Ainda Sou do Tempo | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/09/2021

Ainda Sou do Tempo

15/09/2021 12 Comentários

EM QUE O «GLORIOSO» TINHA CONFIANÇA PARA JOGAR NAS COMPETIÇÕES EUROPEIAS COMO SE FOSSE MAIS UM JOGO. EMBORA O MAIS IMPORTANTE DAS SUAS VIDAS.



Desde há umas temporadas parece que há receio em perder. E isso é "meio caminho" para ceder pontos em demasia. O Benfica tem que voltar a ter a capacidade internacional que a sua dimensão demográfica, história e palmarés mostram. Mesmo até aos Anos 90 os futebolistas do Benfica, quando eram jogos para a Taça dos Clubes Campeões Europeus, tornavam-se "uma espécie de filhos" dos Bicampeões Europeus querendo honrá-los. Transportavam um Legado gigantesco!

 

O Benfica tem que ser o melhor clube português

De um modo consistente na Liga dos Campeões. Só depois de ser o melhor clube português, com sete/oito temporadas em dez, pode aspirar a chegar-se aos clubes que estão nos 10/15 melhores da Europa. Até lá há muito para caminhar!


Numa situação idêntica, em 1994/95

O Benfica empatou em Split, com o NK Hajduk e depois vencendo os dois jogos na «Catedral» que teve na primeira volta (tal como tem em 2021/22). No final a primeira vez em que o Benfica foi primeiro classificado na "fase de grupos". A segunda (e última) em 2011/12. Aproveita Benfica!


 SLB NA LIGA DOS CAMPEÕES (JORNADA-A-JORNADA) NA FASE DE GRUPOS

Época

C

F

C

F

C

Pt

F

C

F

C

F

Pt

FINAL

Clas

Pt

1991/92

-

D

E

-

E

2

E

V*

D

-

-

3

3.º

5

1994/95

-

E

V

-

V

7

E

V

E

-

-

5

1.º

12

1998/99

-

D

V

D

-

3

-

E

-

V

E

5

2.º

8

2005/06

V

D

-

E

-

4

-

D

E

V

-

4

2.º

8

2006/07

-

E

D

D

-

1

-

V

-

V

D

6

3.º

7

2007/08

-

D

D

-

V

3

D

E

V

-

-

4

3.º

7

2010/11

V

D

-

D

-

3

-

V

D

D

-

3

3.º

6

2011/12

E

V

-

V

-

7

-

E

E

V

-

5

1.º

12

2012/13

-

E

D

D

-

1

-

V

-

V

E

7

3.º

8

2013/14

V

D

E

-

-

4

D

-

V

V

-

6

3.º

10

2014/15

D

D

-

E

-

1

-

V

D

E

-

4

4.º

5

2015/16

V

V

-

D

-

6

-

V

E

D

-

4

2.º

10

2016/17

E

D

-

V

-

4

-

V

E

D

-

4

2.º

8

2017/18

D

D

D

-

-

0

D

-

D

D

-

0

4.º

0

2018/19

D

V

-

D

-

3

-

E

D

V

-

4

3.º

7

2019/20

D

D

V

-

-

3

D

-

E

V

-

4

3.º

7

2021/22

-

E

?

-

?

1

?

-

?

?

-

-

(2.º)

(1)

NOTAS: * Dois pontos por vitória (com a pontuação fazendo corresponder três pontos a uma vitória seriam seis pontos); Épocas a vermelho - Primeira volta com dois jogos em "casa"; Épocas a verde - Primeira volta com dois jogos "fora"; Em destaque a situação fora-casa-casa actual (apenas primeira volta)


"Este" é o melhor FC Barcelona que o Benfica podia querer para defrontar numa "fase de grupos"

Na segunda jornada o Benfica recebe, na «Catedral», o clube espanhol - colosso da Catalunha - à sua frente (é apenas um ponto mas chega) embora o Benfica tenha jogado em terreno alheio e o FC Barcelona no seu campo "Sempre Novo" apesar de cada vez mais velho: Camp Nou (Campo Novo, em catalão, inaugurado em 24 de Setembro de 1957, dia da maior festa da Catalunha). Tudo por tudo no final do mês. Mas até lá "muita água vai correr por baixo das pontes"!



Acredita, Benfica!

 

Alberto Miguéns

12 comentários
  1. o barça não fez nenhum remate enquadrado com a baliza pela 1ª. vez na liga dos campeões da uefa ... pasme-se ! ! !

    o *football association* morreu ! ! !

    viva o *futebol mercenário* ! ! !

    saudações vermelhas ! ! !

    ResponderEliminar
  2. De Águia ao Peito
    12 de setembro às 17:08 ·
    "Portugal tem claramente um problema com o Benfica.
    A aposta na formação foi tema. O Benfica começou a apostar na formação, deixou de ser tema. O Benfica agora aposta um pouco menos, volta a ser tema.
    O Benfica é a equipa com mais portugueses no onze, não é tema. Quando é o FC Porto ou Sporting, é o assunto mais badalado na imprensa desportiva.
    A competitividade nunca foi tema. O Benfica passou a vencer mais que os outros, passou a ser tema. Quando o Benfica está em segundo ou terceiro a vários pontos da liderança, volta a não haver problema.
    O Benfica pagava muito ao treinador, foi tema. O Jorge Jesus foi para o Sporting a ganhar mais, deixou de ser tema. Regressou ao Benfica, voltou a ser tema.
    O Benfica contrata jogadores e todos os valores são somados, até o papel higiénico que o atleta irá gastar, o shampoo, a água, gás e electricidade. O FC Porto perde ativos sem contrapartidas financeiras, não é tema. O Sporting paga para mandar embora os excedentários e elogia-se o excelente ato de gestão pelo dinheiro poupado.
    O Benfica é prejudicado pela arbitragem, não é tema. Nos jogos dos rivais perdoam-se expulsões por agressões a murro dentro da área, o tema é o Benfica ter sido beneficiado.
    O Benfica está quase a alcançar o título, os seus adeptos são proibidos de entrar para vários sectores dos estádios adversários com cachecóis, camisolas ou outra identificação do clube. A FCPorto e Sporting até cedem mais bancadas...
    Chega a um ponto que o produto que apresentamos no futebol deixa de ser desejável, porque tudo o que envolve o lodo que é o desporto em Portugal afasta qualquer pessoa com dois neurónios.
    Portugal, de forma geral, e não apenas no futebol, caiu nas mãos de pessoas erradas, que usam o desporto para outros fins que não a sua essência. Retiraram tudo o que havia de bom na competição e na arte da prática do futebol e trouxeram tudo o que de menos bom existe: a corrupção, a contrainformação, as mentiras, as guerras.
    É penoso gostar de futebol neste país. Portugal tem claramente um problema com o Benfica. Não é de agora, mas é notório."

    obs ... apenas para dar conhecimento ao senhor alberto deste desabafo do *de águia ao peito* ...

    saudações vermelhas ! ! !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, se o Benfica marcar golos e deixar de ser tema...temo nao ficar nada chateado com a falta de tema...

      Eliminar
    2. Em complemento ao que escreveu ainda hoje tivemos um belo exemplo - Sporting com 33 milhões de prejuízo, capas dos jornais:
      https://eternamentebenficablogspot-com.blogspot.com/2021/09/empate-do-benfica-ajuda-camuflar-o.html

      Um quadradito em cada capa dejornal como se nada fosse...

      Agora o Benfica, com quase metade do prejuízo do Sporting -17 milhões:
      https://eternamentebenficablogspot-com.blogspot.com/2021/09/prejuizo-de-174m-em-2020-mas-no-1.html

      Todos os jornais com letras garrafais mas no jornal Abola parece o apocalipse!

      Eliminar
  3. Para termos uma equipa para Champions, vende-se as acções aos árabes, chineses, americanos...e deixemos o romantismo saloio de lado, porque o futebol actual é assim, o de Cosme Damião foi na época ADC.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro

      Isso não é assim tão fácil.

      O cemitério do Futebol está cheio de clubes/SAD's falidos por árabes, chineses, americanos,. rtc.

      É necessário escolher quem vem por bem e não é fácil.

      Alberto Miguéns

      Eliminar
    2. Olhem para o que era o Valencia e no que o tornaram, quanto ao PSG, City, Chelsea etc vamos ver como acabam

      Eliminar
    3. Meu caro,pode dizer quais são alguns desses clubes falidos?
      Chelsea? Não creio.
      Man city? Não creio.
      Man unt.? Não creio.
      PSG? Não creio.
      Os clubes da red Bull? Não creio.
      Inter?
      Juventus?

      Abraço

      Eliminar
    4. Caro

      Isso é o "marisco". aliás o "marisco do marisco". Os mais poderosos do campeonato Inglês. Um clube de um país (PSG/Catar).

      Em Itália é só clubes falidos: Parma, etc. É só ver os que já anexaram uma data ao nome.

      Um dia destes hei-de fazer uma busca e indicar uns 20/30 de Itália, Espanha (o Valência CF em dificuldades), França (veja-se como o AS Mónaco FC caiu) até clubes menos conhecidos em Inglaterra. Na Escócia o Rangers FC, faliu.

      Com tantos clubes, até de Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França não há empresas credíveis que cheguem. Então em Ligas Periféricas. Em Portugal há uma boa meia dúzia que já faliu e voltam a tentar. Não se vai passar disto.

      Se o Benfica tiver uma multinacional interessada muito bem (mas nem para dar nome ao Estádio aparecem). As multinacionais a interessarem-se é por clubes de Inglaterra que não é da zona Euro (agora já nem da UE) onde podem lavar dinheiro.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  4. Muito bom texto reproduzindo perfeitamente a estratégia da MAFIOSA Comunicação Social. Apenas acrescentava: O S.L.B. compra 100% do passe de jogadores e é caro, os Dragartos compram ás metades e é grande negócio...

    ResponderEliminar
  5. É um Barcelona longe dos seus melhores tempos mas ainda assim com uma equipa bem superior ao Benfica, veremos se temos a mentalidade que o Alberto refere, o ambiente das famosas 4ªs feiras europeias que há muito se esfumou, a mentalidade que acreditávamos na altura que jogássemos contra quem fosse, acreditávamos que podíamos ganhar

    ResponderEliminar
  6. Caro Alberto Miguéns,
    Não é possível acreditar no que quer que seja - nem mesmo numa vitória sobre um adversário que nos seja, objectiva e inequivocamente, inferior, em termos de qualidade futebolística, individual e coletiva... - quando continuamos a ter um grupo onde escasseiam os verdadeiros homens e sobram - em assustadora demasia!... - as assumidas vedetas!
    O nosso futebol tem-se jogado para os lados e para trás, com Cebolas, Rafas e afins a enredarem-se com a bola e a não serem capazes de, de forma consistente, criar situações de golo e as concretizar. Lá de vez em quando marca-se um golo de encher o olho - até porque não é possível falhar sempre!... - mas a normalidade é a miséria que voltámos a ver ontem, em Kiev. Tivesse a equipa podido contar com meia dúzia de "toscos", como eram Isaías, Paneira, Hernâni ou Kulkov, e ontem os ucranianos tinham ficado com o saco cheio!...
    Enquanto os nossos forem do género de cair a cada sopro de brisa ligeira, de tropeçar na bola a cada meio metro, embora "muita bons" a receber passes de meio metro e a devolver, na mesma "grandeza", para trás e para os lados, vamos continuar a ficar longe - vergonhosamente longe! - daquilo que a nossa história e a nossa real dimensão exigem...
    Saudações benfiquistas!

    ResponderEliminar

Apoio de: