11/01/2020 - 12/01/2020 | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

30/11/2020

Merecida Esta Vitória

30/11/2020 6 Comentários

NUM CAMPO IMPRÓPRIO PARA SE PODER JOGAR BEM.

 

1-1         por P. Golo-rioso n.º 13 437

 


2-1         por P. Golo-rioso n.º 13 438




NOTA: talvez ainda aqui venha Benficar mais umas notinhas que escrever acerca do Benfica é como enviar poemas a namoradas. Agora é petiscar.

Ler Mais ►

E Agora?

2 Comentários

A VITÓRIA TEM DE SER INEQUÍVOCA.

 


Após vitórias dos principais adversários com o Benfica a defrontar um plantel repleto de problemas. Compete ao Benfica não fazer do adversário o FC Bayern do Funchal.

Ler Mais ►
29/11/2020

Uma Jornada Para a Taça da Liga

29/11/2020 0 Comentários

COM A DECISÃO DOS OITO CLUBES APURADOS NESTE FIM-DE-SEMANA...MAS ATÉ NÃO VAI SER.



Devido ao encontro em atraso da 7.ª jornada, na deslocação do FC Paços de Ferreira a Moreira de Cónegos agendada para terça-feira.



O regulamento da competição da Taça da Liga 2020/2021

Previa que seriam apurados, para disputar os quartos-de-final, os seis primeiros do primeiro escalão à 8.ª jornada e os dois primeiros do segundo escalão à 10.ª jornada. Jornadas agendadas para o último fim-de-semana de Novembro. Este. Os quartos-de-final disputam-se a um jogo nos estádios dos quatro melhores classificados da Liga NOS (primeiro escalão) com os emparelhamentos:

1.º classificado da Primeira Liga (PL) recebe o 2.º classificado da Segunda Liga (SL);

2.º classificado da PL recebe o 1.º classificado da SL;

3.º classificado da PL recebe o 6.º classificado da PL;

4.º classificado da PL recebe o 5.º classificado da PL.


Com os resultados de ontem

Ainda não se sabe quais os jogos mas já há decisões. Pelo menos os quatro primeiros, que jogarão nos seus estádios, são os clubes do "costume": Sporting CP, SL Benfica, SC Braga e FC Porto. O GD Estoril Praia também jogará esta 14.ª Taça da Liga, como 1.º ou 2.º classificado no segundo escalão. 

Sporting CP recebe o 2.º classificado da SL (CD Mafra, GD Estoril Praia ou Associação Académica de Coimbra/OAF);

2.º classificado da PL (SL Benfica, SC Braga ou FC Porto) recebe o 1.º classificado da SL (GD Estoril Praia ou CD Mafra);

3.º classificado da PL (SL Benfica, SC Braga ou FC Porto) recebe o 6.º classificado da PL;

4.º classificado da PL (SL Benfica, SC Braga ou FC Porto) recebe o 5.º classificado da PL.


Na Liga NOS há quatro candidatos para dois lugares: 5.º e 6.º classificados da Liga NOS. Uma fartura: FC Paços de Ferreira, Vitória SC (Guimarães), CD Nacional e Rio Ave FC.


No segundo escalão há dois candidatos para um lugar: CD Mafra e Associação Académica de Coimbra/OAF.


Com o jogo em atraso só dia 1 de Dezembro ficará definido o calendário

Mas na segunda-feira (amanhã) o Benfica tem os três pontos para conquistar, no Funchal, frente ao CS Marítimo, e o apuramento como segundo classificado pois mesmo que o SC Braga vença hoje (domingo) o que conta no apuramento para a Taça da Liga é a diferença de golos: Benfica (+ 8) e SC Braga (+ 5). A menos que o SC Braga vença, de goleada, o SC Farense e o SL Benfica não. E conta-se que os dois vençam pois o FC Porto, provisoriamente, até é segundo classificado embora deva ficar em 4.º lugar após o jogo do SC Braga, na "Pedreira" e o Benfica no "caldeirão". Neste futebol português é tudo sempre à justa. Até o jogo em atraso condiciona, por mais um dia, a calendarização definitiva.


Esta 14.ª edição da Taça da Liga

Pode ser a última. A competição parece condenada. Idealizada quando o campeonato nacional tinha 30 jornadas (até 2013/14) tornou-se cada vez mais uma competição espúria, pois o FC Porto nunca a conseguiu conquistar (quatro finais perdidas) - e o Sporting CP teve muita dificuldade (quatro finais/ duas perdidas) - por isso cabe ao Benfica (sete finais) continuar a honrar uma competição que sendo recente apresenta um grau de dificuldade superior à Supertaça. Em 13 edições: Benfica (sete conquistas), Sporting CP (dois troféus), SC Braga (duas conquistas), Vitória FC Setúbal (o primeiro troféu) e Moreirense FC (um). 



Duas semanas com a principal competição sem ser disputada é uma "eternidade"

Era preferível ter trocado a eliminatória da Taça de Portugal com esta jornada pois só aumenta a expectativa dos adeptos. O Benfica tem a oportunidade de começar a afirmar-se, definitivamente, no jogo frente ao CS Marítimo depois de duas derrotas consecutivas nas últimas jornadas. Aproveitar Dezembro, para continuar no topo da classificação, pois Janeiro vai ter jogos importantes no confronto directo, no terreno dos adversários: FC Porto (14.ª jornada) e Sporting CP (16.ª jornada).  

 

Até amanhã, Benfica!

 

Alberto Miguéns

Ler Mais ►
28/11/2020

Obrigado, Steven Gerrard

28/11/2020 0 Comentários

COMO BOM TREINADOR BRITÂNICO SUBSTITUIÇÕES É SUPÉRFLUO.



Já na «Catedral» com a equipa "nas lonas", mesmo a vencer por 3-1, decidiu que só fazia uma substituição. Eu agradeci pois assim foi mais fácil ao Benfica empatar a três golos.



Anteontem jogando no seu terreno

O melhor foi nem fazer substituições, essa estupidez que só faz refrescar a equipa e gastar tempo, além de poder dar outro rumo táctico ao jogo, pois haver mais poder físico é garantido. Obrigado pois facilitou a vida do Benfica que a perder por 0-2 conseguiu aos 77:09 reduzir e depois ainda empatar. Se o jogo tem mais dez ou 15 minutos, o Benfica ainda vencia. Jorge Jesus podia ter gerido melhor as substituições. Sabendo da parvoíce dos treinados britânicos, tendo três momentos para fazer cinco substituições, eu tinha aquando da substituição de Gilberto por Gonçalo Ramos ter feito entrar Cervi para o lugar de Everton. Ficava ainda com uma substituição para o "tudo por tudo". Jorge Jesus decidiu segurar o empate fazendo sair Seferovic (90' + 02:01") entrando Ferro. Com o Benfica a ter os futebolistas no remanso devido a um joguinho da Taça de Portugal (sábado) frente a um clube do terceiro escalão e o clube escocês a jogar no domingo, para o respectivo campeonato (da Escócia), frente ao 3.º classificado (Aberdeen FC).

 


Com um treinador "competente", ou melhor, sem manias britânicas

O Rangers FC ficaria sempre à frente do Benfica, pois empatou com mais golos (três) no terreno do Benfica do que se deixou empatar (dois) no seu estádio. Em caso de igualdade pontual, no final das seis jornadas, este vai ser o critério a utilizar para definir o primeiro e o segundo classificado. Mas com Steven Gerrard há a esperança de ainda empatar um dos dois jogos que faltam. Talvez na Polónia, pois o Royal Standard de Liége é tão fraco que o Rangers FC mesmo a jogar com dez durante 90 minutos conseguiria vencer os 16 do clube belga, desde que estivessem em campo onze de cada vez! É possível o Benfica ainda ser primeiro! Apesar dos outros dois clubes serem do nível do Distrital de Lisboa. O CF "Os Belenenses" (que já vi três jogos esta temporada) é melhor que polacos e belgas.

 


É inacreditável o Benfica não conseguir superar os 15 pontos obtidos em 2009/10

Na primeira edição com a Taça UEFA a alterar a designação para Liga Europa. Mas nem pensar não fazer mais seis pontos, terminando com 14, pois os dois adversários que restam são do pior que o Benfica tem defrontado em fases de grupos, entre Liga dos Campeões e Liga Europa.


  SLB NA LIGA EUROPA (JORNADA-A-JORNADA)

Época

C

F

C

C

Pt

F

F

C

F

Pt

FINAL

Clas

Pt

2009/10

V

D

V

-

6

V

V

V

-

9

1.º

15

2020/21

-

V

V

E

7

E

-

?

?

1

?

?

NOTAS: 

Épocas a vermelho - Primeira volta com dois jogos em "casa"

Épocas a verde - Primeira volta com dois jogos "fora"; 

Em destaque a situação casa-fora-casa actual



Pote Um: o Benfica nem foi o "pior" entre 12 clubes

O Celtic FC foi "esmagado" (D 1-4) no terreno de um pote 2 (AC Sparta Praga). Um clube que foi o primeiro emblema britânico a sagrar-se Campeão Europeu (1967; no Estádio Nacional frente ao FC Inter Milão) antes dos clubes ingleses! Em quatro jogos, ainda não venceu - um empate e três derrotas - com 5/13 em golos. O AA Gent continua a perder, desta vez no seu terreno com um pote 2 (FK Crvena Zvezda). Em Belgrado, já tinham perdido por 2-1. Em quatro jogos...quatro derrotas com 2/9 em golos! Houve quatro empates: o do «Glorioso» no terreno de um pote 3; o do Villarreal CF também no terreno de outro pote 3 (Maccabi Telavive FC); o do SC Braga, em Braga frente ao Leicester FC (pote 2 mas bem valioso); e o inacreditável PFC CSKA (Moscovo) no seu terreno perante um pote 3 (SC Feyenoord). O clube russo é quase tão mau como o AA Gent - uma vitória em quatro jogos e 2/4 em golos. Com seis insucessos - duas derrotas e quatro empates - restam seis vitórias, com cinco dos melhores clubes do pote 1:  Arsenal FC e AS Roma, em Molde (Noruega) e Cluj (Roménia), respectivamente; Tottenham HFC, SSC Nápoles e TSV Bayer Leverkusen, em Londres (Reino Unido), Itália e Alemanha. O PSV Eindhoven derrotou um pote 2 (o PAOK FC Salonica). Entre os 12 clubes do pote 1, além dos tótós (AA Gent, PFC CSKA e Celtic FC) apenas o SC Braga (a três pontos) e o PSV Eindhoven (a quatro pontos) não lideram os seus grupos. Os outros sete clubes são líderes, embora Benfica, TSV Bayer Leverkusen e Tottenham HFC em ex-aequo e com desvantagem no confronto directo. Há quatro destacados, com dois já apurados para os 16-avos-de-final: Arsenal FC e AS Roma. E outros dois a necessitarem de um ponto: Villarreal CF e SSC Nápoles, pois jogará com os dois clubes que estão a dois pontos. Além destes dois clubes apurados, o Leicester FC (pote 2) também já está e outros muito próximos de o conseguir (clicar).  

 

Mais papistas que o Papa

Quando não-benfiquistas e até anti-benfiquistas vivem à conta do Benfica é vulgar serem mentirosos para "mostrar serviço". Por vezes nem são mentiras, mas interpretações convenientes. Ocorre muito com Carlos Janela e António Rola. Este afirmar que Vertonghen não cometeu grande penalidade é do mais ridículo que pode haver pois qualquer Benfiquista sabe que o árbitro beneficiou o Benfica. Porque um Benfiquista não necessita de provar que o é aldrabando o que quer que seja. Eh pah! Evitem. Podem sempre dizer: o Benfica já foi milhares (quiçá milhões) de vezes prejudicado que desta vez teve sorte! O árbitro e o árbitro assistente não viram! Mas que foi...foi! Eu queria ver se fosse "ao contrário"...




Afinal quando há adversários com calções brancos e sem camisola vermelha

O «Glorioso» não necessita de jogar com o alternativo. Ao que parece a Adidas também tem calções vermelhos. Embora sem critério: números dourados nas costas e a preto nas pernas. Cangalhada. Nas últimas épocas tornou-se vulgar o que já ocorreu nesta de 2020/2021 em Famalicão.



Só uma "catástrofe" tirará o Benfica da fase a eliminar!

 

Alberto Miguéns

Ler Mais ►
27/11/2020

Imprensa de Trampa

27/11/2020 0 Comentários

NEM PARA REGISTAREM A HISTÓRIA DO FUTEBOL JÁ SERVEM.



Estava a actualizar a base de dados colocando o jogo de ontem e tive curiosidade em comparar a informação retirada da visualização do jogo com o que está escrito nos três jornais desportivos. Se não conseguem registar informações numéricas como acreditar em apreciações subjectivas. 

 


Se colocam valores, minutos, que o façam com rigor

A estatística não é um conjunto desconexo de números!

 


Jornal «A Bola»

Como habitualmente - quando episodicamente faço estas comparações, quando tenho tempo e paciência - pois conseguem "desinformar" acerca de três cartões amarelos:

Chiquinho foi admoestado aos 40:54 e Rogério Azevedo acha, sendo perito em "achamentos") que foi aos 42 minutos;

Kamara (Rangers FC) foi admoestado aos 79:33 e passou para os 81 minutos;

Vertonghen foi admoestado aos 81:39 e ficou registado aos 83 minutos.

Parvos a cada edição. Agora sendo as edições diárias multipilique-se isto por anos e anos!

 


Jornal «Record»

Chiquinho foi admoestado aos 80 minutos quando o foi aos 40:54! Parvoice!

 


Jornal «O JOGO»

Como é habitual, nestes aferições episódicas, os mais rigorosos.



Por isso é que mesmo recebendo os jornais e revistas em formato digital

Embora de "borla", nem os leio! Como é que há ainda quem compre jornais - que não têm qualidade - tem muito a ver com o nível cultural baixo e a pouca exigência da generalidade dos portugueses. Gostam de emprenhar pelos ouvidos. Cada Povo tem o que merece mas queixam-se muito. Aguentem.

 

Nem que me pagassem comprava jornais!

 

Alberto Miguéns 

Ler Mais ►

10

2 Comentários

 


Ler Mais ►
26/11/2020

Aproveitar o Resultado

26/11/2020 2 Comentários

UM ENCONTRO PARA TENTAR SABER QUAL JOGA PIOR.

 

1-2         de autogolo. Golo-rioso n.º 13 435

 


2-2         por Pizzi. Golo-rioso n.º 13 436



Ler Mais ►

Tudo Por Tudo na Escócia

0 Comentários

PARA ASSEGURAR O PRIMEIRO LUGAR NESTA FASE DE GRUPOS.

 


O Benfica tem de começar a demonstrar que é um dos grandes clubes europeus. E há que acreditar ainda que se anteveja um jogo complicado.

Ler Mais ►
25/11/2020

Aproveitar o Sorteio

25/11/2020 2 Comentários

COM ADVERSÁRIO AINDA POR DEFINIR.



Mas que será de um escalão inferior. Pela lógica será do segundo escalão (UD Vilafranquense).

Ler Mais ►

Sorteio: Venha Lá Mais Um

0 Comentários

PELAS 17:30 HORAS DE HOJE.



Como se esperava estão praticamente todos os clubes do primeiro escalão nos dezasseis-avos-de-final. Faltará o Portimonense SC e resta saber o que conseguirá fazer o SC Farense, na Amadora/Reboleira, pois faltam realizar três encontros dos 32-avos-de-final.

Ler Mais ►

José Bastos no Quarto Anel

6 Comentários

FALECEU ONTEM, 24 DE NOVEMBRO, O GUARDA-REDES DA TAÇA LATINA.



Com 91 anos, assinalados em 17 de Outubro deste ano. Nasceu em Alquerubim, em 1929, no concelho de Albergaria-a-Velha (Aveiro) chegando a Lisboa aos seis anos. Entretanto com 13 anos, a caminho dos 14 anos, em 9 de Agosto de 1943, inscreveu-se como sócio do Clube e tentou, no Campo Grande, ser futebolista do Benfica, mas foi "chumbado" por Janós Biri.  Iniciou-se no futebol aos 14 anos, no Estrela do Castelo, clube popular de Lisboa, como avançado mas um dia acabou na baliza por faltar o guarda-redes titular. Em 1945, voltou ao Campo Grande e desta vez, já como guarda-redes, foi aprovado por Biri. Ficaria no Clube até ao início de 1960/61, com festa de despedida, saindo para o Atlético CP, englobado na transferência de Germano para o Benfica. Jogou no Atlético CP (1960/61; I Divisão), SC Beira-Mar (1961/62; I Divisão), Atlético CP (1962/63; I Divisão), GD Pescadores da Costa da Caparica (1963/64; Distrital de Setúbal), Alhandra SC (1965/66 e 1966/67; II Divisão), SC Leiria e Marrazes (1967/68; Distrital de Leiria; como jogador-treinador) seguindo-se o GD Estoril Praia sendo depois adjunto de Jimmy Hagan nos Anos 70. Treinador de juniores no GD Estoril Praia ainda iria ser treinador principal após o despedimento do técnico António Medeiros. Uma vida dedicada ao Futebol. Era presença regular na "Saudosa Catedral" e no actual Estádio. Sempre bem disposto, contador de histórias e com aprumo só ao alcance de quem teve uma vida preenchida e sentida. Era um companheiro sempre a aconselhar e ajudar, para alguns dos antigos jogadores, como Saraiva, em Portimão e muitos outros.



Cifras impressionantes na categoria de Honra

Com 274 jogos (22 649 minutos) durante doze temporadas (contabilizando a da festa de despedida em que fez um jogo), entre 1949/50 e 1960/61. Estreou-se em 15 de Janeiro de 1950 (clicar para jornal «Diário de Lisboa»), iniciando a época na Reserva, após duas temporadas nos juniores (1946/47 e 1947/48), duas na Reserva (1948/49 e 1949/50) e a festa de despedida realizou-se, em 1 de Setembro de 1960, frente ao Real Bétis Balompié (Sevilha), com crónica no jornal «Diário de Lisboa» (clicar). Pelo «Glorioso» conquistou a Taça Latina (1950), três campeonatos nacionais (1949/50, 1954/55 e 1956/57) e cinco Taças de Portugal (1950/51, 1951/52, 1952/53, 1956/57 e 1958/59).




A estreia frente ao poderoso emblema argentino San Lorenzo de Almagro (clicar para jornal «Diário de Lisboa»)



A merecer o devido destaque proximamente, neste blogue, de modo a mostrar a classe que tinha como futebolista e Benfiquista. Uma Glória do Benfica que jamais deixará de brilhar.



Foi Bastos como guarda-redes do Atlético CP que sofreu os primeiros golos de Eusébio, na sua estreia pela Reserva, em 23 de Maio de 1961 (clicar para jornal «Diário de Lisboa»).


A despedida em 1 de Setembro de 1960, frente ao Real Bétis (Sevilha)

Até sempre, Bastos

 

Alberto Miguéns


NOTA1: Agradecimento ao dedicado leitor Victor João Carocha pela magnífica composição fotográfica que abre este texto;

NOTA2: Aquando do 90.º aniversário do nosso José Bastos este blogue fez uma singela, mas sentida, homenagem, em 17 de Outubro de 2029 (clicar)

Ler Mais ►
Apoio de: