É Por Barros Ser Pobre? - Em Defesa do Benfica
A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

11/04/2018

É Por Barros Ser Pobre?

11/04/2018 + 4 Comentários
QUE NÃO HOUVE MINUTO DE SILÊNCIO NOS JOGOS DESTA QUARTA-FEIRA?



QUE SEJA FEITA A MERECIDA HOMENAGEM NO PRÓXIMO FIM-DE-SEMANA!



Pelo livro de internacionalizações da FPF, António Monteiro Teixeira Barros regista 18 internacionalizações, oito na selecção principal, cinco na de Esperanças e cinco na de Juniores, onde se estreou em 7 de Abril de 1968.  

Clicar sobre a imagem para visualizar com mais definição

Como a Federação Portuguesa de Futebol não sabe honrar os que a honraram:



Há de facto uma grande diferença no Futebol Moderno entre adeptos e dirigentes. Nós vemos os futebolistas como artistas, virtuosos da bola que nos dão felicidade. Os dirigentes vêem-nos como sacos de dinheiro em movimento que lhes dão muito a ganhar. 

Muito Respeito versus Muita ma$$a!

Alberto Miguéns
4 comentários
comentários facebook
  1. Concordo. Vergonhoso. Barros foi Internacional A e isso deveria obrigar a essa homenagem. Esquecimento ou ingratidão o que interessa é o que não foi feito.

    As instituições só são respeitáveis quando respeitam quem as defendeu. E se a ingratidão dos homens é algo recorrente então pelo menos as instituições deviam ter um protocolo que as livrasse dos homens que transitoriamente as servem. É que eles dirigentes - do alto da sua vaidade e ingratidão - serão um dia esquecidos.

    ResponderEliminar
  2. Se perguntarem aos dirigentes, eles dirão que neste momento em que tudo está alterado e extremado,fazer minuto de silêncio conduziria a um desrespeito de muita gente pelo acto pelo que o sentido ficaria desvirtuado.
    Ou seja, cede-se aos arruaceiros e mal educados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro

      Como penso que não se importará quando morrer um dirigente ou ou futebolista rico venho aqui buscar para fazer um texto.

      Gloriosas saudações Tetracampeãs

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  3. Subscrevo e lamento o esquecimento na morte e pelos vistos na vida

    ResponderEliminar

Subscrever este blogue