A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

05/08/2017

Vamos a Ela Para Ser Nossa

05/08/2017 + 2 Comentários
ESTÃO ESCOLHIDOS OS GLORIOSOS FUTEBOLISTAS PARA CONQUISTAREM O SÉTIMO TROFÉU NA SUPERTAÇA "CÂNDIDO DE OLIVEIRA".



Dos 33 futebolistas que fizeram o último estágio de pré-época em Inglaterra restam 28. Estes 21 convocados, mais os cinco lesionados (Júlio César, André Horta, Carrillo, Zivkovic e Mitroglou), Samaris (suspenso três jogos) e Krovinovic (a recuperar a forma depois de operado). Assim, devem ter deixado de fazer parte do plantel cinco. Buta (o que é estranho!), Pedro Pereira, Rúben Dias, Kalaica e Hermes. Talvez Rúben Dias ou Kalaica não tenham sido convocados por Lisandro, Luisão e Jardel serem suficientes. 


A equipa titular (onze) mais os sete suplentes (e três não utilizados) não deve ser muito diferente desta:



Que conquistem a Supertaça! Pela sétima vez!

SEIS: Em 7 de Agosto de 2016 (este ano é a SETE) o capitão Luisão ergue o troféu depois da vitória, por 3-0, frente ao SC Braga, no estádio Municipal de Aveiro, no início da temporada de 2016/17

O Benfica costuma ter Aveiro como talismã
Mas…convém fazer por isso! Em doze jogos, oito vitórias, dois empates e duas derrotas, com vinte golos marcados e oito sofridos. Marcadores dos 20 golos por 14 futebolistas:  Cardozo (4), Karadas (2), Jonas (2), Nuno Gomes (primeiro marcador), Petit, Simão, Mantorras, Saviola, Rodrigo, Gaitán, Guedes, Carcela, Cervi e Pizzi (último marcador) e um autogolo (CD Tondela). 

JOGOS DO “GLORIOSO” EM AVEIRO (ACTUAL ESTÁDIO)
Época
Res.
Adversário
Competição
2003/04
V 1-0
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (27)
2004/05
V 3-2
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (01)
2006/07
E 2-2
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (24)
2010/11
D 0-2
FC Porto
Supertaça
V 3-1
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (12)
2011/12
V 1-0
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (08)
2012/13
V 1-0
SC Beira-Mar
Camp. Nacional (21)
2013/14
V 2-0
FC Arouca
Camp. Nacional (27)
2014/15
E 0-0
Rio Ave FC
Supertaça (V 3-2gp)
2015/16
D 0-1
FC Arouca
Camp. Nacional (02)
V 4-0
CD Tondela
Camp. Nacional (09)
2016/17
V 3-0
SC Braga
Supertaça
2017/18
?
Vitória SC (Guimarães)
Supertaça

Quanto à Taça dita Super
A existência de duas competições nacionais de futebol, em simultâneo, por época, em Portugal, data de 1934/35. Em 1978/79, pela primeira vez, a Associação de Futebol do Porto teve dois clubes filiados a dominarem o futebol em Portugal: o FC Porto conquistou o Bicampeonato Nacional e o Boavista FC venceu, por 1-0, o Sporting CP na final da Taça de Portugal. Para celebrar o feito - depois de tantos ano$, can$eira$ e de$pe$a$ - as Direcções dos dois clubes decidiram organizar no início da temporada seguinte a Supertaça jogada no estádio do clube campeão nacional. O Boavista FC venceu por 2-1 depois de estar a vencer por 2-0.

CINCO: Em 10 de Agosto de 2014, o capitão Luisão lidera o plantel que conquistou a Supertaça, em 2014/15, no estádio Municipal de Aveiro frente ao Rio Ave FC

38 = 20 + 14 + 4
Em 38 edições o clube que se apurou para a Supertaça como campeão nacional conquistou o troféu em 20 edições. Em 14 coube ao clube que se apurou para a Supertaça como vencedor da Taça de Portugal derrotar o campeão nacional. Restam quatro edições em que o finalista vencido, apurado pelo facto do vencedor da Taça de Portugal ser em simultâneo campeão nacional, conseguiu derrotar o clube que na época anterior conseguira a "dobradinha"! Algo que não acontece desde 1988/89 e que não pode ocorrer neste sábado.

SUPERTAÇAS (situação dos clubes em confronto)
Época
Campeão
Nacional
Vencedor
Taça Portugal
Finalista
Taça Portugal
1979/80
FC Porto
Boavista FC
-
1980/81
Sporting CP
SL BENFICA
-
1981/82
SL BENFICA
FC Porto
1982/83
Sporting CP
SC Braga
1983/84
SL BENFICA
FC Porto
1984/85
SL BENFICA
FC Porto
-
1985/86
FC Porto
SL BENFICA
-
1986/87
FC Porto
SL BENFICA
-
1987/88
SL BENFICA
Sporting CP
1988/89
FC Porto
Vitória SC Guimarães
1989/90
SL BENFICA
CF "Os Belenenses"
-
1990/91
FC Porto
CF Estrela Amadora
-
1991/92
SL BENFICA
FC Porto
-
1992/93
FC Porto
Boavista FC
-
1993/94
FC Porto
SL BENFICA
-
1994/95
SL BENFICA
FC Porto
-
1995/96
FC Porto
Sporting CP
-
1996/97
FC Porto
SL BENFICA
-
1997/98
FC Porto
Boavista FC
-
1998/99
FC Porto
SC Braga
1999/00
FC Porto
SC Beira Mar
-
2000/01
Sporting CP
FC Porto
-
2001/02
Boavista FC
FC Porto
-
2002/03
Sporting CP
Leixões SC
2003/04
FC Porto
UD Leiria
2004/05
FC Porto
SL BENFICA
-
2005/06
SL BENFICA
Vitória FC Setúbal
-
2006/07
FC Porto
Vitória FC Setúbal
2007/08
FC Porto
Sporting CP
-
2008/09
FC Porto
Sporting CP
-
2009/10
FC Porto
FC Paços de Ferreira
2010/11
SL BENFICA
FC Porto
-
2011/12
FC Porto
Vitória SC Guimarães
2012/13
FC Porto
As. Académica Coimbra
-
2013/14
FC Porto
Vitória SC Guimarães
-
2014/15
SL BENFICA
Rio Ave FC
2015/16
SL BENFICA
Sporting CP
-
2016/17
SL BENFICA
 SC Braga  
-
2017/18
SL BENFICA
Vitória SC Guimarães
NOTA: As duas edições iniciais - 1979/80 e 1980/81 - foram organizadas pelos clubes. A edição de 1981/82 e seguintes são organizadas pela FPF com o troféu a denominar-se "Cândido de Oliveira". Desde 2001/02 disputa-se num jogo em campo neutro.

RESUMO (38): FC Porto (20); Sporting CP (8); SL BENFICA (6); Boavista FC (3); e Vitória SC Guimarães (1)

QUATRO: Em 13 de Agosto de 2005, o capitão Simão ergue a Supertaça "Cândido de Oliveira" no estádio do Algarve no início da temporada de 2005/06 após um golo de Nuno Gomes que derrotou o Vitória FC Setúbal

ALGUMAS NOTAS BREVES 
(talvez não tão breves como o que se entende ser breve!)

Desde que a competição inicia a época (um jogo)
Desde 2001/02, em 16 edições (entre a 23.ª e a 38.ª) das 16 equipas que perderam o troféu - de doze clubes diferentes - apenas dois marcaram golos (Leixões SC em 2002/03 e Vitória SC Guimarães em 2011/12). Um golo para cada um! Duas equipas derrotadas com golos. Em 16 restam 14. Houve 13 equipas que foram derrotadas a zero (1-0 em sete edições; 2-0 em três anos consecutivos: 2008/09 a 2010/11; 3-0 em três edições). Resta uma que empatou a zero e foi derrotada (pelo Benfica) no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

O Benfica é o segundo clube com mais presenças e jogos
Apesar de ser o terceiro clube com mais troféus (menos 14 que o FC Porto e menos dois que o Sporting CP) o Benfica é o segundo clube com mais presenças: 19 (contando já com a edição disputada hoje), menos dez que as 29 do FC Porto e mais dez que as nove do Sporting CP).
O Benfica conseguiu em 35 jogos marcar 28 golos (o FC Porto marcou 65 golos em 53 jogos e o Sporting CP em 16 jogos marcou 30 golos). O "Glorioso" tem menos 37 golos que o FC Porto e menos dois que o Sporting CP. Em jogos, com esta edição de 2017/18, contará com 36, ou seja, menos 17 que o FC Porto e mais 20 que o Sporting CP.

TRÊS: Em 29 de Novembro de 1989, no estádio do Restelo (CF "Os Belenenses"), local da 2.ª mão desta edição do troféu, o capitão Veloso ergue a conquista da Supertaça "Cândido de Oliveira" em 1989/90. O futebolista com mais Supertaças conquistadas ao serviço do "Glorioso" - três - a par de Luisão!

Entre Supertaças conquistadas e perdidas percebe-se muito do "Futeluso"
O mundo das Supertaças é um mundo à parte no reino dos troféus portugueses.

Sporting CP que desde 1979/80 conquistou quatro títulos de campeão nacional e seis Taças de Portugal, conquistou oito troféus nas nove presenças. Curiosamente perdeu o primeiro e depois das oito vezes que esteve presente conquistou... oito. Fez o pleno! E quatro foram perante o "Rei da Supertaça", o FC Porto. Já lá vou a este clube. Em 39 edições contando já com 2017/18, entre presenças e conquistas, o Sporting CP tem um incrível rendimento de 89 por cento. No mesmo período no campeonato nacional o rendimento é de 10 (dez) por cento. E na Taça de Portugal é de 16 por cento.

Boavista FC em quatro presenças conquistou três troféus perdendo um. Tudo sempre frente ao FC Porto. Sendo um "negócio" entre um casal não me meto. «Entre marido e mulher não metas o blogue».

FC Porto é o "Rei da Taça do Sistema" apesar de desperdiçar conquistas quando não defronta o Benfica. Por isso um rendimento de 69 por cento. Tem 20 Supertaças porque está presente muitas vezes (em 29 das 39 edições) ou seja, em 74 por cento das edições. E "apanhou muitas vezes com o Benfica" - onze vezes. E destas apenas perdeu uma, porque outras perderia se os "amigos" não tivessem invalidado golos de ouro (Donato Ramos) e expulso insubordinações (José Pratas), por exemplo. Além de inúmeros erros em benefício próprio.

Vitória SC Guimarães conquistou a primeira em que esteve presente e perdeu as duas seguintes. Sempre com o FC Porto. Na primeira até participou como finalista vencido, em 1987/88, na Taça de Portugal. Conquistou um troféu oficial sem nunca ter conquistado qualquer título - campeonato nacional de qualquer Divisão ou Taça de Portugal. Fazer equivaler a Supertaça a um título nem é hilariante, é desprestigiante para os clubes que conquistaram apenas um título como os que o conseguiram na Taça de Portugal, incluindo as 17 épocas iniciais como Campeonato de Portugal.

DUAS: Em 1985/86, o presidente (Fernando Martins) e capitão (Bento) com a Supertaça "Cândido de Oliveira" conquistada na 2.ª mão, realizada no estádio das Antas (FC Porto), em 4 de Dezembro de 1985. Falta o marcador do golo que permitiu a conquista... Diamantino Miranda, após vitória por 1-0 na 1.ª mão. No segundo jogo manteve-se o zero-a-zero

E o Benfica
? Bem os últimos são os primeiros. Deixo para depois do quadro.

CINCO CLUBES COM SUPERTAÇAS CONQUISTADAS
Clube
(Presenças)
Conquistadas
N.º
Perdidas
N.º
Rendimento
%


Sporting CP
(9)

8

4 FCP
2 SLB
1 SCB
1 LSC

1

SLB


89

Boavista FC
(4)

3

3 FCP

1

FCP

75




FC Porto
(29)

20
10 SLB
2 VSC
1 CFEA
1 SCB
1 SCB-M
1 BFC
1 UDL
1 VFC S.
1 FCPF
1 AAC

9


4 SCP
3 BFC
1 SLB
1 VSC




69

Vitória SC Guimarães
(3)
1

FCP
2

2   FCP

33


SL BENFICA
(18)

6

SCP
FCP
CF "Os Bel."
Vit. FC Setúbal
Rio Ave FC

12

10 FCP
2 SCP



33
    SC Braga 

E o Benfica?
O "Glorioso" começou por conquistar a segunda edição frente ao Sporting CP, depois uma frente ao FC Porto e entre os dez troféus perdidos para o FC Porto e um para o Sporting CP conquistaram-se mais duas edições, ao CF "Os Belenenses", Vitória FC Setúbal, sempre com o Benfica, na temporada anterior, campeão nacional e finalista na Taça de Portugal. Perdeu a final da Taça de Portugal para estes dois clubes mas depois venceu-os na Supertaça. A quinta Supertaça, em 2014/15, foi "novidade". O Benfica esteve presente (com conquista) após fazer a "dobradinha".
À quarta foi de vez, pois nas outras três ocasiões com "dobradinha" perdera a Supertaça para FC Porto (1981/82 e 1983/84) e Sporting CP (1987/88).

19 = 2 + 5 + 1 + 1 + 2 + 1 + 2 + 1 + 4
O "Glorioso" esteve presente nas últimas quatro Supertaças - conquistou três e perdeu uma para o Sporting CP - estando a mais uma presença consecutiva - será em 2018/19 - de igualar as cinco presenças, entre 1983/84 e 1987/88. A conquista de hoje (que todos queremos) será um feito inédito pois o Benfica nunca conquistou dois troféus consecutivos.

UMA: Em 29 de Outubro de 1980, o capitão Nené recebe a Supertaça da época 1980/81 organizada pelo SLB e pelo SCP mas já com o aval da FPF. Nesta edição com duas mãos, estão os quatro marcadores dos quatro golos: Carlos Manuel (semi-encoberto por Nené), César, Nené e Vital. Os resultados: empate a dois golos, no estádio José Alvalade (1.ª mão) e vitória (2-1) na "Saudosa Catedral" 

Edição n.º 39 em 2015/16
O Vitória SC Guimarães está pela quarta vez a disputar a Supertaça. Como finalista vencido na Taça de Portugal, em 1987/88, conquistou a Supertaça ao FC Porto, em 1988/89. Seguiram-se mais duas presenças com dois insucessos frente ao FC Porto: um como finalista vencido pelo FC Porto na final da Taça de Portugal (2010/11) e outro como vencedor da competição (2012/13).
O Benfica regista 19 presenças na Supertaça: cinco após "dobradinha" (conquistou uma, ao Rio Ave FC); seis como vencedor da Taça de Portugal (conquistou duas, ao Sporting CP e FC Porto); e oito como campeão nacional. Nas cinco com "dobradinha" perdeu as três primeiras para o finalista vencido pelo SL Benfica na edição anterior da Taça de Portugal (duas para o FC Porto e uma para o Sporting CP) e conquistou a última (frente ao Rio Ave FC).

GOLO-RIOSOS NA SUPERTAÇA
ST
SLB
Época
Res.
Adversário
Campo
Mar
Marcador
004
01

80/81
2-2

Sporting CP
Alvalade
1-0
Carlos Manuel
005
02
2-0
César
009
03
2-1
Luz
1-1
(1) Nené
010
04
2-1
Vital
011
05

81/82
2-0

FC Porto
Luz
1-0
(2) Nené
012
06
2-0
(3) Nené
014
07
1-4
Antas
1-1
Jorge Gomes
028
08
83/84
1-2
FC Porto
Antas
1-0
(1) Manniche
031
09
84/85
1-0
FC Porto
Luz
1-0
(2) Manniche
037
10
85/86
1-0
FC Porto
Luz
1-0
(1) Diamantino
038
11

86/87
1-1

FC Porto
Antas
1-0
Rui Pedro
042
12
2-4
Luz
1-2
(2) Diamantino
045
13
2-4
Dito
052
14

89/90
2-0

CF "Os
Belenenses"
Luz
1-0
Vata
053
15
2-0
Lima
054
16
2-0
Restelo
1-0
Autogolo
055
17
2-0
Magnusson
062
18

91/92
2-1

FC Porto
Luz
1-0
Iúran
064
19
2-1
William
066
20
0-1
Antas
1-0
Isaías
075
21

93/94
1-0

FC Porto
Luz
1-0
Rui Águas
078
22
2-2
Dgp
Coimbra
1-1
Tavares
080
23
2-2
César Brito
082
24
94/95
1-1
FC Porto
Luz
1-1
Vítor Paneira
122
25
05/06
1-0
Vitória FC
Algarve
1-0
Nuno Gomes
141
26

16/17

3-0

SC Braga

Aveiro
1-0
Cervi
142
27
2-0
Jonas
143
28
3-0
Pizzi
NOTA: Em 2014/05 o Benfica conquistou a Supertaça (frente ao Rio Ave FC, em Aveiro) no desempate por pontapés de grande penalidade após empate sem golos

O próximo golo será o 144.º da competição
Os três melhores marcadores são: Domingos/FC Porto (seis golos), Jordão/ Sporting CP (cinco golos) e Gomes/FC Porto (quatro golos). O próximo (144.º) certamente será do Benfica (o 29.º). Dos 143 golos entretanto marcados são 28 (19 por cento) do "Glorioso", tendo Nené como melhor marcador, com três golos (dois ao FC Porto e um ao Sporting CP). Como houve um autogolo, são 27 os golos marcados com o "Manto Sagrado" por 23 futebolistas com Manniche e Diamantino a marcarem dois golos. Os restantes 20 futebolistas marcaram um golo.

Tem a palavra (os golos) o Benfica!

Alberto Miguéns
2 comentários
comentários
  1. Caro Dr Alberto,

    Na minha opinião, o grau de importancia e prestigio das 4 provas oficiais disputadas em Portugal, tem esta classificação:
    1º Campeonato Nacional!
    2º Taça de Portugal!
    3º Supertaça!
    4º Taça de Liga!

    Opinião de adepto, para melhor graduar aquelas 4 competições, alargando a Taças Europeias, porque final já festejei e vivenciei 4, e até sei o que isso é:
    Prefiro ganhar uma Taça Europeia, a festejar 2 Campeonatos!
    Prefiro ganhar uma Taça Europeia, a festejar 5 T Portugal!
    Prefiro ganhar uma Taça Europeia, a festejar 10 Supertaças!
    Prefiro ganhar uma Taça Europeia, a festejar 15 Taças da Liga!

    Recordo que a Supertaça é disputada, na Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália e França. A propria UEFA tutela e organiza a Supertaça Europeia (O FC Porto é unico Clube em Portugal que a disputou, e por 4 X). Isto é, nas Ligas mais poderosas da Europa, dão a importancia relativa, ou não, a esta prova. Em Portugal, já tem um histórico também interessante!

    E a Taça da Liga? Na minha opinião, não passa de uma Taça de Reservas, em que os Grandes, e mesmo, os pequenos e médios, aproveitam a competição para dar jogo a jovens promessas, ou a habituais suplentes, para estes ganharem ritmo competitivo, a excepção é apenas a Final da Taça da Liga. E pergunto, em Espanha, Alemanha, ou Itália disputam a Taça da Liga? Não, apenas se disputa em Inglaterra, França e Portugal.

    Por exemplo, de forma inusitada, este Campeonato irá começar a meio da semana, porque estamos em ano de Mundial, todavia, caso não existisse uma imberbe e inconsequente Taça da Liga, a calendarização seria bem diferente, e bem melhor!

    Termino, estava a tentar rever os resultados das 38 Edições anteriores da Supertaça, e não os registou aqui. Mas deixo uma curiosidade, o resultado mais expressivo, e mais dilatado de todos, teve lugar no antigo Estádio da Luz, há cerca de 20 anos, e terminou com um 0-5 ("foi mesmo muita fruta"), curiosamente, partida essa da "Taça do Sistema" apitada pelo inefável António Rola!

    Saudações des_Portistas do Bairro da Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Paulo Teixeira

      1. Eu faço outra classificação (a coincidência de o SLB vencer mais a 3.ª que a 4.ª é apenas isso). Para mim valorizo o número de jogos para a conquistar. Aliás a Supertaça nem é uma competição, por isso não é um título, é um jogo. Mesmo que em tempos o tenha sido a duas mãos. Até a quatro!

      1.º Campeonato Nacional (actualmente com 34 jogos):
      2.º Taça de Portugal (actualmente com 7 jogos, mas os clubes que a iniciarem na primeira eliminatória podem fazer 9 jogos);
      3.º Taça da Liga (actualmente com 4 jogos, mas os clubes que a iniciarem na primeira eliminatória podem fazer 6 jogos);
      4.º Supertaça (actualmente com um jogo e nunca teve mais que 2 (duas mãos) embora em 1983/84 tenha sido com dupla duas mãos devido à primeira série ter terminada empatada).

      2. Eu faço distinção entre Liga dos Campeões (vale uma cinco Ligas Europa) e Liga Europa. Esta para mim equipava praticamente a um campeonato. Se me perguntarem o que prefiro em 2017/18. Prefiro ser P3N7A a conquistar a Liga Europa. Mas se me tivessem perguntado em 2012/13 preferia ter conquistado a Liga Europa.

      3. O FC Porto tem a "maldição de Béla Guttmann nas Supertaças Europeias". Os clubes que as conquistaram dão-lhe pouco importância. Para mim a Taça Latina (dois jogos) tem mais classe;

      4. A Taça da Liga é menos reserva" que muitos jogos/eliminatórias na Taça de Portugal. O Benfica chegou a jogar no mesmo dia um jogo internacional particular com a equipa principal e disputar a eliminatória para a Taça de Portugal com a equipa de Reserva (a 100 por cento). Quatro vezes no mesmo dia. 26 eliminatórias utilizando a Reserva. Aliás na última jornada do CN de 1964/65 o Reserva até foi a Guimarães disputar essa jornada do CN e no mesmo dia a equipa principal jogou, num particular, em Amesterdão, frente ao AFC Ajax para preparar a final de Milão, frente ao FC Inter de...Milão!

      5. No quadro com os resultados só registei aqueles em que o Benfica marcou golos. Nesse (18 de Setembro de 1996) não marcou um golo por isso não está no quadro. Se tivesse ficado, mesmo 1-10, constava. No Benfica assume-se tudo, mesmo os maiores insucessos.


      Saudações de quem quer muito ser P3N7A como o FC Porto já foi

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail