A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

03/04/2016

Adeus a Maldini

03/04/2016 + 5 Comentários API
SEMPRE RESPEITADOR DO "GLORIOSO".



Como mostra a fotografia na troca de galhardetes em Londres, no mítico estádio de Wembley, em 1963.



Não foi por ele que o Benfica "ficou sem o Coluna" - que fez muita diferença e facilitou a conquista do troféu - como reconheceu Maldini, 24 anos depois, num programa da televisão italiana (RAI) comemorativo da conquista do título de Campeão Europeu:






O grande Maldini em 1963.

Antes




O "Glorioso" em Wembley (1963). De cima para baixo. Da esquerda para a direita. Raúl (3), Cavém (2), Cruz (4), Humberto (Fernandes, depois da chegada de Humberto...Coelho) (5), Coluna; capitão (6) e Costa Pereira (1); José Augusto (7), Santana (8), José Torres (9), Eusébio (10) e Simões (11)

O AC Milan em Wembley (1963). De cima para baixo. Da esquerda para a direita. Capitão Maldini (5), Benítez (4), Rivera (10), Altafini (9), Mora (11) e Pivatelli (7); Ghezzi (1), Trebbi (3), David (2), Trapattoni (6) e Dino Sani (8)
Durante



Depois





Nunca vi, li ou ouvi muitas intervenções de Maldini a falar acerca do "Glorioso", mas as que vi, li e ouvi encheram-me de orgulho.


Um Senhor do Futebol

Alberto Miguéns
5 comentários
comentários
  1. Completamente de acordo. Um grande Senhor do futebol. Daqueles que souberam lutar pela sua camisola sem desprestigiar e desrespeitar os valorosos adversários que enfrentou. A forma como cumprimentou Coluna mostra bem isso. Grande entre grandes.

    É mais uma noticia trágica das várias que tivemos neste dois-três últimos anos. Começamos a ver o nosso mundo do futebol puro a desaparecer.

    Que descanse em Paz. E que onde estiver, na companhia de tantos outros grandes Senhores do futebol possa ter a satisfação de ver o seu neto seguir as suas pisadas e a do seu filho Paolo.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia grande Alberto Mingués!
    Hoje a bola online voltou a bater na mesma tecla do trappatoni e o coluna para falar do Maldini.
    Incrível que com tudo o que se sabe hoje ainda exista tanta incompetência por parte dos jornalistas portugueses, uma coisa é não saber, outra é ser mau jornalista o que eu acho que é o caso aqui, tristeza de jornaleiros!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Pinheirinho

      Este assunto já cheira mal. O António Melo disse que ia esclarecer o assunto. Estou à espera que A Bola peça desculpa a Trapattoni. Se tal não acontecer vou aproveitar este seu comentário (posso citá-lo?) para defender Trapattoni. Eu sei o que eles querem... É "diminuir" Trapattoni preferindo que uma mentira se torne realidade, ou seja passe a Lenda, em vez da realidade que é menos "espectacular". Nem que para isso tenham de enxovalhar terceiros, neste caso o treinador do Benfica, Trapattoni!

      Obrigado pelo informação.

      Gloriosíssimas Saudações

      Alberto Miguéns

      NOTA: Quem Cala Consente. Em Defesa do Benfica jamais se calará!

      Eliminar
    2. Claro que sim, é uma vergonha, até tirei a imagem do site online, sei que faz parte da secção de pagantes e neste momento têm o Beckembaur em destaque, mais uma para picar o nosso Benfica.

      Eliminar
  3. O caricato (embora triste) é que na reportagem que A Bola fez do jogo e publicou na edição seguinte está preto-no-branco que foi Pivatelli!

    Ou seja, a estupidez que grassa no jornal é dupla!

    Os grandes jornalistas que fizeram A Bola nunca imaginaram que aquilo que criaram como um projecto de jornalistas assumido financeiramente por eles (que foi de facto pioneiro) se transformasse num tablóide.

    A Sociedade que fundou e geriu A Bola chamava-se VICRA de VIcente de Melo, Cândido de Oliveira, Ribeiro dos Reis Associados. Devem "dar voltas" lá por onde estão!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail