A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

10/11/2016

Sporting CP com + 4! Peyroteo com - 23! Lindo!

10/11/2016 + 4 Comentários API
SE O CAMPEONATO DA I LIGA EM 1937/38 ERA EXPERIMENTAÇÃO ENTÃO PEYROTEO JÁ NÃO É O MELHOR MARCADOR DO CAMPEONATO NACIONAL!


Como em 1937/38 marcou 34 golos "experimentais" e apenas onze golos "a sério" isso quer dizer que em vez dos actuais 332 golos passa a contabilizar 309 golos. 

332 - 34 = 298. 298 + 11 = 309
Assim para o Sporting CP (e por "acrescento" para os sportinguistas) Eusébio é o melhor marcador de sempre no campeonato nacional (320 golos) seguindo-se Gomes com 317 ou 318 se contabilizarmos o golo do apanha-bolas das Antas!

Damos uma abébia ao Sporting CP
Pronto! Para efeitos de títulos contam os Campeonatos de Portugal! Para efeitos Peyroteo conta a Liga Experimentação. Vale! Assim ficam a ganhar no berlinde. Dá para os dois lados!

MELHORES MARCADORES CAMPEONATO NACIONAL 
Esta listagem pode não estar completa. São pelo menos 43, mas podem ser mais a marcar, pelo menos, 100 golos. Para elaborar este quadro, utilizei a recolha do jornal Record em 2013/14, corrigi os erros no número de golos (em relação aos futebolistas do Benfica), indexei os golos por clube (para quem tenha marcado por mais de um emblema) e acrescentei os nomes de Francisco Rodrigues e Cavém (que não constavam da lista "trapalhona" do "Record"). Acrescentei ainda mais dois nomes: Edmilson (112 golos) e Gaúcho (103 golos) por informação do portal zerozero.pt, mas tenho muitas reservas quanto à informação estatística deste portal. Só que enquanto não pegar na papelada que tenho com todos os golos nas 82 edições do campeonato nacional e fazer as contas não resta alternativa se não aceitar.

N.º
SLB
FCP
SCP
Outros
Golos por clubes
1
Peyroteo
332
2
Eusébio
320
SL BENFICA
SC Beira-Mar
317
3
3
Gomes
318 (*)
FC Porto
Sporting CP
288
30
4
José Águas
289
5
Nené
264
6
Manuel Fernandes
243
GD CUF
Sporting CP
Vitória FC (S.)
16
189
38
7
Matateu
218
CF “Belenenses”
Atlético CP
209
9
8
José Torres
217
SL BENFICA
Vitória FC (S.)
GD Estoril-Praia
152
52
13
9
Jordão
215
SL BENFICA
Sporting CP
Vitória FC (S.)
62
141
12
10
Arsénio
211
SL BENFICA
GD CUF
152
59
11
Vasques
192
Sporting CP
Atlético CP
191
1
12
Jardel
186
FC Porto
Sporting CP
SC Beira-Mar
130
53
3
13
Julinho
167
Académico Porto
SL BENFICA
15
152
14
António
Teixeira
163
SL BENFICA
Vitória SC (G.)
FC Porto
SC Braga
6
17
133
7
15
Artur Jorge
159
FC Porto
As. Ac. Coimbra
SL BENFICA
CF “Belenenses”
1
72
72
14
16
José Augusto
158
FC Barreirense
SL BENFICA
45
113
17
Nuno Gomes
154
Boavista FC
SL BENFICA
SC Braga
23
125
6
18
Hernâni
136
FC Porto
GD Estoril-Praia
127
9
19
Bentes
134
As. Ac. Coimbra
134
20
Martins
134
21
Rogério
133
SL BENFICA
Cl. Oriental Lis.
127
6
22
Lourenço
132
As. Ac. Coimbra
Sporting CP
37
95
23
Jesus Correia
131
Sporting CP
GD CUF
130
1
24
Araújo
121
25
Rui Águas
121
Portimonense SC
SL BENFICA
FC Porto
CF Estrela Amad.
10
77
30
4
26
Patalino
118
SL Elvas // “O Elvas” – CAD
Lusitano Évora

106
12
27
Albano
118
28
Iaúca
117
CF “Belenenses”
SL BENFICA
85
32
29
João Pinto
117
Boavista FC
SL BENFICA
Sporting CP
SC Braga
22
64
28
3
30
Liedson
116
31
Francisco
Rodrigues
114
Vitória FC (Set.)
SL BENFICA
68
46
32
Figueiredo
114
Sporting CP
Vitória FC (Set.)
111
3
33
Manuel António
113
As. Ac. Coimbra
FC Porto
82
31
34
Edmilson

112
CD Nacional
CS Marítimo
Vitória SC (G.)
SC Braga
23
48
29
12
35
Cardozo
112
36
Correia Dias
110
37
Custódio Pinto
109
FC Porto
Vitória SC (Gui.)
92
17
38
Oliveira
107
FC Porto
FC Penafiel
Sporting CP
70
10
27
39
Domingos
105
40
Yazalde
104
41
Gaúcho

103
CF Estrela Am.
CS Marítimo
Rio Ave FC
54
35
14
42
João Tomás
101
As. Ac. Coimbra
SL BENFICA
Vitória SC (G.)
SC Braga
Rio Ave FC
8
19
3
31
   40
43
Cavém
100
SC Covilhã
SL BENFICA
22
78
NOTA(*): Na realidade são 317 pois o golo que lhe foi atribuído pelo árbitro Alder Dante, em 18 de Outubro de 1975, aos 57 minutos, da 7.ª jornada do campeonato nacional de 1975/76, frente ao Sporting CP, no estádio das Antas, foi “marcado” por um apanha-bolas do FC Porto, José Maria Ferreira de Matos. (H) À FC Porto
4 comentários
comentários
  1. Caro Alberto,
    Mais uma vez fabuloso.
    Na minha opinião está identificada toda a razão e problemática em torno da questão dos Títulos e passo a explicar:
    Bruno de Carvalho diz e, eu acredito, que se preparou durante alguns anos para o seu cargo de Sonho, ser Presidente do SCP, leu, estudou toda a história do seu clube, leu actas provenientes das Assembleias etc etc etc. Ela alega isso!!!
    Partindo do pressuposto que é verdade, pq só agora é que é levantada esta questão???
    PELO TRAUMA DO BI- 18 !!! (18+18 = 36)
    Ele nunca pensou em 2013 que isto seria possível; Mas como pode ser, “levantou “ toda esta celeuma….e para mim o grande objectivo não era a contabilização dos Campeonatos de Portugal, pq o SLB tem três……era a não contabilização do Campeonato da Liga, o SLB tem três e o SCP nenhum…..Querem que seja considerada uma liga experimental que como decorreu em simultâneo com o Campeonato de Portugal, não deveria ser considera como campeão o seu vencedor!!
    Veja o que “eles” hoje publicaram no site oficial:
    http://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2016-11-10/sporting-cp-rumo-ao-23o-titulo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Xandex

      Era uma Liga Experimental que apurava para o Campeonato de Portugal. Como pode ver aqui:

      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2016/06/falacias-e-balelas.html

      Os clubes que participaram nos quatro Campeonatos de Portugal entre 1934/35 e 1937/38 eram apurados no Campeonato da I e da II Liga. Sendo experimentais parece que afinal tinham muito valor.

      E depois nas primeiras edições da Taça de Portugal continua a ser a mesma forma de apuramento para esta. Através dos 8 da I Divisão, 6 melhores da II Divisão. Sete jogos para apurar sete clubes a que se junta o representante insular (vencedor do Madeira/Açores) para com oito emblemas jogarem os quartos-de-final.

      TRIsaudações Gloriosas

      Alberto Miguéns

      Eliminar
  2. Não se rale muito caro Alberto. O Almanaque verde também é experimental. Aliás todo o clube verde é experimental. O presidente verde é experimental. Aquilo é tudo experimental. Sem controlos, sem métodos, sem estratégias, sem critérios. Apenas movidos pela inveja e obcecados com o Clube que nem conseguem nomear. E assim vai o Recreativo do Campo Grande, de experiência em experiência... na sua grande rambóia experimental.

    ResponderEliminar
  3. A sporting tv tá a dedicar estes últimos dias a tentar argumentar a tese dos campeonatos, isto depois de há alguns dias terem no mesmo canal dito o contrário. Para além disto, falam também dos árbitros que supostamente estão a prejudicar o sporting, da sorte do Benfica nos jogos(mas omitem o azar que tiveram quando empataram 3-3 e perderam 3-1 está época, isso já não lhes interessa, para maior dos seus males).O Carlos Dolbeth é outro ¨especialista do futebol¨ que odeia o Benfica e destila antipatia neste projeto falhado de canal. Para ele há também uma comparação dos campeonatos com a taça dos campeões europeus, e com tantos jornais que existem considera o jornal a bola lixo e nem se lhe devia chamar jornal. Para ele, o sporting deveria estar a 1 ponto do Benfica(+ 4 pontos que o porto, portanto).O canal, antes que sofresse um colapso, o seu interesse vai se alicerçando nestas histórias confusas e informações incrivelmente desajustadas da realidade do futebol atual. O Web Summit emitido posteriormente neste canal sofreu distorções no som por uns segundos valentes aquando da intervenção do presidente, que até afirmou que o benfica teve 2 dias para se decidir sobre Jorge Jesus.

    Engraçado é que, com tantos programas com estes temas alucinantes e desproporcionais, cartões amarelos e vermelhos num juízo final, que é uma espécie de vale-de-tudo para ganhar, aplicando pressão à volta dos clubes adversários e árbitros, mesmo sendo eles os beneficiados, não apareceu,nestes últimos dias,através das imagens da sporting tv um pseudo-historiador que de historiador claro que nada tem.Ricardo Serrado,adepto sportinguista,um erro de casting por parte do presidente do Benfica,que tentou mudar sem fundamentos históricos,com várias invenções,factos assentes em documentos históricos.É alguém que tem coragem de falar sobre honestidade e rigor sem os ter, dando a desculpa de que os factos sofrem alterações e por isso aceita revisionismo à sua capacidade de historicidade. Os erros foram corrigidos e o pseudo-historiador despedido, ou melhor, ao contrário...
    Agora que está no sporting, quer junto do seu presidente inventar 4 campeonatos de uma competição percursora da Taça de Portugal, onde no seu museu expõe as 4 taças com formato de Taça de Portugal junto com taças com formato de campeonato, é absurdo, isto depois de ter dito a verdade sobre o assunto, afirmando que as competições em causa não eram semelhantes e que não se devia confundir taça com campeonato.Pelo que, a esta hora já deve ter sido dispensado e por esta razão não se irá ver esta personagem cómica e triste em simultâneo, nos próximos tempos.

    Uma boa continuação na expressão cultural do futebol, assente em documentos históricos importantes, para que a identidade de um clube nunca se perca.

    Abraço


    Tiago Sousa

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail