A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

23/12/2011

Vivam os Goleadores do Benfica

23/12/2011 + 1 Comentários
ESTATÍSTICAS
              

Desde os tempos áureos de Nuno Gomes que o Benfica não tinha um goleador com a categoria de Cardozo.

No Benfica sempre se valorizou mais o colectivo que as individualidades. Este é um dos pilares que sustenta as nossas conquistas em modalidades colectivas, como o futebol. Os futebolistas para o Benfica são todos elementos de uma equipa, onde todos têm uma função específica para a realização de um objectivo prioritário – vencer! É o “onze” que ganha e que perde. É o “onze” que marca golos e que os sofre. É a equipa que conquista os triunfos e tem insucessos. Somos todos. Por isso sempre vencemos mais do que perdemos. Sempre marcámos mais golos em relação aos sofridos. A nossa equipa principal de futebol - que me perdoe Cosme Damião que dizia: No Benfica não há equipa principal, são todas principais, porque são todas nossas e jogam todas para ganhar” - a nossa “equipa sénior masculina de futebol” já disputou, desde 1 de Janeiro de 1905 até 16 de Dezembro de 2011, 4868 jogos, com 3042 vitórias, 870 empates, 956 derrotas, 12 328 golos marcados e 5 504 golos sofridos. Resumindo, 62 por cento de vitórias (20 por cento de derrotas) e 2,5 golos marcados por jogo (1,1 golo sofrido por jogo) com mais do dobro (2,2) de golos marcados em relação aos sofridos.

Sendo os golos o resultado concreto do jogo, são os goleadores que finalizam (e dão valor numérico) à capacidade da equipa. O golo tem “assinatura”, mas a “obra” é o resultado do jogo da equipa.

Sabendo (e enaltecendo) o valor do colectivo para a obtenção de golos e celebrando a capacidade finalizadora do nosso Cardozo, divulgamos nesta época de Santo Natal e Bom Ano Novo uma série de onze listagens com os melhores 25 entre todos os nossos goleadores.


LISTA DE HOMENAGEM AOS 25 MELHORES GOLEADORES DO “GLORIOSO”

TODOS OS GOLOS
N.º
Futebolista
G
J
Md/m
Épocas
1
Eusébio
638
614
83
(15) 1960/61 – 1974/75
2
José Águas
483
514
92
(14) 1949/50 – 1962/63
3
Nené
473
802
134
(18) 1968/69 – 1985/86
4
Arsénio
350
447
111
(12) 1943/44 – 1954/55
5
Rogério Carvalho
287
423
129
(12) 1942/43 – 1953/54
6
José Torres
284
347
100
(12) 1959/60 – 1970/71
7
Julinho
272
272
83
(11) 1942/43 - 1952/53
8
Valadas
218
342
137
(11) 1934/35 – 1944/45
9
José Augusto
205
479
198
(11) 1959/60 – 1969/70
10
Vítor Silva
202
236
100
(10) 1927/28 – 1936/37
11
Espírito Santo
199
285
86
(14) 1936/37 – 1949/50
12
Nuno Gomes
183
469
170
(12) 1997/98 - 1999/00; 2002/03 – 2010/11
13
Artur Jorge
152
184
95
(6) 1969/70 – 1974/75
14
Coluna
150
677
398
(16) 1954/55 – 1969/70
15
Joaquim Teixeira
142
208
127
(7) 1939/40 – 1945/46
16
Cardozo
134
219
120
(5) 2007/08 – 2011/12
17
Rogério Sousa
125
236
162
(8) 1932/33 – 1939/40
18
Cavém
125
541
382
(14) 1955/56 – 1968/69
19
Rui Águas
123
285
168
(7) 1985/86 - 1987/88; 1990/91 – 1993/94
20
Jesus Crespo
122
251
185
(15) 1916/17 – 1930/31
21
Humberto Coelho
113
672
524
(14) 1968/69 – 1974/75;
1977/78 – 1983/84
22
Rui Jordão
113
182
124
(5) 1971/72 – 1975/76
23
Frac.º Rodrigues
107
103
86
(3) 1939/40 – 1941/42
24
João Vieira Pinto
107
346
267
(8) 1992/93 – 1999/00
25
Corona
100
229
186
(7) 1946/47 – 1952/53
NOTA: Média de golos marcados por minutos jogados por ser mais rigorosa que a média de golos marcados por participação em jogos

Obrigado futebolistas do “Glorioso”. A nossa eterna gratidão por tantos e tantos momentos de glória.

Alberto Miguéns

NOTA: No EDB entre 23 de Dezembro de 2011 e 5 de Janeiro de 2012 o reconhecimento ao valor dos nossos futebolistas com a publicação de onze listagens.

Plano da Homenagem:

23 de Dezembro -        Todos os Golos
24 de Dezembro -        Golos Fora da Grande-área
25 de Dezembro -        Golos no Campeonato Nacional
26 de Dezembro -        Golos de Livre-directo (fora GA)
27 de Dezembro -        Golos nas Competições Europeias
28 de Dezembro -        Golos de Grande penalidade
29 de Dezembro -        Golos na Liga dos Campeões
30 de Dezembro -        Golos de Cabeça
31 de Dezembro -        Golos na Taça da Liga
2 de Janeiro      -        Golos de Bola Parada
5 de Janeiro      -        Golos em Competições Oficiais

1 comentários
comentários
  1. Que grande preciosidade. Obrigado pelo post e a ver se o Cardozo ultrapassa o Artur Jorge já esta época. Eu acredito!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail