A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

21/03/2013

Il Grande Torino

21/03/2013 + 8 Comentários API
BENFIQUISMO



Estreia em Portugal, no âmbito da 6.ª edição da "Festa do Cinema Italiano", o filme Benfica-Torino 4-3 que documenta um dia de alegria, muita alegria, que depressa ficou triste. Muito triste! O dia seguinte.


4 de Maio de 1949
A tragédia que vitimou o regresso da fabulosa - daí o título de Il Grande Torino - equipa do Torino FC a Turim, depois de jogarem no dia anterior frente ao Benfica (a convite do capitão do "Glorioso" e da selecção nacional Francisco Ferreira) é um dos episódios mais trágicos da história - apesar de indirectamente relacionada connosco - do Benfica e a maior tragédia do futebol mundial. Já houve acidentes graves que afectaram atletas ou equipas, mas nunca um acidente teve tão grande impacte num clube. Esse acidente atirou um emblema que ombreava taco-a-taco - até final dos anos 40 - com a Juventus FC (em Turim) e com os dois colossos de Milão (FC Internacional e AC Milan), para um lugar secundário no futebol transalpino e europeu. Nunca mais recuperou o estatuto de grande clube.


Bilhete postal com as assinaturas do plantel do Torino FC enviado pela delegação do clube de Turim, de Portugal para Itália (Vercelli), no dia do jogo da amizade: 3 de Maio de 1949. Um dia de alegria que depressa ficou triste

Alguns dos melhores futebolistas da história do futebol MUNDIAL morreram em Superga

Equipa do Torino FC em 1942/43, primeiro clube italiano a conquistar na mesma temporada o Campeonato e a Taça de Itália

Assinalar os 50 anos da Tragédia
Em Maio de 1999 para assinalar esse "dia alegre que depressa ficou triste" solicitei autorização para publicar um texto no jornal semanário "O Benfica" entretanto transformado em revista mensal. Tendo em conta que o texto original foi pensado e escrito para um jornal que entretanto deixou de existir e adaptado a uma revista (a primeira dessa nova fase de "O Benfica"), "perdeu-se para sempre" muito texto (mais de metade) para se "ganhar" em fotografias.
São essas duas páginas, a 50 e 51, dessa revista que o EDB publica. Por questões de leitura serão transformadas, passando de duas para coluna única.
Por manifesta falta de tempo não posso digitar o texto, aproveitando as fotografias. Assim que tiver tempo conto copiar o texto dessas duas páginas transformando-os em texto corrido no EDB. É uma forma "mais digna" de homenagear o Torino FC e os que tombaram naquela fatídica tarde.



ADENDA (porque em Portugal quem quer mandar gosta sempre de meter a "colherada", por isso o fizeram em... 1999):

2.ª digitalização: «... foi o melhor resultado de sempre, até essa data, do futebol português»;


3.ª digitalização: «... com 4 golos de jogadores do Torino. Foi neste encontro entre as duas selecções nacionais que Francisco Ferreira, capitão do Benfica e da selecção nacional, convidou o capitão da selecção italiana e do Torino, Mazzola a participar na sua festa de homenagem por ser o futebolista português, em actividade, com mais internacionalizações.»;

4.ª digitalização: «O treinador do Torino, foi obrigado a substituir...»; 

5.ª digitalização: «... o avião chocou com a base do torreão traseiro da Basílica» em vez de ««... o avião chocou com a torre da Basílica»; «Não voltou a conquistar o título italiano» em vez de «Não voltou a repetir-lo», como é óbvio.







Grandes jogadores, superiormente orientados, fazem grandes equipas
Foram tempos de grandes vitórias conseguidas com um grupo de jogadores de qualidade extraordinária superiormente orientados por um treinador inglês num tempo em que tacticamente a Inglaterra era a melhor "escola" do futebol mundial. Não foi por acaso que o Benfica também tinha como treinador o inglês Ted Smith.


Grande Torino: O clube de todos os recordes
O clube de Turim, ainda detém recordes absolutos, na série A italiana (1.º escalão) todas obtidas nos anos 40. Não é por acaso que foi o tempo d' "O Grande Turim". Com toda a justiça.
Entre 17 {dezassete (!) recordes absolutos quanto ao número de clubes, que vai variando no tempo} salientam-se quatro absolutos, independentemente do número de participantes:
Maior goleada: V 10-0; 1947/48; Torino FC - US Alessandria;
Maior número de pontos "em casa": 39 pontos; 1947/48; média de 1.95 pontos;
Maior número de golos marcados: 125; 1947/48; média de 3.125 golos por jornada;
Maior número de golos marcados "em casa": 89; 1947/48; média de 4.45 golos por jogo.

Stadio Filadélfia (1926-1963): o estádio de todos os recordes, epicentro da Força Grená

Classificações do Torino FC
O popular clube de Turim fundado em 3 de Dezembro de 1906 com o nome de FC Turinense, depois Torino Calcio, foi desde logo um dos grandes de Itália, cujo campeonato (apurado pelos regionais) teve início em 1898. Logo em 1907 foi finalista vencido pelo AC Milan. Nasceu grande o Torino FC. Em 1927 e 1928 conquistou os dois primeiros títulos, igualando a Juventus FC (1905 e 1926). Em 1929 foi finalista vencido pelo Bolonha FC 1909. Nestas iniciais 29 edições da Liga Italiana, destacou-se o Génova C&F C 1893 (clube de influência inglesa da cidade portuária na origem do futebol organizado em Itália) com 9 títulos, seis entre 1898 e 1904, apenas o AC Milan se intrometeu em 1901, derrotando, por 1-0, na final o Génova 1893. Segue-se o Pro Vercelli USC (o clube italiano, em actividade, mais antigo: 1892) com sete triunfos. Depois: AC Milan (3), FC Internacional Milão (2), Juventus FC (2), Torino Calcio (2), Bolonha FC (2), Casale AS (1) e USD Novese (1).
Em 1929/30 os clubes foram divididos por duas séries (A e B) com jogos entre todos, a pontuar, em duas voltas, com promoções e despromoções.
Em 1948/49, aquando da tragédia em 18 edições da série A (1.º escalão) o registo de títulos era o seguinte: Juventus FC (5), Torino Calcio (5), Bolonha FC (4), FC Ambrosiana (nome do FC Inter no período fascista de Mussolini) (3) e Roma AS (1).
Como se comprova o Torino FC (Calcio nesse tempo), até 1948/49, ombreava com os melhores, com tantos títulos como a Juventus FC (7) e mais que o Bolonha FC (6), FC Inter Milão (5) ou AC Milan (3).


CLASSIFICAÇÕES DO TURIM FC
Épocas
Série A
Série B
1-3
4-6
7-9
10-12
13-15
16-18
1-3
4-6
7-9
10-12
13-15
16-18
29/30

4










30/31


7









31/32


8









32/33


7









33/34



12








34/35




14







35/36
3











36/37
3











37/38


8









38/39
2











39/40

6










40/41


7









41/42
2











42/43
1











45/46
2











46/47
3











47/48
4











48/49
5











49/50

6










50/51




15







51/52



12








52/53



10








53/54


9









54/55


9









55/56


9









56/57

5










57/58


7









58/59





17






59/60






1





60/61



12








61/62


7









62/63


8









63/64


7









64/65
3











65/66



10








66/67


7









67/68


7









68/69

6










69/70


7









70/71


8









71/72
3











72/73

6










7/74

5










74/75

6










75/76
6











76/77
2











77/78
3











78/79

5










79/80

4










80/81


9









81/82


9









82/83


8









83/84

5










84/85
2











85/86

5










86/87



11








87/88


7









88/89




15







89/90






2





90/91

5










91/92
3











92/93


9









93/94


8









94/95



11








95/96





16






96/97








9



97/98







5




98/99






2





99/00




15







00/01






3





01/02



11








02/03





18






03/04









12


04/05






3





05/06






3





06/07




16







07/08




15







08/09





18






09/10







5




10/11








8



11/12






2





12/13




14







NOTA: Em 1943/44 e 1944/45 não se disputou devido à II Guerra Mundial; Em 2012/13 na 29.ª (em 38 jornadas)


Na Verdadeira Bíblia do Benfica, o semanário "O Benfica" a melhor cacha da imprensa portuguesa e italiana: «A tragédia venceu a alegria da vitória!»
A Tragédia de Superga arrasou...
... dezoito futebolistas, uma equipa e um clube. O Torino FC nunca mais recuperou de forma sustentada a grandeza de outrora. Até porque na cidade de Turim até era mais popular que o clube da FIAT, a Juventus FC. Algo que mudou depois. O clube ligado à família Agnelli continuou a rivalizar com os clubes de Milão, atraindo muitos simpatizantes em Turim.



Haverá sempre (e para sempre) um pouco do "Il Grande Torino" em cada Benfiquista

Alberto Miguéns

MEMORIAL

 BACIGALUPO, Valerio
Guarda-redes
25 anos
Vado Ligure, 12 de Março de 1924 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (5 jogos)
 
 BALLARIN, Aldo
Defesa-direito
27 anos
Chioggia, 10 de Janeiro de 1922 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (9 jogos)

 BALLARIN, Dino
Guarda-redes
23 anos
Chioggia, 23 de Setembro de 1925 - Superga, 4 de Maio de 1949

 BONGIORNI, Émile
Avançado-centro
28 anos
Boulogne-Billancourt/ FRANÇA, 19 de Março de 1921 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional francês (5 jogos)

CASTIGLIANO, Eusebio
Médio-esquerdo
28 anos
Vercelli, 9 de Fevereiro de 1921 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (7 jogos/ 1 golo)

 FADINI, Rubens
Médio
21 anos
Jolanda de Savoia, 10 de Junho de 1927 - Superga, 4 de Maio de 1949

 GABETTO, Guglielmo
Avançado-centro
33 anos
Turim, 24 de Fevereiro de 1916 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (6 jogos/ 5 golos)

 GRAVA, Ruggero

Avançado
27 anos
Claut/ FRANÇA, 26 de Abril de 1922 - Superga, 4 de Maio de 1949

GREZAR, Giuseppe
Médio-direito
30 anos
Trieste, 25 de Novembro de 1918 - Superga, 4 de Maio de 1949

LOIK, Ezio
Avançado (interior-direito)
29 anos
Fiume, 26 de Setembro de 1919 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (9 jogos/ 4 golos)

MAROSO, Virgilio
Defesa-esquerdo
23 anos
Marostica, 26 de Junho de 1925 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (7 jogos/ 1 golo)

MARTELLI, Danilo
Médio-esquerdo
25 anos
Castellucchio, 27 de Maio de 1923 - Superga, 4 de Maio de 1949

MAZOLLA,Valentino
Capitão
Médio e Avançado
30 anos
Cassano d' Adda, 26 de Janeiro de 1919 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (12 jogos/ 4 golos)

MENTI, Romeo
Avançado (extremo-direito)
29 anos
Vicenza, 5 de Setembro de 1919 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (7 jogos/ 5 golos)

OPERTO, Piero
Defesa
22 anos
Turim, 20 de Dezembro de 1926 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (9 jogos/ 4 golos)
 
OSSOLA, Franco
Avançado (extremo-esquerdo)
27 anos
Varese, 23 de Agosto de 1921 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (1 jogo)

RIGAMONTI, Mario
Médio-centro ou Defesa-central
26 anos
Brescia, 17 de Dezembro de 1922 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional italiano (3 jogos)
 
SCHUBERT, Július
 
Avançado 
26 anos
Budapeste/ HUNGRIA, 12 de Dezembro de 1922 - Superga, 4 de Maio de 1949
Internacional checoslovaco (naturalizado) (2 jogos)

TÉCNICOS

Leslie LIEVESLEY
Treinador
Inglaterra; 37 anos

Ernö ERBSTEIN
Director desportivo
Hungria; 50 anos

Osvaldo CORTINA
Massagista
Itália; 58 anos


DIRIGENTES

Arnaldo AGNISETTA
Director geral 
Itália

Ippolito CIVALLERI
Conselheiro/ "Consiglieri" 
Itália

Andrea BONAIUTI
Responsável pelos jogos
Itália


IMPRENSA

Renato CASALBORE
"Tuttosport" (director e fundador)
Itália

Luigi CAVALLERO
"La Stampa" (jornalista)
Itália

Renato TOSATTI
"Gazzetta del Popolo" (jornalista)
Itália

TRIPULAÇÃO

Pierluigi MERONI
Comandante
Itália

Antonio PANGRAZI
Itália

Celestino d' INCA
Itália

Cesare BIANCARDI
Itália


QUE DESCANSEM EM PAZ

 

8 comentários
comentários
  1. Obrigado por ter lembrado o Grande Torino no seu blogue, com palavras de carinho e de amizade. E é mesmo a amizade entre dois clubes, entre duas cidades e entre dois países, que queriamos lembrar agora com o nosso filme: uma página de amizade antes que uma página de morte.
    Até domingo,

    um abraço,

    Andrea Ragusa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Andrea Ragusa

      É uma honra para este blogue ter o comentário do realizador do filme. Obrigado.

      Até domingo,

      um abraço,

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Excelente Post!!!
    Luís

    ResponderEliminar
  3. Bom post, já conhecia a história mas muitos benfiquistas não conhecem.

    Parabéns pelo trabalho, pena que a nossa direcção não se preocupe com estas coisas

    ResponderEliminar
  4. Bruno Paiva23/3/13 16:58

    Bonita homenagem a estes grandes jogadores e ao Grande Torino!

    Obrigado pelo trabalho realizado sobre este pedaço de história

    ResponderEliminar
  5. Bom texto.
    Camarada Alberto, acha que esgota? Tou a pensar ir, mas como vou de longe tenho medo que chegue lá e fique a arder...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro leitor

      Não me parece que esgote. Talvez telefonando para o Cinema São Jorge. Talvez reservem. Tel. 21 099 05 52

      Gloriosas Saudações Benfiquistas

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail