Investir no Ódio - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

08/06/2018

Investir no Ódio

08/06/2018 + 5 Comentários
AO ACREDITAR QUE A «FÓRMULA O» (DE ÓDIO) RESULTOU EM 2017/18 MAIS ÓDIO SE VAI UTILIZAR E DERRAMAR.


Continuar a instigar no "defeso", pré-temporada e assim será durante a época de 2018/19. Depois da próxima temporada (para 2019/20 e seguintes...) logo se verá!


O Futebol (e o Desporto) vive muito de rituais e procedimentos repetitivos
Por vezes - quase sempre - não se percebe muito o porquê do sucesso e do insucesso. Por isso a tendência será para fazer o mesmo quando se ganha e mudar quando se perde. Isto não vai mudar entre 2017/18 e 2018/19. O FCP vai manter a "estratégia". O Benfica vai alterá-la.

Por isso - também por isso - era fundamental conquistar o título de campeão nacional em 2017/18
Claro que este assunto - perder o título - vai continuar na ordem do dia, semana, mês e ano ou anos. Até se reconquistar o título. O Benfica sabia - desde Abril de 2017 - que uma das estratégias do FCP era instigar o ódio para com o Benfica através da divulgação de notícias envolvendo correspondência privada conseguida no slbenfica.pt. Pois mesmo sabendo isso pouco se fez para que essa estratégica fosse condenada ao insucesso. Deixou-se correr a temporada mesmo sabendo que o plantel estava, teoricamente, mais debilitado. E a prática, infelizmente, provaria que era realidade e verdade.

Não vou na teoria que a estratégia não podia ser outra
Pelo contrário. Deveria ter sido outra. Aceito que fosse necessário desinvestir. Não acredito que fosse necessário desinvestir tanto sabendo que há uma competição - Liga dos Campeões - que transforma vitórias e passagens às fases seguintes em milhões de euros. O Benfica já tinha tido dificuldades na principal competição da UEFA em 2016/17. Em 2017/18 seriam maiores, como foram. E o Benfica a ver ZERO!

Contas - infelizmente - demasiado fáceis de fazer
Não tinha nada que saber, até para um vulgar cidadão que saiba que 10 + 10 = 20 e 20 - 20 = zero. O Benfica tinha "liquidez financeira" pelas transferências, em 2017, de Guedes, Semedo, Lindelöf (que saudades de usar a trama), Ederson e Mitroglou. Só era necessário aplicar uma pequena percentagem (15/20 por cento) em investimento no plantel até 31 de Agosto de 2017 para em 31 de Dezembro de 2017 repor os valores. Esse pequeno investimento (15/20 por cento) seria recuperado com vitórias na Liga dos Campeões, passagem aos oitavos-de-final e talvez aos quartos-de-final. E as probabilidades de conquistar o título de Campeão Nacional seriam maiores. Que era o mais importante. Não só por ser uma competição difícil de conquistar, como representar o quinto título consecutivo e..."mostrar" que a técnica utilizada pelo FC Porto não resultava.

O resultado?
Vamos avaliar - ainda melhor - os danos dessas decisões incompreensíveis em 2018/19. Pode ser que se consiga minorar/remediar. Já tivemos sorte, pois até a presença, nas pré-eliminatórias de acesso à fase de grupos podia não ter ocorrido se o Sporting CP tem vencido na última jornada. Seguem-se quatro jogos nessas pré-eliminatórias inoportunas (demasiado cedo na temporada, logo em Agosto) mas fundamentais (para - lá está - ter acesso aos milhões da Liga dos Campeões). E depois ter um campeonato nacional para reconquistar com o Campeão Nacional (FC Porto) a querer ser Bicampeão!

E agora?
O FC Porto vai continuar a encenar "Cenas de Ódio" contra o "Glorioso" com regularidade - e mais ou menos intensidade conforme o que irá ocorrendo - pois pensa que isso aproxima-o mais do 29.º título que o contrário.

Como?
Prevê-se uma catadupa de desinformação e contra-informação de elevado "quilate" e muito dislate. Preparemo-nos para ler, ouvir e ver muitas mensagens, provocações e insinuações rascas, abjectas e indecorosas. Na promoção do ódio, em «Fórmula-O». 


Do Benfica espera-se uma «Fórmula Anti-O» eficaz e dissuasora!

Alberto Miguéns

5 comentários
comentários facebook
  1. Do Benfica não se espera nada. Só comer e calar como tem sido nosso apanágio. A mim ninguem me convence que o desinvestimento ocorrido na ultima epoca nao foi feito de forma dolosa. O Sr Presidente do Benfica deve ter muitos telhados de vidro e alguem no FCP os deve conhecer a todos, pois o silencio do Sr Presidente do Benfica não é ensurdecedor, é doloso! Não espero grande coisa, para além dos mais e mais ataques caluniosos que continuarão a manchar o Benfica na opinião publica e por parte do Benfica só espero o comunicado da praxe que nenhum efeito tem. O problema disto tudo começou exatamente no dia em que o Benfica não se debateu pela descida do porto para a 2a divisão no escandalo do apito dourado e mais tarde com o Caso Cardinal. Sempre vou achar que foi um silencio conivente de quem tem telhados de vidro. Defendo ha muitos anos que a Direção do Benfica tenha apenas 2 mandatos de 4 anos cada, pois a probabilidade de se começar a misturar a instituição com a vida pessoal é uma realidade e nós hoje estamos a sofrer as consequencias de ter um presidente agarrado ao poder e não não estou a falar do Bruno. Notal final: O pior que aconteceu ao Benfica foi o timing dos varios escandalos do Sporting.

    ResponderEliminar
  2. Entendo que não devamos investir no ódio, numa de olho por olho, dente por dente. Mas que todos nós, Benfiquistas, gostaríamos de ver alguém zarolho - pelo menos - e sem dentes, não tenhamos nós dúvidas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo porque es um farromba de teclado e depois quem gere este blog que e um autêntico hipócrita ao permitir este comentário.
      Este hipócrita quando concorda que todos nós benfiquistas gostaríamos de ver alguém zarolho e sem dentes.... não está a permitir o incitamento ao ódio e a violência?!
      Tu a quem os teus carneiros te tratam por dr ja vi que es um lobo com pele de cordeiro.

      Penetra

      Eliminar
    2. Caro Anónimo

      «Essa agora?» como diz o Povo!

      1. Não há razão para não publicar o comentário do leitor Saraiva. Não o publicar seria censura e este blogue não faz. Não publicaria se o comentário não obedecesse ao seguinte:
      1.1 Comentar o tema que estando escrito pode ser comentado;
      1.2 Quem comenta está devidamente identificado, não tendo que concordar com o que o autor do blogue escreve. Há liberdade;
      1.3 Respeita terceiros não ofendendo ninguém.

      2. Tal como os leitores não têm de concordar com o autor tendo direito a fazê-lo/escrevê-lo o autor do blogue também pode publicar comentários mesmo que não concorde com eles ou até discorde totalmente, desde que se verifique o que ficou descrito no ponto 1.

      3. O caro anónimo é que se sujeitou a não ser publicado e não seria censura mas decoro. Mas como visava mais o autor que terceiros (os leitores) decidi publicar fazendo esta nota com três pontos.

      4. Eu reafirmo o que escrevi no texto independentemente das opiniões - legítimas - dos leitores que têm a oportunidade de dar a sua opinião. Além de lerem os textos depois ainda escrevem acerca deles. Desde que o façam com urbanidade merecem totalmente o meu respeito. No mínimo devem ser publicadas as opiniões. Pena tenho eu de nem sempre ter tempo para lhes agradecer individualmente.

      Saudações Gloriosas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Concordo com o que diz Alberto Miguéns em tudo e muito mais com o que diz Tiago Brito. É demasiadamente cansativo abrir um jornal (seja ele qual for de desporto ou não) e o Benfica aparecer em todos, pelas piores razões apontadas em prática s ouvidas e lidas ao adversário de Contumil e outras cuja verdade a justiça apurará. Parece-me quase impossível sair incólume de tantas buscas, tantos arguidos e tantas acusações sobee a actividade desportiva no futebol (nas modalidades felizmente ainda nada constou). Uma instituição como o Sport Lisboa e Benfica, não deve e não pode ser governado por pessoas sob permanente suspeita da justiça sob pena de mais tarde ou mais cedo os patrocinadores começarem a questionar a razão de tantos problemas! Ficará na história como o Presidente que reconstruiu um grande referência e uma, talvez, a maior marca portuguesa! Era bom que não saísse pela porta pequena por outros motivos. Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue