A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

13/01/2013

FCP com P de Patéticos

13/01/2013 + 0 Comentários
OPINIÃO

COM QUATRO NOTAS FINAIS PUBLICADAS DURANTE A MADRUGADA 

NOTA (depois do jogo da 13.ª jornada, entre o SLB e o FCP): O texto não está actualizado com os 3 cartões amarelos para o SLB e um para o FCP. Os quadros estão!

«Porto vai à Luz e ganha»
"Segundo os entendidos o Benfica está sempre em grande forma, mas depois o Porto vai à Luz, impõe o seu futebol e acaba por ganhar", afirmou Vítor Pereira a sorrir

  
As declarações do “treinador” Vítor Pereira, tal como dos seus antecessores no cargo, dirigentes e alguns futebolistas nos últimos 30 anos são patéticas. Roçam a habitual arrogância de quem sente (e sabe) que está protegido nos jogos que tem de fazer. Por isso treinadores e futebolistas, nas selecções nacionais e quando deixam – muitas vezes a milhões de euros esse clube – são vulgarizados nos emblemas que conseguem enganar sucessivamente, até deixarem de jogar, ser remetidos para o esquecimento ou regressar ao FCP onde voltam a “brilhar”, veja-se o caso do Lichinho Gonzalez, vendido ao preço do luxo (para o Olímpico de Marselha) e retorno, depois de ser considerado um peso financeiro sem o correspondente valor desportivo!

Jogar “em casa” sem poder estar confortável
Ao contrário da lógica – em todas as competições nacionais realizadas no Mundo e nos Principais Clássicos do futebol mundial – o clube da casa no Clássico de Portugal (recepção do SLB ao FCP) não tem vantagem. O FCP põe e dispõe. Igualdade nas grandes penalidades assinaladas (3 para 3) e nas expulsões (6 para 6). Apenas vantagem nas admoestações com cartões amarelos (menos 16 que o FCP: 76 para 92).

RESUMO EM CASA
Club.
V
E
D
GM
GS
A
V
GP
SLB
10
13
 8
35
28
79
6
3
FCP
 8
13
10
28
35
93
6
3

FC PORTO/ BENFICA (CASA) C.ª NACIONAL
ÉPO
CA
RESUL
TADO
Cartões
Grandes penalidades
SLB
FCP
SLB
FCP
A + V
A + V
82/83
V 3-1
0
1
83/84
V 1-0
1
1
84/85
D 0-1
4
1
85/86
E 0-0
0
1
86/87
V 3-1
1
0
87/88
E 1-1
2
3
88/89
E 0-0
1
2
89/90
E 0-0
2
1
90/91
E 2-2
2
2
91/92
D 2-3
5 + 1
3 + 1
1 marcado
92/93
E 0-0
5
5
93/94
V 2-0
1
2 + 1
94/95
E 1-1
4
3 + 2
95/96
V 2-1
3
2
1 marcado
96/97
D 1-2
1
3
97/98
V 3-0
2
4
98/99
E 1-1
4
3
99/00
V 1-0
4
4
00/01
V 2-1
2
4
1 marcado
01/02
E 0-0
5
3
02/03
D 0-1
2 + 1
4
03/04
E 1-1
0
4
04/05
D 0-1
2 + 1
4 + 1
05/06
V 1-0
2
4
06/07
E 1-1
2
6
07/08
D 0-1
2
3
08/09
E 1-1
4 + 1
5
1 marcado
09/10
V 1-0
3
4
10/11
D 1-2
6 + 1
5 + 1
1 marcado
1 marcado
11/12
D 2-3
4 + 1
5
12/13
E 2-2
3
1
TOTAIS
 79
   6
  93 +   6 
3
3
NOTA: Cores dos clubes nas épocas em que os respectivos emblemas conquistaram os títulos de campeão nacional

Em casa do FCP é tudo por excesso
Se fosse um clube com gente digna, o FCP até devia ter vergonha dos valores que apresenta. Grande desvantagem do “Glorioso” em tudo: nas grandes penalidades assinaladas (1 para 10), nas expulsões (14 para 7) e nas admoestações com cartões amarelos (mais 36 que o FCP: 106 para 70). Resultado: duas vitórias, separadas por 14 temporadas consecutivas de insucesso, com 3 empates e onze derrotas, das quais oito consecutivas. Só o CS Marítimo fez pior que o Benfica nessas 14 edições! Resultados adulterados por arbitragens vergonhosas a coberto de dirigentes dos órgãos que mandam no futebol português, no mínimo inqualificáveis!

RESUMO FORA
Club.
V
E
D
GM
GS
A
V
GP
SLB
  2
8
20
23
58
106
14
1
FCP
20
8
 2
58
23
  70
 7
9

FC PORTO/ BENFICA (FORA) C.ª NACIONAL
ÉPO
CA
RESUL
TADO
Cartões
Grandes penalidades
SLB
FCP
SLB
FCP
A + V
A + V
82/83
E 0-0
3
2 + 1
-
1 falhado
83/84
D 1-3
1
1
-
-
84/85
D 0-2
1
2
-
-
85/86
D 0-2
1
-
-
-
86/87
E 2-2
2
1
-
-
87/88
D 0-3
2
-
-
1 marcado
88/89
E 0-0
2 + 1
-
-
-
89/90
D 0-1
5
3
-
1 marcado
90/91
V 2-0
4
3
-
-
91/92
E 0-0
2 + 1
4 + 1
-
-
92/93
D 0-1
2
3
-
1 marcado
1 falhado
93/94
E 3-3
3
1
-
1 marcado
94/95
D 1-2
8 + 1
5 + 1
-
1 falhado
95/96
D 0-3
5 + 1
3
-
1 marcado
96/97
D 1-3
3 + 1
4
-
-
97/98
D 0-2
4 + 1
1 + 1
-
-
98/99
D 1-3
2 + 1
4
1 marcado
-
99/00
D 0-2
5
1
-
-
00/01
D 0-2
3 + 1
1
-
-
01/02
D 2-3
1
2
-
-
02/03
D 1-2
8 + 2
1 + 1
-
-
03/04
D 0-2
4 + 1
3
-
-
04/05
E 1-1
4
3
-
-
05/06
V 2-0
7 + 1
3
-
-
06/07
D 2-3
-
3 + 1
-
-
07/08
D 0-2
5 + 1
1
-
-
08/09
E 1-1
3
1
-
1 marcado
09/10
D 1-3
7
5 + 1
-
-
10/11
D 0-5
5 + 1
3
-
1 marcado
11/12
E 2-2
4
6
12/13
TOTAIS
106 + 14
 70 +   7
1
10
NOTA: Cores dos clubes nas épocas em que os respectivos emblemas conquistaram os títulos de campeão nacional

Os números da vergonha
Uma vergonha com trinta anos. Um clube abusador, “sabedor” e protegido, por um “bando” de gente pouco recomendável. Mais 20 cartões amarelos, mais sete expulsões e menos nove grandes penalidades assinaladas. Com reflexo no número de vitórias (menos 16) e número de golos marcados (menos 28). E principalmente no total de títulos de campeão nacional: 19 para 8 (menos 11). Assim também o Benfica tinha mais, até mais de 11!

RESUMO ÚLTIMOS 30 ANOS
Club.
V
E
D
GM
GS
A
V
GP
SLB
12
21
28
58
86
185
20
 4
FCP
28
21
12
86
58
163
13
12

Esta gente andróide é do mais rasca que há!

CARREGA BENFICA

Alberto Miguéns

QUATRO NOTAS FINAIS (às 3 horas da manhã):

1. Foram vários os Benfiquistas que me contactaram, via telefone e por correio electrónico, afirmando-se surpreendidos com tal desnível e diferenças estatísticas entre os dois clubes num jogo entre ambos, podendo resumir a indignação geral no seguinte: "Sabíamos que havia tratamento desigual, mas tanto é que nunca nos passou pela cabeça". Pois é! O que só prova, é mais uma prova, que os media em Portugal - desde as direcções às redacções - são medíocres e não cumprem devidamente o seu papel. Servem mais para influenciar que para informar e formar opinião pública esclarecida e activa;

2. Com "estatísticas" destas é muito difícil ao Benfica derrotar o FCP. É preciso conjugar várias situações para que o êxito seja viável. Entrar com a intensidade igual ao dos futebolistas do FCP que virão, como habitualmente, amestrados e formatados para bater... Ser intenso, diligente e estóico é básico para equilibrar o jogo e depois poder resolver com a maior e melhor capacidade técnica do "Glorioso";

3. O que se passou no sábado nas modalidades foi vergonhoso. Apenas no basquetebol fomos incompetentes, porque colectivamente decidimos estar de "fim-de-semana". No futsal, andebol e hóquei em patins os "artistas do apito" tudo fizeram para nos derrotar. Valeu sermos muito - muitíssimo - superiores aos adversários, para ganhar por um!

4.  Acabei de ouver Dias da Cunha na RTPorto "informação". Surreal. Abandonou a presidência do SCP porque Luisão marcou um golo (i)legal ao frangueiro Ricardo que saltou de olhos fechados e quando os abriu, e viu a bola dentro da baliza, gritou para o árbitro "Foi com a mão, foi com a mão!". Tudo porque nunca sentiu ser tocado por Luisão porque não o foi. Como as imagens comprovam.



Dias da Cunha não pode enganar as pessoas, e os "jornalistas" do programinha, quais abéculas a rirem e sorrirem em vez  de lhe dizer que a "Luisada" foi em 14 de Maio de 2005, mas ele apenas saiu - cinco meses depois - no início da temporada seguinte quando, foi contestadíssimo e insultado no Alvalade XIXI, em 19 de Outubro de 2005, após o SCP perder em casa com a equipa da Associação Académica de Coimbra. Estou a começar a ficar farto desta lengalenga de um clubezeco em agonia permanente. Faça como o Rangers FC de Glasgow. Tenham um assomo de honra, a SAD declare falência e como clube, recomecem na II Divisão Distrital de Lisboa (ou de Setúbal... se quiserem mudar a Sede para Alcochete!). Já não há pachorra!



0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail