A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

12/06/2015

Valeu a Pena Denunciar

12/06/2015 + 9 Comentários
FAZ HOJE UM ANO QUE FOI DENUNCIADA UMA MENTIRA RECORRENTE.


E eis que um ano depois está corrigida! Esperemos que para sempre!

AVISO: Hoje o tema é História do Benfica. Aliás História Aldrabada. Se o prezado e fundamental leitor não gostar é melhor esperar por amanhã. O tema será eclectismo. Futebol só na segunda ou terça-feira! 

Há um ano foi dito o seguinte na "Maior Mentira do Futebol Português" (quem quiser saber tudo clique) mas se não quiser perder tempo - lendo o que foi escrito em 12 de Junho de 2014 - o essencial será escrito a seguir.

Antes um agradecimento
Não sei que importância teve a luta deste blogue para a correcção desta mentira vergonhosa. Se teve muito ou pouco ficou a dever-se, essencialmente, aos leitores deste blogue. Eu bem podia ter escrito todos os dias que era uma vergonha ignorarem a verdade. Se este blogue não tivesse leitores com qualidade para se indignarem com as trapaças na história do Benfica eu ficaria - e continuaria - a "pregar no deserto"! Obrigado!

Durante décadas inventaram
Que Lipo Herczka foi o Glorioso Treinador que conquistou o campeonato nacional em 1935/36. Mesmo com documentos nunca quiseram alterar. Ainda neste ano, na segunda-feira, após a conquista do 34.º título em Guimarães, TODOS os jornais publicaram a mesma mentira. Como se comprova.

Jornal "A Bola"; 18 de Maio de 2015; Página 2
Jornal "Record"; 17 de Maio de 2015; Página 4
Jornal "O JOGO"; 18 de Maio de 2015; Página 10
Jornal "Correio da Manhã"; 18 de Maio de 2015; Página 6
Jornal "Diário de Notícias"; 18 de Maio de 2015; Página 45
Jornal de Notícias; 18 de Maio de 2015; Página 7
Jornal "i"; 18 de Maio de 2015; Página 4
Como é óbvio no ano passado o "Livro Oficial" publicado pelo jornal A Bola divulgou a mentira "oficializando-a" facto que mereceu, precisamente há um ano a indignação deste blogue bem como de alguns leitores.

Livro oficial O Ano de Ouro da Águia Época 2013.14; A Bola; página 206; Junho de 2014; Lisboa
Há um ano escreveram Lipo Herczka e há três semanas escreveram Lipo Herczka. Depois disso, sei que leitor ou leitores aconselharam «A Bola» a ler este blogue. O certo é que entre o tal dia (18 de Maio de 2015) em que escreveram que Lipo Herczka conquistou três títulos (ignorando Vítor Gonçalves) e a publicação do novo "Livro Oficial" (5 de Junho de 2015) mudaram a conversa. 

Jornal A Bola; 18 de Maio de 2015; Página 5
Vítor Gonçalves passou a ser o treinador que conquistou o 1.º título de campeão nacional para o Benfica e Lipo Herczka o 2.º e 3.º!

Livro oficial Benfica Bicampeão Época 2014.15; A Bola; página 154; Junho de 2015; Lisboa.
NOTA: Uma indicação a explicar que se corrigiu a informação do livro anterior não consta. Não lhes ficava mal... A menos que queiram dar a entender que desde 1945 que é assim!
Mas há mais
Este blogue luta desde o início para repor, dignificar e honrar o Benfica, por isso a luta está longe de terminar e até é provável (estamos em Portugal) que surjam "novas lutas". Semelhantes ao «caso da trapalhada na Taça de Honra» que surgiu em Junho de 2013.


Ponto da situação


Eu também andei enganado até Março de 2001
(agora vou ser um bocado, talvez um bocadão, egocêntrico)
Eu também sempre pensei - porque copiava a informação que lia/via publicada - que Lipo Herczka tinha conquistado o Tri, depois percebi que tinha conquistado o Tri, mas não tinha conquistado os três campeonatos, mas sim os dois finais da sequência de três consecutivos.
Se tiverem paciência para ler eis o que se passou (ou seja, como descobri). E fui o primeiro da Humanidade - que cresce a "olhos vistos" - a consegui-lo depois de décadas de aldrabice.
1. Em Fevereiro de 2001 fui convidado pelo presidente Manuel Vilarinho (através de Luís Lemos/ Carlos Calado) a colaborar com uma página (a penúltima) de história no relançamento do jornal "O Benfica" previsto para 28 de Fevereiro de 2001;
2. Depois de pensar no assunto disse que sim com duas condições. a) seria gratuita (não receberia qualquer verba por "fazer" a pagina); b) Os conteúdos seriam os seguintes: fazer séries alternadas entre futebol (por temas) e modalidades (história de cada uma);
3. Primeiro tema: Treinadores (de futebol). Inicio em 7 de Março de 2001 com Manuel Gourlade; Último em 5 de Dezembro de 2001 com José Mourinho;
4. Para fazer um trabalho bem feito não copiei informação por duvidar da veracidade de muita e por não querer estar a indicar fontes alheias ao Clube, por não me parecer correcto. Do Benfica sabem os Benfiquistas. No tempo livre consultei os Relatórios do Benfica, desde 1904/05, bem como jornais no Benfica, Hemeroteca Municipal e Biblioteca Nacional;
5. Em Março de 2001 a primeira grande surpresa que depois verifiquei ser fácil de descobrir o que ainda adensa mais o mistério. O treinador que conquistou o primeiro campeonato nacional (designado I Liga) foi Vítor Gonçalves e não Lipo Herczka! Espanto. Nunca vira nem ouvira tal. E era explicito. O Relatório do Benfica de 1935/36 indicava-o, a revista "Stadium" e o jornal "Os Sports" mostrava-0! Sem mácula! Era Vítor Gonçalves, ao contrário do que se pensava, até dentro do Benfica;
6. Informei os responsáveis do sucedido: Adriano Cerqueira (Director), Luís Lemos (Director adjunto) e Carlos Calado (Chefe de redacção). Disseram para avançar.
7. O texto foi publicado em 4 de Abril de 2001. Pela primeira vez, depois dos anos 40, escrevia-se que Vítor Gonçalves foi o primeiro treinador a conquistar o campeonato da I Liga, em 1935/36 (no final deste longo texto de hoje publico integralmente essa página);
8. Comecei a guardar, num local acessível, as fotocópias do Relatório do Benfica, da Stadium e de Os Sports, daquilo que passei a chamar "as três fotocópias justificadoras";
9. Assim que tive oportunidade encontrei-me - num jogo de futebol na "Saudosa Catedral" - com o presidente Manuel Vilarinho para expor o assunto, mostrando-lhe a página do jornal, uma fotocópia de uma página do jornal nos anos 90 em que se escrevia e descrevia o campeonato atribuindo-o a Lipo Herczka e as "três fotocópias justificadoras".
10. Ouviu e respondeu à Vilarinho, à Benfica! Qualquer coisa deste tipo (pois cito de memória): Mas eu acredito em si, nem precisava de me mostrar essas fotocópias! Eu sei que nunca iria, por ser mais cómodo, deixar ignorar quem realmente foi protagonista. E permitir que sejam a atribuídos a outros o que não fizeram! Já o conheço. Nunca se cansa de dizer que é preciso honrar os ases que nos honraram o passado. Parabéns pelo que descobriu. Conseguiu honrar ao mesmo tempo dois Benfiquistas: Vítor Gonçalves e Lipo Herczka. Que eram referências para o meu pai como ele tantas vezes me contou! De quem tanto falava!
Isto era o Benfica de Manuel Vilarinho.

No Benfica de Luís Filipe Vieira isto não seria possível
Tudo mudou. A partir de Setembro deste ano vou contar neste blogue algumas situações. Deixo, entretanto duas, que mostram como "estamos" diferentes!
1. Em 28 de Outubro de 2008 fui impedido pelo director do jornal José Nuno Martins de continuar a fazer a tal página de História. Disse-me que não tinha qualquer conveniência para o Jornal publicar uma página de história. Era demasiado desinteressante para os leitores. Que fizesse um livro a "contar a História" que era mais adequado que as páginas do jornal. É que ele, director, precisava de, pelo menos meia-página, para escrever acerca da Blogosfera Benfiquista. E seria nessa penúltima página substituindo o que não interessava! E tinha de ser já! Tanto foi que nunca cheguei a terminar (faltavam seis semanas) a História do Glorioso Ténis de Mesa. Manda quem pode, obedece quem deve;
2. Em 19 de Fevereiro de 2013 fui "aconselhado", nas instalações de "O Benfica", por Pedro Fernando Santos Alves de Guerra (escolham os dois nomes que quiserem) a mudar de vida, pois disse-me: «Não devia estar aqui. Quer é aproveitar-se do jornal e do Clube para fazer passar as suas ideias». Mesmo que estivesse naquele momento a colaborar com a instalação do Museu (inaugurado em 26 de Julho de 2013) respondendo eu a um "pedido desesperado" do presidente Luís Filipe Vieira efectuado em 8 de Junho de 2012! Os poderes paralelos que há no Clube são de "Outro Mundo"!

Três perplexidades
1. Não se percebe como é que o Clube - quem é responsável no SLB por estes "assuntos" - não acaba de vez com tantas mentiras (esta é apenas mais uma entre dezenas) deixando ano após ano que se tornem "verdades"! Na época anterior, após a conquista do 33.º título, o "folclore" foi o mesmo. Há um ano que se podia ter resolvido este assunto de vez! Chegava uma simples Nota de informação para correcção distribuída por todos os media via agência Lusa. Simples!;
2. A ligeireza com que se tratam assuntos sérios;
3. O Benfica passa a ter duas informações oficializadas contraditórias:

Almanaque do Benfica; 4.ª edição; Página 785; Rui Miguel Tovar; Junho de 2014; Lisboa

Livro oficial Benfica Bicampeão Época 2014.15; A Bola; página 154; Junho de 2015; Lisboa
Não há Bela sem Senão
Era bom que apenas existisse esta mentira corrigida no Livro de A Bola. Só em dois quadros publicados nas páginas 154 e 155 encontrei, de "caras", 17 erros! Dezassete! E podem ser mais se os dois quadros forem vistos a "pente fino". Trapalhadas!

Um mau hábito (mas esperto)
Geralmente não há recolha directa. Vão copiando aqui, ali e "acoli". Embora não indiquem de onde retiraram a informação, a chamada e famosa... fonte. Mas não deixam de ser espertos. Assim, quando acertam o mérito é deles. Quando erram é culpa dos outros que cometeram erro(s) e os enganaram. Assim, digo eu, não vale!

Um dia destes há mais...

Alberto Miguéns

Clicar em cima para copiar, aumentar e ler noutra plataforma.

NOTA: No final da 2.ª coluna o texto deveria ser o seguinte: ... e a 18 de Dezembro de 1921 fez parte da I Selecção Nacional, jogando a médio centro, na derrota por 1-3, em Madrid, frente à selecção de Espanha.



PLANO PARA AS EDIÇÕES PARA LÁ DE MEADOS DESTE MÊS
(provisório como é evidente)
De 13 a 23 de Junho de 2015 (Sempre à meia-noite)
Sábado (de 12 para 13): Avança Benfica!;
Domingo (de 13 para 14): O Mais Belo e Inigualável 138;
Segunda-feira (de 14 para 15): Ser bom ou mau treinador;
Terça-feira (de 15 para 16): Os 337 campeões nacionais
Quarta-feira (de 16 para 17): Mentiras Oficializadas by SLB;
Quinta-feira (de 17 para 18): Ainda se lembram dele!?;
Sexta-feira (de 18 para 19): Já cá faltava eu!;
Sábado (de 19 para 20): Sinto-me tão portista!;
Domingo (de 20 para 21): Rola e enrola;
Segunda-feira (de 21 para 22): Os 86 vencedores da Taça da Liga;
Terça-feira (de 22 para 23): Benfica tão brilhante que se vê no escuro
9 comentários
comentários
  1. Caro Alberto,
    como Benfiquista que sou e depois de ler esta grande crónica, gostava de aproveitar para lhe deixar um agradecimento forte e sincero pela assombrosa e d€sint€r€ssada contribuição que tem dado para o nosso clube.

    Para mim o Alberto é um Benfiquista superlativo. Como tenho uma grande paixão e um conhecimento crescente da história gloriosa do nosso clube sei bem da amplitude e qualidade dos seus conhecimentos. Em meu entender não há ninguém vivo tenha tanto conhecimento sobre o Benfica, a sua história e as suas figuras. E sei que isso resulta de uma pesquisa paciente, sistemática e rigorosa mantida ao longo de décadas. Mérito seu.

    Mas ainda mais do isso, admiro o seu rigor, a sua intransigência contra a trapaça, a sua perspicácia, a sua seriedade. O Alberto é lido por muitos Benfiquistas. E acredito que tal como eu sentem que o nosso clube tem muita sorte por ter um sócio e adepto com a sua fibra. Em Defesa do Benfica! Contra a trapaça, a mentirola, a reinvenção da história e o ataque recorrente ao Sport Lisboa e Benfica. Como diz, por vezes até resulta. Mas digo eu, vale sempre a pena. A verdade impõe-se sempre. Mas para isso tem que ser lembrada. Aos distraídos e aos mal intencionados...

    E tal como o Alberto diz, deixo-lhe Gloriosas Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar
  2. Caro Alberto,

    É com muito desagrado que tive conhecimento da forma como foi tratado por algumas pessoas do nosso clube; O seu contributo para o conhecimento da história e dos valores do nosso glorioso clube é algo de difícil de descrever em poucas palavras; ao invés, as citadas pessoas tornam-se conhecidas por destilar ódio e por se tornarem uns “ arruaceiros verbais” sempre que lhes é dado tempo de antena.
    É incomparável o seu benfiquismo com a desses senhores.
    Só o facto de ter este blog é, por si só, um motivo que devia orgulhar todos os benfiquistas, independentemente de gostarem de si a título pessoal.
    Fazendo uma analogia com a religião, continue sempre a “espalhar a palavra do senhor”, nesta caso, a história e os factos mais relevantes do nosso GLORIOSO CLUBE.

    Com os melhores cumprimentos

    Xandex

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Xandex,

      O importante é o Benfica. Tudo o resto são "vicissitudes"! Estamos de passagem. Se pudermos deixar o Benfica ainda maior, tanto melhor!

      Obrigado

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      NOTA: Como o assunto não era lamentar, mas apenas comparar o modo como eram/são tratados os assuntos de História e Rigor dentro do Clube talvez importe esclarecer o seguinte:

      Como disse fiz a página gratuitamente até ao dia em que me comunicaram que por acordo entre o presidente LFV e a agência ACV o jornal "O Benfica" passaria a ser administrado pela agência. No seguimento disso fui contactado pelo dono da ACV (António Cunha Vaz) que continuava a contar comigo! Eu não fui de modas. E disse-lhe. Se quiser contar comigo tem de me pagar. Nunca trabalharia de graça, como Benfiquista, para um sportinguista! Aliás não foi bem assim. Disse mesmo "um lagarto"! E assim foi. A ACV passou a pagar-me "religiosamente". Diga-se com justiça!

      AM

      Eliminar
    2. O jornal do Benfica administrado por um lagarto...

      A sad do Benfica administrada por um fervoroso sportinguista...

      O jorge gomes na prospeção do Benfica (ainda lá está?) mas para quem o porto é uma religião...

      A história do nosso Glorioso Clube tem mesmo uma estranhas vicissitudes.

      Eliminar
  3. Bom dia Alberto.

    Infelizmente, este artigo dá-me razão.

    Há dois anos, decidi deixar-me destas "coisas". Mudei, relativamente, o propósito editorial do meu blogue. Comecei a ser apelidado de "abutre" por emitir a minha opinião baseada em factos e não na "corrente".

    Esse momento também coincidiu com o momento em que me tornei definitivamente um fiel seguidor deste seu blogue. Decidi defender o Benfica no presente sem olhar muito a quem o gere mas focando a atenção aos adversários externos. Se há algum concurso de "grande ladrão" que assalta este seu blogue... Desejo ser um dos principais candidatos a esse lugar. Identifico-me com esta linha editorial.

    Eu sabia que haveria algo por detrás do facto de que o Alberto não estava mais presente no Benfica! Hoje, tenho aqui algumas das razões.

    E desconfio que há mais algumas pessoas que se encontram na sua posição: Possuidoras de um transbordante e maravilhoso Benfiquismo mas ao mesmo tempo perigosas para o actual Benfiquismo de que gere o clube!

    Infelizmente, a actual camada de Benfiquistas mais activos não se interessa por isto. É triste mas é aquilo que é.

    Ainda não consegui classificar cabalmente Manuel Vilarinho. Neste momento, ainda não passa de "um meio para alguém atingir um fim". Estarei errado?

    PS: Deixe-me dizer-lhe que a intenção de bruno de carvalho em levar JJ para alvalade já vem desde a campanha eleitoral que o conduziu ao cargo que ocupa actualmente. Houve nessa altura um acordo entre os dois: o bruno ganhava as eleições e JJ ia para alvalade.

    O que levou JJ a quebrar esse acordo foi o facto de ter perdido tudo no final dessa época. Desse modo, sentiu que não tinha o efeito que desejava para entrar nesse clube (o seu clube do coração - como se viu verdadeiramente esta época no jogo de alvalade onde jj cortou sistematicamente as pernas à equipa de modo a que não ganhasse mas não perdesse)... Assinou por mais dois anos e as coisas correram-lhe tão bem que... De papo cheio, e com as garantias bancárias, foi para onde tinha acordado ir há dois anos atrás.

    Saudações Gloriosas Alberto.

    ResponderEliminar
  4. Bruno Paiva12/6/15 11:05

    Queria começar por agradecê-lo por acima de tudo defender a História do Sport Lisboa e Benfica.

    Como leio mais o blogue do Sr Miguéns que o Jornal do Benfica, não me faz diferença se o sr. José Nuno Martins escreve lá sobre a Blogosfera Benfiquista... Para isso vou eu lê-la!
    No entanto o problema é que muitas pessoas não têm acesso à internet, ou simplesmente preferem ler o jornal. Esses continuam a ser ignorantes nestes assuntos e tenho pena por eles.

    Compreendo o porquê do director do jornal ter tomado essa decisão, pois a blogosfera pode muito bem ser usada como propaganda ou seja usada para influenciar leitores. A poder da imprensa tem esse poder ao contrário de escrever sobre a História do Benfica. Há muitos interesses quando se escreve no jornal da maior instituição portuguesa, obviamente.

    Não vou discutir aqui o que deveria ou não ter o jornal, pois certamente cairia em ouvidos moucos e não estou para perder tempo com isso.

    Gostaria de perder tempo era em agradecer ao sr. Miguéns por tentar sempre repôr a verdade e oferecendo as fontes correspondentes e fidedignas(Importante!). Este conhecimento é uma mais valia e não se preocupe que a história acabar por fazer justiça a quem a honra, tal como nós fazemos honra aos ases que nos honraram o passado!

    Eu percebi a piada do "escolham os dois nomes que quiserem" em relação ao actual director de conteúdos da Benfica TV e não pude deixar de esboçar um sorriso. Em relação a esse assunto creio que é alguém extremamente competente para defender o SL Benfica na peixarada da CMTV, sem embargo é alguém que não é capaz de admitir que errou, que não é perfeito, que o SL Benfica precisa todos os anos de melhorar pois há (sempre) espaço para isso e como tal para mim nunca trará uma mais valia ao projecto da BTV, é mais um que está lá para formatar mentes e como tal não tem o meu respeito. Espanta-me como ganhou tanto poder naquela casa e é com pesar que li a sua opinião em relação à sua pessoa.
    «Não devia estar aqui. Quer é aproveitar-se do jornal e do Clube para fazer passar as suas ideias»

    Eu como sócio e apaixonado pelo Sport Lisboa e Benfica e mero cidadão é que não tenho interesse nenhum em aproveitar-me do que for e como tal opino sem pudor nenhum que o que está à vista é que o Guerra ou Fernando é que está lá para passar as suas ideias, o sr. Miguéns está lá para passar os factos.


    Aproveito para lhe deixar parabéns pelo seu blogue e dar-lhe força e alento para continuar a defender e respeitar a história do SL Benfica, porque sem ela não estariamos aqui hoje a escrever.

    Cumprimentos,
    Bruno Paiva sócio 18676

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Bruno Paiva,

      O director do Jornal tem todo o direito de escolher e definir o conteúdo do jornal, por isso é director. Não se questiona. Até gostava de ler a Blogosfera no jornal - aliás foi por ele que tomei conhecimento que havia vários blogues, pois eu nem ligava a isso, para mim era algo desinteressante. Tive até pena, pois não durou mais de vinte números. Há anos que não existe.

      O que me entusiasma no jornal são os editoriais, pois é a única obrigação que um director de um semanário deve ter. Fazer editoriais que defendam o Clube. Gosto muito de ler os editoriais do nosso director.

      Obrigado pelas palavras de agradecimento.

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  5. Bruno Paiva12/6/15 11:11

    Esqueci-me de dizer.

    Em relação à Taça de Honra já vi alguns jornais, nomeadamente o Record, escreverem algumas colunas sobre esse assunto. Inclusivé mudaram o palmarés dessa competição, curiosamente pouco tempo depois do sr. Miguéns publicar aqui os factos relacionados com a Taça de Honra da AF Lisboa.

    Diria que os seus discípulos (quem lê o blogue) têm sabido passar a palavra :)

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. Caro Alberto,

    Fico sempre satisfeito por ver a verdade reposta.

    Obrigado!

    Por acaso, acabei de enviar um email para a AFL em relação à Taça de Honra.

    Gloriosas Saudações Benfiquistas

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail