FC (com oito). O Real Madrid CF e FC Barcelona são os únicos clubes que estiveram sempre presentes, por décadas, nas meias-finais, entre todos os 73 clubes (de 23 países/federações das 54 que compõem a UEFA) que já disputaram esta eliminatória.

Em 236 “vagas” (quatro em cada duas meias-finais)
Apenas 73 emblemas ocuparam essas 236 presenças, ou seja, 31 por cento das possibilidades. Poucos clubes conseguem (ou conseguiram) atingir esta fase. Um clube de elite.

CLUBES COM TRÊS OU MAIS PRESENÇAS NAS MEIAS-FINAIS EM 61 EDIÇÕES DA TAÇA DOS CLUBES CAMPEÕES EUROPEUS/ LIGA DOS CAMPEÕES, ENTRE 1955/56 – 2015/2016
Clubes
País
T
55/56
59/60
60/61
69/70
70/71
79/80
80/81
89/90
90/91
99/00
00/01
09/10
10/11
15/16
Real Madrid CF
ESP
27
5
4
3
4
2
3
6
FC Bayern Munique
ALE
18
-
-
3
4
4
2
5
FC Barcelona
ESP
15
1
1
1
1
2
5
4
AC Milan
ITÁ
12
2
2
-
2
2
4
-
Manchester United FC
ING
12
2
3
-
-
2
4
1
Juventus FC
ITÁ
11
-
1
2
2
4
1
1
Liverpool FC
ING
9
-
1
2
3
-
3
-
(8.º)  SL BENFICA
POR
8
-
5
1
2
-
-
-
AFC Ajax
HOL
8
-
1
4
-
3
-
-
FC Inter Milão
ITÁ
8
-
4
1
1
-
2
-
Chelsea FC
ING
7
-
-
-
-
-
5
2
Clube Atlético Madrid
ESP
5
1
-
2
-
-
-
2
Celtic FC
ESC
4
-
2
2
-
-
-
-
BVB Dortmund
ALE
4
-
1
-
-
2
-
1
Hamburgo SV
ALE
3
-
1
1
1
-
-
-
FC Steaua Bucareste
ROM
3
-
-
-
3
-
-
-
FK Estrela Vermelha
SÉR
3
1
-
1
-
1
-
-
FK Dínamo Kiev
UCR
3
-
-
1
1
1
-
-
Panathinaikós AC
GRÉ
3
-
-
1
1
1
-
-
Leeds United AFC
ING
3
-
1
1
-
-
1
-
AS Mónaco FC
FRA
3
-
-
-
-
2
1
-
(22.º) FC Porto
POR
3
-
-
-
1
1
1
-
PSV Eindhoven
HOL
3
-
-
1
1
-
1
-
Sporting CP
POR
0
-
-
-
-
-
-
-
 NOTA: Não inclui as fases de grupos de 1991/92 e 1992/93 pois não se disputaram meias-finais. Os oito apurados para os quartos-de-final jogavam seis jornadas, a pontuar em duas voltas, para apurar o primeiro classificado de cada grupo que disputavam a final: FC Barcelona (do grupo em que o Benfica se classificou em 3.º lugar) frente à UC Sampdoria, em 1991/92. Em 1992/93, o Olímpico de Marselha frente ao AC Milan (do grupo em que o FC Porto se classificou em 3.º lugar). Ou seja, das 61 edições já concluídas, apenas em 59 foram disputadas meias-finais

Em 39 clubes presentes nas 61 edições
Há 22 clubes com sucesso em pelo menos uma final e 17 emblemas que mesmo presentes no jogo de decisão não conseguiram conquistar a principal competição da UEFA. O Clube Atlético de Madrid pode alterar os valores para 23 e 16, respectivamente, se conquistar o troféu. É bom recordar que 61 finais significam 122 presenças. Em 122 possibilidades apenas 39 clubes conseguiram chegar à final, ou seja, 32 por cento das possibilidades. Às vezes parece uma “ideia feita” que é difícil conquistar o troféu! E é! Mas chegar ao jogo das decisões também! E o SL Benfica conseguiu sete presenças!

OS 39 CLUBES COM PRESENÇAS NAS 61 FINAIS DA TAÇA DOS CLUBES CAMPEÕES EUROPEUS/ LIGA DOS CAMPEÕES, ENTRE 1955/56 – 2015/2016
Clubes
País
T
V
P
FINAIS (a negrito ganhas; em itálico perdidas)
A vermelho: épocas em que eliminaram o SL Benfica
(2) Número de conquistas consecutivas
Real Madrid CF
ESP
14
10
3
55/56;56/57;57/58;58/59;59/60(5);61/62;63/64;
65/66;80/81; 97/98;99/00;01/02;13/14
AC Milan
ITÁ
11
7
4
57/58;62/63;68/69;88/89;89/90(2);92/93;93/94;
94/95;02/03;04/05;06/07
FC Bayern Munique
ALE
10
5
5
73/74;74/75,75/76 (3); 81/82;86/87;98/99;00/01;
09/10;11/12;12/13
FC Barcelona
ESP
8
5
3
60/61;85/86;91/92;93/94;05/06;08/09;10/11;14/15
Juventus FC
ITÁ
8
2
6
72/73;82/83;84/85;95/96;96/97;97/98;02/03;14/15
(6.º)  SL BENFICA
POR
7
2
5
60/61;61/62 (2); 62/63;64/65;67/68;87/88;89/90
Liverpool FC
ING
7
5
2
76/77;77/78 (2);80/81;83/84;84/85;04/05;06/07
AFC Ajax
HOL
6
4
2
68/69;70/71;71/72;72/73(3);94/95;95/96
FC Inter Milão
ITÁ
5
3
2
63/64;64/65 (2);66/67;71/72;09/10
Manchester United FC
ING
5
3
2
67/68;98/99;07/08;08/09;10/11
Clube Atlético Madrid
ESP
3
-
2
73/74;13/14
Nottingham Forest FC
ING
2
2
-
78/79;79/80(2)
(13.º) FC Porto
POR
2
2
-
86/87;03/04
Stade de Reims
FRA
2
-
2
55/56;58/59
Celtic FC
ESC
2
1
1
66/67;69/70
Hamburgo SV
ALE
2
1
1
79/80;82/83
FC Steaua Bucareste
ROM
2
1
1
85/86;88/89
Olímpico Marselha
FRA
2
1
1
90/91;92/93
Valência CF
ESP
2
-
2
99/00;00/01
Chelsea FC
ING
2
1
1
07/08;11/12
BVBorússia Dortmund
ALE
2
1
1
96/97;12/13
ACF Fiorentina
ITÁ
1
-
1
56/57
FC Eintracht Franqueforte
ALE
1
-
1
59/60
FK Partizan Belgrado
SÉR
1
-
1
65/66
SC Feyenoord
HOL
1
1
-
69/70
Panathinaikós AC
GRÉ
1
-
1
70/71
Leeds United AFC
ING
1
-
1
74/75
AS Saint-Étienne
FRA
1
-
1
75/76
BVfL MoenchenGladbach
ALE
1
-
1
76/77
Club Brugge KV
BÉL
1
-
1
77/78
Malmoe FF
SUÉ
1
-
1
78/79
Aston Villa FC
ING
1
1
-
81/82
AS Roma
ITÁ
1
-
1
83/84
PSV Eindhoven
HOL
1
1
-
87/88
FK Estrela Vermelha
SÉR
1
1
-
90/91
UC Sampdoria
ITÁ
1
-
1
91/92
TsV Bayer 04 Leverkusen
ALE
1
-
1
01/02
AS Mónaco FC
FRA
1
-
1
03/04
Arsenal FC
ING
1
-
1
05/06
Sporting CP
POR
0
0
0
------------------------
NOTA: Os dois finalistas nesta edição – Real Madrid CF e Clube Atlético de Madrid - contabilizam mais uma presença mas ainda sem definição do resultado, como é óbvio

O Benfica Não Pode Correr O Risco de Perder o Futuro!

Alberto Miguéns

NOTAS FINAIS: 
1. Abordei este assunto por ter pensado nele durante o jogo das meias-finais de ontem. Depois foi actualizar os quadros (algo que é feito sistematicamente neste blogue) publicados em 4 de Abril de 2016. Todos os comentários serão bem-vindos, mesmo os que discordam em absoluto, pois se fundamentados serão tão válidos  - até mais - que o meu;
2. Não me venham é com "salazarismos"! Publicarei mas não comentarei pois fica desde já o comentário. Quem vier com o treta de nesta altura do campeonato os Benfiquistas só podem falar dos Octávios, Malas, Pagamentos, etc, já há blogues suficientes a falar disso tipo (e fazem bem porque é necessário): mata, esfola, degola, atiça, enrola, prende, ataca, repete! Sendo um Benfiquista (por isso livre) apetece-me falar do que me preocupou na quarta-feira, por isso falo sobre isso. Era o que mais nos havia de faltar fazer do vermelho garrido, um cinzentismo salazarista/provincianismo português do tipo: «Não se pode criticar a Guerra Colonial porque depois matam-nos mais soldados nas Colónias»! Já chegaram 500 anos!


14 comentários
comentários
  1. Caro Dr Alberto,

    Confesso que não entendi o paragrafo final, quando aborda o Salazarismo e cinzentismo do Estado Novo, o facto da Guerra Ultramarina ter eclodido em 1961, e o Benfica posteriormente se ter sagrado Bi-Campeão Europeu, não pode, nem deve ter qq correlação, isto na minha opinião. Não creio que Salazar tivesse aproveitado Eusébio como um ícone da politica integracionista do Estado Novo, o Português negro com enorme talento e sucesso, mas nascido numa província Ultramarina, aliás, Salazar "nem ia à bola"!

    Relativamente a este Formato Champions com Grupos, continua a "Ditadura Castelhana", mas também de um grupo restrito de Clubes que tem pretensões nesta prova, naturalmente com um enorme suporte económico, mas não só (hoje em Madrid esteve o bem conhecido Skomina) a atingir Finais ou Meias Finais Champions!

    (Curioso, a Champions terá Final Castelhana, e a Liga Europa, o mesmo também poderá acontecer)


    Neste século XXI, balizados entre as temporadas 2000/01 e 2014&15, quem venceu as 15 ultimas Edições Champions?
    Barcelona 4 X; R Madrid 2 X, Milão 2 X, B Munique 2 X; FC Porto 1 X; Liverpool 1 X; Manchester United 1 X; Inter 1 X e Chelsea 1 X!

    E por Países representados, como está essa mesma classifIcação?
    Espanha 6 X (terá 7 com esta Edição), Itália 3 X, Inglaterra 3 X, Alemanha 2 X e Portugal 1 X!

    Confesso, uma Cidade da Europa tão pequena como o Porto, de um pequeno e pobre País do Sul da Europa com 10 milhoes de habitantes, ganhar uma Champions em pleno seculo XXI, é notável!

    De igual forma, temos, e devemos relevar o feito extraordinário do Benfica, quando na lonqinqua década de 60 foi Bi Campeão Europeu, aliás, creio que fez esta semana 54 anos que o Benfica se sagrou Bi Campeão Europeu!

    Saudações des_portistas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Paulo Teixeira

      Não era nesse sentido. Era como justificação de haver a ideia em Portugal (e também nos clubes portugueses) que quando estão muitos a insistir em falarem repetidamente de um "só" assunto não se pode falar em mais nada para não desviar atenções. O Salazar é que leva sempre com as culpas todas mas estas "teorias portugueses" já existiam antes dele. E serviram muitas vezes para justificar insucessos. Tipo Velho do Restelo (já o nosso "velho conhecido" Camões se indignava).

      Aliás, quanto a mim, embora goste disso, o que está a faltar ao FC Porto é "massa crítica" que é diferente de críticos. Esse vazio que Pinto da Costa estimulou vai colocar o FCP no sítio de onde ele o tirou. É como se os 40 anos de Pinto da Costa no FCP em vez de serem lineares fossem uma circunferência...

      Acho eu que de portismo - por apenas olhar e não estar preocupado em ver - percebo pouco...

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Senhor Miguéns, como pessoa culta , decerto conhece a fàbula do La Fontaine sobre a "Rã que
    queria ser Boi"...Vem isto a propôsito do Benfica não estar presente en finais das competições Europeias. Como o Sr. não é "naïf", poderà dar-nos a receita para competir-mos FINANCEIRAMENTE com : Real Madrid, Barcelona,Atlético de Madrid, PSG, Bayern de Munique, Man.United, Man.City, Chelsea etc.,etc.,??? mesmo tendo em conta o sucesso, tão merecido como inesperado, do actual Campeão, Leicester...???!!! Hà DINHEIRO A MAIS NO FUTEBOL, e penso que os grandes clubes, ( financeiramente falando...), habituados a comprar caro e bom acabam por se neutralisar e nem ganham uns nem ganham outros; por isso temos este caso fortuito do Leicester, que não se repetirà tão cedo ( em condições normais.) Quanto ao nosso Benfica, nunca mais terà um conjunto de jogadores como na década de sessenta . Quando o Futebol Europeu começou a despertar para começar a travar o Benfica, ( o aparecimento do Ajax marcou o ocaso do Benfica...mesmo sendo voz corrente que as substâncias ilîcitas não andaram longe desta grande equipa...! começavam a dar entrada no Desporto: Atletismo,Ciclismo e Futebol, este tipo de 'truques', que também chegaram a Portugal, com o atraso do costume, mas chegaram. Portanto e apesar do desejo de nôs todos, a menos que descubramos no Seixal 10 a 15 jogadores de TOPO, ou petrôleo, ou algum mecenas, ( SOBRINHO de alguém...por exemplo,) disposto a pôr dinheiro no nosso Benfica, não vejo nos tempos mais prôximos como poderà o Benfica estar presente numa final de competição Europeia, para minha màgoa, claro. ( Com esta formula da Taças dos Clubes Campeões Europeus ainda por cima, toda a ralé é candidata, mas no fim sobram sempre os mesmos.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Sarilhos Grandes.

      Há cada coincidência. Esta agora! Eu tinha previsto para ontem um texto que depois reprogramei para hoje pois preferi fazer um directamente relacionado com o SLB em noite de Campeões. Mas o texto que estava programado e que vai ser editado pela meia-noite é precisamente uma adaptação pessoal acerca do Sporting CP em que a fábula toma o nome de "A Fábula da Rã e da Águia"! E o texto tem por título "Se Eu fosse Sportinguista..."!

      E ainda dizem que não há coincidências. Neste caso pensámos os dois na mesma fábula se bem que em contextos diferentes.

      Regressando ao Benfica.

      O que me preocupa é que o Benfica passou a ser uma espécie de "Pronto-a-Vender". Vende-se tudo. Depois logo se vê. O SLB nos anos 60 podia ter enriquecido (e alguns dos seus dirigentes teriam sacado uns cobres) também. Mas como eram Benfiquistas recusaram sempre transferir futebolistas. Claro que agora era impossível. Mas é possível o SLB não andar tresloucado a tentar fazer "mais-valias" enquanto contrai Empréstimos Obrigacionistas atrás uns dos outros e faz contratos fabulosos com a NOS a Emirates e sei lá mais quê!

      Calma. O FCP também "vendia" (embora eram os compradores que rumavam à Invicta) e vê-se no que deu. O dinheiro fácil é sempre perigoso, porque ao ser fácil desaparece!

      Gloriosíssimas Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Kamikaze5/5/16 12:27

    É um tema interessante de abordar. E acredito que o Benfica mais tarde ou mais cedo acabará por voltar a estar no topo da Europa e quebrar a famosa "Maldição" do Bella Gutmann. A verdade é que não existem maldições, mas assim ficou o mito que acaba por prejudicar nos momentos decisivos.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  4. Olá Alberto Miguéns,

    Será possível explicares melhor o que queres dizer com "Tem de ser alguém que perceba o que está a chegar do Futuro! O que vem aí!"? Ou seja, o que vem aí ao certo?

    Força Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro PP

      É o tão falado, actualmente menos, Campeonato Europeu de Clubes. O SLB tem de liderar com outros clubes Míticos, embora neste século XXI menos abonados, que o modelo desportivo terá de ser o europeu (com promoções e despromoções) e NUNCA aceitar o modelo EUA/Canadá que é uma competição "fechada" porque interessa mais valorizar o espectáculo em relação à componente desportiva.

      Ainda posso aceitar que os actuais clubes gigantes mercantilistas "não nos queiram no seu campeonato por não termos a cheta que eles têm", mas o modelo europeu tem provado que o associativismo faz milagres e permite que os clubes sejam forças sociais para além de desportivas, ao contrário do modelo norte-americano. O SLB como um clube histórico europeu não pode deixar remeter-se para uma competição regional (ainda que se continue a chamar nacional) sem possibilidade de poder congregar vontades e esforço associativo pois terá o seu crescimento bloqueado.

      Carrega Benfica

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Caro PP

      É o tão falado, actualmente menos, Campeonato Europeu de Clubes. O SLB tem de liderar com outros clubes Míticos, embora neste século XXI menos abonados, que o modelo desportivo terá de ser o europeu (com promoções e despromoções) e NUNCA aceitar o modelo EUA/Canadá que é uma competição "fechada" porque interessa mais valorizar o espectáculo em relação à componente desportiva.

      Ainda posso aceitar que os actuais clubes gigantes mercantilistas "não nos queiram no seu campeonato por não termos a cheta que eles têm", mas o modelo europeu tem provado que o associativismo faz milagres e permite que os clubes sejam forças sociais para além de desportivas, ao contrário do modelo norte-americano. O SLB como um clube histórico europeu não pode deixar remeter-se para uma competição regional (ainda que se continue a chamar nacional) sem possibilidade de poder congregar vontades e esforço associativo pois terá o seu crescimento bloqueado.

      Carrega Benfica

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  5. O projecto Roquette se prejudicou alguém foi o SCP! Apenas e só! Mas já que falou nisso então o que considera os vouchers?! Aqueles que primeiro não existiam...mas que depois já existiam mas nenhuma arbitro havia aceite ate que, por fim, alguns haviam aceite...
    Já sei...mera cortesia...certo?!
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Reis

      Porque virou-se o feitiço contra o feiticeiro. Acontece. João Rocha percebeu por isso denunciando a situação de subserviência. O SCP ainda conseguiu dois títulos de campeão nacional embora através de um esforço financeiro descomunal.

      Vouchers? A minha pátria é a Língua Portuguesa.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. O que é que foi provado nos vouchers ??? Tens provas de que foram entregues para corromper àrbitros ? assim como que o "depositar de cheques" nas contas destes,
      não ? Pode-se comparar ? Que pensas da conclusão do inquérito feito pela Liga/FPF,
      contando com o depoimento de vàrios àrbitros a este respeito ? Sabes que vàrios àrbitros disseram que o scp oferecia marisco do caro ? Jà sabes quanto valiam os vouchers do Benfica? Vejo que lês "as crônicas" do Expert em falências...Como concebes que o Benfica não seja castigado, apesar do Fogo cerrado do Expert em Falências ? Quem manda nos orgãos susceptiveis de punir o Benfica ??? Também é o Benfica que não se castiga a ele mesmo ??? Pensas então que o projeto Roquete foi feito para o scp se punir a si mesmo ...não ? ou talvez desculpas-te assim porque não resultou como estava previsto, não é verdade ? O que é certo é o scp ter conseguido uns segundos lugares durante a vigência desse acordo, que continuou
      durante o reino do... "cérebro"... sousa cintra! Não hesites em fazer as retificações necessàrias àquilo que eu escrevi, apresentando provas contraditôrias.

      Eliminar
    3. É isso que tem para dizer caro Alberto Miguéns?! Fico desapontado...

      Sr Sarilhos Grandes

      Voces, e bem andaram anos a acusar o FCP de oferecer fruta e café com leite aos árbitros ( com razão). Pela sua lógica creio que os árbitros também não se iam vender por tao pouco...
      O caso do deposito mais não é que denuncia caluniosa! Nada tem de corrupção pois quem o fez denunciou logo isso para tentar entalar o fiscal de linha. No entanto é uma situação que envergonhou qq Sportinguista e, como tal, não descansamos enquanto tal pessoa não foi corrida do clube!
      O projecto Roquette mais não foi que um bando de "notáveis" tomar o SCP de assalto para o roubarem a seu bel prazer!
      Já quanto ao "expert em falências" até ver ainda não faliu nenhum clube...já o seu presidente não pode dizer o mesmo...certo? Veremos como estarão no dia em que deixar o poleiro, coisa que não vai ser fácil de acontecer.
      cumprimentos

      Eliminar
  6. os clubes portugueses só podem competir com os outros se chegarem primeiro que os outros aos grandes jogadores porque nós não somos um país com 50 ou 60 milhões de habitantes, não temos a industria financeira de londres nem somos uma potencia industrial como a alemanha.

    e como é que se chega lá? formando-os. Quando não é possível formar, abre-se uma rede independente de deteção de talentos nas grandes competições dos escalões jovens. É preciso ir lá ver jogar e isso custa dinheiro.

    Não é como se faz agora que é o jorge mendes que os vem cá trazer. Só que os jogadores do jorge mendes são empresas, já não são jogadores de futebol.

    porque é que o benfica contratou o jovic e o saponjic? Esses jogadores são empresas e do que vi jogar obviamente que não valem nada... valem tanto como o ola john valia e está por pagar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Ze de Fare

      O que me preocupa é o SLB parecer ter o modelo financeiro instituído pelo FC Porto. Transferências de milhões, depois "filtragem" com entrada de menos dinheiro na SAD e esbanjamento em sub-produtos. Em épocas a correr mal ocorrem situações como a da equipa B. Do 6.º lugar (em 2014/15) para o risco de despromoção.

      Jovic? Saponjic? E Sarkic, Vera, Jonathan, etc. Só para referir avançados/pontas-de-lança.

      Terá de haver mais critério e regras fiáveis, mesmo percebendo que o futebol nunca foi, nem será uma "ciência exacta". Mas há metodologias que permitem minimizar os riscos. O SLB sempre foi muito criterioso, porque o Clube estava acima dos interesses deste ou daquele, por muito importantes que fossem.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail