Dia (Quase) Perfeito... | Em Defesa do Benfica -->
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o SL Benfica e a sua Gloriosa História. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

13/02/2019

Dia (Quase) Perfeito...

13/02/2019 1 Comentários
COM MUITO TEMPO A BENFICAR E POUCO PARA IRRITAR.



Claro que para ter um dia com muito Benfica foi preciso começar a trabalhar muito cedo mas também não se pode ter tudo. Depois de sete horas de trabalho pela uma da tarde começou-se a Benficar. Iniciava-se a perfeição.

Almoço no «Cardozão» com o Master Groove
Em grande. Como sempre tudo previsível mas do bom. Que melhor local para almoçar que junto ao Jardim das Amoreiras com aquelas árvores chinesas, as Gingko Biloba, do tempo dos dinossauros douradas de Inverno até perderem as folhas de ouro. Com o fantástico senhor Cardoso adepto indefectível do «Glorioso», de Cardozo e do presidente Luís Filipe Vieira. E o Master Groove (MG) como sempre "irritado" com o abuso neste blogue do peso das fotografias e digitalizações. Estou sempre a levar na cabeça e não tenho emenda. Como não sinto o peso não me lembro. Desculpa-me MG! 

Havia que rumar mais a sul para ocupar a tarde
E antes do compromisso previsto para as cinco da tarde. Mas o filme na Cinemateca não era "apetecível" então nada como ir até à Baixa passar a tarde pelas redondezas do "Jardim do Regedor" e...



... ir tomar um café junto daquela que foi a primeira Sede do «Glorioso» na Baixa, hoje o Hotel Metrópole.




Depois foi rumar ao encontro do «Panda Bear»
E ao virtuoso americano Noah Lennox que tem um dos grupos mais interessantes das canções anglo-saxónicas, o «Panda Bear» que tem uma canção "Benfica" num disco editado em 2011.



Americano Benfiquista Músico
Com muitos materiais acerca destes temas pela internet (clicar para «Diário Notícias») (clicar para revista «Blitz»)   (clicar para jornal «Público»).



Some might say that
To win's not all that it's about
It's just not something to say
But there is nothing more true


Some might say that
To win's not all that it's about
It's just not something to say
But there is nothing more true


Or natural than wanting to win
There's nothing more to life
Nothing more to life


Compositores: Noah Benjamin Lennox

Letras de Benfica © BMG Rights Management US, LLC

Alguns podem dizer que
Vencer não é tudo 
Simplesmente nada há a dizer
Mas não há nada de mais verdadeiro ...

Alguns podem dizer que
Vencer não é tudo 
Simplesmente nada há a dizer
Mas não há nada de mais verdadeiro ...

Ora natural é querer vencer
Não há nada mais na vida
Mais nada para a vida

(tradução da minha responsabilidade)




Com consideração
Nada como envolver o Benfica com o cachecol.






Antes já tinha começado a ficar irritado pois ao comprar uma revista com um nome em português moderno «Time Out»
Com uma entrevista muito recente ao Americano Benfiquista Músico (páginas 52 a 54) trazia esse brinde mas também esta fava na página 11 com uma série de mentiras, certamente por ignorância.






Ora é difícil encontrar tantas «patacoadas» em tão pequeno texto
1. Pouca informação acerca deste jogo? Há resmas de informação até nos diários generalistas como o "Diário de Lisboa";



2. Em 22 de Abril de 1928 era propriedade do Sporting CP? Qual Sporting? Só em 30 de Abril de 1937 e por arrendamento! (clicar para wikipédiaSCP);



3. Quantas são várias finais da Taça de Portugal? Duas: em 1939/40 e 1941/42. Só nas Salésias (propriedade do CF "Os Belenenses") foram cinco! Mesmo contabilizando as finais quando a competição ainda se designava "Campeonato de Portugal" foram mais seis: 1926/27, 1932/33, 1933/34, 1934/35, 1935/36 e 1937/38. No Campo Grande foram quatro e no Arnado (Coimbra) foram três.

A trabalhar desde cedo e Benficar desde o início da tarde 
Foi petiscar, fazer este texto, ficar surpreendido e desgostoso com o falecimento do guarda-redes da selecção de Inglaterra no Mundial de 1966. E antes de chegarem as oito da noite, a pensar nos Romanos e Lusitanos, toca a agendar este texto para a meia-noite que depois alguém há-de partilhar no "Rostos-em-livro".  



Que acorde na manhã de 14 de Fevereiro para te ver ao final da tarde!



Alberto Miguéns
1 comentários
  1. Um dia gostava de conversar consigo dando um desses passeios pela baixa ou onde fosse. Cumprimentos. Pedro Paiva.

    ResponderEliminar

Apoio de: