Não Há Coincidências? Ontem Provou-se Que Há! - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

14/06/2018

Não Há Coincidências? Ontem Provou-se Que Há!

14/06/2018 + 2 Comentários
SÃO 23:32 HORAS (CAPICUA) E ACABEI DE CHEGAR DA FEIRA DO LIVRO E DO LANÇAMENTO DA SEGUNDA EDIÇÃO DA BIOGRAFIA DE...ANTÓNIO VARIAÇÕES. E ESTA? HEIN! É QUE EU QUANDO IMAGINEI O TEXTO QUE FOI PUBLICADO ONTEM NUNCA PENSEI QUE HOUVESSE ESTA COINCIDÊNCIA.



NOTA INICIAL: O texto que estava previsto para esta hora teve que ser adiado para daqui a uma ou duas horas pois faltam os acabamentos finais. E que acabamentos. É acerca das rescisões no Sporting CP e a opinião que tenho acerca disso em relação ao...Benfica. Vou fazer este acerca da «coincidência» e terminar o que devia ser publicado pela meia-noite. Vamos ao de agora:

Odisseia Variações em 20 passos

O mais curioso disto tudo foi eu ter a ideia de fazer o texto acerca do senhor barbeiro António para ser publicado em 13 de Junho (data do seu falecimento em 1984) para aí em Fevereiro ou Março deste ano. Apesar de ter 99,99 por cento a ideia que António Variações era Benfiquista queria ter 100 por cento.

1. Procurei em livrarias e não encontrei a biografia que sabia ter sido editada em 2006 e onde poderia (ou não) estar escrito o que queria confirmar;



2. Procurei em cinco/seis alfarrabistas em Lisboa e não encontrei a biografia;

3. Telefonei para a editora e ainda enviei mensagem por correio electrónico para a Âncora e disseram que de facto estava esgotada e não seria reeditada;

4. Falei com o António Melo para saber se conhecia alguém no "meio artístico" que soubesse qual era o clube do António Variações e nada. Não conhecia ninguém;

5. Falei - telefalei - com João Malheiro (disse que não sabia o clube de António Variações) e depois pedi-lhe para saber se conhecia alguém que soubesse de que clube era o António Variações e nada; 

6. Entretanto começo a fazer o texto sempre no pressuposto dos 99,99 por cento dele ser Benfiquista e envio para o João Malheiro;  

7. Começa a Feira do Livro de Lisboa vou à editora Âncora e a mesma conversa acerca da Biografia, pois queria tê-la para digitalizar umas fotos. Nada. Esgotadíssima;


8. Descubro umas fotos com António Variações junto de Benfiquistas. Teria de contactá-los. Mas só tinha o telefone de José Nuno Martins. Nada;




9. Telefono ao João Malheiro a dizer se pode indicar-me alguns números de telefones. Peço o de Mário Zambujal e da Lena de Água;

10. Telefono a Mário Zambujal. Diz que apenas o viu uma vez, no estúdio da RTP, mas que nem falou com ele pois o programa atrasou e o António Variações nem entrevistado foi;

11. Telefono à Lena d'Água que me diz nunca terem falado de Futebol. Nada;

12. Volto a telefonar à Lena d'Água para lhe pedir o endereço electrónico da Manuela Gonzaga (sem saber se ela o tinha). Lena d'Água disse que tinha mas de momento não o podia dar. Então pedi o dela, decorei e enviei-lhe o meu;

13. Ela responde enviando o de Manuela Gonzaga.

14. Contacto a Manuela Gonzaga e para ESPANTO MEU escreve: «Vai ter de esperar por dia 13 pois vai ser reeditada a biografia».

15. Eu: «Mas na Âncora disseram-me que não ia ser feita nova edição!»

16: ELA: «Mas vai sair na Bertrand»;

17. Telefono à Bertrand. Livros só disponíveis a 13 de Junho na Feira do Livro (e poucos) depois nas livrarias só lá para 24 de Junho ou à volta deste dia que já não fixei pois quero logo a do pré-lançamento em 13 de Junho;

18: Eu: «É bom, mas necessitava da informação antes de 13 pois o meu vai «sair» a 12! Um dia antes»;

19. Ela: «Ando muito atarefada, mas ...» (depois enviou a mensagem que se conhece) pois foi publicada ontem;  



20. Pensei. Vou propor à Manuela Gonzaga uma Fotobiografia. Como é que o António Variações não tem Fotobiografia. Se há alguém em Portugal que devia ter uma era ele! Ora vejam e revejam:





Ontem fui ao lançamento da Biografia. O melhor estava para vir. Ver NOTA FINAL.



Alberto Miguéns

NOTA FINAL1: Na página 59 a "tombar" para a 60 está escrito isto (agora vou transcrever, depois com mais tempo digitalizo): «Imagens inesquecíveis. A 16 de Janeiro o Benfica vencia o Sporting de Braga por 7-1, num Estádio da Luz completamente alagado,  com os adeptos numa moldura de guarda-chuvas, a enquadrar o retângulo verde. José Águas, Costa Pereira e Caiado, erguiam os rostos debaixo da chuva, numa expressão inebriada que as fotografias de época captaram. Para António Joaquim Ribeiro, adepto ferrenho do Benfica, e acima de tudo, para o miúdo que queria vir para Lisboa, este era um ano carregado de promessas e futuro». Eis a digitalização (27 de Junho de 2018, às 00:45 horas)



NOTA FINAL2: O sublinhado é da minha responsabilidade. O jogo foi em 1956 para a 14.ª jornada do campeonato nacional. José Águas marcou três golos, Cavém obteve dois, Coluna e Caiado um cada um! Para a crónica do jogo citado na biografia (clicar para a crónica no jornal Diário de Lisboa: início e final).





2 comentários
comentários facebook
  1. Caro Dr Alberto,

    Opinião pessoal, este é o blog do "Toni do Benfica", sim, esse mesmo, o mui nobre e leal Toni do Benfica. Numa tarde de Domingo de chuva diluviana na Luz, o leal, mas viril Toni, naquele lamaçal partiu a perna ao brasileiro Marco Aurélio, o que fez o Toni imediatamente? O que veio o Toni fazer ao Porto na semana seguinte? É o Toni do Benfica...

    Mas, definitivamente, este não é o blog do "presidente galamba" e quejandos, tais como os Pedro Fernandos...

    Grande "chapelada" pelo post de ontem!

    1 abraço de um adversário

    ResponderEliminar
  2. Historiador com rigor, não poupa nos trabalhos.

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue