A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

27/06/2012

Quando os Media São Patéticos…

27/06/2012 + 12 Comentários
OPINIÃO
          


A tese interna
Em Portugal há uma tese - que poderia ser verificada, mas é evidente que ninguém está interessado nisso – de que os erros dos árbitros não têm influência na atribuição de títulos e troféus. Essa tese afirma “ Que pelo facto dos erros não serem intencionais – os árbitros é tudo gente honesta e acima de qualquer suspeita – no final de uma competição os equívocos (pró e contra) equivalem-se, por isso, o campeão ou vencedor é sempre o clube que merece! O que foi melhor”.


A tese externa
E há outra tese para a selecção nacional. Quando a Selecção joga é, geralmente prejudicada, principalmente quando defronta selecções com mais palmarés, ou no momento, mais fortes que a nossa. E esta tese tem o outro lado. Portugal (ou melhor, e mais rigoroso, uma selecção de futebolistas portugueses escolhidos por um treinador) nunca é beneficiada!


Impossibilidade estatística
Tenho todas as crónicas dos 526 jogos da selecção nacional de Portugal. Entre 18 de Dezembro de 1921 e 1 de Janeiro de 1942, fotocopiadas do jornal “Os Sports”. Depois de 11 de Março de 1945 retiradas (fotocopiadas ou recortadas) do jornal “A Bola”. Pois não há uma crónica que diga que a nossa selecção foi escandalosamente beneficiada. E já foi! E em mais de duas dezenas entre a centena a que já assisti. Os outros não sei! Só os “conheço” pelas crónicas…

Em que ficamos
Os árbitros têm (ou não têm) capacidades/ possibilidades/ probabilidades para viciar jogos e campeonatos. Têm! E quanto mais “manhosos” forem maior é a capacidade de os viciar. Mas, têm para os jogos das selecções nacionais e para os jogos dos clubes!

Pedro Proença é um bom exemplo
O árbitro português presente no Euro’ 2012 é um exemplo de excelência para ilustrar a vigarice que grassa na arbitragem portuguesa. “Apita” conforme os interesses instalados, por isso considera-se que “apita bem”. Em Portugal protege, há anos e anos, o FC Porto como é possível observar no Youtube.“Lá fora” é “um vêr-se-te-avias”!





Maus jornalistas, por que jornalistas parciais
O que acontece, em Portugal, é que quando joga a selecção muitos “jornalistas” deixam cair a máscara da suposta imparcialidade (que deviam ter, porque a deontologia é universal não é de ocasião) é tornam-se fanáticos pelo País e desprezam a verdade, procurando influenciar a realidade. A capa de “A Bola” de ontem, tal como as páginas do “Record” e “O Jogo” revelam a pequenez de uma classe, onde muitos (demais) não olham a meios para atingir os fins.

Por isso protegem (por inacção, omissão ou justificação), em Portugal, dirigentes vigaristas, treinadores malandros e árbitros corruptos. E vêem “fantasmas” nos adversários de Portugal

Alberto Miguéns


12 comentários
comentários
  1. Mais do que patéticos, telecomandados...

    ResponderEliminar
  2. Acho incrível como basta um árbitro turco ser da Unicef e suposto adepto do Barcelona, para se por logo em causa a sua escolha para um jogo internacional, e por exemplo em Portugal existirem árbitros que frequentam a casa de presidentes de clubes para obter "conselhos matrimoniais" e outros que até já pertenceram a claques de clubes, e passa tudo como se nada fosse.
    Que grande hipocrisia da FPF.

    ResponderEliminar
  3. Alberto,com a mafia instalada no burgo acho que infelizmente vamos levar muito mais tempo assistindo à essas patetices e tenho por mim que so quando esse polvo terà completamente destruido o tecido social deste pais haverà uma reacçao brutal mas necessaria... enquanto isso, é comer e denunciar! Mas ainda irei ver jornaleiros responder dos seus atos em frente à tribunais populares, isso sem duvida porque principios errados desenvolvem forçosamente todas as suas consequencias incluindo, na hora de ajustar contas, o uso da força por parte de quem foi vitima dessas situaçoes vergonhosas!

    ResponderEliminar
  4. benfiquista do coração27/6/12 09:29

    os nossos apintadores

    lá fora: APITAM

    e cá dentro: API(N)TAM

    ResponderEliminar
  5. Desta vez discordo em absoluto do titulo escolhido pelo amigo Miguéns...

    De patéticos é que eles não têm nada, sabem muito bem o que andam a 'fazer'

    ResponderEliminar
  6. Finalmente opiniões sensatas e sem hipocrisias..Concordo plenamente com sua opinião e com os comentários...O que mais se observa em Portugal é esta falta de coerÊncia patética. Bem haja a todos aqueles não se deixam contagiar por este mal português...Abraço a todos eles

    ResponderEliminar
  7. so faco uma simples pergunta em relacao a esta nossa (E)mprensa: alguem ouviu algum comentario meos proprio a (des)arbitragem desse "GRANDE" arbitro Proenca do jogo com a Inglaterra em k houve um penaltie escandaloso k esse sr (por habito dakilo k faz em Portugal contra o nosso BENFICA) se eskeceu de assinalar????? pois e !! 2 pesos e 2 medidas e akilo k mais existe nestes pasquins asquerosos k existem em portugal !!

    ResponderEliminar
  8. Parabéns Alberto Miguéns por mais um excelente artigo. Junto anexo o artigo que eu também ontem tive a oportunidade de publicar no Facebook e no Relvado sobre o mesmo tema:

    "Os jornais desportivos sempre tão complacentes com a Máfia futebolistica Nacional vêm hoje chorar e mostrar indignação pela nomeação de um árbitro Turco...esquecendo-se que fecham os olhos a todo o tipo de mafiosices e corrupção a nível Nacional pelo Sistema que domina o futebol...

    Vejam a entrevista de António Oliveira no Dia Seguinte de ontem e ouçam as palavras dele e as perseguições a que tem sido sujeito pelo Sistema corrupto do futebol português e analisem o que leva os avençados jornalistas a terem medo de publicar as suas palavras de ontem desmascarando a Olivedesportos de que foi fundador...

    Qual o jornal desportivo ou diário de hoje que se atreve a transcrever o que ontem foi dito em directo na Sic Noticias? O medo impera, manda quem pode e obedece quem tem juizo...os avençados jornalistas têm um emprego a defender e não ousam ir contra o Polvo Azul que domina o futebol Nacional...

    Agora escandalizam-se com o Turco..é de rir...é como se um pedófilo se queixasse que lhe estão a ir ao rabo..

    ResponderEliminar
  9. Jonny8Forever27/6/12 15:38

    Eu desde que se naturalizaram compulsivamente jogadores brasileiros, que por despeito de não serem convocados para o próprio país, e por interesse próprio de promoção da carreira (alavancaria uma transferência que beneficiaria o próprio clube que exerceu a influência para a naturalização), já passaram a clamar amor à seleção de Portugal, prometi que nunca mais ia ser apoiante dessa equipa, enquanto algum deles fosse convocado. Só vejo os jogos dos torneios finais e não puxo nem contra nem a favor. Isto tudo para dizer que desde que passei a ser neutro, que vejo muito mais claramente a que se refere o nosso Alberto Miguéns, seja em relação aos jornais, seja aos comentaristas ou relatadores dos jogos na TV.
    Alguns desses que nós de longe conseguimos perceber a sua cor clubística, aproveitam os jogos da seleção para extravasar a sua falta de isenção, já que não o "podem" nos jogos entre clubes. Irrita-me profundamente os comentários medíocres dos Tadeias e Rosados, das locuções idiotas dos Valdemares e Marçais. Está tudo entregue à bicharada.
    Também sei apontar quando gosto do trabalho, como é o caso das emissões da TVI neste Euro, que estranhamente foram buscar o Pedro Ribeiro (que toda a gente sabe que é Benfiquista) e que é acompanhado por ex-jogadores que realmente sabem do que falam. Dá gozo ouvir o relato sóbrio e profissional destas duplas, ao contrário do que era habitual nesse canal.
    Cumprimentos benfiquistas!!

    ResponderEliminar
  10. Já o escrevi - é ABSOLUTAMENTE URGENTE O BENFICA ELABORAR UMA LISTA DE ÁRBITROS QUE DEVEM SER IMPOSSIBILITADOS DE ARBITRAR OS NOSSOS JOGOS!
    Estou-me a lixar se isso é politicamente correcto, ou se as primas donas aceitarão a coisa ou se não é possível tirar algo de concreto do pedido... é fazer e pronto!

    ResponderEliminar
  11. É precisamente devido a essa mentalidade que existe em Portugal em relação à conivência com a corrupção, por parte da imprensa que surgem depois estas suspeições em jogos internacionais, caindo-lhes de facto a máscara. Porque se em Portugal é assim, e eles sabem bem que é, como os árbitros chegam a internacionais, logo lá fora também não deve ser diferente. É pena só levantarem suspeitas quando não existem razões ou provas, que as justifiquem e fiquem calados em relação ao que aqui se passa, pelo receio de afrontar o sistema e de sofrerem as consequências.
    Mas claramente fica evidente a mentalidade portuguesa moldada por este futebol corrupto.

    Silva

    ResponderEliminar
  12. Caro Alberto Miguéns, entendes muito disto, abraço.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail