A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

08/03/2011

No elástico...

08/03/2011 + 0 Comentários API
Opinião

Há muito que a conquista do 77.º Campeonato Nacional se revelava “Missão Impossível”. Até... desde... 9 de Maio de 2010, dia da consagração com o 32.º título. O “Glorioso” está proibido de ser Bicampeão. Isso colocava o “Sistema” em causa. Benfica Bicampeão(!!), quando tal acontecer, é a demonstração que o “Sistema” ruíu. Querem saber quando acabou o “Sistema” de protecção ao portismo? Será quando conquistarmos o próximo Bicampeonato, por que quando conquistámos o último, há 28 anos – 1982/83 e 1983/84 – estava ele - o "Sistema" - a ser implementado! Ele existe, mas nós também temos feito muito pouco para acabar com ele! Não está ainda no tempo certo, para fazer análises à época actual. Por que ela ainda não acabou. Agora é tempo de continuar a apoiar, sem tibiezas ou dúvidas, pois (ainda...) há muito para vencer e conquistar.

Não podendo conquistar os principais títulos – Liga dos Campeões e Campeonato Nacional – há que concentrar atenções em quatro objectivos. Por isso há que planear, elaborar o trabalho e obter exibições tendo em conta o resto da temporada (navegando sempre “à vista” de FC Porto e Sporting CP, ou seja, “estar com um olho no burro e outro no cigano”):

1.º Ultrapassar o FC Porto, na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal, em 20 de Abril de 2011 (temos vantagem, por 2-0, conseguida em terreno adverso) para estar na final do Jamor, em 22 de Maio de 2011;

2.º Perceber que depois de um previsível “jogo rasgado” em 20 de Abril (quarta-feira) temos a final da 4.ª Taça da Liga, três dias depois, sábado, em 23 de Abril de 2011, no renovado Calhabé de Coimbra. O nosso adversário FC Paços de Ferreira, jogou em 17 de Abril de 2011, em Olhão, com o SC Olhanense (27.ª jornada) passando a dita semana (18 a 22 de Abril) a preparar-se, contando com o FC Porto para “fazer estragos”;

3.º Jogar na Liga Europa com o cuidado necessário para depois de ultrapassar o Paris Saint-Germain (teoricamente ao nosso alcance), poder beneficiar do factor melhor forma/ sorte a fim de conseguir ultrapassar adversários de maior “dinâmica” a sair dos actuais emprarelhamentos (Manchester City FC, Liverpool FC, Villarreal CF, TSV Bayer 04 Leverkusen, FC Zenit S. Petersburgo, CSKA Moscovo, PSV Eindhoven e AFC Ajax);

4.º Conseguir vencer o FC Porto na 25.ª jornada (3 de Abril de 2011) pois trata-se das “Primárias” para o que vai restar (mês e meio) da temporada: a) Honrar a nossa equipa, técnicos e dirigentes de 1972/73, campeões invictos, que não têm culpa do que se está a passar; b) Condicionar o “Sistema” para o jogo da meia-final da Taça de Portugal (três semanas depois) e... final da Taça da Liga (três dias após...); c) Perspectivar um possível “duplo confronto” nos quartos-de-final da Liga Europa (7 e 14 de Abril de 2011).

Quem Tudo Quer Tudo Perde (adágio “não válido” para quem tem protecção – “costas quentes” - para vencer no “Doméstico”, a fim de jogar folgado no “Internacional”)

Alberto Miguéns

Onde andávamos nos últimos tempos, podendo por em causa prováveis conquistas
0 comentários
comentários

Enviar um comentário

Em Defesa do Benfica no seu E-mail