Visões
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

24/05/2019

Visões

24/05/2019 + 6 Comentários
AINDA E SEMPRE A PRIORIDADE DESTE BLOGUE.

Equipa do 5323.º Glorioso Jogo; 18 de Maio de 2019; de cima para baixo. Da esquerda para a direita: Seferovic, André Almeida (capitão), Ferro, Samaris, Rúben Dias e Odysseas; Rafa, Grimaldo, João Félix, Florentino e Pizzi  

Denunciar, divulgar e mostrar como uma História tão Gloriosa é tão vilipendiada. 

1. Para alertar os leitores deste blogue
Que não se deixem enganar nem permitam que vos enganem.

2. Ao corrigir as mentiras não se permite que...
Sejam ingratos para quem nos honrou o passado e mostra-se a grandeza do Clube.

São muitas as mentiras mas habitualmente quem mais "sofre" aquando de cada última conquista 
É Vítor Gonçalves que conquistou o primeiro título. Mas querem fazer crer que não.


A quantidade de tralha que é vendida, para sacar dinheiro aos Benfiquistas, cada vez que o Benfica conquista algum troféu é impressionante
A "sorte" é que grande parte dos Benfiquistas compram mas nem lêem. Quando muito vêem por isso não são enganados. Depois arrumam numa caixa até que um dia deitam tudo para o lixo se entretanto não passar por lá bicharada a arranhar, fazer xixicão ou papar... Para o lixo? exacto, pois é para onde a tralha deve ir parar. Como não compro nada - nem sequer livros patrocinados pelo Clube pois são de "falabaratos" quanto mais papelada de quem passa as épocas a enxovalhar o Clube - agradeço ao Benfiquista que me enviou estas digitalizações da revista "Visão". Ao que parece publicada anteontem (21 de Maio de 2019). 

Revista «Visão»; Maio de 2019; página 76

Revista «Visão»; Maio de 2019; página 79

Como é óbvio há dois erros graves
O «húngaro Lipo Herczka» não foi o treinador dos três primeiros campeonatos (1935/36, 1936/37 e 1937/38) nem o «primeiro título inteiramente made in Portugal» foi o de 1975/76.

Em 1935/36, foi Vítor Gonçalves que treinou o plantel campeão nacional, sendo por isso também o primeiro treinador português a sagrar-se campeão nacional na segunda edição do «Campeonato da I Liga». Na temporada anterior, o FC Porto conquistou o primeiro título mas o treinador era estrangeiro, o húngaro José Szabo.

Lipo Herczka só foi contratado em 16 de Outubro de 1936
E o primeiro campeonato conquistado pelo «Glorioso» terminou em 3 de Maio de 1936 por isso é uma impossibilidade alguém que ainda não era treinador do Benfica conquistar um título pelo Benfica. 

Eis a última jornada da temporada de 1935/36


Eis a notícia da contratação de Lipo Herczka



Era bom que fosse esta a última vez que se corrigiam erros 
E não se deixava (mais uma vez) enxovalhar a memória de Vítor Gonçalves bem como adulterar a «Gloriosa História». Mas não acredito. Pela lógica dos últimos anos ainda está para sair o maior lixo que é produzido depois das conquistas de títulos do Benfica. O livro do jornal «A Bola». O que costuma ter mais erros pois também é o que tem mais páginas.

Como diz o Povo: Vamos lá chamar os "bois ou lagartos pelos nomes"

Que no Benfica (ao contrário do País) a culpa nunca morreu solteira»...

Miguel Bento e Cia
É impressionante como o responsável do marquetingue Miguel Bento deixa que viciem a «História do Clube» a troco de meia dúzia de euros para que sejam "Produtos Oficiais». Vendilhão da Gloriosa História, aliado a dois lagartos da falida TBZ (Miguel Pereira e José Simão) que tiveram guarida dada no Benfica por outro lagartão (pois claro...), Domingos Soares de Oliveira. 

Sendo sportinguistas fanáticos e ganhando a vida no Benfica o que é que lhes interessa mais?
O dinheiro que conseguem a vender «Produtos Oficiais» e a fazer troca de favores com canais de TV e jornais que enxovalham todo o ano o Benfica ou dignificar Vítor Gonçalves, por exemplo? Eles querem é fazer dinheiro. Querem lá saber se foi Vítor Gonçalves ou Lipo Herczka a conquistar o título em 1935/36 ou se foi Mário Wilson ou Vítor Gonçalves o primeiro treinador português a conquistar, pelo Benfica e em Portugal, um título nacional!

Já se fosse trocar alguém do Sporting CP ou criticar Yazalde ou o Seminário "a coisa" fiava mais fino. Lagartices...
Um dia quando essas quatro personagens forem enxotadas do Clube merecem uma nota de rodapé com a lápide:

«Eis os que tudo tentaram para adulterar a Gloriosa História e nada conseguiram a não ser enriquecer à custa do Benfica/Benfiquistas»!

Alberto Miguéns

NOTA: A revista «Visão» abre novos horizontes. Considera que também foram Campeões Nacionais, futebolistas que estavam no plantel mas nem sequer jogaram um segundo! Uma nova perspectiva que obriga a ir fazer o mesmo para os outros 36 títulos fazendo equiparações com Bruno Varela de jogadores nas mesmas condições. Assim contando o «Glorioso» com 378 futebolistas que participaram na conquista dos 37 títulos, jogando nem que seja um minuto, contabilizando os que estavam nos plantéis mas "fizeram zero minutos" talvez se consiga chegar aos 500!


Revista «Visão»; Maio de 2019; página 62



6 comentários blogger
comentários facebook
  1. Sempre de vigia, atento e à escuta...

    ResponderEliminar
  2. Caro Sr. Alberto Miguéns,

    E acrescente outro lagartão (ou tareco, como lhe quiser chamar!!!) dentro da estrutura do nosso amado Sport Lisboa e Benfica...de seu nome... Pedro Santos Mil Homens.

    Saudações Benfiquistas e Rumo ao 38.

    ResponderEliminar
  3. Caro Sr. Alberto Miguéns,

    Ainda referente ao Pedro Santos Mil Homens ser lagartão ou tareco...eu sei do que falo, pois sou seu familiar, para que não fiquem dúvidas.

    Saudações Benfiquistas...Rumo ao 38...

    Ricardo Pereira.

    ResponderEliminar
  4. Eu era assinante da Revista Visão...era, pois há muito que rescindi a assinatura e nunca mais comprarei tal produto cuja linha editorial é totalmente anti Benfica.

    ResponderEliminar
  5. Pergunto ao Sr. Alberto Miguéns, como única pessoa abalizada e sabedora da realidade do Benfica, se a Eusébio Cup acabou. Não consta dos jogos de pré-época anunciados no site.
    Carlos Feio, sócio 4542

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Benfiquista

      Desculpe o atraso na resposta mas ontem passei o dia em Coimbra e só hoje "abri" o blogue.

      Não lhe consigo responder com exactidão. a informação mais valiosa (em que posso confiar) que tenho é a seguinte:

      O Benfica concessionou a realização do troféu a uma empresa para garantir sempre lucro. E há "problemas" no cumprimento e litígio entre a Benfica SAD e essa empresa.

      A empresa tem o exclusivo da realização do troféu anualmente - por isso paga uma verba à Benfica SAD - mas o Benfica entrou em incumprimento quando fez o jogo em Monterrey (2015/16) e contornou o contrato de exclusividade fazendo-o disputar, em 2017/18 - integrado num jogo do Torneio "Taça Internacional dos Campeões".

      A Benfica SAD quer lá saber do Eusébio. Domingos Soares de Oliveira discutia no início dos Anos 70, quando namorava ainda a que foi a sua primeira esposa, a infortunada cristina Vila de Brito - que Yazalde era melhor que Eusébio!

      Gloriosas Saudações

      Alberto Miguéns

      Esta última é a informação que tenho 100 por cento certa. A do contrato confio nao funcionário do SLB que me eu a informação.

      Eliminar

Subscrever este blogue