A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

06/08/2015

"A Bola" Volta Para Trás

06/08/2015 + 5 Comentários API
A ARROGÂNCIA DE "A BOLA" PERPETUA OS ERROS.


A publicação da revista do jornal "A Bola" de início de temporada faz regressar a mediocridade ao jornal outrora de qualidade. Vítor Gonçalves deixa de ser o primeiro treinador campeão nacional pelo Benfica (e também o primeiro português) substituído, respectivamente, por Lipo Herczka (1935/36) e Augusto Silva (1945/46). Já cansa!
No registo das Supertaças continua o "baile" aos leitores.

Revista "Cadernos de A Bola"; n.º 46; Agosto de 2015 (publicado em 30 de Julho); página 84

Revista "Cadernos de A Bola"; n.º 46; Agosto de 2015 (publicado em 30 de Julho); página 96

Enquanto preparava a "posta" de sábado e domingo eis-me de regresso à indignação. O jornal A Bola em termos de estatística é uma anedota. Felizmente tenho a minha informação e não necessito de copiar a dos Jornais. Mas percebe-se porque circula de uns lados para outros tanta imprecisão e aldrabice. Muito deste "lixo tóxico" (como está na moda!) vem do desleixo, negligência e desrespeito pelos leitores de muita da Imprensa, com o jornal A Bola em destaque. É impressionante! Como tanta gente consegue produzir tanto erro. Eu descubro porque, mesmo tendo os meus dados - recolha directa feita por mim desde final dos anos 70 - é sempre bom comparar não haja alguma gralha. Como estava a actualizar (geralmente o Benfica é o pretexto para tal) a informação referente à Supertaça comparei com várias publicações - em papel e não só - não batendo certo com as de A Bola. Para mim nas 36 edições da Supertaça marcaram-se 139 golos. Fui contar os GM's de A Bola. 138! Menos um! Fui depois confirmar com os GS's (teriam de ser 138) mas não são! São 134! Não é possível haver discrepância entre duas igualdades: GM = GS. 138 = 134. Hilariante, mas triste! Fiquei sem qualquer dúvida que o meu resultado de 139 golos estava certo. Por isso faltava um golo no GM e cinco no GS. Seria um resultado de 1-5!

Lá gastei - é mesmo gastar tempo, por que inútil - para procurar a origem do erro. Pois... falta um clube no quadro. Falta o Leixões SC que perdeu, por 1-5, frente ao Sporting CP, em 2002/03. Os leitores não têm que andar a investigar. Pagam para ter a informação certa. 

E já agora o FC Porto não tem 28 presenças. Tem 29! Conquistou 20 Supertaças e não perdeu oito. Perdeu nove! 

Revista "Cadernos de A Bola"; n.º 46; Agosto de 2015 (publicado em 30 de Julho); página 158
Se não sabem ou não conseguem, não façam. Não enganem!

CLUBES COM SUPERTAÇAS CONQUISTADAS/PERDIDAS
Clube
(Presenças)
Conquistadas
N.º
Perdidas
N.º
Rendimento
%




FC Porto
(29)
20
10 SLB
2 VSC
1 CFEA
1 SCB
1 SCB-M
1 BFC
1 UDL
1 VFC S.
1 FCPF
1 AAC

9


4 SCP
3 BFC
1 SLB
1 VSC





69


Sporting CP
(8)
7

4 FCP
1 SCB
1 SLB
1 LSC

1

SLB


88


SL BENFICA
(16)
5

SCP
FCP
CF "Os Bel."
Vit. FC Setúbal
Rio Ave FC
11

10 FCP
1 SCP



31

Boavista FC
(4)
3

3 FCP
1

FCP

75

Vitória SC Guimarães
(3)
1

FCP
2

2   FCP

33

Repito! Deixem-se de bazófias (a suposta qualidade da informação) e dêem mesmo boa informação!

Alberto Miguéns

PLANO PARA AS EDIÇÕES DURANTE  AGOSTO
(provisório como é evidente)
De 7 a 18 de Agosto de 2015 (Sempre pela meia-noite)
Sexta-feira (de 6 para 7): Estreia internacional do Glorioso Basquetebol;
Sábado (de 7 para 8): O "Glorioso" na Supertaça;
Domingo (de 8 para 9): O Dérbi de Lisboa;
Segunda-feira (de 9 para 10): E depois da Algaraviada?
Terça-feira (de 10 para 11): Sinto-me tão portista;
Quarta-feira (de 11 para 12): Uma modalidade por semana: Atletismo;
Quinta-feira (de 12 para 13): O Mais Belo e Inigualável 138;
Sexta-feira (de 13 para 14): Mentiras Oficiais Made in SLB;
Sábado (de 14 para 15): O "Glorioso" nas Primeiras 82 Jornadas;
Domingo (de 15 para 16): O "Glorioso" frente ao GD Estoril Praia;
Segunda-feira (de 16 para 17): E depois da Primeira?;
Terça-feira (de 17 para 18): Benfica tão brilhante que se vê no escuro
5 comentários
comentários
  1. Caro Alberto,

    o meu agradecimento, pela rigor e dedicação!

    Só uma nota: tire o acento de "perpetua" no título ;)

    Cumprimentos,
    Isaías

    ResponderEliminar
  2. "Rogerio Azevedo · Almada
    Tenho um livro escrito por um tal Alberto Miguens em que aparece Lippo Herczka como treinador campeão em 1935/36. Quer que lho envie ou conhece a personagem em causa?"

    O que tem a dizer?

    ResponderEliminar
  3. É o velho problema de em Portugal ser tudo feito com os pés. Há sempre quem esteja no sistema e queira mostrar que sabe mais que os autores e depois não há tempo - não querem dar tempo - para rever.

    Porque razão publicaria eu essa informação num livro em Dezembro de 2004 quando em 4 de Abril de 2001 já tinha publicado a "descoberta" que era Vítor Gonçalves? Como pode ser constatado aqui (numa reprodução final de uma página do jornal "O Benfica"):

    http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2015/06/valeu-pena-denunciar.html

    Era estúpido saber que era Vítor Gonçalves e ter escrito que afinal não era. Houve um esperto - mais esperto do que eu - que conseguiu alterar com a justificação "Toda a gente sabe que os três campeonatos da Liga foram ganhos por Lipo Herczka!", afirmou peremptório!

    Pronto! Há sempre inteligentes.

    Mas mesmo que eu em 2004 não soubesse o que sabia desde 2001 - se o soubesse depois - emendaria para o que estava correcto. Não alimentava a mentira só porque um dia escrevi isso. Chama-se a isso desonestidade intelectual. Saber que está errado e continuar a insistir no erro.

    Não foi o caso como prova a página do jornal "O Benfica" mas podia ter sido! E já houve situações em que em determinado tempo pensava ser uma coisa e depois descobri que estava errado. E certamente que no futuro terei de corrigir alguns erros que já cometi. É a vida!

    Mas acredite. Sempre que isso acontecer a verdade histórica sobrepõe-se sempre a alguma "minha verdade mentirosa" cometida por ignorância ou confiar em determinadas "fontes". Emendarei sempre porque o rigor é imensamente mais importante que qualquer Alberto Miguéns. Será que o senhor Rogério Azevedo pensa o mesmo.

    Alberto Miguéns

    NOTA: Não é por acaso que nunca mais publiquei um livro. E já tive propostas Só o farei se estiverem assegurados prazos em que possa rever desde a primeira palavra até à última.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail