A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

24/05/2014

Maldição de Guttmann em 1963: O Benfica voltará a ser Campeão Europeu

24/05/2014 + 12 Comentários API
AFINAL A MALDIÇÃO É OUTRA. 


Guttmann desejava que o Benfica fosse campeão europeu
E percebendo a personalidade de Guttmann - não era hipócrita, falava com o coração e fora de competição era sincero - desejava MESMO!




A entrevista de Cruz dos Santos foi publicada em 6 de Abril de 1963
Teve honras de chamada na 1.ª página e ocupou toda a página 5. Béla Guttmann vivia em Roma e ia a caminho de Montevideu para treinar o CA Peñarol. Aquando da entrevista, o Glorioso Benfica tinha eliminado o FK Dukla de Praga (quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus) em 3 de Março e nesse sábado (6 de Abril de 1963) derrotou, por 6-2, na 23.ª jornada (em 26) o Vitória SC Guimarães, na Saudosa Luz. Faltavam três jornadas (seis pontos) para o Glorioso recuperar o título de campeão nacional perdido em 1962 por... Guttmann. O SLB tinha três pontos de vantagem para o FCP após a 23.ª jornada. Na 26.ª tinha oito! Aliás conquistou o título na 25.ª!

Extracto da página 5 de "A Bola" em 6 de Abril de 1963

Guttmann desejava que o Benfica fosse campeão europeu já em 1963
Com Riera como treinador do Benfica, Guttmann que conhecia bem o Benfica e o AC Milan considerava que o Benfica era favorito! E era. Foi a única final da mais importante competição da UEFA, das sete disputadas, em que o Benfica era favorito. E colocou-se em vencedor, deixou o AC Milan empatar num contra-ataque e depois quando procurava reagir, aquele pontapé, por trás, por volta da hora de jogo, de Pivatelli (n.º 7) em Coluna deitou tudo a perder.


Extracto da página 5 de "A Bola" em 6 de Abril de 1963
Na Taça dos Clubes Campeões Europeus
O Benfica preparava-se para jogar em 10 de Abril, na "Banheira: De Kuip", frente ao campeão holandês SC Feijenoord (era assim à portuguesa o nome do Feyenoord) a 1.ª mão das meias-finais. Depois de 0-0 em Roterdão, em Lisboa, a 8 de Maio, o 3-1 deu acesso à terceira final consecutiva. A tal que Guttmann desejava (e acreditava) que o Benfica venceria. O outro finalista (AC Milan) frente ao campeão escocês, Dundee FC, começaria mais tarde - 24 de Abril - em Milão (V 5-1), mas "despachou-se" mais cedo - 1 de Maio - com o campeão da Escócia a vencer por 1-0. Eram assim os encontros - desencontrados - nas competições europeias num tempo em que não havia aviões alugados para delegações e grupos excursionistas!

Extracto da página 5 de "A Bola" em 6 de Abril de 1963

Obrigado Guttmann por respeitares o Benfica e o Benfiquismo

Alberto Miguéns

Plano para Maio
(Previsão sempre à meia-noite):
De 24 para 25: Campeões em Basquetebol (e vão 25!);
De 25 para 26: Tanta e Tanta Glória (O golo cinco mil);
De 26 para 27: O que têm em comum UEFA, FC Porto e Sevilha FC?;
De 27 para 28: Álvaro Gaspar (1913 - O Brasil);
De 28 para 29: Centenário da Gloriosa Natação;
De 29 para 30: O Calendário sem nexo ou talvez não...;
De 30 para 31: Atenção ao "Futeluso - versão 2015";
De 31 para 01: Eu Benfiquista no Museu do FCP by BMG (parte II);
De 01 para 02: Gostava Tanto Que..;
De 02 para 03: Tanta e Tanta Glória (O golo onze mil);
De 03 para 04: Álvaro Gaspar (1913/14 - A Glória Final)



12 comentários
comentários
  1. Muito bem! Esse recorte das declarações e Guttman em "A Bola" é mesmo para acabar com essa patetice.
    Bem, seria assim se quem cultiva isso fosse inteligente ou pelo menos quisesse parecer inteligente.
    Trata-se de uma forma mal-intencionada de colocar pressão sobre o S.L. Benfica e por outro lado denegrir uma figura grande do futebol Benfiquista. Esses mesmo palermas se fossem isentos para além de palermas deveriam agora espalhar que existe uma "contra-oraga". É preciso cuidar da mentes tontas espalhando ideias fantasistas.
    O que me custa é ver Benfiquistas a colaborar com os mantecaptos da comunicação social.
    O S.L. Benfica voltará às vitórias europeias.
    Um lástima essa final perdida para uma equipa que nos era largamente inferior.
    Saudações Benfiquistas
    VJ

    ResponderEliminar
  2. Quando uma mentira é repetida muitas vezes acaba por tornar-se verdade,pena que os dirigentes do benfica e jornalistas nada tenham feito para que fosse reposta a verdade,é preciso um Alberto Miguéns para acordar este pessoal?

    ResponderEliminar
  3. Olá...primeiro que tudo acreditar em maldições em pleno século XXI é como acreditar no Pai Natal ou no Papão. Agora + a sério hoje no programa Memórias do canal A Bola que era sobre passagem do treinador Béla Guttman pelo nosso Benfica o Senhor José Augusto não fala em maldição mas sim num desabafo do treinador ao Fernando Caiado aquando da sua segunda e pouco conseguida passagem pelo nosso clube acerca do parque automóvel do jogadores do Benfica todos tinham carro ao contrario quando saio primeiro vez só 3 jogadores tinha carro e assim segundo Guttman o Benfica não ganharia + nada. Não sei se com esta curiosa história dos automóveis o Senhor Guttman estava com medo do vedetismo do nossos jogadores ou a pensar que eles ganhavam + dinheiro que ele.
    Saudações Benfiquistas e continue a fazer um bom trabalho.
    Andy Cardo

    ResponderEliminar
  4. Um Glorioso Bem Haja.

    Benfica Todos Tempos

    ResponderEliminar
  5. Tomem lá.

    Alberto... Dá-me a sensação que aquela homenagem a guttman, AGORA, parece-me um pouco... Não sei!

    ResponderEliminar
  6. Mas desconfio MUITO da origem de esta "história" ser conhecida lá fora! E este ano, os espanhóis (e não só) bem que se tentaram aproveitar dela ("mind games")!

    ResponderEliminar
  7. Serviço público Benfiquista. Obrigado Alberto Miguéns.

    ResponderEliminar
  8. Mesmo assim, a verdade é que o Benfica nunca mais ganhou um título europeu. Se não é maldição, coisa que eu não acredito, então é o quê?

    ResponderEliminar
  9. Em Turim

    Foi Betotice. Com o(s) árbitro(s) a permitir(em). E os media a branquearem. A Juventus FC também tem muitas finais perdidas e Guttmann nunca por lá passou a não ser como adversário!

    Gloriosas Saudações Benfiquistas

    Alberto Miguéns

    ResponderEliminar
  10. Anónimo3/6/14 15:50

    Por acaso também acho que em 1965 o Benfica era favorito, não tivesse sido a final onde sabemos. Essa época no geral foi magnífica, podia até ter sido a melhor de sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo. A época do Benfica foi magnífica. Na TCCE eliminámos o Real Madrid CF após 5-1 na Saudosa Luz, com 3-0 ao intervalo.

      Mas... o FC Inter era o campeão europeu em título: Na época anterior tinha conquistado o troféu, em Viena de Áustria (Estádio do Prater) em 27 de Maio de 1964, após V 3-1, frente ao Real Madrid CF com dois golos de Alessandro Mazzola, filho do malogrado Valentino Mazzola, capitão da selecção italiana e do Torino AC, em 1949. Quando o pai morreu em Superga no regresso a Turim após jogar com o Benfica, o filho tinha seis anos.

      Saudações

      Alberto Miguéns

      NOTA: Até se escreveu em alguns jornais franceses e ingleses, por que tinha o FC Inter tanto "medo" do Benfica querendo jogar "em casa" para se sagrar Bicampeão, se eram Campeões Europeus e o Benfica desde 1962 que não era! Seria pelos 5-1 enquanto o FC Inter "apenas" tinha vencido por 3-1 o Real Madrid CF?

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail