A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

18/10/2011

Que Benfica na Suíça de Boas Recordações!?

18/10/2011 + 1 Comentários API
OPINIÃO

     
O jogo de logo à noite, com o FC Basileia, no Estádio São Jacob (Saint Jakob Park) será o 35.º do “Glorioso” na Suíça. Contabilizamos mais 16 vitórias (21/5) que derrotas e mais 53 golos marcados (82/29) em relação aos sofridos (ver Quadro).

JOGOS DO BENFICA NA SUÍÇA
Époc.
Cp.
Cidade
Clube
País
V
E
D
61/62
TCE
Berna
FC Barcelona
ESP
3-2


64/65
TCE
Chaux-de-Fonds
FC La Chaux Fonds
SUÍ

1-1

82/83
TUE
Zurique
FC Zurique
SUÍ

1-1


87/88
Par
Davos
Grasshoppers CZ
SUÍ
5-1


TPB
Berna
BSC Young Boys
SUÍ

2-2

Grémio Portoalegre
BRA


1-2
94/95
Par
Friburgo
Grasshoppers CZ
SUÍ

2-2

Par
Genebra (1)
Étoile Carouge FC
SUÍ

1-1


01/02
Par
Gland
FC Gland
SUÍ
13-0


Par
Yverdon
SC Bastia
FRA
1-0


Par
Genebra (1)
Galatasaray SK
TUR
1-0




02/03
Par
Genebra (1)
Étoile Carouge FC
SUÍ
1-0


Par
Yverdon
AJA Auxerre
FRA

0-0

Par
Genebra (2)
A.   Servette FC
SUÍ
2-1


Par
Neuchatel
Neuchatel Xamax
SUÍ
2-0


Par
Genebra (3)
Grand-Lancy FC
SUÍ
5-1


03/04
Par
Nyon
Panathinaikos AFC
GRÉ


1-2
Par
Sporting CP
POR
1-0



04/05
Par
Carouge
Étoile Carouge FC
SUÍ
2-0


Par
Yverdon
Real Saragoça
ESP
1-0


Par
Genebra (4)
Olímpico Marselha
FRA
2-0


05/06
Par
Sion
FC Sion
SUÍ
2-1


Par
Carouge
Étoile Carouge FC
SUÍ
3-0



06/07
Par
Nyon
Stade Nyonnais
SUÍ
3-0


Par
Yverdon
Shakhtar Donetsk
UCR
2-0


Par
Friburgo
FC Sion
SUÍ


2-3
09/10
Par
Sion
FC Sion
SUÍ

2-2

Par
Genebra (5)
Shakhtar Donetsk
UCR
2-0



10/11
Par
Monthey
FC Monthey
SUÍ
3-0


Par
Sion
FC Sion
SUÍ


1-2
Par
Nyon
FC Aris Salónica
GRÉ
4-1



11/12
Par
Friburgo
Selecção Friburgo
SUÍ
9-1


Par
Genebra (4)
A. Servette FC
SUÍ

1-1

Par
Nyon
Dijon FC
FRA


1-2
LC
Basileia
FC Basileia 1893
SUÍ



         TOTAIS ………….
34 J – 21 V8 E5 D    (82/29)

Estádios em Genebra (1, La Fontenette; 2, Des Chermilles; 3, Marignac; 4, Stade Genéve; e 5, Trois-Chênes).

Estreia em Basileia
Depois de visitarmos 13 localidades suíças, Basileia será a 14.ª cidade a receber o “Glorioso”. Nesta cidade – a 3.ª em população – da Suíça, localizada a norte dos Alpes, entre França e Alemanha, dominada pelo rio Reno, defrontamos o campeão nacional FC Basileia, fundado em 15 de Novembro de 1893, que teve como um dos seus primeiros futebolistas e capitão Hans-Max Gamper Haessing, que depois ficaria conhecido em Espanha - para onde emigrou no início de 1899 - como Joan Gamper, fundando em 29 de Novembro de 1899, o FC Barcelona, com as mesmas cores do FC Basileia, o azul-grená, riscados na vertical.

Uma Suíça de trabalho e emigração
O “Glorioso” na Suíça joga sempre em casa. Os emigrantes lusos são dos mais fiéis seguidores do Benfica. A Suíça é um dos países com maior número de trabalhadores portugueses, situação que foi crescendo depois dos anos 60, mantendo-se até hoje. As “Casas Helvéticas do Benfica” são um bom exemplo da riqueza suíça, da dinâmica dos nossos emigrantes e da dedicação dos Benfiquistas.

Uma Suíça de boas recordações
A primeira vez do “Glorioso” em terras helvéticas foi de arromba. Depois da final da 6.ª Taça dos Clubes Campeões Europeus estar prevista para o Estádio Olímpico de Roma, acabou por ser disputada, em 31 de Maio de 1961, no Estádio Wankdorf, em Berna, capital federal da Suíça. E coube ao “ilustre desconhecido” Benfica suceder ao poderoso pentacampeão (e único!) europeu Real Madrid CF no trono da melhor equipa de futebol do “Velho Continente” derrotando, por 3-2, o rival espanhol FC Barcelona. Na 6.ª edição da prestigiada TCCE um novo campeão europeu, consagrado em Berna, o SL BENFICA. A Suíça ficaria para sempre ligada a este feito extremo e inesquecível, a sagração de um clube de um país pobre, fechado e envergonhado como Campeão Europeu. A nossa primeira estadia na Suíça coroada de glória eterna.

Uma Suíça talismã
Três épocas depois o regresso aos Alpes, para defrontar nos oitavos-de-final da TCCE, o campeão helvético FC La Chaux-de-Fonds, com um empate, a uma bola, na 1.ª mão, resolvida depois com uma robusta vitória por 5-0, no saudoso Estádio da Luz, com um dos melhores golos em quase mil, marcados por Eusébio. Nesta temporada de 1964/65 o Benfica chegou à final da TCCE, conseguindo eliminar o colosso do futebol europeu, Real Madrid CF, nos quartos-de-final, com uma vitória, por 5-1, em Lisboa.
Foi preciso esperar 18 épocas para regressarmos à Suíça, em mais uma campanha europeia memorável, desta vez na Taça UEFA, frente ao FC Zurique (E 1-1 e V 4-0) com o Benfica a chegar à final da Taça UEFA.
Após 28 anos sem jogos oficiais, eis-nos de novo em terras helvéticas, para defrontarmos o campeão suíço, FC Basileia 1893.

Uma Suíça de boas pré-épocas
Nas últimas temporadas a Suíça tornou-se o local preferencial para iniciarmos as pré-épocas, realizando muitos jogos, frente a equipas de clubes locais próximos de Nyon ou Meyrin, de todo o território suíço e de clubes estrangeiros consagrados.

Uma Suíça de boas perspectivas
O jogo de logo à noite (19.45 horas), para a 3.ª jornada da Liga dos Campeões, poderá ter – com a vitória do “Glorioso” - um significado muito especial, pois o campeão suíço está empatado (quatro pontos) connosco na liderança do grupo C, obtendo na 2.ª jornada um surpreendente empate, a três golos, no terreno do Manchester United FC. Este resultado abriu-nos uma “janela de oportunidade” que urge aproveitar: vencendo lá (e cá!) o FC Basileia 1893, afastamos este da discussão dos dois primeiros lugares, e passamos a ter todas as condições para alcançar o 1.º lugar do Grupo! Ou pelo menos levar a discussão para Old Trafford, em Manchester… minimizando, assim, o empate a um golo na recepção ao campeão inglês. Há que aproveitar, pois é neste que está o ganho!

Vamos Benfica. Rumo à liderança isolada do grupo C da Liga dos Campeões.

Alberto Miguéns
1 comentários
comentários

Em Defesa do Benfica no seu E-mail