Tudo Por Tudo | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

25/02/2021

Tudo Por Tudo

25/02/2021 + 0 Comentários

NUM  JOGO FUNDAMENTAL PARA OS TRÊS MESES QUE RESTAM EM 2020/21.



A passagem aos oitavos-de-final da Liga Europa é o mínimo. Estou à espera que o treinador opte por colocar o "autocarro" e jogar à "equipazinha pequena" com tudo atrás à espera do erro dos futebolistas contrários. Se conseguir atrapalhar o adversário, de modo a eliminá-lo, tudo bem, já aceito tudo. Acredito que os Gloriosos Futebolistas vão fazer o melhor que souberem dentro de campo em relação ao que lhes vão pedir.  

A poucas horas do 97.º jogo frente a equipas de clubes ingleses

São 35 adversários - 31 clubes e quatro tripulações de navios de guerra - que perfazem 96 jogos, com 38 vitórias (menos quatro que as 42 derrotas) e 163 golos marcados (mais três que os 160 sofridos). São resultados que cobrem de glória o Benfica face ao poderoso e histórico (foi lá que o inventaram) futebol em Inglaterra.

TODOS OS 96 JOGOS FRENTE A CLUBES DE INGLATERRA

Adversário

J

V

E

D

GM

GS

Manchester United FC

16

4

3

9

19

30

Liverpul FC

12

4

2

6

14

22

Arsenal FC Londres

10

4

2

4

17

25

Tottenham HFC Londres

6

2

1

3

10

9

Chelsea FC  Londres

5

1

-

4

6

8

Newcastle Utd FC

4

1

2

1

4

3

Derby County FC

4

2

1

1

6

4

Sunderland AFC

3

2

-

1

7

5

Southampton FC

3

2

-

1

7

4

Everton FC

3

2

1

-

7

0

New Cruzaders FC

2

-

-

2

0

9

Ealing FC

2

1

-

1

1

3

Leeds United AFC

2

1

1

-

1

0

Coventry City FC

2

1

1

-

9

4

Aston Villa FC Birmingham

2

1

1

-

6

3

AMS Flavia

1

1

-

-

7

0

Cruzador Active

1

1

-

-

1

0

Ardeola FC

1

1

-

-

11

1

Civil Service

1

-

-

1

1

3

Misto marinheiros ingleses

1

-

-

1

1

2

Casuals FC

1

-

-

1

1

3

Brentford FC Londres

1

-

-

1

0

5

Charlton AFC Londres

1

1

-

-

2

1

Stoke City FC

1

1

-

-

1

0

Middlesbrough FC

1

-

1

-

1

1

Fulham FC Londres

1

-

-

1

2

3

Nottingham Forest FC

1

1

-

-

3

0

QPR FC Londres

1

-

-

1

2

4

Sheffield United FC

1

1

-

-

3

1

WBA FC Birmingham

1

1

-

-

5

0

Blackburn Rovers FC

1

-

-

1

2

3

Portsmouth FC

1

1

-

-

4

0

Sheffield Wednesday FC

1

-

-

1

0

1

Hull City AFC

1

-

-

1

0

1

AFC Bournemouth

1

1

-

-

2

1

TOTAIS

96 J - 38 V - 16 E - 42 D  163/160


Escolhidos 23 (tantos os que podem ser utilizados na Liga Europa)

Pois há diferenças no número de suplentes entre os jogos organizados pela FPF (7), Liga (9) e UEFA (12). Samaris não está inscrito mas seguiu para a Grécia e há dois lesionados: André Almeida e Jardel. Samaris, Saviola e Mitroglou defrontaram, e derrotaram (0-1), pelo Olympiakós CFP, o Benfica na última vez que o «Glorioso» jogou no estádio Karaiskakis. 

 

Numa de aposta para o 11 + 12

Aqui vai:



Em relação à convocatória para o jogo da primeira mão

Há a inclusão de Gonçalo Ramos enquanto João Ferreira não seguiu para a Grécia.

 

        ASSIM VAI O PLANTEL DE 30 GLORIOSOS

NOTAS: Minutos jogados; TitularSuplente utilizado;  Suplente não utilizadoConvocado não utilizado; L - Lesionado; L* - Lesionado durante o aquecimento; S – Convocados para as Seleções Nacionais; NC – Não Convocado (só jogos na pré-temporada); N – Não estava contratado; NI – Não Inscrito na UEFA; V – Suspenso com cartão vermelho directo; A – Suspenso por acumulação de cartões amarelos; A – Assistências para goloG – Golos

 




Retorno, em Londres, depois da monumental despedida a José Torres na «Saudosa Catedral»
A temporada de 1971/72 iniciou-se com a Festa de Homenagem a José Torres, uma Glória do Benfica. Jamais será esquecido neste blogue com este jogo que honra José Torres. Em Lisboa, o Benfica derrotou, por 2-0, o Arsenal FC. 


Uma semana depois, no actual complexo habitacional de Highbury, aguentou-se até aos 70 minutos (2-3). O "célebre jogo das meias amarelas". Depois foram mais...três! Em 20 minutos!



Jogos de apuramento para a I Liga dos Campeões (embora a UEFA não a considere, mas a edição seguinte foi exactamente no mesmo modelo)
Eis-nos chegados a uma das jornadas mais memoráveis da História do Futebol. Nas duas primeiras edições da Liga dos Campeões o modelo eram eliminatórias até aos oitavos-de-final e nesta apurar os oito clubes para dividi-los por dois grupos (A e B) com seis jornadas para apurar os vencedores de cada grupo directamente para a final. Os oitavos-de-final colocaram em confronto dois clubes (Benfica e Arsenal FC) como se de uma final se tratasse. Na primeira mão, perante 80 mil espectadores, na Saudosa Luz, Izaías fez o 1-0 mas Campbell, três minutos depois, colocou o marcador em 1-1. E assim ficou até final. Adivinhavam-se dificuldades quinze dias depois em Londres. Nessa noite inesquecível, Pates deu vantagem aos "mangas brancas" a jogar de amarelo piriquito (1-0, aos 19 minutos). Só que o Benfica estava intratável. Izaías restabeleceu o empate que permitiu o prolongamento. Neste emergiu o Clube Mítico. Toma lá mais dois e bate-nos palmas. E assim foi. Os ingleses merecem ser respeitados porque sabem respeitar quem merece. Ao oitavo jogo em Inglaterra, para as competições da UEFA, o Benfica vence após sete derrotas.


Em 2014/15, no VII Torneio "Taça Emirates"

Organizado pelo Arsenal FC, no seu estádio, o Benfica foi último entre quatro participantes, sendo goleado (D 1-5) frente ao Arsenal FC. No segundo jogo (Valência CF) derrota, por 1-3.


Em 2017/18, no IX Torneio "Taça Emirates"

Mais uma vez, organizado pelo Arsenal FC, no seu estádio, o Benfica foi último entre quatro participantes, perdendo (D 2-5) frente ao Arsenal FC. No segundo jogo, outra derrota (0-2) frente ao RB Lípsia (Leipzig, em alemão). Por exemplo, em italiano, é Lipsia. Ver NOTA FINAL.



No Pireu, para o sexto jogo "forasteiro", o primeiro, longe de Inglaterra

Em cinco jogos, quatro derrotas e uma vitória com oito golos marcados e 17 sofridos.


OS DEZ JOGOS DO BENFICA COM O Arsenal FC

Época

Res.

Marcadores

Treinador

Capitão

Guarda-redes

 

47/48

 

D 0-4

05; 0-1

51; 0-2

65; 0-3

85; 0-4

 

Lipo Herczka

 

Francisco Ferreira

 

Rogério Contreiras

 

 

 

 

 

 

71/72

V 2-0

35;1-0; Victor Batista

53; 2-0; Eusébio

Jimmy Hagan

Simões

José Henrique + Fonseca

 

 

 

D 2-6

15; 0-1

33; 0-2

44; 0-3

55; 1-3; Artur Jorge

70; 2-3; Diamantino

73; 2-4

80; 2-5

87; 2-6

 

 

 

Jimmy Hagan

 

 

 

Simões

 

 

 

José Henrique

 

 

91/92

E 1-1

15; 1-0; Izaías

18; 1-1

Eriksson

Veloso

Neno

 

V 3-1

019; 0-1

035; 1-1; Izaías

101; 2-1; Kulkov

107; 3-1; Izaías

 

Eriksson

 

Veloso

 

Neno

 

96/97

 

V 3-1

13; 1-0; Panduru

33; 1-1

37; 2-1; Donizete

42; 3-1; Hassan

 

Paulo Autuori

 

Hélder

 

Preud'Homme

 

11/12

 

V 2-1

34; 0-1

49; 1-1; Aimar

60; 2-1; Nolito

 

Jorge Jesus

 

Luisão

 Eduardo +

 Artur

 

 

14/15

 

 

D 1-5

26; 0-1

40; 0-2

44; 0-3

45+01; 0-4

49; 0-5

62; 1-5; Gaitán

 

 

Jorge Jesus

 

 

Artur  + Paulo Lopes

 

 

 

17/18

 

 

 

D 2-5

11; 1-0; Cervi

24; 1-1

32; 1-2

39; 2-2; Salvio

52; 2-3

64; 2-4

70; 2-5

 

 

 

Rui Vitória

 

 

 

Luisão

 

 

 

 

 Júlio César

20/21

E 1-1

54; 1-0; Pizzi

57; 1-1

 

Jorge Jesus

Pizzi +

Otamendi

  Helton

?

?

?

?

NOTA: A sequência dos golos só foi possível com a colaboração do Benfiquista Mário Pais pois eu não tenho os valores referentes ao adversário


Com 17 golos marcados

Por 15 futebolistas, destaca-se Isaías (ou Izaias - clicar - como ele uma vez explicou que era o seu verdadeiro nome) com três golos, nos célebres quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1991/92, que apuravam oito clubes para serem divididos em dois grupos de quatro cujos vencedores jogariam a final da competição. 

 

Carrega Benfica

 

Alberto Miguéns


NOTA: A diferença entre uma imprensa esclarecida e uma onde a ignorância impera. Lipsia continua a ser Lipsia em italiano (clicar). Isto é que é respeitar a Língua! Agora preocupações com «Novos Acordos Ortográficos» e nem os anteriores respeitam! Vão dar uma volta...




Publicar um comentário

Subscrever este blogue

Apoio de: