A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

08/12/2021

Olhos no FC Dínamo e Ouvidos em Munique

08/12/2021 0 Comentários

INDEPENDENTEMENTE DO RESULTADO DE MUNIQUE O BENFICA TEM DE VENCER O SEU JOGO.

 


Depois esperar que o FC Bayern Munique vença, na Baviera, o FC Barcelona.

 

No grupo E a contabilidade está facilitada

Em primeiro lugar o clube da Alemanha e em quarto lugar o clube da Ucrânia. Para o segundo lugar o FC Barcelona tem vantagem pois se vencer (10 pontos) estará no sorteio dos oitavos-de-final. O Benfica vencendo (oito pontos) ficará em terceiro lugar. Se O FC Barcelona empatar (oito pontos) e o Benfica vencer a vantagem será do Benfica no confronto directo (VE). SE o Benfica empatar (seis pontos) o FC Barcelona será sempre segundo pois já contabiliza sete pontos.  Só conta a vitória do Benfica e um empate ou derrota do FC Barcelona.

 


NOTA: assim que for divulgada, nesta quarta-feira, a lista dos futebolistas convocados será feita a habitual previsão de um treinador de bancada.

 

Com convocatórias no dia do jogo

Permite aos adeptos tentarem adivinhar as mesmas quando o que é hábito é tentar adivinhar o onze inicial. Face às lesões de Lucas Veríssimo, Rodrigo Pinho e Nemanja, os 23 escolhidos devem ser:

 

2 (1)Odysseas e Helton (Svilar ou um guarda-redes da Equipa B também deve estar convocado embora não seja divulgado);

9 (5)Valentino, Diogo Gonçalves, Gilberto, André AlmeidaOtamendi, Vertonghen, Morato, Ferro e Grimaldo;

8 (4)Weigl, Taarabt, Meïte, Gedson e João MárioRafa, Pizzi Everton;

4 (1): Darwin, Seferovic, Yaremchuk e Gonçalo Ramos.


Se forem convocados 24 acrescento: Paulo Bernardo.


Quase sempre os mesmos

Que vão acumulando minutos e os outros "desacumulando". Entre Vertonghen (futebolista de campo mais utilizado  com 2071 minutos) e Rafa (sexto) "distam" 238 minutos, mas entre Rafa e Everton (sétimo, pois Lucas Veríssimo infelizmente já não conta) "distam"...615 minutos!

 

     ASSIM VAI O PLANTEL DE 31 GLORIOSOS

NOTAS: Min - Minutos jogados; JT – Jogos totais; Tit – Jogos a titular; SU – Jogos como suplente utilizado;  A – Assistências para goloG – Golos; TitularSuplente utilizadoSuplente utilizado substituídoSuplente não utilizadoConvocado não utilizado; S – Selecções Nacionais; L - Lesionado; L * - Recuperar de lesão; Q – Quarentena; NI – Não Inscrito na UEFA; B – Lista B de inscritos na UEFA; B – Jogo na Equipa B; A – Suspenso por acumulação de cartões amarelos; V – Suspenso com cartão vermelho directo; C – Castigo pelos desacatos provocados na final da Taça de Portugal 2020/21; O – infectado com a Covid-19

 


Talvez o maior «corre-Mundo" do Futebol

O número impressionante de países visitados (56; incluindo territórios como Hong Kong e Macau) não deve ter igual ou poucos conseguirão ir mais longe e a tantos! Regista dezassete encontros com os cinco principais clubes ucranianos com jogos em quatro países: Portugal (sete encontros), Ucrânia (sete jogos), Suíça (dois jogos: Yverdon e Genebra) e Espanha/Madrid (um jogo).


DEZASSETE JOGOS DO BENFICA COM ADVERSÁRIOS DA UCRÂNIA*

* Incluindo clubes da URSS e da CEI sediados no actual território da Ucrânia

Época

Com

Estádio

Cidade

S

Clube

V

E

D

80/81

Tor

Santiago Bernabéu

Madrid

N

FC Dínamo Kiev

1-2

 

89/90

TCE

(1/4)

Luz

Lisboa

C

FC Dnipro

Dnipropetrovsk

1-0

 

Meteor

Dnipropetrovsk

F

3-0

 

91/92

LC*
(FG)

Central

Kiev

F

FC Dínamo Kiev

0-1

Luz

Lisboa

C

5-0

06/07

Par

Municipal

Yverdon

N

  FC Shakthar Donetsk

2-0

 

 

07/08

TU

(FG)

SLB

Lisboa

C

FC Shakthar Donetsk

0-1

Olímpico

Donetsk

F

2-1

08/09

LE
(FG)

SLB

Lisboa

C

  FC Metalist (Carcóvia)

 

 

0-1

09/10

Par

T. Chenes

Genebra

N

FC Shakthar Donetsk

2-0

LE
(PE)

SLB

Lisboa

C

FC Vorskla (Poltava)

4-0

 

 

Butovsky

Poltava

F

1-2

16/17

LC
(FG)

Olímpico

Kiev

F

FC Dínamo Kiev

2-0

 

 

SLB

Lisboa

C

1-0

 

 

19/20

LE
(1/16)

Metalist

Carcóvia **

F

FC Shakthar Donetsk

 

1-2

SLB

Lisboa

C

 

3-3

21/22

LC
(FG)

Olímpico

Kiev

F

  FC Dínamo Kiev

 

0-0

 

SLB

Lisboa

C

?

 

 

TOTAIS

17 J - 9 V - 2 E – 6 D (28/13)

NOTA: * Taça dos Clubes Campeões Europeus exactamente com o mesmo modelo da Liga dos Campeões em 1992/93. Jogava-se até aos oitavos-de-final a eliminar. Apuravam-se os oito clubes que eram divididos em dois grupos – A e B - (com quatro emblemas cada um) que a pontuar, a duas voltas, disputavam seis jogos, apurando o vencedor de cada grupo para a final. A UEFA não considera a temporada de 1991/92 como Liga dos Campeões. Mistério!

** O jogo realiza-se em Carcóvia (Kharkiv), para onde o clube se transferiu, de Donetsk, em 2014, depois do conflito entre ucranianos e russos com forte implantação no Leste do país.

 

Melhores marcadores

São 19 os marcadores dos 28 golos a clubes da Ucrânia. Cardozo com quatro golos é o melhor marcador. Há seis futebolistas com dois golos. Um trio (César Brito, Iúran e Salvio) com dois golos são os melhores marcadores ao FC Dínamo Kiev. Reinaldo, Izaias e Cervi completam o sexteto de «Gloriosos Futebolistas» que marcaram os nove golos ao adversário desta tarde/noite.


Futebolistas

(19)

Total

(28)

Casa

(14)

Fora

(9)

Neutro

(5)

Cardozo

4

1

2

1

Lima

2

 

2

 

César Brito

2

2 *

Iúran

2

2 *

Saviola

2

1

1

 

Salvio

2

1 *

1

Pizzi

2

1

1

 

Reinaldo

1

1 *

Izaias

1

1 *

Cervi

1

1

Ricardo

1

 

1

 

Magnusson

1

1

 

Katsouranis

1

 

 

1

Karagounis

1

 

 

1

Carlos Martins

1

 

1

Di María

1

1

 

Weldon

1

1

 

Rúben

1

1

 

 

Rafa

1

1

 

 

NOTA: * golos frente ao FC Dínamo Kiev (fora de Kiev)

 

A poucas horas do 18.º jogo frente a equipas de adversários ucranianos

São cinco adversários que perfazem 17 jogos, com mais três vitórias (nove) em relação a derrotas (seis) e mais quinze golos marcados (28) que os golos sofridos (13).


TODOS OS CINCO ADVERSÁRIOS DA UCRÂNIA*

* Incluindo clubes da URSS sediados no actual território da Ucrânia

Adversário

J

V

E

D

GM

GS

FC Dínamo Kiev

6

3

1

2

9

3

FC Shakhtar Donetsk

6

3

1

2

10

7

 FC Dnipro Dnipropetrovsk

2

2

-

-

4

0

FC Vorskla (Poltava)

2

1

-

1

5

2

FC Metalist (Carcóvia)

1

-

-

1

0

1

TOTAIS

17 J - 9 V - 2 E – 6 D (28/13)

 

Para o oitavo jogo em Portugal

O Benfica já disputou sete encontros em Portugal, todos em Lisboa. Mais duas vitórias (4/2) e mais nove golos marcados (14/5).


SETE JOGOS DO BENFICA EM PORTUGAL*

* Incluindo a CEI – Comunidade de Estados Independentes (entre 1989 e 1991)

Época

Com

Estádio

Cidade

S

Clube

V

E

D

89/90

TCE

(1/4)

Luz

Lisboa

C

FC Dnipro Dnipropetrovsk

1-0

 

91/92

LC*
(FG)

Luz

Lisboa

C

FC Dínamo Kiev

5-0

07/08

TU

(FG)

SLB

Lisboa

C

FC Shakthar Donetsk

 

 

0-1

08/09

LE
(FG)

SLB

Lisboa

C

FC Metalist (Carcóvia)

 

 

0-1

09/10

LE
(PE)

SLB

Lisboa

C

  FC Vorskla (Poltava)

4-0

 

 

16/17

LC
(FG)

SLB

Lisboa

C

FC Dínamo Kiev

1-0

 

19/20

LE
(1/16)

SLB

Lisboa

C

  FC Shakthar Donetsk

 

3-3

 

21/22

LC
(FG)

SLB

Lisboa

C

  FC Dínamo Kiev

?

 

 

TOTAIS

7 J - 4 V - 1 E – 2 D (14/5)

NOTA: * A UEFA não considera a temporada de 1991/92 como Liga dos Campeões

Será o sétimo jogo

Com um saldo positivo nos seis encontros já realizados: mais uma vitória (3/2) e mais seis golos marcados (9/3). São poucos jogos entre dois colossos do Futebol Europeu. Aquela estupenda vitória, por 5-0, fará sempre diferença no confronto entre os dois maiores clubes da Ucrânia e de Portugal. O FC Dínamo Kiev nunca marcou golos em Portugal (0-5; 0-1) nos dois jogos que já disputou, em 1991/92 e 2016/17.


  OS SEIS JOGOS COM FC DÍNAMO KIEV

Época

Com

Estádio

Cidade

S

Res

Marcadores (minutos)

80/81

Tor

Santiago Bernabéu

Madrid

N

1-2

1-0 Reinaldo (11’)


 

 

91/92

 

 

LC*
(FG)

Central

Kiev

F

0-1

--------------------

 

 

Luz

 

 

Lisboa

 

 

C

5-0

1-0 César Brito (25’)

2-0 César Brito (62’)

3-0 Izaias (7o’)

4-0 Iúran (82’)

5-0 Iúran (87’)

16/17

LC
(FG)

Olímpico

Kiev

F

2-0

1-0 Salvio (09’)

2-0 Cervi (55’)

SLB

Lisboa

C

1-0

1-0 Salvio (45’ + 2’)

21/22

LC
(FG)

Olímpico

Kiev

F

0-0

--------------------

SLB

Lisboa

C

?

?

TOTAIS

6 J - 3 V - 1 E – 2 D (9/3)

NOTA: * A UEFA não considera a temporada de 1991/92 como Liga dos Campeões

 

Estreia entre os dois clubes na estreia do «Glorioso» no torneio do Real Madrid CF

No II Troféu Santiago Bernabéu, em 1980/81, o Benfica foi afastado da final pelo Real Madrid CF no desempate por pontapés da marca de grande penalidade (1-4), após empate a dois golos (ambos de Humberto Coelho) e perdeu depois a possibilidade de ficar em terceiro lugar ao ser derrotado pelo FC Dínamo Kiev.

 


1991/92: primeiro jogo na «Saudosa Catedral»

Decorreu na temporada de 1991/92, na quinta jornada de grupo B. A final disputava-se entre os vencedores dos dois grupos: A e B. A vitória equivalia a dois pontos. Após a quarta jornada tudo parecia decidido: FC Barcelona com sete pontos e 8/2 em golos. AC Sparta Praga com quatro pontos e 6/6 em golos. SL Benfica com três pontos (três empates e uma derrota, em Kiev, por 1-0) e 2/3 em golos. FC Dínamo Kiev com dois pontos e 2/7 em golos. Só que a vitória do AC Sparta, em Praga, por 1-0, sobre o FC Barcelona num jogo à tarde, pelas 18 horas (17 horas em Portugal), fez renascer a esperança. FC Barcelona: 7 pontos e 8/3. AC Sparta: 6 pontos e 7/6. À noite, pelas 20 horas, o Benfica tinha de vencer marcando o maior número de golos possível - pelo menos três de diferença - para poder discutir a ida à final em Barcelona na última jornada. E assim foi com a vitória por 5-0. SL Benfica: 5 pontos e 7/3 em golos. FC Dínamo: 2 pontos e 2/12. Se o Benfica vencesse (7 pontos) por um golo de diferença, o FC Barcelona ficava em igualdade pontual mas vantagem no confronto directo - empate e vitória - e com vantagem frente ao AC Sparta, desde que este perdesse (6 pontos) em Kiev ou empatasse (7 pontos) mas vantagem nos golos: SLB (+ 5) e ACS (+ 1), pois no confronto directo registavam-se dois empates. Em Barcelona, o clube catalão venceu, por 2-1, e o FC Dínamo até obteve uma vitória por 1-0 sobre o AC Sparta. Benfica em terceiro lugar (5 pontos) mas apenas o primeiro interessava.     



2016/17: estreia na «Catedral»

Decorreu na temporada de 2016/17, na quarta jornada de grupo B da Liga dos Campeões. O «Glorioso» nas três jornadas iniciais conseguiu três pontos e o FC Dínamo Kiev um ponto. Na jornada anterior, em Kiev, o Benfica vencera por 2-0. Ao repetir a vitória (1-0) o «Glorioso» garantiu o segundo lugar com seis pontos, depois ainda houve muita história nos dois jogos que restavam mas o segundo lugar manteve-se. O Benfica seguiu para os oitavos-de-final onde "não teve argumentos" frente ao BVB 09 (Borussia Dortmund).

 


2021/22: é o que é!

Só a vitória conta e conta também o FC Barcelona não vencer em Munique. Há que acreditar!

 

Carrega Benfica

 

Alberto Miguéns

 

Enviar um comentário

Apoio de: